FANDOM


In The Judgement of the Demon

Essa Saga feita em 17/09/2017, conta sobre um ser diabólico ceifador de tempos chamado Time Reaper, que decide pôr um fim em tudo aquilo que existe na linha temporal, manda criaturas assustadoras para exterminar a raça humana inteira. Ele também pode ser contado como uma "Prequel" da Terra 132015 onde ainda os New Generations não deu lugar ainda.

Essa Saga é roteirizada por Gonan Yagami e Sakura Asamiya.

Personagens Editar

New Comers Editar

Gonanverse Editar

Gonan Yagami / Nana / Cthulhu / Time Reaper / Deku / Baek / Galamoth / Riko / Ino / Yago / Nyago / Line / Mirim

The Legend of Zelda Editar

Link / Zelda / Impa / Epona / Tatl / Navi / Saria/ Linkle 

Samurai Shodown Editar

Nakoruru / Rimururu / Madou Shiranui / Amakusa / Yantamuu / Mamahaha / Shiki /Hanzo / Galford/ Mina Majikina/ Cham Cham / Tan Tan / Charlotte  

The Last Blade Editar

Akari/

MonogatariEditar

Black / Juliane / Ken / Maria / Beatrice / Fuyuki / Kyo / Yuno / Iris / Viollet/ Fuyuki/ Beatrice 

Sons of Destiny Editar

Mignola / Todd / Costa / Miller / Alan / 

Deusas da última esperança Editar

Aki/ Sora/ Atsui

Veterans Editar

Fighters of Destiny RisingEditar

T-Boy/ ShawnKyoko / Sonoichi / Kaishi  / Jeff / Jonathan / Evil Shingo

Samurai Shodown Editar

Haohmaru / Asura

Megaman Zero Editar

Arch / Darkswet / Alpha / Neiture / Biometals

Fighters of DestinyEditar

Terry / Sakura / Rock / Hotaru / Ketty / Kensou / Chin / Bao / Athena / Momoko / Evil Sakura / Cap / Shin

Prólogo. Editar

Em um mundo aonde se vivia em guerra com seres sobrenaturais, Deku, o rei dos demônios estava prestes a ser derrotado por um grupo de guerreiro. Então naquele momento um Deus surgiu nos céus com seus aliados...

Galamoth

Um de seus aliados se chamava Time Reaper, eles traziam consigo um exército de seres místicos de outros tempos e mundo.

Time Reaper

Eles derrotaram os guerreiros e devastaram toda a Ásia matando todos que iam contra eles.

Chrno crusade 15 omda-bakabr-anbient-mkv snapshot 07-33 2013-08-16 02-48-07

5 Anos se passaram e com o tempo a esperança de soldados, mulheres e crianças que sobreviveram, foram completamente perdidas restando apenas o medo e o desespero.

Terra 2143. Editar

Cidade de Surrends
Ano: 1403 D.C., Castelo de Deku.

Estavam ali Galamoth, Deku, Time Reaper e Baek. Eles estavam monitorando seus demônios massacrarem os sobreviventes de Linkyin.

Baek: Eles são mesmo persistentes, por que eles simplesmente não desistem?

Deku: Se isso acontecesse nunca teria graça, a persistência é o erro da humanidade!

Galamoth: Desistindo ou não, tudo que importa agora é que os planos estão dando certo. É só uma questão de tempo...

De repente, o céu fica negro e um olho roxo surge dele.

Olho Roxo no céu negro

Time Reaper: Matem todos.

Drifters - 03 - Large 11

Time Reaper: Matem tudo que for mortal. Matem tudo que for humano. Dilacerem, torturem, lhes causem dor. A humanidade deve pagar pelo câncer que se tornou. Façam os pagar por isso.

Exército de monstros de diversas épocas: *atacando vilas, aldeões, seres humanos, mas deixavam os animais em paz*

Time Reaper: Shirou Amakusa. Você será o meu general. Deixo o comando desta tropa para ti.

???: *um ser de luz surgia dali observando tudo* Isso é terrível...o tempo não pode ser mudado. *aperta os punhos* Preciso fazer uma alguma coisa. *desaparece como desfecho de luz*

Time Reaper: A morte chegará para a humanidade. Desde o início... *desaparecendo*

Em outro universo, na Inglaterra,dentro de uma Igreja em 2012

Pastor: É UM ABSURDO! A SOCIEDADE APROVANDO ABORTO!

Pessoas da igreja: É!!!

Pastor: APROVANDO CASAMENTO GAY!

Pessoas da igreja: É!!!

Pastor: E AINDA DIZEM QUE ISSO NÃO É UM CASTIGO DE DEUS?

Pessoas da igreja: É!!!

Pastor: HOMENS QUERENDO DESFAZER A CRIAÇÃO DO DIVINO! ISSO É UMA CALAMIDADE! O CASTIGO DIVINO ESTÁS SOBRE NÓS!

T: *de terno, sentado em uma das cadeiras da igreja* (Nenhum sinal do alvo) *sentindo uma dor de cabeça* Ai!

Senhora: Xiii, você não quer ouvir a palavra do senhor?

T: Desculpe, eu sou uma prostituta gay que namora um negão judeu chamado Lou o policial numa clínica abortista *levantando da cadeira e andando em direção a porta*

*Aeon: T, preciso urgente de você. Três multiversos estão em perigo.

KINGSMAN - Church Fight Scene Song - Free bird by Lynyrd Skynyrd

KINGSMAN - Church Fight Scene Song - Free bird by Lynyrd Skynyrd

https://www.youtube.com/watch?v=zKMu_itKf5A

Senhora: *seguindo T* Você é uma ofensa a Deus, arrependa-se de seu pecado! Saia deste corpo demônio!

T: Agora não dá, estou em missão. Chama o outro cara, o de Azul e mais, eu sou o cara da Mãe Beth, não seu.

(Aeon): Isso não foi um pedido T. Sua nova missão começará assim que esta terminar.

Celulares de todo mundo começa a emitir um sonar alto.

T: *para em frente a porta, então se vira para a senhora, saca uma pistola e atira nela*

Todos na igreja começam a se pegar na porrada.

T: *correndo, então dando um tiro no homem que estava na sua frente, depois se abaixando e dando um tiro na pessoa que estava batendo em outro com uma cadeira de maneira, a sua esquerda,então da um tiro no pescoço do que estava a sua direita*

Homem: *com machado corre na direção de T*

T: *o empurra e dá um tiro na sua cabeça, depois enforca o que estava atrás do cara com o machado, dá um tiro na sua testa, então se abaixa de um soco que ia receber de um outro cara, atira em seu peito, logo em seguida usa o corpo do cara como escudo e atira em outras pessoas

Homem com pedaço de madeira: *dando madeirada nas costas de T*

T: *de costas, dando tiro na perna do cara que lhe deu madeirada, depois trocando a munição de sua pistola rapidamente*

Homem: *avançando na direção de T*

T: *derrubando o com com os braços e então ia atirar nele*

Homem chinês: *segura o braço de T, tentando pegar sua pistola*

T: *dando um tiro na perna do chinês e depois na cabeça dele, então pegando uma mulher pelos braços, atirando em um homem que estava na sua frente e depois na cabeça dela*

Homem: *dando golpe com machado na direção de T*

T: *se abaixando e passando por baixo, então chutando a cadeira enorme da igreja que começa a cair feito dominó, então da um tiro na pessoa que estava na sua frente, pula e começa a correr em cima das cadeiras, depois atira em um homem a sua esquerda, pula e cai em cima de outro homem, dando um tiro na cabeça do homem*

Velho: *batendo com bengala*

T: *desviando da bengala, dando tiro na cabeça do velho, dando cambalhota para frente, pegando o homem que estava na sua frente pelo braço, dando um tiro nas costelas do cara e o derrubando, depois dando um tiro no cara que estava perto das janelas e então pegando um pedaço de madeira e perfurando o pescoço de um cara aí*

T: *girando o corpo, atirando em um outro cara, mas sua pistola estava sem balas, então dá uma coronhada nas costas do homem e o joga no chão, depois sobe no pedestal do pastor*

Homem: *dando ombrada em T*

T: *batendo contra o piano da igreja e caindo no chão, enquanto o resto da igreja continuava a tentar se matar*

Pessoas tacando umas as outras

T: *levantando*

Mulher: *correndo na direção de T*

T: *pegando mulher e tacando no órgão/piano*

Homem: *dando soco na direção de T*

T: *Parry, depois pega o homem pelos braços e desloca seu pescoço, pegando a vela da igreja e batendo com ela em três pessoas*

Homem: *tacando pedestal no T*

T: *pedestal quebra em T e o faz cair no chão, então corre para pegar uma bíblia que estava no chão, se levanta e usa ela para se proteger de uma facada, bate com a bíblia em dois homens, tira a faca e põe no pescoço de um cara que estava atrás dele, depois tira e enfia no olho de outro, então se vira e da um soco no peito de um outro cara, então pega a que estava no olho de seu outro alvo, gira o corpo e enfia na cabeça de um cara aí*

Lado de fora, dava para ver pessoas sendo lançadas para fora da igreja, barulhos de disparos de pistola, explosão, choques elétricos, gritos tanto de dor como de ataque até que finalmente parou.

Lado de dentro

T: *respirando ofegante com algumas manchas de sangue quando olha o rastro de destruição que deixou*

519983092 1280x720

Como sempre, assim que termina seu objetivo, ele morre. Sempre que o espaço e as vezes o tempo cai em desgraça, T aparece. Sua missão agora o levaria para um novo local onde mais uma vez suas habilidades terão de ser testadas.

T: Estranho, normalmente aparece escrito "Uma produção Fighters of Destiny Risingflix". Devem ter me colocado como convidado especial em outro RPG e eu não sei. Roteirista, me passa o roteiro por favor.

Senhor da imaginação que não é amigo de T: T Você fez coisas erradas em outras vidas e agora está na hora de pagar pelos crimes que fez. Eu te enviei a uma terra fardada ao fracasso para você sof-- digo para cumprir com sua missão uma vez mas. *fala em sua cabeça*

T: Que pecados? Não ter conseguido namorar a Erza? Não ter pego um autógrafo do Sonic & Megaman? Invadir sagas alheias sem razão alguma? Conversar com dois extra terrestres? Ter uma queda pela Asamiya? Qual deles?

Senhor da imaginação que não é amigo de T: O pior de todos os pecados! Você fez Copyright e ainda morreu meu filho, se assistiu Kingsman então como consegue morrer no mesmo lugar? Francamente...

T: Se serve de defesa, minha morte incentivou o Eggsy a virar um espião melhor.

Senhor da imaginação que não é amigo de T: Tô sabendo, T. Olha a frente, essa cidade está sendo devastada por demônios, mulheres bonitas e medo. Você não pode deixar isso continuar!

T: Estou no mundo de Devil May Cry? Perai, mulheres bonitas? Ah não! Vão pintar meu cabelo de preto! Isso não! Emo T não!

Senhor da imaginação que não é amigo de T: Elas são muito piores T, elas vão cortar seu cabelo se tiver chances! As mulheres são o que causam mais medo por aqui, fique de olho nelas, elas não são nada confiável. Ah! Parabéns você foi promovido é o novo Dante.

T: Ah não! Me passa esse roteiro aí pra eu fazer um negócio, rapidão.

Senhor da imaginação que não é amigo do T: *um papel cai do céu a frente de T*

T: *pegando o papel e lendo* Como assim? Sem Lou o policial? Me deixa reescrever isso. *pegando caneta e reescrevendo roteiro para ser um motoqueiro Bad Ass* Pode levar.

Senhor da imaginação que não é amigo do T: Agora está preparado punk?

T: Mario quer cogumelo? Claro que sim!

Senhor da imaginação que não é amigo do T: Boa sorte agora é com você, vá caçar tijolos para pular.

A 10 léguas dali T pudia ver uma cidade devastada.

T: *com traje de motoqueiro, como havia desenhado no roteiro* Agora sim, bitch! *andando em direção a cidade*

Na cidade estava tudo destruído e alguns lugares estava incendiado e então T ouviu um grito de ajuda de uma garotinha.

T: Hum? *seguindo o grito de ajuda da garotinha*

O grito dava a um beco perto da onde T estava.

T: *chegando ao beco* Onde você está?

No beco havia uma garotinha loira de pele branca e com roupas longas com a cor azul ela estava chorando e restava sozinha.

T: Calma. *se aproximando devagar* Eu vou achar os seus pais, não precisa mais chorar, você não está mais sozinha.

Garotinha: *bota as mãos nos olhos e chora e assim balança a cabeça que não* Desculpe...desculpe....

T: Sssshh... *devagar vai abraçando ela* Nada disso é culpa sua, não precisa se desculpar.

Garotinha: É sim.. *chora muito*

Dois seres pulam de cima da casa destruída.

Yago: Hehehe. Parado aí Herói.

Nyago: Aonde pensa que vai com a nossa serva?

Garotinha: *chora* Desculpa, desculpa, eles me obrigaram desculpa!

T: Eu vou resolver isso, saia correndo. Agora!

Garotinha: Eu...eu...não posso...se eu fizer isso eles matam a mamãe... *chorando de soluçar*

Yago: Se continuar a contar nem você vai sobreviver.

Nyago: É melhor ficar de boca fechada se não vocês duas vão ser o nosso jantar!

T: Vocês me deixaram bem irritado, bitches.

Nyago: Melhor assim.

Yago: Esse zangadinho aí vai ser nossa sobremesa.

Nyago: Vamos fazer o cabelo dele de macarrão!

T: Há! Vão mesmo, então deixa eu mostrar uma coisa... *tirando uma metralhadora Thompson de suas costas e atirando na direção dos dois monstros*

Yago: Haaaagh!!! 

Nyago: Gaaargj!!!!!! 

Ambos caem baleado já morto.

Garotinha: *para de chorar* Hmm? O que é isso tio? Você é um bruxo?

T: Me chame de mágico. Agora me leve até onde sua mãe está

Garotinha: prazer em conhecê-lo senhor mágico! O meu nome é Riko Munini!

T: Me chame de T-boy.

Riko: Mais não falou para lhe chamar de mágico? Senhor....

T: Não de ouvidos ao que eu digo, bitch. Agora me leve a sua mãe, para eu dar um presente para quem a levou

Riko: Tudo bem...o que é bitch, senhor mágico? *o levando*

T: *seguindo a* Você tem quantos anos?

Riko: *conta no dedo e aponta para ele 9 dedos* Isso! *sorri pra ele*

T: Você ainda é nova demais pra saber.

Riko: ... *levava para uma casa destruída* Mamãe! # Corria para a casa#

Ino: *saia da casa* Riko! *corre até a Riko e a abraça* Graças que está bem! Graças a Deus!

Riko: O senhor mágico nos salvou mamãe! Graças a ele estamos libertas!

Ino: Senhor mágico?

T: O que houve aqui?

Ino: O senhor não sabe? Esta acontecendo em toda a Ásia.

T: Não, sou chinês, mas não vivo na China.

Ino: Por favor entre...não é seguro conversa aqui fora. *entra puxando a Riko*

T: *entrando logo em seguida*

O lugar estava completamente quebrado não havia nada a não ser uma cama pequena intacta.

Ino: *se senta na cama* A mais ou menos 3 anos atrás os monstros invadiram essa cidade...eles destruíram tudo é mataram quem ousou impor a eles...o resto de nós fomos capturados para servi-lo, esses monstros nos machuca todos os dias e nos ameaça em nos comer, eu estou tão assustada. *lágrimas escorrendo*

Riko: Mamãe...tem uma esperança!

Ino: Não existe esperança! Está tudo arruinado não vê Riko!

Riko: Eu sei o que falo! *começa a chorar* Eu sei que tem esperança e eu sei que lá ficaremos seguros!

Ino: Já chega! O melhor lugar é aqui, é a única coisa que temos...

Riko: Por que não acredita em mim? Vamos morre e a culpa e sua! *sai para fora de casa*

Ino: Riko!!!

T: Claro que tem uma esperança. Posso ajudar vocês a recuperarem sua cidade, mas terão que aceitar minha condição.

Ino: Não...é impossível. Existe milhões deles você não conseguirá sozinho. Muitos guerreiros enfrentaram esses seres e foram destruídos facilmente.

T: Seus guerreiros nunca enfrentaram algo como o que eu tenho, bitch! *tirando uma pistola de sua Jaqueta, girando ela com o dedo indicador, depois guardando dentro da jaqueta novamente*

Ino: Uma bugiganga? O que isso faz?

T: Esse Bereta pode acabar com a raça desses monstros, sua filha viu eu matando dois deles com uma coisa parecida.

Ino: Entendo... *abaixa a cabeça* obrigado salvador...minha filha estava precisando de heróis verdadeiros...ultimamente ela acredita em tantas coisas que...não sei, ela tem medo e inventa uma saída, ela sisma que há um abrigo para todos nessa cidade e é aonde todos os sobreviventes estão, mas isso é loucura..

T: Vou explicar pra vocês o que eu vou fazer. Eu e a minha gangue vamos expulsar os monstros que vivem aqui, depois vamos instalar uma filial da minha gangue aqui, para manter a cidade protegida e então vamos dar a vocês tudo que precisavam.

Ino: Vocês governam esse lugar? Boa sorte...eu ficarei ao lado de vocês.

T: Eu não diria governar. Vocês podem governar como bem entenderem, só seremos os caras que vão ajudar vocês.

Ino: *balança a cabeça afirmando sim bastante firme no olhar*

T: Os Sons of Destiny vão resolver esse problema para vocês.

Ino: Obrigada senhor, obrigada por salvar minha filha, obrigada por no liberta, mas, desculpe posso lhe pedir um favor?

T: Que favor?

Ino: Eu tentei, Deus sabe que eu tentei demais tira essa ideia da minha filha que ah sobrevivente na caverna, por favor poderia conversa com ela e dizer que não tem...a verdade é que estamos sozinhas...todos foram capturados e levado para outros lugares.

T: Estão sozinhas por enquanto. *andando em direção a Riko* Sua mãe me falou uma caverna. Só vim dizer que você não precisa se preocupar com isso. Deixa a parte de resgatar pessoas comigo que tudo vai dar certo. Não perca a esperança, bitch!

Riko: *estava encostada na parede de fora da casa e logo que ouve isso se levanta* A caverna fica ao Leste daqui procure por desenho nas pedras e assim saberá que está bem próximo!

T: Boa garota, agora me prometa que vai proteger sua mãe enquanto eu estiver fora.

Riko: É claro! Somos sobreviventes senhor mágico, ninguém vai nos machucar mais! Eu acredito nisso!

T: Mandou bem, agora eu tenho de ir. Não me decepcione. *andando até a porta e saindo*

Riko: *grita* Obrigado Senhor Mágico!!! *acena para ele*

The White Buffalo - The Whistler -Studio- + Lyrics (Soa 5x12)

The White Buffalo - The Whistler -Studio- + Lyrics (Soa 5x12)

T: *ouvindo o grito do lado de fora, então da um pequeno sorriso, logo faz um sinal de polegar positivo para cima* (Tenho que avisar os outros sobre essa cidade. Esses monstros devem ter pistas sobre o que eu procuro) *se afastando um pouco da casa, então senta no chão e puxa um diário de sua jaqueta* (Esse é o diário do fundador dos Sons of Destiny. Recebi isso como um presente que deveria ser lido nas horas que eu mais precisava pensar e eu acredito que esse seja o momento). *abrindo uma página e em sua mente. "Vida e Morte de Sons of Destiny. Como os Sons of Destiny perderam seu caminho. Por J.D. Ao meu filho Kiu Lon, que já encontrou a paz. Que ele nunca conheça essa vida de caos.

Às vezes as coisas começam com uma boa ideia. Você se dá conta de que há uma necessidade e você traz uma resposta para ela. Outras vezes as coisas simplesmente começam. Sons of Destiny foi um nome que surgiu no ensino médio para mim e meus melhores amigos, nós iríamos mudar o mundo. O que realmente fizemos foi o que a maioria das adolescentes fazem em uma cidade pequena: Sair arrumando briga por aí, fazer um pequeno inferno, destruir tudo enquanto lutávamos entre si e dirigir alguns carros que não nos pertencia. Nós amávamos carros e motocicletas e nos considerávamos motoqueiros mesmo que nenhum de nós...") *fechando diário e guardando na jaqueta novamente* (Já está bom por hoje) *refletindo, então ligando para o motoclube com o pouco de carga que havia em seu celular, para que fosse rastreado e que trouxessem sua moto*

Em um lugar deserto, porém com várias motos e alguns seres deformados.

Mignola: No meu mundo, nós chamamos essa de AK-47 *mostrando a arma* É bem simples de usar e vocês podem matar qualquer bastardinho que te pertubar.

Ser: *admirando arma*

Mignola: Pegue. Pode testar *entregando AK-47 para o ser* É bem simples, mirar e apertar o gatilho.

Ser: *imitando a forma como Mignola segurou a arma, então mirando para um outro ser deformado e atirando várias vezes nele, deixando vários buracos, logo o matando* Eu gostei.

Mignola: Considere essa o início de uma nova parceria, meu amigo *apertando a mão do ser deformado* Os Sons of Destiny vão lhe trazer mais dessas para alegrar suas tardes de Domingo, se é que me entende.

Ser: Gostei de você, humano. Mas o que me impediria de matar você agora e roubar toda sua bagagem?

Mignola: Há! Boa, sabe. *estalando dedos*

Todos os motoqueiros apontam várias armas para os seres.

Ser: Acha mesmo que isso vai fazer algum estrago em mim?

Costa: Pergunta ao seu amigo aí no chão.

Ser: Grr....

Mignola: Sabe. O que vocês tem é como um refrigerante convenção, mas o que eu tenho para lhes oferecer é a boa e velha Coca-Cola. Acredite, você não vai querer continuar vivendo num mundo sem Coca-Cola.

Ser: Vocês humanos são espertos. Não teremos rixas com seu clube, contanto que continuem nos trazendo sua coca-cola para que nós possamos eliminar nossos inimigos.

Mignola: É assim que se joga esse Jogo. Está fazendo a escolha certa.

Ser: Aqui está o seu pagamento *dando uma bolsa cheia de moedas de ouro*

Mignola: *pegando o saco e então assobia*

Costa: Aqui está sua Coca-Cola *jogando bolsa com várias AK-47*

Ser: *pegando bolsa e indo embora com seus comparsas*

Todd: O garoto sabe disso?

Mignola: Não, e é melhor que fique assim. Ele é muito esquentadinho. Não vai fazer a coisa certa pro clube.

Costa: *atendendo celular* Alô?

Todd: Mas a informação é fresca, Mig?

Mignola: Sim, esses caras trabalham para alguém importante. Provavelmente o cara que o garoto procura.

Todd: Se isso vazar pode dar problema. Uma guerra fria entre um presidente e o seu vice pode prejudicar o clube, Mig.

Mignola: Hey! Eu posso estar velho, mas ainda sei jogar esse jogo. Confie em mim.

Costa: Mig, T-Boy tá precisando de nós, peguei as coordenadas pelo celular. *monta em sua moto e segue direto*

Mignola: Vamos, o garoto precisa da gente *monta em sua moto*

Todos os motoqueiros montam em suas motos e seguem Costa.

Em algum lugar

Time Reaper: Está tudo indo nos conformes. Logo a humanidade deixará de ser a espécie dominante deste universo. As minorias como os Ogros, Trolls, Onis, Youkais, Yokioonna entre outras espécies que os humanos tentam destruir se tornarão os herdeiros destas terras. Apareça para mim, Madou Shiranui!

Madou Shiranui

Mandou Shiranui: *surgindo no meio de várias sombras, demonstrando a sua magia negra* Fui solicitado?

Time Reaper: Como está o processo para a criação desta nova sociedade criado pelas minorias?

Mandou Shiranui: Estamos criando um novo alfabeto. Utilizando letras que possibilizem o fácil aprendizado para todas as raças.

Time Reaper: Ótimo. Os humanos se recusam a encontrar a morte e destroem o equilíbrio deste universo. Logo isso mudará

Madou Shiranui: E quanto ao cachorrinho de Elizabeth? A guardiã do Multiverso?

Time Reaper: O Destino dele já está selado. O objetivo dele sempre é a morte. Agora dei a ele razões para ficar vivo. Isso comprometerá sua missão. 

Madou Shiranui: Como fez isso?

Time Reaper: Assim que ele pôs os pés neste mundo, eu o abordei e lhe dei uma vida. Graças ao Cthulhu conseguimos dar a ele uma história. Abandonado como bebê na casa da mulher do presidente de um clube de fora da leis. Ensinado desde pequeno os princípios de fraternidade, amor, compaixão, ódio e guerra. Agora fará de tudo para não morrer. De tudo para não abandonar este mundo. Ele agora não passa de um pião para nós e nem sabe disso. Os humanos são seres desprezíveis e dignos de pena.

Algum tempo depois

T: *com uma pistola na mão, adentrando a caverna, o cheiro daquele lugar lhe trazia lembranças da qual ele não gostaria de rever*

Flashback

T: *sentado no chão indignado, enquanto legistas saiam de sua casa, levando um corpo*

Mignola: *se aproximava, tragando seu cigarro e expelindo a fumaça* Garoto, há uma coisa que eu aprendi nessa vida. *jogando cigarro no chão e pisando* Você e eu somos opostos, mas também iguais, como uma imagem no espelho. Odiamos pessoas, que por sua vez, nos odeiam e nos temem. *puxando outro cigarro, pondo na boca* Antes do dia acabar, seu coração foi quebrado, exatamente como o meu. *pegando isqueiro e acedendo o cigarro* Homens como nós, T-Boy, sempre estarão sozinhos. E o amor que recebemos, *guardando o isqueiro* teremos que pagar.

T: Eu vou encontrar quem fez isso e o inferno para onde eu vou mandá-lo vai parecer o paraíso perto do que farei.

Mignola: Nós vamos encontrar o responsável por isso. E vamos encontrar o seu garoto. Você tem a minha palavra. Não se esqueça que você ainda tem uma família.

T: Eu ainda me lembro daquela noite. Sou assombrado com essa lembrança sempre que faço algo imprudente. Mignola e os outros foram libertar a cidade dos monstros,enquanto eu estou nessa caverna me perguntando o que estou fazendo. Um minuto. Um minuto para um soldado, no campo de batalha é tudo o que você tem. Um minuto para tudo de uma vez. Tudo o que vier depois disso é nada. Tudo o que veio antes disso é nada. Nada se compara a esse minuto. Esse é o meu atual pensamento e eu morrerei por ele. Tudo o que me importa agora, é o minuto que eu recebi nesse novo campo de batalha.

--

A caverna estava vazia e tinha 3 direções para ele seguir para os lados e para frente. Detalhe que no lado esquerdo pingava água por todo o caminho pelas pedras acima dele.

T-Boy: *seguindo pelo caminho que pingava, porém devagar para não fazer barulho*

Um pouco aparecia alguém a frente dele.

???: Você quer as pessoas dessa cidade? Então primeiro terá que passar por mim! *pega sua espada* E já vou dizendo que isso vai ser bem difícil!

T-Boy: *olhando para ??? Por alguns segundos, depois sacando pistola e atirando nele*

???: *defendia com as espadas e então avançava para cima dele* Hya! *apontava para Trás e lançava uma esfera obscura*

T-Boy: *dava uma cambalhota para trás, depois dava um tiro em sua direção com uma mão, enquanto a outra puxava um cigarro e colocava em sua boca* Um cavaleiro? Essa dimensão precisa de novos brinquedos, bitch.

???: *dava um slide rapidamente de joelhos* Hora de dar um show! *rapidamente lança sua espada para cima e se agarra nela para dar um impulso até ele com uma voadora*

T-Boy: *defendendo com sua pistola usando uma mão, que logo era partida ao meio e acendendo cigarro com a outra mão* (Isso não está sendo fácil) *tacando o resto da pistola na direção de ???*

???: *era acertado no rosto e se dirigia caindo para o chão nisso o capuz dele que era preto saia da sua cabeça mais logo ele botava para não ser percebido* Seu! *dava um pulo para trás* de todos os demônios você é o mais esquisito! *corria na direção dele para socá-lo*

T-Boy: Você não faz ideia *tirando cigarro e cuspindo a fumaça na cara de ??? quando ele chegava em sua direção, depois o socava*

Ao ser acertado era arrastado para trás e então seu capuz mais uma vez saía de sua cabeça revelando quem ele er. Ele parecia ter uns 15 a 16 anos, seu cabelo era loiro espetado, seus olhos negros e seu sente bem afiado.

???: Aagh! *tossia* Maldito!! Querendo me matar envenenado? *olhava para cima* Aah! Droga essa roupa não serve para esconder minha identidade...maldito velho, vou pegar meu dinheiro de volta! *posição de luta*

T-Boy: Você é só um garoto. Eu não gosto de lutar contra garotos, bitch.

???: Vai me esn...uh? Espera agora fiquei confuso...

T-Boy: *pegando outro cigarro que havia tirado, pondo na boca e acendendo o novamente com isqueiros* O que faz aqui? Eu soube que tinham pessoas aqui então eu vim. *tirando cigarro na boca com os dedos e assoprando fumaça*

Gonan: *ia até sua espada que estava presa e tirava ela* Bem, eles me denomina de o Guardião, mas na verdade só estou protegendo pessoas inocentes...eu ia perguntar como conseguiu chegar até aqui mais sua força já deixa claro. *guardando sua espada* Eu me chamo Gonan Yagami. *aponta para si com um sorriso*

T-Boy: Eu me chamo Tex, mas pode me chamar de T-Boy.

Gonan: T-boy? Tudo bem. Já que está do nosso lado...venha. *seguindo a frente* Como descobriu que existia pessoas nessa caverna?

T-Boy: Fonte anônima. *jogando cigarro no chão e pisando nele*

Gonan: Isso quer dizer que não vai me contar..

Bem a frente  dava para ver luzes iluminando um pouco mais aquele caminho e dava para ouvir vozes.

T-Boy: Há mais alguém aqui?

Gonan: Oii? Não escutou? Eu disse que protejo pessoas inocentes.

T-Boy: Só me distraí,bitch. A essa hora os Sons of Destiny já devem ter tomado a cidade. Vamos sair desse lugar medonho

Gonan: Está louco! Aqui é o único lugar seguro...eu não posso lutar com todos sozinhos... *fica um pouco triste* E todos que tentaram morreram...

??: Todos menos eu! *apontava a espada para garganta de T-boy*

T-Boy: *se mantendo imóvel* E você quem é?

??: Você entrou aqui primeiro, eu que te pergunto!

Gonan: Abaixa isso Nana! Ele veio nos ajudar.

Nana: ... *abaixa a espada* É com você mesmo...

Gonan: *suspira* Desculpe, ela é a minha irmã...

Nana aparentava ter 14 a 15 anos seus cabelos eram longos pretos com algumas mechas vermelhas ela tinha 1,63 de altura com pele bem branca (Como se fosse albina) e seus olhos eram castanhos que tinham um certo brilho. Gonan tem 1.67 e tinham olhos pretos.

T-Boy: Era só ter pensado,bolo de neve. Se eu fosse alguém bem motherfucker, eu teria atirado no seu irmão quando ele abaixou a guarda.

Gonan: Se está falando em me atacar com aquele negócio na verdade você fez...

Haviam cerca de 35 pessoas ali, 6 eram crianças.

Nana: Por acaso você conseguiu alguma coisa?

Gonan: Ow!!! Eu esqueci!! Eu acabei encontrando com ele e isso me distraiu...

Nana: Terei que fazer tudo mesmo!?

T-Boy: Não se preocupem. Os Sons of Destiny já estão resolvendo isso.

Gonan: Sons of Destiny? O que é isso? E eles estão trazendo alimentos?

Nana: Duvido muito...

T-Boy: Eles são minha família. Se você acha que minha pistola não é nada, é porquê você nunca viu uma metralhadora quentinha em ação.

Gonan: Entendi! Vocês vieram do futuro verdade? Alguns daqueles monstros também vieram..

T-Boy: Outro universo.

Gonan: ...Me diga sua família, são quantos guerreiros!?

T-Boy: *contando* (Costa...Mignola...Todd...Miller...Alan...) Neste universo tem 5.

Gonan: Nana, temos esperanças!

Nana: *observa e balança cabeça meio séria*

T-Boy: Os Sons of Destiny tem bases em muitos universos. Eu vim para cá porque eu acredito que o assassino da minha mulher e sequestrador do meu filho esteja aqui

Gonan: Então não está totalmente do nosso lado? Quer dizer não está tentando proteger as pessoas ou tentando salvar o nosso mundo?

T-Boy: Não sou tão bondoso, mas também eu não sabia o que tinha acontecido aqui, então estou ajudando.

Gonan: Então por favor se reúna com sua família e nos ajude a salvar mais pessoas. Os demônios prendem eles na Zona Sombria, nós tentamos, mas apenas Nana e eu é impossível. Eu não tenho tanto poder assim....*abaixa a cabeça*

T-Boy: Eu farei isso, mas vão ficar me devendo.

Gonan: Obrigado! Vamos a sua base e reunir com sua família.

Nana: Eu vou também! *bota uma fita na cabeça*

Line: *agarra na perna de Nana* Fica com a gente...

Gonan: É melhor Nana...assim você poderá protegê-los enquanto eu estiver fora.

Rick: Hey, Gonan. *arremessa a bolsa para ele* Confiamos em você.

Gonan: *pega a bolsa* Não vou decepcionar ninguém e também não vou morrer! *nas bolsas, pega as duas luvas do Nekomene e as usa, a fita de Kettylin que bota em sua cabeça*

T-Boy: Combinamos de nos encontrar em uma casa, assim que o sol se pôr.

Gonan: E o que estamos esperando?

Eles caminhavam por quase uma hora chegando na casa de Riko.

Gonan: ...

A casa estava com uma porta quebrada e a outra fechada e não tinha ninguém no lado de fora.

T-Boy: Hm? *se aproximando*

Gonan: Você disse que tem gente morando aqui? Achei que todos tinham se abrigado na caverna...

T-Boy: Eu espero que ainda estejam aqui. *entrando*

Ao ele entrar, a casa aparentava vazia, porém, pudia se ouvir um barulho bem estranho no quarto de cima.

T-Boy: *andando em silêncio até a escada, puxando uma faca de seu bolso e então ia subindo os degraus sem fazer barulho, depois andava em direção ao quarto lentamente*

Gonan: *subia atrás dele*

O quarto estava aberto e logo ao trabalho chegar perto o barulho para.

T-Boy: *entra no quarto devagar e olha ao redor* Tem alguém aqui!?

Na cama, estava Ino deitada e do lado da cama, Rika, estava em pé com o rosto cheio de lágrimas e um ser atrás dela sorrindo. 

Mirim: Hehehehehe.

Esse ser tinha pele amarelada com grandes asas, ele agarrava Rika e sua mão estava no pescoço dela com energia de brilho.

Mirim: Você demorou novato.

Rika: Senhor mágico!!!

Mirim: *bate no rosto dela* Silêncio!

Gonan: !!! *botava a mão em sua espada*

Mirim: Ow! Gonan finalmente saiu da onde estava escondido?

Gonan: Grr!!!

Rika: Guardião!! *falava baixo*

T-Boy: Hahahahahaha! Você me faz rir, bitch. Deve dar um tesão pra você não encarar de frente seus inimigos, não é?

Mirim: Para falar a verdade, me dar prazer de tortura até o último de sua espécie. *lambendo o rosto de Rika* Hehe

Rika: *lagrimeja* Guardião...senhor mágico me ajude....

Mirim: Já falei para calar a boca! *lança ela para o lado*

Rika: AAAH!!! *fecha os olhos*

Gonan: !!! *usa sua velocidade para pegar ela antes dela cair no chão* Maldito!

Rika: *abre os olhos* Guardião... *acaba desmaiando*

Mirim: *seu corpo fica brilhando enquanto ria loucamente* Fazia tempo que não saboreio carne tão deliciosa assim.

T-Boy: *andando em direção a Mirim, com as mãos no bolso* É melhor você me matar ou vai se arrepender.

Gonan: Tome cuidado!

Mirim: Não antes de me divertir com vocês! *estendia as mãos para o lado e o local todo mudava*

O cenário estava escuro e não tinha nada além de estrela e brilhos bem fortes no chão.

Mirim: Bem vindo ao meu mundo!

Gonan: !!!!

T-Boy: *acendendo um isqueiro para usar de iluminação e sacando uma faca na outra mão* Recepção calorosa.

Mirim: *dá um passo para trás* Vamos começar o massacre!

Ready? Start the Onslaught!

Mirim: *voa para cima dele enquanto suas asas enche de brilho fazendo sua velocidade aumentar 2 vezes*

T-Boy: *recuando enquanto aquece sua faca com o fogo do isqueiro*

Mirim: *ainda voava na direção dele para atropela-lo com as asas em super velocidade*

T-Boy: Toma essa Bitch! *ao ser atropelado, se agarra em Mirim e perfura com a sua faca, que já estava muito laranja por ter sido aquecida*

Mirim: Ugh! *ao ser acertado se joga no chão junto com T-boy e logo*

T-Boy: *puxando faca, e ao cair com Mirim, começa a rolar no chão* (Droga, o atropelamento dele quebrou uma costela minha)

Mirim: *guarda suas asas e então lançava rajadas de brilho para cima aonde está T-Boy*

T-Boy: *dava cambalhotas para o lado, até que era acertado por uma delas* Argh! (Só tenho uma pistola Weeson na minha jaqueta) *pondo mão na jaqueta* Você é mais fraco do que eu pensei, Bao faria mais estragos do que você. *continua dando cambalhotas para o lado,se levanta rapidamente* Acho que até o Lou te daria uma bela surra, bitch!

Senhor da imaginação que não é amigo de T: Adora esnobar seus inimigos e amigos ham? Vamos ver o que Erza acha disso. *falando na cabeça de T*

T-Boy: O quê? Viramos filme da Marvel agora.

Mirim: Me acha fraco? Hehe. *lança duas rajadas brilhosa que vai seguindo ele pelo chão*

T-Boy: *correndo na direção das rajadas brilhosas, depois dando cambalhota e passando por elas, então retira sua pistola de sua jaqueta e da um tiro na direção de Mirim*

Mirim: *assopra um brilho que logo forma um escudo  que reflete o tiro de volta e em seguida levanta a mão lançando raios brilhosos e vários cometas do tamanho de uma pessoa avança para cima dele no céu*

T-Boy: ! *levando tiro e caindo de costas no chão enquanto chovia os bagulhos*

Mirim: Heh! Já pode morrer!

Gonan: T-boy!!

Senhor da imaginação que não é amigo do T: Tá vendo...provocou e agora vai morrer de novo!

T-Boy: Cala boca e me deixa dormir! Eu tô me fingindo de morto. O tiro pegou no meu isqueiro, eu acho.

Senhor da imaginação que não é amigo do T: Vou ler um livro...vai ser mais interessante que esse massacre. 

Mirim: Huahahahahaha! Seu amigo já morreu? Que fraco!

Gonan: T-boy... *coloca a garota deitada no chão* Prometo que vou te tirar viva daqui! *se levanta* Chega Você não vai ferir mais ninguém! *pega sua espada*

Mirim: O grande guardião! O garoto que era odiado por todos inclusive seu irmão e agora é o herói deles. *ri* A humanidade é patética se agarra até a um pequeno demônio patético como você.

Gonan: Não sou pequeno! E nem demônio! *sua espada começa a emanar energia sombria*

Mirim: Haha! Tenho poderes tão grandes que sou considerado o nível do Rei! *corre na direção de Gonan*

Gonan: Não ligo pra quem você é! Eu já superei o poder do seu Rei a muito tempo! Hoaaah!!! *sua espada lançava uma rajada sombria em Mirim*

Mirim: *esquiva* Ele não é mais o mesmo que era! *lança uma neblina de Brilho em Gonan*

Gonan: Eu também não! Kettylin, Plademon, Izuko Rirya, Nanka, meu irmão e até o idiota do Nekomene eu  vou vingar todos eles! *corre cortando a Neblina e então passa por ela com a espada emanando muito poder*

Mirim: A Espada das Trevas lendária! Ela está mais poderosa!

Gonan: *faz um corte e um vento sombrio fica intenso causando rajadas fortes por todos os lados*

Mirim: Quantas almas ela já sugou!!? Guaaah!!!!! *era arremessado longe pelas rajadas*

Gonan: *seus olhos ficavam negros e logo ele fechava seus olhos* Eu não sou isso. *guarda sua espada*

Mirim: Se levanta.

T-Boy: *se aproveita do momento e dispara 3 tiros contra Mirim*

Mirim: Isso é inu... *ao levar os tiros na cabeça seu corpo parte ao meio* .......

T-Boy: Isso é Ciência, bitch!

Gonan: *pega a Rika*

O lugar vai desaparecendo e aos poucos vai voltando a casa.

Gonan: *observa a mãe dela é a Rika* Isso...é culpa sua...tudo sua culpa!

T-Boy: Calma. (Droga, dói quando respiro, vou precisar de alguma coisa pra tratar essa costela quebrada). Não é hora de acusar ninguém, precisamos ficar unidos agora.

Gonan: *respira fundo* Tem razão...a Nana tem um leve poder de cura...ela poderia ajudar você e essa garotinha...

Barulho de motor de motos podia ser escutado vindo do lado de fora.

Gonan: O que é isso!?

T-Boy: Já deve ser pôr do sol. Não se preocupem, é a minha família.

Gonan: Bom que eles chegaram! Consegue andar?

T-Boy: Não vai ser hoje que você vai me carregar, bitch.

Gonan: Tanto faz... *desce em direção a saída casa* Revisamos levar ela para a Nana, lá ela ficará segura!

T-Boy: Vamos lá, só mostrar o caminho que faremos o resto. *descendo a escada* E então discutimos como vamos tomar essa cidade.

Gonan: *ao sair da casa se depara com a família de T nas motos* !! *chega um pouco para trás* Mas o que?

T-Boy: Vocês demoraram, estavam saindo com o Ranmaru? 

Mignola: Olha o nosso garoto aí.

Motoqueiros e T-Boy começavam a se abraçar e apertar as mãos.

Gonan: *observa as motos ainda parado* Vocês são das classes de bruxos não é?

T-Boy: Somos da classe dos Motherfucker.

Mignola: Não ligue para o garoto, somos de outro universo. Bem diferente deste, mas viemos com uma coisa que falta no mundo de vocês.

Gonan: Precisamos de esperança apenas, aposto que não sabe oque aconteceu aqui, chegando na caverna eu irei esclarecer tudo. *começa a corre com a Rika no site braços para direção aonde fica a caverna*

Todd: Mal chegamos e já vamos rodar, vamos lá! 

Todos os motoqueiros montam e suas motos e seguem Gonan.

Após a chegada deles na caverna Gonan, T e sua família imediatamente vão falar com a Nana.

Nana: Então, ainda tinha sobreviventes...*usa sua força para tentar cura seus ferimentos* GH....GH....

Gonan: T-boy deixou ela e a mãe dela para trás...infelizmente a mãe dela....

T-Boy: Droga! Eu esqueci!

Nana: Como se esquece de alguém!? *suas mãos começa a queimar mas consegue curar até o último das feridas de Rika* Quem é o próximo? 

Gonan: Está bem irmã?

Nana: Apesar de sermos de mães diferentes, acho que eu ouvi poucas vezes essa palavra de sua boca. *dá um sorriso para ele*

Gonan: Hehehe. *bota a mão em sua cabeça coçando ela e dando um sorriso sem graça*

T-Boy: Agora eu tenho que voltar e buscar elas. Eu vou buscar a vingança para elas.

Gonan: Nao sei como...mais esses seres surgiram no céu bem no momento que eu ia acabar com tudo! *respira fundo* Eu sempre pensei que fosse o destino sabe? Minha mãe e meu pai morrer enfrentando um demônio...eu ganhar os poderes do rei deles, um demônio me treinar...o meu melhor amigo e o melhor mestre que eu pude ter, meu irmão se vira contra mim, que o mundo se vira contra mim...eu consegui a espada lendária com tantos demônios a procura dela por séculos, conhecer a Kettylin, a garota que me acompanhou até o final, conhecer a filha do rei que posteriormente iria se tornar minha maior rival e uma das minhas amigas mais fiéis, derrota o demônio que matou meus pais, conhecer a minha irmã, conhecer tantos amigos sejam eles irritantes ou não. *lembrando de Nekomene e Rirya* Descobri coisas novas coisas que me alegraram, *lembrando de todos os lugares que ele passaram* coisas que me surpreenderam...*lembrando no dia em que descobriu que a amiga de infância dele era um demônio* coisas felizes... *lembrando do aniversário dele de 14 com todos ali inclusive Nanka e seu irmão* e coisas tristes...*lembrando da morte de todos eles* Eu vi minha família morre mesmo depois de achar que nós iríamos vencer...aonde eu olho é só morte. *lágrimas saindo* Eu me sinto humilhado, não posso vingar nenhum deles não posso proteger ninguém, eu não sou digno de ser chamado de guardião, eu nem sou digno de ser chamado de guerreiro...

Nana: ... (Isso não é verdade...você já me salvou tantas vezes, se não fosse por você eu não estaria aqui agora.) *abaixa a cabeça*

Gonan: Será que o meu destino no final é perder? *lembra de Kettylin falando em esperança antes de morrer* Esperança...é a única coisa que precisamos...

T-Boy: Você quer esperança? *pegando um cigarro, pondo na boca* O nome desse bastão de papel que eu ponho na boca é cigarro, ele me faz expelir uma fumaça que estraga os meus pulmões, meus dentes e aumenta as minhas chances de morrer. *pegando isqueiro e acendendo o cigarro, depois deixa a fumaça sair pelas suas narinas* Você deve estar se perguntando o porquê de eu continuar usando isso e a resposta é simples, eu estou prolongando a minha morte. *tirando cigarro da boca* Eu não vou mentir para vocês, minha família e eu vendemos armas para seres de diversos universos. Eu planejava abandonar essa vida para estar ao lado da mulher que eu amei e do meu filho,mas Mataram a minha mulher e sequestraram meu filho,desde então eu fiz umas coisas bem ruins para encontrar pistas sobre a localização do responsável. *pondo cigarro na boca e tragando* O que vocês estão vendo diante de seus olhos é um homem que não precisa de esperança para fazer o que for preciso. Bem, é por isso que eu fumo cigarro, isso me deixa mais próximo de me encontrar com a minha mulher. Eu não vou partir sem antes ferrar pra valer com o cara que tirou ela de mim. O que eu estou fazendo é por pura vingança, não tem nobreza nas minhas ações. Eu vou ajudá-los a salvar essas pessoas, mas não porque eu sou um cara legal ou um herói, farei isso porque vai chamar a atenção do assassino da minha mulher e fará com que ele cometa o erro de aparecer para mim. Minha família está de acordo, eles vão fornecer proteção para os habitantes desse lugar, Mig deve ter eliminado alguns monstros no caminho.

Gonan: *balançava a cabeça que sim* Aqui não é um belo lugar mas...no momento é o único seguro...

T-Boy: Onde tem uma cama disponível para que eu posso tirar um cochilo?

Nana: Helloooo! Estávamos desesperados procurando abrigo para sobrevivermos, acha mesmo que pensaremos em conforto nessa hora!? Isso é tudo que temos... *joga um saco aconchegante para T*

Gonan: Não precisa falar assim Nana...

T-Boy: Essa é pra casar. *pegando saco* Bem, tenham uma ótima noite, amanhã vou para o meu universo me abastecer de vigor e munição para as armas.

No dia seguinte.
Love is blindness - Jack White

Love is blindness - Jack White

https://www.youtube.com/watch?v=zJtEpKIPHm8

T-Boy: *andando de moto com sua gangue acabava lembrando das duas últimas páginas do diário que havia lido* (“A maioria de nós não é violento por natureza. Todos temos nossos problemas com autoridade, mas não somos sociopatas. Nós percebemos isso quando nos movemos na vida fora da grade social, você desiste da segurança que a sociedade oferece. Na facção…sangue e balas são as leis, e se você não for um homem com convicções, a violência é inevitável.")

Monstros no caminho.

Todd: *bebendo uma garrafa de vigor em uma das mãos,enquanto a outra mantém a moto no equilíbrio*

Mignola: *sacando uma espingarda e atirando em alguns monstros que estavam no caminho com uma mão, enquanto a outra mantém o equilíbrio da moto*

Todd: *mãos começam a criar crostas elétricas, então ele lança uma rajada elétrica nos monstros*

A rajada paralisa e queima os monstros de uma vez só e assim todos passam por eles sem problemas.

T-Boy: (“Quando agimos para vingar aqueles que amamos, a justiça pessoal colide com a justiça social e divina. Viramos juiz, júri e Deus. Com essa escolha vem uma responsabilidade assustadora. Alguns homens vão até onde aguentam, outros abusam da força viva. O verdadeiro fora-da-lei encontra um equilíbrio entre a paixão no seu coração e a razão na sua mente. A sua solução é sempre uma igualdade mista de força e certezas.”)

Costa: *ativando dispositivo dimensional em sua moto, assim a frente abria um portal*

T-Boy: (Mesmo morto, você parece que está ao meu lado me aconselhando. Seu diário é o meu melhor conselheiro.)  *acelerando sua moto e entrando no portal junto com os outros motoqueiros*

Portal se fecha. Algumas horas depois, um novo portal era aberto, dele saiam um caminhão e os motoqueiros com roupas novas e limpas, que logo voltavam para o esconderijo em alta velocidade. Assim que chegam, eles estacionam.

T-Boy: Chegamos. Trouxemos algo para vocês.

Mignola: Você parece abatido filho, vai dar uma descansada, deixa que a gente ensina para eles a magia de um bom vigor.

T-Boy: Obrigado Mig. *andando*

Mignola: Vejam como funciona. Vocês bebem um gole do vigor e ganham poderes incríveis.

T-Boy: Ae, Gonan. Tem algum lugar aqui sossegado aonde eu possa passar o tempo?

Gabrispo: então posso ser tao forte como o Guardião?

Line: Guardião? A Nana é a mais forte de todas!

Lars: *ia na direção de Mignola* Isso vai mesmo nos dar super poderes?

Gonan: Na verdade. Apenas um. É a nossa saída de emergência. Venha. *seguia diretamente*

Mignola: Sim, cada vigor pode lhe dar poderes. Veja isso #bebendo vigor, então suas mãos começam a mudar, ficando penosas e com unhas afiadas, logo corvos começam a rondá-lo. Isso dói um pouco, mas agora eu tenho controle total sobre os corvos assassinos. 

T-Boy: (Tive a impressão de ter visto Gabrispo) Okay, bitch *seguindo Gonan, pegando um cigarro, pondo na boca. Você se incomoda com cheiro de fumaça?

Gonan: Isso não é nada bom.. mais se você gosta.

Bem a frente, havia um grande buraco com forma de porta e ao entra ali percebia que o lugar era complemente redondo com espaço para caber 10 pessoas mais ou menos e no meio dele com um buraco é uma escada presa nele.

Gonan: *se senta* Deu um trabalho, mas Nanka e eu conseguimos enfim terminar, caso um dia eles nos ache pelo menos todos teriam a chance de escapar.

T-Boy: Ficou um trabalho excelente, eu tenho de dizer. Vocês mandaram bem. Eu devia te dar uma HQ do homem-aranha de presente. *acendendo cigarro com isqueiro*

Gonan: HQ? O que é isso? Existe homens aranhas no seu mundo?

T-Boy: Digamos que sim. Ou não, nunca tombei com um, mas deve existir em algum lugar. *tirando cigarro da boca* Tem algo errado com você cara, põe pra fora. Aproveita que estamos só eu e você.

Gonan: *abaixa a cabeça* Eu penso na minha família o tempo todo...o que eles poderiam dizer para mim, Eu nunca fui treinado para lidera, até pouco tempo atrás eu era odiado por todos. Mesmo quando salvava um ou duas pessoas no caminho. Eu realmente não consigo entender como um futuro brilhante pudesse se apagar tão rápido. T-Boy você disse que apenas quer o assassino de sua esposa, também disse que seu filho está vivo por aí, então por que deseja morrer assim? Você ainda acredita que pode salvá-lo não é?

T-Boy: Sobre ser líder, não é preciso de treino para liderar. Puts, olha para mim, eu mal cheguei no clube e já me tornei o vice presidente dele. Aqueles caras lá fora acreditam em mim e esperam que eu faça algo por eles. Eu sou uma pessoa que faz inimigos com facilidade, mas um bom líder não deve se importar com isso. Ele apenas deve se importar em manter a sua família a salvo. Esse é o nosso trabalho. E daí que te odeiam? Foda-se eles, talvez eles nunca farão um trabalho que nós fazemos sem medo de errar. É complicado te explicar o motivo dessas últimas perguntas.

Gonan: Talvez tenha razão...mas confesso que minha irmã seria uma líder melhor que eu. *ao virar pra, dá um grande sorriso* Ela mudou muito nesses últimos 5 anos. Ela se tornou mais madura e forte...nem parecia aquela garota indefesa e que odiava lutar quando a conheci.

T-Boy: Ser forte e madura não significa nada. Às vezes, um bom líder precisa ser esquentadinho e conhecer os lados da imaturidade, além de possuir experiências ruins que o faça se identificar com outras pessoas, bitch.

Gonan: *põe o dedo na boca* (Hmm...eu sou esquentadinho?) Ei! Você repete essa mesma palavra sempre mais oque ela significa?

T-Boy: Não queira saber.

Gonan: Hmm, você é estranho. *observa o buraco* Como vocês mudam de dimensão assim? Eu pensei que pra fazer algo desse tipo tem que ter um grande poder ou pelo menos ter um objeto raro em mãos. *olha as mãos dele procurando algo* Além daquelas coisas que você carrega e esse negócio com cheiro ruim você não carrega mais nada...e você...não tem um grande poder.

T-Boy: Quem precisa de grande poder? Mudamos de dimensão através de uma arma que cria portais para outros mundos. Isso não mexe com o tempo, só com o espaço, então eu não posso ir para o passado ou futuro. Kid, eu não preciso de um grande poder. O que tá cheio em todo o multiverso são pessoas poderosas que não sabem o que fazer com tanto poder. Eu sou tipo Davi e os super poderosos são os Golias, minha inteligência e minhas armas são a pedra que eu preciso para derrubá-los. Não ter um grande poder não significa nada, você devia conhecer o Batman, apesar que ele tem o poder do dinheiro.

Gonan: *ri* Você fala coisas engraçadas mais bem sinceras! É bom conhecer pessoas assim...se meu irmão estivesse vivo com certeza agora ele estaria voltando atrás de suas palavras. Ele sempre dizia que guerreiros que não servia ao seu país e que não cumpria suas obrigações como um guerreiro de luz, esses eram os verdadeiros demônios sem alma.

T-Boy: Ele parece ser um cara legal.

Gonan: E era...quando eu era pequeno eu o admirava, sempre queria ser como ele, meu irmão era um dos guerreiros mais respeitado de toda Surrends. Lembro-me sempre de pedir para ele me levar junto, mas sempre inventava desculpas para me deixar em casa. Meu irmão sempre foi super protetor comigo até por que eu era a sua única família mais realmente tudo mudou quando descobri meus poderes, a base obrigou a ele me caçar dizendo que eu poderia ser um grande problema, eram ordens não tinha escolha. Mas ele passou por cima delas, ele poderia ter me matado mais preferiu me deixar vivo e não só isso ele botou toda confiança nele em mim. Naquele dia pela primeira vez ele reconheceu minha força e a minha vontade de lutar por esse mundo...acho que pela primeira vez, ele tinha sentido orgulho de mim. *dando um sorriso*

T-Boy: Ele foi um cara legal mesmo. A família sempre deve ser posta em primeiro lugar, além disso, ele finalmente viu que você é forte. Aposto que ele ficaria orgulhoso do que você se tornou.

Gonan: *balança a cabeça que sim* Já faz 5 anos que esse caos começou e agora graças a você e sua família eu posso ter a chance de terminá-lo! *se sentindo confiante*

T-Boy: Heh. Pelo menos estamos fazendo algo bom para vocês. Vocês deviam conhecer o membro mais velho da família, ele é um cara que já presenciou de tudo. Eu o considero como meu mentor. Pena que ele tá velho demais para vir aqui.

Gonan: Presenciou tudo!? Então ele deve ser um sábio incrivelmente habilitoso! Com certeza meu tutor iria adorar conhecê-lo!  Se ele ainda estivesse vivo claro. Ele foi assassinado por culpa minha, resolveu me proteger me teleportando por um lugar seguro enquanto ele não teve o tempo de escapar.

T-Boy: Nós vamos vingá-lo, Kid Demon. Não se preocupe com isso.

Gonan: Tem uma coisa que precisa saber, Não sei quantos seres vocês já enfrentaram, mas os inimigos da zona sombria são mais poderosos além de ter um exército ao seu lado eu lhe digo os últimos guerreiros morreram lá então é quase impossível entrar a não ser....*pensa* pelo subsolo. Mas lá contém um guardião que nem eu e nem Nanka conseguimos vencer.

T-Boy: Me fale tudo o que sabe sobre esse guardião.

Gonan: Ele foi criado pelo Rei dos demônios, Deku. até onde sei ele tira a energia vital dos seres humanos e fazem soldados desse tipo, é por isso que eles capturam humanos e depois que eles são inutilizados eles os comem...esse guardião é grandão assim. *ao se levantar, levanta o máximo o braço para cima* E tem poderes de sugar energia além de ter poderes de cristais e uma grande lança! *aponta os braços para frente e estica para os lados para tentar mostrar o tamanho da lança*

T-Boy: Humanos, certo? Bem, eu conheço um cara que pode nos ajudar a derrotar ele. Esse cara não é humano e não vive na minha dimensão, eu posso tentar trazê-lo para cá e nos ajudar, mas não sei se eu consigo isso.

Gonan: Se não for humano acho que teremos uma vantagem, esse ser apenas suga energia de humanos, minha irmã é um Câmbio então ela não foi tão afetada assim, mas eu que tenho apenas genes de um demônio me sinto mais afetado...eu não sou sou um demônio, eu apenas virei...*fica com raiva* eu odeio isso, mas o meu poder é. A única coisa que mantém todos vivos agora.

T-Boy: Ele é uma cópia do Astro Boy. Então não vai ser afetado, além de ser forte como um ninja. Mas não sei se vou conseguir trazer ele para cá.

Gonan: Por favor fale a minha língua...quem é Astro boi? E por que não sabe se vai?

T-Boy: Você não entenderia. Tudo que posso te falar é que o Darkswet não é nem humano e nem demônio, poderia nos ajudar a derrotar esse guardião.

Gonan: Darkswet? *começa a rir* Quem é a mãe que daria um nome tão estranho a seu filho? Na verdade todos os do seu universo são. T-Boy, Darkswet, Bich, homens aranha e Batman... *contando nos dedos e pensando em mais*

T-Boy: Foi o pai. É uma longa história que daria uma boa animação em 3D. Bem, que tal irmos no universo dele?

Gonan: Para conhecer um ser que não é humano e nem demônio e que pode nos ajudar? É claro que vou!

T-Boy: Então vamos lá, vou ter que beber um vigor e deixa o pessoal tomando conta daqui. *andando*

Gonan: Obrigado! A minha irmã vai ajudá-los com certeza! *seguindo*

Mignola: Beba esse, garota. *dando uma garrafa de vigor* Esse vai te fazer controlar eletricidade com as mãos.

Nana: Com as pessoas tendo habilidades especiais vamos conseguir vencer o exército do Deku! *olhando para T-boy e Gonan passando por ela com um sorriso* !! *vai até o Gonan e o abraça* Finalmente vamos....vocês vão a algum lugar?

Gonan: Vamos recrutar um aliado para nos ajudar. Nana, vamos derrotar aquele guardião e salvar todos aqueles que estão presos pelo Deku!

Nana: Alguém capaz de destruir aquele ser!? *supresa*

Gonan: *balança a cabeça que sim* Voltamos logo! *correndo para alcançar T*

Nana: (Nossa sorte está mesmo mudando. Que bom!)

T-Boy: *montando na moto* Senta aí atrás, bitch. Não tente nenhuma gracinha.

Gonan: Eu vou montar nisso? *observa* Hum... *ao tentar subir* Que tipo de gracinhas?

T-Boy: Só segura firme.

Gonan: !!! *olha* Se segurar? Mas aonde!!!!

T-Boy: Em mim.

Moto: *empina e vai direto*

Gonan: Aah!!! *quase cai para trás e se segura no T rápido* ISSO NÃO É LEGAL!! *seus olhos começa a lácrimejar enquanto ele vai aumentando a velocidade*

T-Boy: Verdade, isso é demais, bitch! *ativando dispositivo dimensional em sua moto, assim a frente abria um portal onde eles passavam e viam vários quadros voando na imensidão do espaço* Kid Demon, vamos ter que pegar um atalho para chegar por lá, aprecie a vista.

Gonan: *observava* Tantos mundos que eu não conheci...é tantas maneiras desconhecidas de se navegar por elas, isso é incrível!

Eles entravam em um dos quadros:

Procurando por forças. Editar

Dragon Ball Z Universe

Cell: Há!!

Cell vs Gohan

Gonan: *observa* O que é aquilo!? *apontava para a luz que causava naquele lugar*

T-Boy: Um dia teremos algo assim. Não deve estar muito longe não.

Gonan: ?

T-Boy: *ativando dispositivo dimensional em sua moto*

Assim, a frente abria um portal onde eles passavam e viam vários quadros voando na imensidão do espaço.

Gonan: Vocês sempre passam por esses universos?

T-Boy: Sempre. Já passei por tantos.

Moto: *entrando em um dos quadros e entrando em um mundo maravilhoso*

T-Boy: Se você olhar para cima vai ver as "maravilhas".

Gonan: *olhando para cima* !!!!

Vingadores vs Invasores
Homem Aranha vs Sinister Six 8
Galactus01

Gonan: Mas o que!!?

T-Boy: Esse universo é muito bagunçado, no se preocupe. Ah, o homem-aranha tá ali. *ativando dispositivo dimensional em sua moto*

Assim a frente abria um portal onde eles passavam e viam vários quadros voando na imensidão do espaço.

Gonan: Homem aranha...T, se existe um universo aonde eu existo só que com uma vida sem guerras e sem eu ter esses poderes? Uma vida aonde meus pais estão vivos e eu e meu irmão é feliz?

T-Boy: Sim, eu só não sei qual é esse universo. Multiverso é gigante. *entrando em um dos quadros*

Batman mata Coringa

T-Boy: Esse mundo aqui é sombrio demais. Me pergunto como uma cidade só consegue ficar de noite.

Gonan: Que horrível...que horrível. Não tem um universo aonde não tenha paz...nenhum...

T-Boy: Se todos o universos fossem só paz, eu e você não estaríamos vivos. Ah, se um cara morcego parar você, grite Thomas e diga que é o nome o seu pai.

Gonan: Mas o nome do meu pai é Shion...não Thomas, e por que um ser meio morcego ia me parar?

T-Boy: Nunca duvide do Batman. *ativando dispositivo dimensional em sua moto*

Assim a frente abria um portal onde eles passavam e viam vários quadros voando na imensidão do espaço.

Gonan: Por que acha que esse Darkswet vai nos ajudar? E o que é, já que não é humano e nem demônio? Está me dizendo que anjos existem!?

T-Boy: De acordo com o que eu li dele. *entrando em um dos quadros e pousando em um mundo deserto cheio de robôs azuis de luz vermelha no lugar do rosto. Esse cara tem um bom coração. Um momentinho. *sacando pistola e atirando em Pantheons que estavam pela frente*

Gonan: E ele mora nesse lugar!? *olhando tudo* Nunca vi um lugar assim!

T-Boy: Sei lá. O relatório não especifica. Temos um problema. Minha arma no consegue danificar esses robôs.

Pantheons: *atirando na direção deles*

T-Boy: Segura. *dando a volta e indo direto*

Gonan: Nao é bom!!! Não é bom!! *segurava mais forte enquanto fechava seus olhos*

T-Boy: Posso tentar um coisa. *pegando rádio e emitindo sinal, logo fazendo sinal de velho* Socorro! Darkswet! Alguém! Me ajude por favor! Estou sendo atacado. Eu não quero morrer.

Base da Resistência

Operador: *digitando e recebe notificação* Hm? *clicando na notificação que se mostra ser um sinal de rádio* O que será isso? *clicando no sinal*

*T-Boy: Dark...al...ajude...estou sendo...não quero...morrer....soco...

Operador: ! *mandando mensagem para Ciel com áudio anexado. "Ciel, recebemos esse sinal pedindo ajuda"*

Ciel: *pondo a mão na orelha* Entendido! *virando para eles* Agentes, vão! *aponta o braço para frente com a mão aberta*

Alpha: Yogaishimashita! *se virando e pegando a mão de Neiture e Darkswet* Vamos brincar um pouco pessoal!

Neiture: Iaaai!! >< *sendo levada enquanto segura o Biometal, parecia um papel balançando ao vento, porém segurada*

Darkswet: Já estava mais do que na hora de uma ação! Não Model P!?

Model P: ...Muito súbito, precisamos ver com cautela.

Alpha: Aí Lobão! Não vai amarelar agora HAHA!! *chegando na Sala de Comando depois de um tempo* Transfere todo mundo junto aí! *chegando no círculo com todo mundo*

Rouge: Preparando transferência em 3...

Jaune: 2

Rouge: 1

Jaune & Rouge: Transferência!

Os três são transferidos.

--

T-Boy: Caramba! *atirando em um robô gigante em forma de centopeia* Droga, minha pistola é inútil, bitch! Joga magia de demônio nele, Gonan.

--

Alpha: Eita caramba! Eles são muitos! Cuidado! *dando um chute rodado que decepa a cabeça de um Phanteon*

Neiture: O.O

Model H: Andou treinando, huh?

Model L: Não deixe sua inveja tomar conta, Harpuia!

Model P: Vamos lá.

Alpha: Hehe. *levando o cabelo para trás* Vamos lá camaradas! *pegando Model L* 

Neiture: *segurando Model H ainda, correndo e com as duas mãos, dando um beijo no Biometal e levantando para cima* RO-RO-ROKKU OOOOOOOOOOON!!

Alpha: ROKKU ON!

Darkswet Seu herói chegou! *pegava o Model P* Rock On! 

Gonan: *desce da moto meio tonto e logo cai no chão* ...Ham!?...*vendo tudo girar*

Model H: Tekigo-sha Kakunin.

Model L & P: Tekigo-sha Kakunin.

Model H, P & L: Rokku System, Kidou Kaishi! *os olhos dos três brilham*

Podia se ver água, sombra e ventania misturada com eletricidade de longe*

Alpha: *da água lá dentro quebra o gelo em mil pedaços, girando a lança e mandando uma lâmina azul numa fileira de Phanteons na frente* HAH!!

Neiture: *saindo da ventania e voando com o corpo que emanava eletricidade, aproveitando e jogando lâminas nos Pantheons* Hu ha!! HUUU!! AAHAHAHAHA!! >< *girando enquanto voa para cima*

Darkswet: *das sombras lançava várias Shurikens na cabeça dos Phanteons*

Pantheons: *explodindo ao serem acertados pelas várias Shurikens*

T-Boy: Ali Gonan. É ele ali! *apontando para Darkswet enquanto pilotava pra fugir do robô centopeia*

Gonan: *aos poucos voltava a si e então olha tanto Alpha, Neiture e Darkswet e logo olhava aonde T apontava, lançava uma esfera sombria no Robo centopéia*

Centopeia: *sendo empurrada para trás com a esfera sombria*

Neiture: *girando a sabre em círculo e jogando um tornado horizontal na direção dos Pantheons* YAH!! ><

Alpha: Vocês não são nada! *cortando os Pantheons, e chutando a cabeça de outro Pantheon*

Model P: O que raios é essa energia?

Model H: Sinais de energia desconhecidos daquele menino.

Model L: Vai começar a bizarrice!

Darkswet: *ficava de olhos fechados enquanto atirava Kunais em todos os lados* Ha, hazha, haza, há.

Centopeia: *se recuperava e então entrava dentro da terra*

Neiture: Hum? *olhando para os lados* E....ne......gi...?

Alpha: Bizarrice? Onde?

Gonan: T, ele entrou para a terra! *pegando sua espada* Tome cuidado!

Darkswet: Hoje eu me sinto o máximo! *abrindo os olhos e vendo o estragos que fez*

Neiture: *olhando para baixo e olhando para a moto onde T e Gonan estão* OH NHU! 😃

T-Boy: Entrou na terra? *parando moto* Não seria a melhor hora para fugir?

Centopeia: *saindo da terra e pulando na direção deles*

Model H: Você não compreende? Ele é suposto a ser u--

Model L: Sem questionamentos!! Apenas façamos o que tem que ser feito.

Neiture: !! OH! 😯*voando na direção da Centopeia e lançando um tornado pequeno na direção dela*

Alpha: Droga!! *dando um dash na direção deles*

Darkswet: Opa! *dando dash para trás*

Gonan: Kage no Akuma Hokou!!!! *lançava uma rajada obscura pela boca na centopéia*

As esferas de Gonan se uniam ao tornado de Neiture, fazendo um furacão de energia escuro que acertava a centopeia em cheio, explodindo a

Neiture: *pousando ao ver aquilo* 😯 OOOOOOOH!! *pulando de alegria* EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!! 😆

Alpha: *passando o braço na testa* Essa foi por pouco. *correndo até eles* Vocês estão bem?

T-Boy: Claro que sim, bitch. Agora temos que usar o Darkswet de vocês emprestado.

Model H: ...

Neiture: *olhando para Gonan* ? *se aproximando de Gonan, olhando bem para ele de um lado, depois de outro* Dar......ko......su....e.......toooooooo?

Gonan: *anda até eles* Quem aqui é o Darkswet?

Darkswet: *vai até eles com um sinal de ninja* Alguém me convoca Nim Nin!

Model P: Cuidado.

Alpha: Hum? Como assim?

Neiture: *voando até ficar na altura de Gonan e pegando na bochecha dele, e depois solta e depois olhando para T-Boy*

T-Boy: *se aproximando de Neiture* Oooooolllaaaaaa....meeeeeuuu nommiiiiii é TTTTTeeexxxx...poooodeeee meeeee chaaaaamaaar deeeee TTTTTT Booooyyyy...praaaaazeeeerrrrr!

Gonan: !!! *botava a mão em sua bochecha*

Darkswet: Model, ele é um doente!?

Neiture: Ooooooooooooooh!! *sacudindo o corpo, soltando as sabres* T!! T!! BOOOOOOOOOOOOOOOOOIIIIII!! *voando um pouquinho para cima para ficar a sua altura* T!!! *pondo as mãos nos seus ombros* BOOOOOOOOYYYY!! *depois pondo as mãos no peito* Ne-Ne-Ne-Ne...Nei....tureeeeeeeeeeeee!! 😄💚

Model L: Sério, eles não são ameaças.

Model H: ...Tch.

Alpha: O detector de Neiture deu negativo de ameaça.

Gonan: Argh, olha eu sou do ano de 1403, meu nome é Gonan Yagami e o meu mundo é destruído por seres e muita gente morreu, restando poucos sobreviventes. T e eu viemos aqui por que o Darksweto pode ser o nosso salvador para derrotar um monstro.

Model P: Não conseguimos identificar com precisão porque eles são orgânicos.

Model H: Está tudo bem. Não se esqueçam que muito antes deles já tiveram 2 outros humanos com habilidades extraordinárias.

Model L: Então já chega de ficar contestando. Está tudo bem.

Alpha: *coçando atrás da cabeça* Iiih desculpe amigo, acho que você pegou o ano errado, aqui é 22XX.😅 E tenho que admitir, você tem a fisionomia gêmea de Darkswet.

Neiture: *pondo a mão na cabeça e depois no corpo* E....ser.....Haru.....puia! >o< Aham! 😃 *balançando a cabeça que sim*

T-Boy: Harupuia? (Por alguma razão odeio que citem esse nome.) Oooonnnndeeee? Deeeeiiixxxaaaa eeeeeeu cooonheeeeccceeerrrr eelaaaaa!

Neiture: Nyah...nyah... *tentando mostrar a ele que estava no corpo dela inteiro*

T-Boy: Uh, achooooooo queeeeee enteeeendiiiiii.

Neiture: *apontando para Gonan* Dar.....ko.....su.....e....tooooooooooooo?

T-Boy: NAAAAAAIIIIIII *apontando para Gonan* Biiiiiiiitttttcccchhhhh!

Alpha: Então você é Gonan Yagami, muito prazer, meu nome Alpha. *fazendo cortezia de dama*

Gonan: Alpha? Prazer você disse 22XX, isso é mesmo um ano? Eu estou mais no futuro do que eu esperava!

Neiture: ? *apontando para ele ainda e dando de ombros* Qu....se....? *enchendo as bochechas*

Gonan: Vocês não são humanos e nem demônios então o que vocês são?

Alpha: Somos Reploids.

Neiture: *pousando no centro, afastado um pouco deles, olhando para eles dois, para cada um quando um responde ao outro*

Darkswet: Ou! Esse maluco de cabelo espetado Pré-Histórico é parecido comigo não! *desativando o Rock On*

Gonan: Eu prefiro ser "Pré-Histórico", do que ser um idiota exibido como você!

Darkswet: O que disse múmia?! 💢

Alpha: '-' Iiiih deu ruim.

T-Boy: Alpha você disse, tem algum Beta aqui?

Alpha: Sim, é meu irmão 😉 Como sabe? 

Neiture: *indo até Gonan, apontando para ele* Qu....se....?

T-Boy: Tenho a impressão que eu já ouvi esse nome antes. (Não me refiro ao relatório desse lugar.)

Alpha: Somos filhos do Doutor Ethan Carter, prazer, e pela forma prolongada que falou, você é Tex, não é?

T-Boy: Sim. *chegando perto de Alpha e falando baixo* A garota de cabelo verde ali tem algum problema?

Gonan: O que? *olhando pra Neiture sem graça* Tex?

Darkswet: Espera! O que tá rolando aqui?

T-Boy: Ele tem razão, não temos tempo para perder aqui, na verdade temos, mas agora não é hora para isso. Precisamos da permissão de vocês para levar o Darkswet para o mundo do Gonan. Devolvemos ele sem problemas e ficamos devendo.

Alpha: Eeeer...sim ela...tem uma Criolepsia. Ela teve uns momentos difíceis na vida dela, ela é órfão e perdeu os pais numa trágica guerra, tudo que ela tem, são as fotos dele. 

T-Boy: Entendo...

Neiture: Qu......em....ser.....vo.....ce? Dar.....ko.....su....etoooooo?

Model P: Precisamos falar com a Ciel e o Zero, antes de qualquer coisa.

Gonan: Prefiro a Alpha. 

Darkswet: Heey!💢

Alpha: ! *olhando para Gonan* Que?

T-Boy: Não, bitch. Tem que ser o Darkswet. Você disse Zero?

Neiture: Aro.....fa! O....qu....ser? *apontando para Gonan*

Alpha: Ele é o Gonan Yagami, Neiture. E sim.

Gonan: Vocês precisam falar com um número?

Neiture: Go......nan....? *pondo o dedinho na boca, voando acima dele, pondo as mãos no peito* Ne...Ne....Ne....Nei...tureeeeeee!

Model P: Zero é o superior de Darkswet. Se ele e a Ciel permitirem sua ida, o que não é completamente inviável, visto a presença do garoto de camisa azul nos eventos de Ragnarok, ele poderá ser levado.

T-Boy: *tirando relatório da jaqueta e vendo a foto de Zero* (Pensei que era ela) esse é "o" Zero?

Zero

Alpha: *olhando para a foto* Mas que bundinha hein, e que pernas.

Model L: B...Bw...B... *começava a rir estridentemente* 

Model H: ... (Que sorte que eles não estão ouvindo.)

T-Boy: Bem, se é "ele" que devemos pedir permissão e à Ciel, então vamos lá.

Gonan: *se curva para Neiture, modo de cumprimentar* 

Darkswet: Espera? Você quer ir, P? Espera Gonon, o que é demônio? Eu pensei que um humano não tivesse energia.

Neiture: *abraçando Gonan gentilmente pela cintura* ><

Alpha: Vamos lá dupla da pesada, vamos para nossa Base. *pondo a mão na cabeça* Aí Rouge e Jauninha, transfere nós rapidão aí fazendo o favorzinho?

Model P: Não vamos entrar nessa discussão. Vamos para a base agora.

Gonan: *vira os olhos pro lado* !! *sem reação, abraça ela também*

*Rouge: Entendido. Transferência em andamento.

Alpha: Hey Darkswet, parece que esse é seu momento de brilhar 😉

Darkswet: Eu sempre estou brilhando Alphe, mas em preto. Hahaha!

Gonan: *ficando surpreso*

Alpha: Pffff...hahahahahahahah! 

Todos são teleportados. Todos aparecem no círculo da base.

T-Boy: *vomitando*

Alpha: *se afastando* Mas que merda! *se afastando*

Neiture: *olhando para T-Boy* !

T-Boy: Foi mal, teletransportes me dão enjôo.

Neiture: *fazendo cara de nojo e indo até Darkswet, pegando na blusa dele com medo*

Alpha: Qual é cara, poxa! '~'

Darkswet: Está assustada? Ele só é fraco mesmo.

Gonan: *apenas observa todo o lugar*

Neiture: 😕

Alpha: (Para limpar isso, não vai ser nada bom.) Você está bem mesmo? Eu não esperava por isso.

T-Boy: Eu tô bem.

Gonan: *observava a Alpha e cruza os braços, mas não estava sério, apenas curioso sobre ela*

Jaune: *completamente confusa com a situação de seu posto de operadora*

*Ciel: Operadoras, eles já chegaram?

Gonan: *observava o local* O que é isso tudo!?

Darkswet: *dá uma risadinha* Todo perdido.

Jaune: A-Ah, sim...positivo, senhorita. Os resgatados foram trazidos à salvo.

Alpha: *desativando o R.O.C.K On, o cabelo soltava e ficava com a sua blusa rosa e seu vestido xadrez e sapato azul de salto* Ufa, que bom. 

*Ciel: Certo, estou a caminho.

Gonan: *caía* !!!!

Neiture: ! 

Alpha: He-Hey! '-' *se aproximando dele* Você está bem?

T-Boy: Não quero conhecer esse Zero. Sinto que já conheci ele.

Gonan: Você mudou de forma, não é um demônio, mas muda de forma como nós.

Model L: Se chama Rock On.

Alpha: *ajudando a levantar ele* Não, não sou um demônio, sou uma Reploid, uma Reploid bem charmosa *pondo o cabelo para trás* 😉 

Ciel: *chegando pela porta* Desculpem o atraso.

Gonan: Charmosa? Está falando que é linda? Reploid? *pega o Model L e a observa* Você se chama Rock On? *olha pra Ciel* Prazer Sou Gonan!

Darkswet: *começa a rir* Ele acha a Alphe charm...heey! Ela não!

Ciel: Gonan? Olá, muito prazer, permitam-me apresentar, eu me chamo Ciel. 

Alpha: Não, essa é a Model L, conhecida como Leviathan.

Model L: Alá, ela chegou, xô, xô, me larga!

Model P: Ciel.

T-Boy: Você é Ciel?

Ciel: Por que os trouxe para cá? 

Alpha: Eles vão dizer uma coisa que cabe sua permissão. 

Ciel: Sim, eu sou.

Remastered Tracks Megaman Zero 2- Instructions (Extended)

Remastered Tracks Megaman Zero 2- Instructions (Extended)

https://www.youtube.com/watch?v=xRMRVGfJ2cg

Gonan: *seus olhos brilhavam ao olhar pra Alpha* Incrível! *solta Leviathan*

Darkswet: O herói aqui vai ser convocado!

Model L: E aí, quem explica a situação?

T-Boy: Precisamos do Darkswet pra salvar o povo do Gonan. Porque ele não é humano e é rápido o bastante para derrotar o inimigo.

Neiture: Nhu! 😊*pegando o braço de Gonan*

Alpha: *pegando o braço de Darkswet*

As duas levam eles até ela.

Gonan: !!! *sendo puxado*

Darkswet: *olhando para Alpha* (Ela pegou no meu braço, ela tá gostando de mim mais ainda agora.)

Ciel: Inimigo?

T-Boy: Explica para eles, bitch.

Ciel: Gonan? Pode me dizer o propósito de levar Darkswet com você? 

Neiture: *ficando entre os dois, sorrindo*

T-Boy: *erguendo Neiture com as duas mãos, com ela ficando de lado* Na próxima quero levar essa.

Neiture: Ooooooh! * o * *se segurando nele*

Alpha: Hehe.

Gonan: Ciel, Eu vim do ano de 1403 lá no meu tempo eu fui atacado por seres místicos. Eles mataram todos os guerreiros que lutaram contra ele, Minha irmã Nana e eu fomos os únicos sobreviventes...mas eles são fortes demais e apenas nós dois não damos conta. Por mais que minha minha irmã seja uma Câmbio e eu herdado os genes, não somos páreos para o Guardião, ele suga energia vital das pessoas e é por isso que eles fazem todos de prisioneiros...eu preciso da ajuda de alguém não-humano para salvarmos vidas.

Darkswet: Alguém não-humano? Eu tenho que voltar a Idade Média? Tá brincando...

Gonan: Por favor, me envie qualquer um. *olha para a Neiture e a Alpha*

T-Boy: Qualquer um nada! *jogando Neiture para cima e apontando para Darkswet* Tem que ser o Darkswet

Neiture: WOOOOW!! 'o' *parando com os propulsores* 

Ciel: *pondo a mão na boca* M-Mas que horror!

Alpha: Sinistro! '-' Então você é do Século 13, ou seria 14?

Ciel: Bom, nesse caso, tudo bem, entendo que é urgente e darei permissão para Darkswet ir com vocês. E que ele volte são e salvo.

T-Boy: Hm... *encarando Ciel* Tenho a impressão que eu já te vi.

Ciel: Hum? *piscando os olhos*

Model L: Por que só o Darkswet? Já resolvemos nossos problemas, não podemos ir também?

Gonan: Seria ótimo! *olha para a Alpha* Estamos precisando de reforços!

Ciel: Eu dou permissão, cabe agora Darkswet, o Gonan e...bom, *olhando para T-Boy* eu não sei seu nome.

T-Boy: Me chame de One.

Darkswet: Daqui a pouco vai ter o alfabeto inteiro aqui.

Ciel: One? 

Neiture: Se....se...T....T....T...Boooooooy *cutucando a bochecha dele*

Alpha: Sério?

Gonan: *ia até Alpha e cutucava o aparelho do ouvido dela* Hmm seres de 22XX são todos assim?

Alpha: Hum hum hum! *a cabeça ia para o lado cada cutucada*

T-Boy: O que é? Vocês tem um Zero, por que eu não posso ser One?

Alpha: A diferença é que Zero não pode lutar como Um, saquei! Esse é um dos meus! Hehehehe! xD

Model L: Facepalm...!

Darkswet: Essa é boa! A partir dessa missão eu serei o Super 17! O soldado mais avançado de todos!

T-Boy: A minha moto só pode transportar 3 pessoas. Então não posso chamar outros além do Darkswet.

Model P: Eu conto como uma pessoa?

Model L: Não é como se fossemos objetos, sabe?

Ciel: Agora entendi tudo. 

Neiture: Ze...ro? ><

T-Boy: Acho que não teria problemas, talvez uma distorção dimensional, mas acho que esse negócio pode ir também.

Ciel: Já se decidiram?

Gonan: O Darkswet é o mais sem sal, por que? Você disse que ele é gente boa...mas só vejo um ser que se acha o engraçadinho... *cruza os braços, olhando de cara feia pra ele*

Darkswet: Eu sou o melhor. Acha que vai ficar com a Alphe? Está muito enganado hehe.

Gonan: Ficar com a Alphe? Não quero ficar com ninguém! Só acho que você não vai dar conta. E ainda você está sobre nossas responsabilidades. *fica a frente de Alpha* Isso é sério Darkswet!

Darkswet: *imitando com a mão* "Isso é serio!" blablabla.

T-Boy: Se peçam logo em casamento, bitch! Não temos tempo para discussão, Gonan. Confie em mim, faça isso pelo seu povo.

Alpha: '-' 

Ciel: Acho que isso foi um sim. Bom, é só eles que você quer senhor...One?

T-Boy: Só.

Gonan: Voltamos com ele vivo. Hehehehehe *dando um sorriso sem graça*

Darkswet: Não gostei desse sorriso...Alphe *empurra um pouco Gonan* Vai torcer por mim não vai? *pega a mão dela*

Ciel: Ótimo. *se aproximando de Alpha e Darkswet e pondo a mão em cada ombro deles* Alpha e Darkswet, conto com vocês, boa sorte. *olhando para Gonan* Gonan, seja forte em sua jornada.

Gonan: Obrigado! Você parece ser mais nova do que eu e é uma líder excepcional!!

Ciel: Hehe, obrigada ^^ 

Neiture: Nhuuuuuuu!! *abraçando Darkswet* Ser....for.....teeeee!! ><

Alpha: Pode deixar senhorita Ciel, não irei te decepcionar! 😉

Darkswet: *abraça pulando com Neiture* Vou ter muitas historias para contar sobre mim!

Gonan: *observa Ciel e depois Neiture, pulando com Darkswet e então por último Alpha* Bem. *vai até Alpha* Me desculpe se nos conhecemos em péssimos momentos, na próxima nos conhecemos melhor numa ocasião muito melhor. *dá um sorriso pra ela*

Darkswet: Grr!! (O que ele pensa que está fazendo?)

Alpha: He-Hey, calma! '-'

Ciel: Hehehehehe! (Por que ele me lembra o Darkswet?)

Gonan: (Falei algo errado?) ... *apenas continua com um sorriso*

T-Boy: Me leva de volta para a minha moto, bitch.

Alpha: Sim, vamos com calma, okay?

Gonan: Eu não quis parecer nada de errado. Desculpe, só fiquei feliz por ter tanta gente legal diferente e fortes. Você, Neiture e Ciel, com certeza não vou esquecer mais. 

Darkswet: Tá chega, chega, vamos logo para a idade da pedra.

Ciel: Sim, mandem Gonan, Darkswet, Alpha e One para onde eles estavam.

Jaune: S-Sim, preparando transferência.

Neiture: *abraçando T-Boy* Ser....for.....te....ta? 😃

T-Boy: Cadê o Beta? Tá em alguma missão solo?

Ciel: Sim, ele foi, desculpe.

T-Boy: *olhando relatório* Também tá faltando um tal de Kite. Aqui diz que ele não é confiável. Não é a toa que esse é um dos universos onde não devemos vender armas.

Neiture: *olhando o relatório e tentando entender* ?

Gonan: !!!

Alpha: Que isso rapaz, contrabando?

Ciel: Neiture, venha cá por favor.

Neiture: Oh! *voando até Ciel*

Jaune: Transferir.

T-Boy: Aqui está você. Digo, aquiiiiiiiiiii eeeeeesssstttttááaáááá voooooxxxxxxeeeee *apontando para foto, porém havia sido teleportado*

Gonan, Alpha, T-Boy e Darkswet são teleportados.

T-Boy: *correndo para longe e vomitando no chão*

Alpha: Irch!... '~'

Gonan: De novo...você é ruim com essas coisas...

Darkswet: Ruim é pouco...que bom que está comigo. Hehe.

T-Boy: *voltando* Tá legal, tudo bem. Cadê a minha moto? Ela não tá aqui.

Alpha: Tá sim em algum lugar, nós estávamos aqui ainda pouco.

T-Boy: Eu vou ligar pro Todd vir buscar vocês dois, enquanto eu fico aqui procurando a minha moto.

Alpha: (Espero que nenhum ladrão tenha vindo roubar ela '-') Desculpe se possível ._.

T-Boy: Eu já volto. *pegando rádio* Todd ta aí? *vai se afastando deles*

Alpha: *pondo as mãos na cintura e olhando para cima*

Gonan: Eles podem se comunicar mesmo estando longe! *olha para Darkswet babando ovo da Alpha*

Alpha: Sério?

Darkswet: ...Ainda tá surpresa com ele?

Alpha: Não tanto agora.

Darkswet: Nem sei o que você está vendo nele. Rumpf.. *cruza os braços*

Alpha: Semelhanças. *olhando para Gonan* Muitas semelhanças.

Darkswet: Isso que me preocupa... *tampa a boca e fica vermelho* quer dizer....eu não acho isso não. Após duas pessoas completamente diferentes.

Alpha: Talvez de tempos diferentes.

Dois portais se abrem e deles saem dois motoqueiros.

Todd: É aqui que tem as robôs gostosas?

T-Boy: *correndo até eles* Todd e Costa, levem aqueles três para o universo onde estamos. Eu vou ficar devendo a vocês.

Costa: Mas e você?

T-Boy: Tenho que achar a minha moto. Sabe como é, bitch.

Costa: A moto é uma parte de você, não vive sem. Então tá tranquilo.

Todd: Podem subir na garupa!

Costa: Cuidado com o Todd. Ele sente atração por coisas bizarras.

Todd: Coé cara, tá queimando o meu filme.

Alpha: Err...okay? (Que coisa! '-') *pegando Model L e andando até Costa* Huuuum, vamos ver. Nossa, isso que eu chamo de Ride Chaser de último tipo! *levantando a perna e subindo na moto* Vamos ver a qualidade do transporte dessa belezinha aqui, algo assim valeria milhões de Cristais de Energia!

Darkswet: Opa, opa!  *seguindo Alpha e subindo logo atrás dela*

Gonan: *indo até T* Vai ficar tudo bem? Não acho certo te deixar sozinho aqui com tantos inimigos por aí. Vai precisar de minha ajuda.

T-Boy: Não preciso de baba, bitch. Eu vou sobreviver, ainda tenho um vigor comigo.

Gonan: *olhando Todd* Tudo bem. Então nos vemos em breve.

Darkswet: *abraça a Alpha* Ele está nos atrasando! Vamos logo Bitch! (Seja lá o que isso é.)

Gonan: Ele é irritante! *correndo na direção a moto de Todd e subindo nela*

Ambos ativam o dispositivo dimensional de suas motos, então abre um portal e logos eles entram nele. Dentro do portal há a imensidão de quadros e ambos acabam pousando em um desses quadros.

Sonic Forces Music - Casino Forest

Sonic Forces Music - Casino Forest

https://youtu.be/mMfMGpdXHq8

Ambos as motos mantém a velocidade, mas são ultrapassados por um raio azul.

Sonic correndo

Alpha: Ei! Olha aquilo!

Todd: Quem não viu perdeu.

Ambos ativam o dispositivo dimensional de suas motos, então abre um portal e logo eles entram nele. Dentro do portal há a imensidão de quadros e ambos acabam pousando em um desses quadros

Alpha: Caramba! Aquela bola de espinho azul corre bastante! Haha!

Luigi Circuit - Super Smash Bros

Luigi Circuit - Super Smash Bros. Brawl

https://youtu.be/RkX5PtY7rkI

Luigi Circuit

Todd: *passando do Toad* Tem umas gracinhas aqui que fariam morar nesse universo.

Costa: *passando do Kart do Mario* Já tá excitado com a corrida?

Todd: É, com a corrida. Claro.

Alpha: Uhuuuuu!! Mais rápido mais rápido! *se segurando em Costa, segurando Model L ainda*

Model L: Eu vejo muita bizarrice atrás da outra! @,@

Ambos desviando de um enorme Bullet Bill que estava atropelando os corredores a frente, depois ambos ativam o dispositivo dimensional de suas motos, então abre um portal e logos eles entram nele. Dentro do portal há a imensidão de quadros e ambos acabam pousando em um desses quadros que os leva para o universo do Gonan.

Alpha: Uhuuuuu!!!

Darkswet: Não sei você mas eu vi coisas que não dá pra ser desvista *saindo da moto* Que lugar é esse!?

Gonan: 😵*cai da moto meio tonto* Meu..mundo...... *lagrimejava*

Alpha: Eu adorei!! De novo!! *u*

Darkswet: Eu não entendo...como as coisas estão feias por aqui...*observava a cidade próxima toda destruída* Você está mesmo precisando de ajuda hein.

Gonan: *fica de joelhos meio tonto* Eu falei...

Do lado deles ah uma caverna da onde eles estão abrigados e a frente e o caminho para a cidade destruída.

Alpha: *saindo da moto do Costa* Obrigada, bem, parece que eles destruíram legal o Século XV por aqui, como a história vai progredir no seu Movimento Renascentista assim?

Darkswet: Movimento o que? Do que está falando?

Gonan: Venham, não é seguro ficar aqui. *engatinhava até conseguir se levantar entrando na caverna*

Darkswet: *levantava os dois ombros* Ué...

Alpha: É, você não estuda história mesmo né? *seguindo Gonan com o Model L na mão*

Darkswet: *seguindo Alpha com model em mãos também*

Gonan: Por favor, quero lhe dizer que as pessoas daqui viram coisas inimagináveis, então se elas estranharam vocês não os assustem... *ia para o caminho esquerdo*

Darkswet: Contanto que nós não sejamos agredidos.

Alpha: (É melhor eu esconder meus aparelhos, fico pensando se eu tive uma ancestral desse tempo.)

Com 1 minuto de caminhada já daria para ver um lugar com luz. 

Gonan: (Espero que T fique bem...)

Darkswet: Até que em fim um lugar com luz por aqui! Espero que vocês tenham salvado alguns videogames.

Alpha: Deixa de ser burro, Darkswet, não existe Vídeo Games nessa época!

Darkswet: NÃO TEM VIDEOGAMES!!!?? NÃÃÃÃÃÃÃÁOOOOOOOO!!!!!!!!

Alpha: Cala boca sua bichinha estérica, pode-se conviver com um menino tão barulhento e arrogante como você? *suspirando*

Gonan: *se assustava olhando para eles*

Algumas pessoas olhavam a entrada observando oque estava acontecendo.

Nana: Que palhaçada é essa!? *apontava sua espada para todos* Se querem atrair monstros para cá é mais fácil ficar do lado de fora e esperando eles passarem.

Gonan: Desculpe Nana, ele não estão acostumado com o nosso mundo ainda.

Nana: Acostumado com o nosso mundo!?

Darkswet: *lacrimejava* Agora eu sinto a dor de vocês...agora eu sinto como vocês sofrem aqui.

Alpha: *observava Nana, se calava quando ela apontava a espada para nós*

Nana: *observava os dois* Então esses seres que vai nos ajudar?

Gonan: Sim! Eles são Re...Re alguma coisa, essa é a Alpha e esse é o Darkswet, o ninja habilidoso de seu mundo.

Darkswet: *levantava o braço* Sou eu sim! A Lenda viva o melhor ninja de todos os tempos.

Alpha: Prazer. *levantando a mão por um momento e abaixando*

Nana: Eu me chamo Nana Arai. E obrigada por querer nos ajudar. 

Gonan: (Fazia tempo que não via ela ser gentil de novo.) *dá um sorriso* Estão com fome? Não temos muito, mas dá pra dividir.

Darkswet: Não. *observava* 

Todos estavam olhando para Alpha e Darkswet encolhidos em um pano por causa do frio.

Alpha: Eu estou legal, obrigada. (Se ao menos soubessem que não podemos comer...)

Gabrispo: *observava ambos parecia querer falar com eles mais tinha um certo medo*

Gonan: Espero que T volte logo! Precisamos salvar todos.

Nana: No momento aqueles guardiões estão ficando mais forte, não deveríamos esperar aquele cara para atacar.

Alpha: Que cara, quem são os guardiões?

Nana: Não contou a eles Gonan!? *suspira* Os guardiões são monstros feito de energia humana, eles zelam a Entoropī por completa, por causa deles não podemos entrar e quanto mais tempo se passa, mais eles se fortalecem.

Gonan: Como ela tem Genes de um humano e eu sou um humano por quase completo, somos afetados pela técnica dele, mas vocês não.

Alpha: Quer dizer que esses seres se alimentam de almas humanas como sua fonte de alimento? No sentido de secarem até ficarem velhos? '-'

Nana: *abaixa a cabeça* No sentido de comer a própria para ter energia.

Gonan: Mas eles aprenderam a sugar energia de todos os humanos que estão pelo menos a 3 metros de distância deles, por isso que perdemos.

Darkswet: Esses caras tem um alimento bem horrível hein, alguém já deu algo melhor a eles? Assim eles não comeriam ninguém.

Alpha: Compreendo, agora entendi tudo.

Darkswet: Model P atacaremos agora? O que acha?

Nana: Model P?

Model L: Ei, eu acredito que somos capazes de fazer isso, afinal nós não temos almas.

Alpha: *levantando Model L e olhando para ela* É isso é verdade.

Model P: Não vejo mais obstáculos embarreirando.

Model L: Então vamos chutar o bum bum desses caras, quero ver a cara deles ao tentar nos devorar, hahahahahahaha!

Alpha: *sentada ainda com os braços apoiados aos joelhos* O que queremos dizer que, com certeza vamos ajudar vocês. *sorrindo*

Gonan: Obrigado pessoal! Eu vou levá-los lá. *dando um sorriso bem grande*

Nana: Não! Gonan, eu os levarei lá! Você vai ser mais afetado do que eu, deixe-me ir mano.

Gonan: Ham? *crusa os braços e fecha os olhos* Hunf, tudo bem, tudo bem.

Nana: Então essas coisas falam!? E não tem alma? Eu diria até que é impossível.

Model L: É, falamos e fazemos mais que falamos, meu bem U.U

Gonan: Viu? Perfeito. 

Nana: Vamos ver o que vocês sabem fazer. *ri* Me sigam por favor. *andava para direção das folhas que foram feitas como uma porta*

Darkswet: Heh! Ela está caída na minha ate que ver o que sei fazer. Que pena que gosto de outra pessoa. *olha para Alphe assobiando ao seguir Nana*

Alpha: Você sempre acha que alguém tá cantando você né? *levantando e seguindo Nana*

Gonan: Boa sorte! 

Ao passar pela porta de folhas pudiam-se ver uma espécie de sala redonda com um buraco no meio, (Esse buraco cabia mais ou menos duas pessoas.)

Nana: Se irmos por aqui, chegaremos aos portões de Entoropī.

Model L: Sinistro! 😳

Alpha: Qual a probabilidade de nós cairmos na primeira armadilha a nossa frente?

Nana: Nenhuma, esse lugar foi construído para Gonan e eu sairmos sem sermos vistos...aqui dá em caminho a vários lugares da cidade inclusive aos portões. *descia*

Alpha: Entendo. *descendo também*

Darkswet: Quem foi que elaborou isso? E não foram pegos? *descia*

Nana: Incrivelmente foi o tutor de Gonan...ele foi morto para proteger essas passagens, depois disso perdemos os nossos últimos amigos... (Rirya e Rika)

Darkswet: Isso...isso...é um absurdo! Tantas vidas perdidas...eu não posso aceitar isso...

Nana: *chegava no subsolo e lá parecia ser um túnel com tochas pegando fogo em todos os lugares*

Model L: E pensar que isso é algo semelhante ao que aconteceu com nosso tempo.

Nana: Seu mundo foi devastado também? Eles estão em seu mundo!? *andava reto*

Alpha: Não, não que eu saiba, por esses seres não.

Havia dois caminhos um seguindo reto e o outro para o lado esquerdo e os dois têm uma escada. 

Nana: Então o futuro e o passado estão arruinados, é bom saber disso. *seguia o caminho reto passando pela escada*

Darkswet: Até que estamos vivendo bem, diferente de vocês.

Alpha: Até que estamos numa furada, nós acabaremos num Paradoxo.

Andando por 5 minutos reto no final antes da curva dava para ver mais uma escada.

Darkswet: Você vai ter mais um papel importante além de levar a gente até o campo de batalha?

Nana: É claro que vou! Eu vou salvar as pessoas que estão presas pelo guardião e os levarei de volta. Você não é muito brilhante, não é senhor Darkswet?

Darkswet: Tá zombando de mim?

Nana: Desculpe, não entendo o que fala. *dá uma risadinha*

Darkswet: *cruza os braços* Falar com gente pré-histórica dá nisso...

Nana: *aponta para a escada*

Model L: (Que nada que ela tá zombando, tá dizendo a verdade.)

Alpha: *suspiro*

Nana: *bota a mão na escada e começa a subir* Por aqui. *chegando lá em cima ela abria uma passagem e saia* Venham! Rápido.

Darkswet: Primeiro as gat...garotas.

Alpha: Ah! *correndo, subindo as escadas de 2 em 2 degraus e entrando*

Darkswet: Hehe. *ficava corado ao ver ela subir e logo subia até a saída* Model P tá dormindo né? Se estivesse acordado aposto que falaria para tomar cuidado ou então ser cauteloso. Tudo bem, tudo bem eu vou ser! E cuidarei de você e da minha garota.

Ao todos saírem de lá davam de cara com uma floresta com a rua a 15 metros de distância.

Nana: *fechava a portinha* Se preparem, estamos em Entoropī.

A portinha secreta que Nana acabou de fechar era tampando com gramas e folhas de fato parecia que aquela porta não existia ali.

Darkswet: Entoropī ham? Não é tão ruim. *observava a floresta*

Nana: Se você acha. *andava cautelosamente em direção a cidade*

Model L: Macabro! '-' 

Alpha: *seguindo ao lado de Nana, olhando para os lados devagar enquanto o cabelo balança* Esse nevoeiro...

Darkswet: *segue Alpha agachado*

Chegando perto podia-se ver Um portão enorme de espinhos e dois seres que soltava fumaça e flutuava guardando os portões.

Nana: *para em uma arvore* Aqueles...aqueles são os guardiões. Atrás dessa porta fica Entoropī e todos os sobreviventes que foram pegos por esses monstros.

Darkswet: Eles são paia, olha só estão até soltando fumaça são bem enferrujados.

Nana: O que é Paia?

Alpha: Na língua de vocês, ele quer dizer fácil.

Nana: Se vocês dizem...eu não poderei chegar mais perto pois minha energia seria drenada por eles, então conto com vocês?

Darkswet: Claro! *pega o Model P* Acorde dorminhoco. R.O.C.K ON! *juntava os braços e esticava para frente ao falar*

Alpha: Comigo você pode botar total fé, senhorita! *jogando para cima Model L, pegando e mantendo o braço levantado* IKUYO! LEVIATHAN! R.O.C.K ON!!

Model L: Tekigo-sha Kakunin!

Model P: Tekigo-sha Kakunin. 

Nos dois Biometals, fluiam cada um sombra e água. 

Model L & P: R.O.C.K System, Kidou Kaishi! 

A água cortava as roupas de Alpha e formava uma veste preta. 

Alpha: *os pés concentrados de água e então dando um pulo giratório com a perna esticada para trás ao mesmo tempo que formava as botas congelam e a parte da cintura, depois endireitando o corpo e dando um salto giratório rapidíssimo que a água envolve os braços e congela depois forma o colete, pousando, com as mãos formando a lança, girando ela e a água forma o capacete, fazendo um corte diagonal para baixo com a mão na cintura e o gelo e todo quebrado onde foi concentrado, fazendo um brilho no cristal*

Darkswet: *dando socos no ar* Vamos lá! *pegando no lenço girando ele por cima, como fita de ginasta, o corpo fica todo amarrado, quando puxo, giro rapidíssimo e o corpo forma a armadura em forma de pedaços e assim forma o capacete que por fim, o lenço de sombra vai no seu devido lugar atrás em estado perfeito, jogando Kunais para frente, depois forma uma Shuriken e gira ela onde tá presa no braço como um cata-vento e levantando o polegar* Darkswet chegou na área para salvar todo mundo, é, tô certo! HEH! 👍 

Model L: Sui to Nari. 

Model P: Kage to Nari.

Nana: Mais hein!? Barulhentos...

Guardiao 1: *ao ouvir o som de aproximava um pouco mais da floresta*

Guardiao 2: *ainda ficava perto do portão*

Alpha: *segurando com firmeza a lança*

Darkswet: (Espero que a drenagem não funcione de fato com os humanos.) Vamos Alphe? *corria para direção dos Guardiões*

Alpha: Meu nome é Alpha, não Alphe. *andando na direção dos Guardiões*

Guardião 1: *ao observa ambos vindo em sua direção, lançava suas fumaças neles com o objetivo de sugar suas energias*

Darkswet: !? *fazia uma Kunai para cortar a fumaça porém não tinha efeito* Gh!?? *tampava os olhos mais quando abria via que nada acontecia* Hehehehehahahahahah!! Sou invencível!!

Alpha: !

Guardião 1: *lançava outra em Alpha* 

Guardião 2: *se dirigia para aonde está o 1*

Alpha: *jogando um triângulo de gelo na direção do Guardião 1*

Guardião 1: *cuspia energia carregado de calor derretendo o triângulo de Alpha*

Guardião 2: *lançava uma energia carregada de ácido nela*

Alpha: *fazendo salto com vara e se aproximando mais e dando um golpe com uma bola de espinhos na cabeça do Guardião 1*

Darkswet: *lançando Kunais no Guardião 2*

Guardião 1: *se defendia com sua lança e então tentava a perfura*

Guardião 2: *virava energia temporariamente e então ao voltar ele lançava uma onda de energia em Darkswet*

Alpha: ! *pousava, levava o corpo para o lado, evitando o empalamento, dando uma rasteira usando o gelo como auxílio no chão para derrapar melhor*

Alpha passava por Guardião 1 pós ambos flutuavam no ar.

Guardião 1: *lançava várias rajadas de energia negativa em Alpha*

Darkswet: *ao dar slide ele fazia uma Shuriken e lançava no Guardião 2*

Guardião 2: *ia para o lado e então lançava uma rajada negativa nele*

Alpha: *levantando e virando para eles* ! (Essas coisas.)

Model L: Phantom, tem idéia do que pode ser essas coisas? 

Alpha: *dando dash e pulo para os lados em Ziguezague*

Darkswet: !! *se jogava para o lado fazia o satélite e corria até o Guardião 2 lançando Kunais* (Esses caras até que são bom!)

Guardião 1: *enfiava sua lança no chão e uma onda sombria se dirigia para Alpha*

Model P: Não constam tanto com as descrições dadas. Caminhemos pela estrada da vitória mais rápida possível.

Model L: Os golpes deles parecem impenetráveis a nós, acho que se nós não se preocuparmos com seus projéteis, é possível que cheguemos a algum lugar! 

Alpha: *jogando um bloco de espinho para cima depois rolando jogando um triângulo na direção do Guardião 1* HYAH!

Guardião 1: *tentava se defender com sua lança na frente mais acabava sendo arremessando para trás*

Guardião 2 : *quebrava suas Kunais com a lança*

Darkswet: *passava bem rápido do lado dele com o objetivo de corta seu braço com o satélite*

Alpha: *correndo na direção dando um pulo giratório, não para frente como um mortal, girando com a lança na execução do pulo giratório*

Guardião 1: *era atingido sendo perfurado pela lança e então ele segurava a lança tentando puxar a Alpha para ele*

Guardião 2: *perdendo o braço que segurava a lança e tentava pegar a Lança com o outro braço*

Model L: Saiam, bicho feios! >n<

Alpha: Ngh! Ngh! Soltem! *dando uma cabeçada no Guardião 1*

Guardião 1: *não surtia tanto efeito e logo arremeçava ela para o chão*

Darkswet: *tentava fazer o mesmo com o outro braço*

Guardião 2: *lançava Uma rajada de energia em Darkswet*

Darkswet: *a energia passava pelo satélite acertando sua barriga o jogando com força para trás*

Alpha: Aaaargh! *caindo batendo com as costas* >~<

Guardião 2: *se dirigia até o Darkswet para perfurá-lo*

Guardião 1: *tentava tirar sua lança da Alpha de seu corpo*

Nana: (Espero que eles não morram... )

Darkswet: *rodava para o lado levantando já com uma Shuriken em mãos e atirava no Guardião 2*

Guardião 2: *se defendia com sua lança pois depois dessa defesa ela se quebrou ao meio*

Guardião 1: *atirava a lança da Alpha nela mesmo e então tentava se dirigir a Alpha*

Model L: Alpha! Cuidado! 

Alpha: *rolando para o lado, pegando no cabelo* (Valeu por tudo, Darkswet!)

Guardião 1: *andava mais lento, mas sua energia passava para sua lança e quando a gira, uma rajada do mesmo tamanho da Alpha de vento verde era lançado contra ela*

Guardião 2: *ao levantar as mãos uma esfera verde do tamanho de Darkswet era feita e então a lançava contra ele bem rápido*

Alpha: Gaaaaaaah!! *sendo acertada e girando o corpo e caindo* Darkswet seu filho da puta!! Quando terminar isso aqui, sua cabeça será meu prêmio!! *levantando num pulo*

Darkswet: Ghhhh!!! *estava sendo acertado e então era jogado para longe* Eu não fiz nadaaaaaa!!!! 

Guardião 1: *ia até ela com menos velocidade que o normal*

Guardião 2: *ia até Darkswet mais com um pouco mais rápido*

Alpha: *faço uma curva para direita com o braço direito, ao mesmo tempo que uma espada de gelo de lâmina na metade curva é formada, desferindo um corte no Guardião 1*

Model L: Que ódio desse menino! Agora que nossa arma foi partida por ele, vamos ter que improvisar! 😑

Guardião 1: *ia para trás com aquele corte isso fazia ele ter vazamento de energia* ....... *lançava sua lança nela com um menos força*

Darkswet: *girava para o lado levantando* Essas ferrugens estão mesmo dando problemas...

Guardiao 2: *mais uma vez tentava sugar a energia de Darkswet e Alpha*

Alpha: *formando um martelo de gelo, dando um golpe no pedaço da lança de baixo pra cima, fazendo a lança girar* (Obrigada, mas não preciso mais!) *dando um salto giratório e numa precisão de 3 segundos que o pedaço da lança cai, dando um chute aonde ela foi partida* HYAH!

Guardião 1: *defendia mais era jogado para trás pela falta de energia*

Darkswet: *pulava em cima dele lançando uma Shuriken no Guardião 2*

Guardião 2: *levantava o braço e então essa Shuriken cortava o seu braço e acertava sua cabeça*

Darkswet: Shinee!! *ao cair em cima dele o cortava completamente por causa de seus satélites*

Model L: INCRÍVEL INCRÍVEL ALPHA! >u< Vamos pôr fim nesse fantasma de lençol preto! 

Alpha: *correndo, dando dash jump* How about this!! YAH! *dando um golpe de misericórdia no Guardião 1*

Guardião 1: *era explodido no mesmo momento*

Alpha: Virou pó. *passando as mãos nas outras, batendo elas*

Model L: Quando o orgulho é ter um elemento, tudo é possível! >< Diferente de fogo e eletricidade, gelo tem suas vantagens! E aí! Já acabou, Phantom?!

Darkswet: Somos demais! Seres do passado e do futuro não são páreos para nós!

Model P: Não sou eu a quem deveria estar fazendo esta questão.

Darkswet: ...

Nana: *ia até eles* Vocês...conseguiram mesmo...

O portão da cidade se abria

Alpha: *respirando fundo, olhando para trás*

Após a porta se abrir dava pra ver uma cidade não muito destruída na verdade tinha poucas casas a frente a uns 15 metros dava para ver um grande castelo e antes de chegar nele havia uma espécie de labirinto de floresta.

Darkswet: Model, perdi muita energia?

Model P: Ainda é possível sustentar um certo uso.

Alpha: *entrando, olhando para cima* Minha nossa! Isso é real? 

Model L: Wow! O que será que pode ter mais aqui?

Nana: Cuidado! Aqui é um dos lugares mais perigosos. *aponta para o castelo* Aquele lugar habita o mal.

Darkswet: Precisa mesmo ficar falando essas frases de efeito? Qual é, até vocês. Que clichê. *entrava despreocupado*

Alpha: Cala a boca, Darkswet. *andando*

Darkswet: ...  *observava o lugar* Parece estar deserto...aqui realmente é o segundo pior lugar? E aquele grande castelo lá...

Model L: Alpha, seria melhor você destransformar. Você não poderá depender de energia sempre sem a lança. 

Alpha: (Entendo, vá na frente.)

Model L: *desfazendo a transformação*

Darkswet: Espere! *bota a mão no ombro dela* Não acho uma boa ideia...não sabemos aonde estamos e de acordo com a anciã ali estamos numa área muito perigosa, a qualquer momento podemos ser atacados, Alphe.

Nana: Anciã!? *empurrava ele violentamente com seu poder psíquico* Não sou Anciã, eu tenho 16 anos!

Model L: Muito bem feito! *fazendo som de alguém que mostra a língua*

Alpha: Hunf! *balançando a cabeça para os lados* Enfim. *pegando Model L e levando para cima* R.O.C.K On! *ficando transformada de novo e obtendo a lança novamente*

Nana: Vocês precisam dessa transformação para lutar? Vocês não são humanos mais pare...vocês são clones?

Darkswet: *caído a 2 metros de distância delas* Model...quantos por cento agora? *levantava e olhava a grande floresta* !!

Alpha: Bom, somos máquinas e temos um corpo que se assemelha ao corpo humano. Mas se isso for um remédio, eu tenho uma arma, ela tá atualizada.

Nana: Máquinas...viagem do tempo. *cruza os braços* Vocês estão relacionado aos heróis do ano de 1000?

Alpha: Sei que parece assustador, mas é isso. Eu gostaria também de saber quem seria minha ancestral.

Darkswet: Ancestrais? Heróis do ano de 1000? Do que estão falando?

Nana: Mas se você è uma espécie de máquina, não deveria ter um ancestral não é?

Darkswet: Fiz uma pergunta!!!!

Nana: Não vou entra em detalhe mas, 3 heróis viajaram em tempos e tempos e conseguiram salvar o mundo. *observa a floresta* (Vamos demorar um longo tempo aqui...)

Alpha: Inspirações existem não é?😉*continuando à andar*

Darkswet: Segurem a minha mão garotas, vamos chegar lá em minutos.

Nana: *cruza os braços* Não vou dar minha mão para um idiota que me acha Anciã.

Model L: Se ele fosse chamar o senhor Andrew assim, a primeira coisa que ele iria receber é um grande puxão de orelha, não espera...

Alpha: Hunf, brincadeira hein.

Darkswet: *olha para as duas* Vocês falam que não tem tempo e me chamam de lento, mas ninguém quer chegar lá bem rápido...

Nana: Não vou dar a minha mão para você seu..seu...monstro! *olhava para ele e virava o olho para Alpha*

Darkswet: Eu sou bem bonito...não tenho culpa do Model P ser feio...

Alpha: Vamos, Nana. Pelo menos uma pessoa aqui, tem EDUCAÇÃO *olhando para ele enquanto diz essa palavra de forma alterada* com as meninas. *andando*

Os 3 entravam naquela grande floresta sombria haviam grandes pedras a cada curva ali.

Darkswet: Devemos ir reto não é?

Nana: É um labirinto. *indo pela direita* Mas se me seguirem, tudo vai dar certo.

Alpha: Tudo bem.*virando a direita também*

Conforme eles vão andando a floresta ficava mais sombria sua cor mudava para um roxo escuro e ventos fortes começavam.

Darkswet: É impressão minha ou a floresta quer nos atacar?

Nana: Fiquem atento podemos ser atacados a qualquer momento. *observava os arredores daquela floresta enorme enquanto seu corpo começava a ficar gelado* (Isso só pode ser...ele está bem perto.)

Alpha: Ai caramba.

Model P: Já tenha uma arma em mãos.

Darkswet: *cria o satélite em volta dele enquanto caminhava*

A um metro, havia uma curva para a direita e neles haviam uns seres verdes chutando um monstro em forma de esfera.

Alpha: *se aproximando de pouco em pouco, até que observa aquelas coisas*

Model L: O que são aquelas coisas?

Alpha: (Não faço idéia.)

Nana: *saca sua espada* Eles são fracos, apenas precisamos pegá-los desprevenidos *corria rapidamente na direção de um deles é o cortava ao meio*

Darkswet: Mas hein?

Os outros dois seres pulava para trás assustados e logo um deles pulava naquele monstro em forma de esfera.

Alpha: Mas por que eles estão atacando aquele monstro, se são praticamente da espécie monstrenga?

Model L: Eu me pergunto o mesmo.

Darkswet: Esse lugar é estranho, eles atacar uns aos outros é a coisa mais sensata até agora. Vai entender os bárbaros.

O ser verde que estava em cima do monstro lançava ele para cima dela enquanto o outro lançava pedras.

Nana: *se desviava do monstro* Psyquic Push! *lançava esse monstro de volta para onde ele estava e rapidamente defendia das pedras*

Model P: Parece que o predador caça sua presa, mesmo ela sendo de sua espécie ou não, é o que praticamente vemos em nosso mundo.

Alpha: Vamos, temos que agir, *correndo na direção dos monstros*ela não poderá fazer isso sozinha!

Green IMP: Estão vindo mais! *lançava pedras na Alpha*

Blue IMP: Não podemos deixar eles chegar ao castelo! *chuta o monstro que parece uma esfera para cima de Nana*

Nana: *esperava o momento certo e então cortava ao meio aquele monstro* Hya!

Alpha: *dando dash para o lado e depois jogando um triângulo de gelo no Green IMP*

Green IMP: *era acertado caindo para trás ficando deitado lá*

Blue IMP: Aaaaaah!! *começa a fugir*

Alpha: Covarde!! Tem coragem de atacar a própria espécie, mas foge quando não é dela! 💢

Model L: Que bicho mais sem noção hein!

Model P: ...

Darkswet: Am, deveríamos deixá-lo fugir? *ia até eles*

Nana: Eles não são ameaças nenhuma, vamos prosseguir. # virava a curva continuando a andar

Alpha: Mas, mas por que eles machucaram a espécie deles?

Nana: Do que estão falando!? Eu sou Câmbio, e o Gonan, bem...complicado, eles só atacaram quem estavam contra eles do resto foram os humanos que eles mataram sem piedade.

Alpha: Acho que entendi.

Darkswet: Câmbio? Vocês estão mesmo numa situação difícil, mas não esquenta vamos te ajuda o máximo possível.

Nana: Obrigada....

Um morcego surgia a frente deles e logo fazia uma transformação.

??: A ajuda de vocês não vão durar muito pode ter certeza.

Flea

Alpha: !!!!

Model L: MAS HEIN!! O.O

Model P: ...!

Nana: *fica em posição de luta* Você de novo!

Darkswet: Pera! Quem é ela?

Nana: Ela é a Flea, a maga!

Flea: Sua burra eu sou um homem!

Alpha: É uma cilada, Darkswet. '-'

Model P: Por essa eu não esperava.

Darkswet: Uma cilada? Como alguém que tem um físico de mulher possa ser um homem? Isso é impossível!

Flea: Eu não me importo em ser mulher ou homem para mim a única coisa que importa é o poder!

Nana: Por culpa sua Rika e Rios estão mortos...eu vou vingar eles!

Flea: *começa a rir*

Model L: Agora a coisa ficou muito séria! '-'

Alpha: Então ela é uma inimiga, não é? Digo, ele.

Flea: É claro que não estou ao lado de vocês, estar ao lado de perdedores como vocês? Só quem está preparado para perder tudo.

Alpha: Então quer dizer que você é serva da entidade lá, não é?

Flea: Fala do Galamoth, morte é o Deku? Não! Sou apenas aliados deles.

Darkswet: Espero que ele te use abuse e te jogue fora!

Flea: Por falar demais você vai ser o primeiro a morre. *se cobre com sua capa enquanto flutua poucos centímetros do chão*

Alpha: *segurando firme a lança*

Model P: Tecnicamente ele vai se aproveitar do vulnerável para depois o experiente.

Model L: Pode vir que eu tô gelando!

Darkswet: Está falando que sou o mais fraco? Está de saca né? Eu só não sou mais forte do que a Alphe de resto.

Model P: Hunf.

Nana: Fiquem atentos! Ele, ela não é um oponente que deve se distrair.

Flea: Ora! Aprendeu a lição? Seus amigos me subestimaram e tiveram seus destinos selados por mim! *estende a mão enquanto ria então da sua mão saia um tornado negro enorme na direção deles*

Alpha: *observando Flea*

Model L: Vamos ver se ele é tudo isso mesmo!

Nana: Psyquic Barrier! *coloca as mãos para cima e uma barreira roxa surge cobrindo ela e seus aliados impedindo do tornado os atingirem* Gh..

Flea: *bota a mão no chão e vários tornados no chão iam para direção deles*

Nana: *tenta defender com sua barreira mais ela se quebra e a lança até uma árvore* Aargh!

Model L: Vamos mostrar o que é entrar numa fria, Alpha! 

Alpha: Tome isso!*pondo as mãos no chão e faz tipo o Diamond Edge da Kula, fazendo pilares inclinados de gelo*

Flea: *fazia corações explosivos nos pilares* Isso é inútil! Sua magia não é páreo para a minha. *continua a rir*

Darkswet: *a Shuriken que estava na mão, lança nele* Tome, seu falso!

Flea: *pulava flutuando por alguns segundos*

Darkswet: *fazia sua Shuriken voltar para atingi-lo por trás* Te peguei!

Flea: Inútil!! *da sua mão surgia um poder rosa e ele cortava a Shuriken com ele* Hya!

Model P: Mantenha a tática, não deixe que ela escape!

Alpha: *pulando*HA-AAAAAH! *com uma esfera de gelo presa na lança indo golpear ela no ombro com esta*

Flea: *se virava rapidamente e tentava se defender* Tcs... *com a lança tento acertado em seus braços Flea rapidamente empurra a Lança para cima e então toca na armadura dela botando um coração em seu peito que logo explodia ela*

Alpha: Argh! ><

Model L: 9%, nada mal, ainda dá para aguentar!

Nana: *corria na direção dela já com energia carregada em sua mão e então lança na Flea* Psyquic Beam!!!  

O ataque vai em forma de rajada psíquica rotativa. 

Flea: *apontava para aquela rajada e lançava uma rajada de tornado naquele golpe que acaba colidindo*

Model P: O que você está esperando, Darkswet?! Mova-se!

Alpha: *fincava a lança no chão e depois pulava para trás*

Darkswet: (Estou analisando seus movimentos, cada movimento, duração de magia, gastos e erros de seu corpo. Assim vamos atacar e ela só vai desviar ou bloquear nossos attacks e vai gastos de Energia Biometal.) *botava a mão aonde fica o queixo* (Devemos deixar Nana agir pelo menos até descobri a fraqueza dela.)

Model P: Hum, espero que toda sua análise não seja em vão. 

Model L: Vamos lá, gente, ela não é tudo isso, qual é!

Model P: Leviathan, faça o que deve fazer, só não deixe ele chegar até aqui.

Model L: Que seja breve, não devemos ficar tomando dano de graça assim! Vamos Alpha!

Alpha: Certo!*correndo na direção de Flea*

Flea: Desapareçam vermes! *botava a mão próximo de sua boca e então assoprava um vento tão poderoso que derrubava várias árvores dali próximo*

Darkswet: ! *botava a mão em seu rosto sendo puxado para trás*

Nana: *tentava manter o pé no chão mais sentia-se sair do chão* Eh!

Model L: Alpha! Prenda-se ao chão, use a lança! 

Alpha: *fincando a lança no chão*Nana! *oferecendo a mão* Segura minha mão!

Nana: ! *sem pensar duas vezes ela se estica para pegar a mão de Alpha* O-Obrigada! *seus pés já não estava mais encostando no chão*

Darkswet: *não saía do chão pois estava com suas garras encravada na terra* ... (Parece a Cinploid)

Flea: *parava e então Botava mais uma vez a mão em seu rosto e começa a rir*

Model L: Por razões, esse aí me lembra a mocréia do Elpiso! Que raiva dele!

Alpha: (Quem é esse?) O que é engraçado?

Flea: Eu vejo a morte no rosto de vocês e isso é tão engraçado! *continua a rir* Acham mesmo que pode vencer essa batalha? Mesmo que tenham a esperança de me derrotar vocês nunca saíram daquele castelo vivos.

Nana: Você é tão irritante! Vou mandar você com certeza para o inferno! *aponta a espada para ela ao soltar Alpha*

Model L: Doidinho esse hein! '-'

Alpha: *suspirando*

Flea: *avançava para cima delas muito rápido com os braços abertos*

Alpha: Goooo! SYL! *dando um mortal para trás enquanto forma o dragão que vai na direção dela*

Model P: Espere o momento certo e ataque em seguida.

Darkswet: *fazia uma Shuriken*

Flea: ! *tentava se defender mais era jogada para trás com o attack* Guh!

Nana: *apontava sua mão para ela* Psyquic Beam! *lançava uma rajada rapidamente nela enquanto ela se dirigia para trás pelo golpe de Alpha*

Flea: ! *ficava sem reação naquela hora*

Uma grande explosão acontecia.

Darkswet: (1, 2...)

Model L: Phantom, minha deixa!

Model P: AGORA!

Darkswet: Ike! *lançava sua Shuriken no meio daquela fumaça* 

Nana: !! (Vencemos!?)

Model L: HAH!! TOMA ESSA ELPISO DO SÉCULO 14! 😝

A Fumaça aos poucos iam desaparecendo e daria para ver Flea deitada no chão todo machucado.

Darkswet: *fazia duas Kunais* Anciã, vai ver se ela morreu.

Model P: Deve ser um truque.

Alpha: Conseguimos mesmo?

Nana: *se dirigia a ele devagar* ...

Flea: ...

Nana: *observava um pouco de longe* A-Acho que ela está inconsciente.

Alpha: *andando, ficando ao lado de Nana, se lembrando do que ele disse*

(Flea): Eu vejo a morte no rosto de vocês e isso é tão engraçado!*continua a rir* Acham mesmo que pode vencer essa batalha? Mesmo que tenham a esperança de me derrotar vocês nunca saíram daquele castelo vivos.

Alpha: Isso me cheira mal...

Darkswet: Acabou. Ele se achava demais, típico deles...

Model L: Não se aproxime muito, Alpha.

Nana: (Rika, Rirya vocês foram vinga--)

Flea: *bem acima deles lançava uma grande rajada de vento neles*

Alpha: Oh droga!! Bem que eu desconfiava!

Essa Rajada de vento batia no chão e fazia um grande redemoinho em volta deles o puxando para dentro do próprio. 

Darkswet: *olha o corpo da Flea no chão* Como isso é possível!? *sendo arrastado a força*

Alpha: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!! ><

Nana: *se segurando no chão mais ainda sim sendo arrastada* Flea é uma Ilusionista nós caímos no truque dela.

Flea: Hahahahah! Achou que pudesse me vencer assim!?

Aquele Vento fazia todos girarem tão rápido, mas tão rápido, que os deixavam completamente tontos.

Model L: Então se...não é real, então temos que ficar parados?

Após deixar todos tontos, Flea mandava corações para cima deles.

Nana: *botava a mão na sua cabeça e via tudo rodando era acertada que logo depois é explodida* 

Darkswet: *caía direto por isso era acertado com mais facilidades*

Alpha: Argh!! ><*caindo de costas*

Model L: 30%, que intenso! ><

Model P: 34%

Darkswet: Argh... *levantando* Alguém sabe que estamos levando uma surra para um ser que não se define ser homem ou mulher?

Nana: Todos os heróis do seu tempo é idiota como você? Ou você é exceção? Já disse, sua lenda já ronda a mais de 400 anos, Flea não é qualquer mago.

Alpha: N-Não me inclua nessa não, querida.*levantando num pulo* Mas essa doeu...

Nana: *limpava o sangue de sua boca* (Não posso perder essa chance! Muitos depende de mim.) *avança para cima dela* Aaaah!!!

Flea: Que idiota! *apontava a mão para Nana e lançava uma rajada de tempestade*

Nana: *dava um impulso para o lado* Charge in Box!!!! *criava uma caixa psíquica e lançava nela*

Flea: Hm. *botava sua mão na frente com intuito de quebra aquela caixa psíquica*

Darkswet: !?

Alpha: *jogando um triângulo de gelo na direção de Flea*Vai, Nana! Não pare!

Flea: *empurrava a Caixa de volta com muita força para defender rápido do triângulo de gelo* 

Darkswet: Eh? *estava na frente daquele ataque que logo rapidamente dava um dash para o lado lançando 8 Kunais e uma Shuriken*

Flea: Vocês são tão persistentes! *seus braços era completamente feridos pelo triângulo de gelo e então rapidamente ela pula para uma árvore próxima dela e ataca com dois cortes de vento no Darkswet e na Alpha*

Nana: *se aproximava de Flea* Psyquic Push! *puxava Flea para a direção dela* Psyquic Beam! *lançava uma rajada rotativa psíquica no rosto de Flea*

Flea: Gh! *não podia fazer nada além de ser acertada e ser jogada para o tronco da árvore de onde estava*

Alpha: *correndo na direção de Flea*

Model P: Nova tática, atacar sem cessar.

Model L: Ikou a yo!

Alpha: *girando o corpo e partículas de gelo percorre o corpo por um breve momento e apontando a lança para Flea e mandando o Cross Art a seguir* Vamos dançar! Hooooooooooh!! *dando 3 chutes rápido nela com a perna direita e depois com a outra o mesmo, depois um chute para cima que leva ela para cima, girando a lança como um ventilador, fazendo uma esfera que nela fazia uma tempestade densa de gelo com fagulhas de gelo lhe cortando e depois jogando ele para Nana ao mesmo tempo que a esfera dispersa*Nana!

Nana: Seu futuro acaba aqui! *dá um impulso com um chute reto em seu rosto e rapidamente bate em sua barriga 5 vezes com a palma de sua mão e, então, com sua mão emanando poder psíquico dá um uppercut em seu queixo jogando Flea para cima rapidamente*

Podendo ver um certo feixe quando ela era arremessada, em uma giradinha a mão de Nana já estava totalmente carregada de poder psíquico que lança em forma de rajada rotativa (Psyquic Beam), acertando Flea no estômago a fazendo subir até próximo às nuvens. Logo Flea começava a cair sem reação e com uma simples virada, Nana sorri e fechava os punhos, jogava seu braço para próximo de seu corpo o descendo como se tivesse confirmando sua vitória, nesse exato momento um raio roxo caia nas costas de Flea a jogando violentamente que balançava seu cabelo e rapidamente até o chão confirmando uma explosão esférica de eletricidade psíquica atrás de Nana.

Nana: Isso!

Model L: UHUUUUUUUUUUU ARRASARAM!!!

Alpha: PODER FEMININO!! HAHA!! 💙*pulando enquanto erguia o braço para cima* Valeu Nana!*abraçando ela e dando um giro com ela*

Nana: !!!! *dá um gritinho de assustada  mais logo começava a gostar e então começava a ri*

Alpha: HEHE! *deixando ela fora do chão alguns segundos e colocando ela de pé no chão de volta*

Darkswet: *estava abaixado* Okay...o que foi isso? *espantado*

Naquele buraco Flea completamente ferida saia de lá mancando e com muita dificuldade.

Flea: Não...acabou...

Seu corpo começava a emanar um brilho super forte amarelo.

Flea: Impossível? Eu, Flea...

Aquele brilho destrói o corpo dela completamente deixando apenas um eco de seu grito.

Nana: *encarava a explosão, fechando um olho enquanto o cabelo balançava violentamente*

Alpha: !!! WOOOOW!! *protegendo o rosto com os braços*

Darkswet: E esse só foi o primeiro passo, agora o segundo é sair dessa floresta e o 3 entrar no castelo e o 4 acabar com todos e salvar os sobreviventes!

Nana: (Ele de fato pensa que pode derrotar todos?) *cruza os braços* Grande Herói... *seguia diretamente para frente*

Alpha: *afastando o braço dos olhos e olhando para Darkswet e correndo atrás de Nana* É, não será nada fácil.

Model L: Eu só espero que consigamos sobreviver até lá.

Model P: Prossiga.

Magus Castle. Editar

Os 3 caminhavam até a saída daquela floresta e então logo no começo havia um enorme castelo a frente deles.

Darkswet: Esse é...

Magus Castle
Magus Castle-0

Alpha: Huuum, parece que finalmente nós chegamos ao ponto-chave.

Model L: Uhuuhuhuhuhuhu, será um belo desafio! 😈

Alpha: Huuum, parece que finalmente nós chegamos ao ponto-chave.

Model L: Uhuuhuhuhuhuhu, será um belo desafio! 😈

Nana: Apartir daqui a atenção deverá ser dobrada. *começava a entra para porta do castelo* Vamos entrar.

Darkswet: S-Sim. *seguia ela*

Model P: Espero que tenha entendido mesmo. Mesmo em século diferente, não fique tão confiante contra seus inimigos. 

Alpha: *seguindo Nana*

Ao entra no castelo pudia se ver uma grande Sala com um tapete vermelho que levaria até a escada principal, tudo era escuro apenas com algumas velas acesas e além da escada principal tinha mais duas escadas dos lados que levaria a um lugar da casa também. Aquela sala não tinha quase nada além de uma velha mesa com uma velha cadeira e um Lustre todo em vermelho no teto.

Alpha: *olhando para o lugar* Huuum...

Darkswet: Sério? É isso? Esperava mais do Boss final...*olhava ao redor*

Nana: Algo não está certo...aqui deveria estar repleto de demônios, mas *observava o local vazio* Isso só pode ser uma armadilha! *seguia para a escada principal*

Alpha: Nunca confie num lugar que é puro silêncio e quase sem iluminação.*seguindo Nana*

Darkswet: Aqui parece vazio, tem certeza que tem reféns aqui?

Nana: *olha para a escada próxima dela é então olha lá para cima* Absoluta.

--

Em lugar do castelo que era a prova de som alguém via eles em uma esfera mágica.

Fortune Teller: Senhor, temos visitas.

Esse monstro usava capa preta olhos grandes e um grande nariz tinha apenas um fio de cabelo e a cor de sua pele era verde.

Deku: Então enfim eles resolveram agir hehehe. *olhava Nana, Alpha e Darkswet subindo as escadas*

Fortune Teller: O que o senhor fará com eles?

Deku: Por enquanto deixe-os, vamos ver até aonde eles vão. *ficava próximo a uma porta de ferro e ela se abria sozinha*

Fortune Teller: Sim senhor.

Aonde Deku entrava era uma sala enorme e escura com paredes de espinhos e com um portal negro a frente com várias imagens passando do presente e futuro.

Deku: Vê isso? *dá um sorriso* Parece que eles vieram para morte hehehe.

???: Argh! Eles vieram me resgatar. E quando isso acontecer você estará morto!

Deku: Nanka querida, já disse para você parar de sonhar, afinal eles nem sabem que você está viva.

Nanka: Eu odeio você! Por que não me mate de uma vez!?

Nanka tinha cabelos longos e pretos aparenta ter 16 a 18 anos sua cor era parda e tinha uma cauda em forma de um coração. Ela estava presa no ar por correntes amarrada em suas pernas e braços e estava completamente nua.

Deku: Me odeia? *começa a ri bem alto e de um jeito assustador* Eu gerei você, cuidei de você, te dei uma das armas mais fortes desse mundo e ensinei tudo que você sabe e é assim que lhe trata seu pai?

Nanka: Você não é meu pai! Você é apenas um demônio que merece morrer por uma espada bem afiada!

Deku: *vai até ela completamente sério* Você deveria ter continuado apenas como uma serva do prazer! *botava a mão em sua barriga e uma aura negra dominava aparecia no corpo de Nanka*

Nanka: *começava a gritar de dor enquanto essa aura dominava a barriga dela*

--

Nana: *paralisava, sensação de tortura* Esse lugar é tão pesado, deveríamos nos separar. *observava o andar de cima*

Darkswet: Isso é uma péssima idéia garota! Precisamos ficar juntos nessa se quisermos sobreviver.

Model L: Algo me diz que isso é o corredor da morte. 

Model P: Alpha pode se defender, mas a questão é, um de nós sairíamos vivos?

Alpha: *observa Nana em choque* Nana, você tem certeza disso?

Nana: Por esse lugar ser enorme temos grandes vantagens e desvantagens, se nos separamos a probabilidade de acharmos os reféns sem sermos notados aumenta drasticamente, mas...se nos descobrirem por um descuido com certeza estaremos mortos.

Alpha: Bom, eu não duvido que o Darkswet possa ser visto, porque se a gente fala para não ser visto, ele vai lá e pede para morrer. É que nem confundir açúcar com sal, ele vai colocar sal no café.

Model L: *segurando o riso*

Darkswet: Eu?

Alpha: Brincadeiras a parte.

Após decidirem por si, Alpha, Darkswet e Nana, cruzam seu caminho, eram desafiantes, um atrás do outro, até que eles finalmente conseguem chegar na sala principal de Deku.

Deku: Vocês chegaram tarde, estão prontos para morrer?

Alpha: !

Nana: Onde está Nanka?

Deku: Oooh ela está muito bem, Nanka querida, venha já aqui.

E ali, Nanka aparece corrompida.

Nana: O-O que você fez com ela?!

Deku: Eu apenas a eduquei, para aprender a me respeitar, Nanka, mate-os.

Darkswet: *se preparando*

Nana: *colocando o braço na frente* Não!

Darkswet & Alpha: ?

Nana: Não posso deixar que a machuquem para valer, deixe ela comigo.

E assim Nana e Nanka travam uma batalha intensa, todas as duas trocavam golpes rápidos enquanto Nana tentava trazer sua aliada de volta, Nana por sorte consegue vencer, porém muito ferida.

Alpha: Nana! *se aproximando dela* Calma, você conseguiu.

Deku: *batendo palmas* Bravo, bravo! Agora serei eu seu oponente, não esperem sobreviver porque vocês não irão ficar para ver o fim da humanidade! Que está quase completo, só mais 3, e nosso "salvador" viverá por toda eternidade!

E assim, Deku luta contra eles, eles estavam em desvantagem por causa das batalhas anteriores, eles lutam com ele com todas as suas forças Deku lança uma magia contra Nana, mas Alpha se mete na frente, dobrando seus danos, ela cai de lado no chão, bem danificada.

Darkswet: !!! Alphe! *correndo até ela e pegando nos braços*

Nana: Nãããão!! *dando um Psychic Push em Deku*

Alpha: D-Droga, eu perdi...

Model L: *desfazendo o R.O.C.K* D-Droga...

Darkswet: Vamos lá Alphe, levanta!

Alpha: Não dá...estou danificada demais...

Darkswet: Por que fez isso sua louca?!

Alpha: Antes eu...do que vocês...só...o vença...

Darkswet: Farei isso por você. *desfazendo o R.O.C.K On por um momento*

Model P: O que está faze... ! *vendo Darkswet beijar Alpha*

Alpha: ! *recebendo beijo e dando um soco nele logo após e deitando o corpo ao chão* Hunf!! 😡

Model L: O QUEEEEEEEEEEEEE?! 😨

Darkswet: OUCH!...Hehe...pelo menos ganhei um beijo de você! *pegando Model P e levantando* Rock On!!

Após ele se transformar Araki Darkswet lutará com todas as suas forças, ele estava destinado a lutar com todas as suas forças.

Darkswet: Super Darkswet Dattebayo! *joga uma série de Kunais rápidamente em Deku e depois dá um mortal para trás, jogando uma Shuriken nele* Nana!

Deku: Gwaaaaah!!

Nana: Seu futuro acaba aqui! *dá um impulso com um chute reto em seu rosto e rapidamente bate em sua barriga 5 vezes com a palma de sua mão e, então, com sua mão emanando poder psíquico dá um uppercut em seu queixo jogando Flea para cima rapidamente*

Podendo ver um certo feixe quando ela era arremessada, em uma giradinha a mão de Nana já estava totalmente carregada de poder psíquico que lança em forma de rajada rotativa (Psychic Beam), acertando Deku no estômago a fazendo subir até próximo às nuvens. Logo Deku começava a cair sem reação e com uma simples virada, Nana sorri e fechava os punhos, jogava seu braço para próximo de seu corpo o descendo como se tivesse confirmando sua vitória, nesse exato momento um raio roxo caia nas costas de Deku a jogando violentamente que balançava seu cabelo e rapidamente até o chão confirmando uma explosão esférica de eletricidade psíquica atrás de Nana.

Nana: Isso!

Darkswet: Nada pode abater o Grande Repploken!

Model P: Bom trabalho Darkswet, estou honrado de sua bravura.

Darkswet: Só fiz o meu papel P, hehehe!

Model P: Heh...

Model L: Pelo menos conseguiu salvar. *respirando fundo*

Por fim uma batalha árdua finalmente terminada, porém ainda não acabou, faltava pouco para isto ser concretizado, Darkswet e Nana, carregam os corpos de Alpha e Nanka e saem de Magus Castle, a batalha final estava próxima de começar. Ao chegar aonde os sobreviventes estavam, Nana e Darkswet colocam os corpos de Nanka e Alpha para descansar, eles explicam a Gonan que Deku falou que o "salvador" irá despertar em breve, o que significa que Cthulhu está perto de dominar todo o globo, o que deixa o guerreiro muito preocupado, o que agora podia ser feito, era o encarar de frente, sem uma onda de dúvidas.

Terra 100568. Editar

Olho Roxo no céu negro
Tóquio 2019

Começam a chover flechas dos céus, então dragões voaram dos céus e começaram a cuspir fogo nas cidades

Exército de monstros de diversas épocas: *começam a atacar os sobreviventes* 

Time Reaper: Meio. *desaparecendo*

No momento que o primeiro dragão ia abrir a boca, um impacto gigantesco, como se uma nave espacial tivesse batido, o acerta no rosto, então, impactos semelhantes eram lançados nos mais próximos. No solo, do centro da cidade, uma infinidade de armas cortantes diversas dilaceravam monstros menos resistentes como se fossem papelão.

Fuyuki: *Na forma semi-demoníaca, cortando membros de monstros das trevas enquanto abre caminho para os sobreviventes* Aqueles estúpidos deram de sair e do nada vem mais monstros do meio de porcaria nenhuma!... (Eu não sou obrigada a nada... Urg...)

Beatrice: *no ar, batendo as asas com as mãos na cintura em forma meio demônio* (Não é possível...as distorções tempo-espaciais voltaram?)

Maria: *parava na ponta de um prédio bem alto* SANDAAA-- A-aaah!! *desviava de um Imp que voava em sua direção, jogando seu chicote nele e girando, o batendo contra a parede do prédio, em baixo* ...Hah. Filhos da puta! 

--

Juliane: *dando vários chutes em um esqueleto mágico enorme, quebrando seus ossos das pernas eventualmente, então recua um pouco, levemente ofegante* ...Assim...tão de repente...

Black: *com as mãos nos bolsos*

Pouco à sua frente tinham várias criaturas com metade do corpo se separando com a presença de pequenas esferas transparentes e coloridas.

Black: ...Você acha que foi pelo mesmo motivo que da outra vez? Algum retardado superpoderoso que morreu por aí? Tch...isso seria tão demente. *aponta a mão para um dragão, no alto, então, acertando uma esfera nele, começa a separar seu corpo de seu pescoço*

Juliane: Investigamos depois... *cruza os braços, formando 7 de esferas douradas em volta de si*

Ela abre etão os braços e elas voam como flechas teleguiadas em vários monstros.

Juliane: HAH!...Por hora...vamos salvar o máximo de pessoas possíveis!

Black: *guardava a mão no bolso novamente, então caminhava, se afastando dela* Está pegando as manias do Ken.

-- 

Beatrice: *pousava do lado de Fuyuki* Okay, acho que devemos nos reunir com o pess-- *desviava do golpe de um zumbi enorme e desferia um soco de volta. Ele era lançado em uma velocidade alta o suficiente para literalmente sumir de visão  ao toque* Argh...eles são tão irritantes...

Fuyuki: *lançando espadas, lanças machados, etc. telepaticamente em demônios e monstros diversos* Essa crise está um saco e mais viciosa que as outras...exceto pelo fato de que todos estes minions são lixo.

Beatrice: ...São fortes, você só cresceu bastante desde a última vez. *avançava em um grupo de criaturas voadoras, ela se movia como um borrão que se esticava de ponta a outra*

--

Kyo: *sentado no sofá de sua casa, sem camisa, tomando suco de laranja em um copo de vidro* Aiai...mais problemas...?

Yuno: S-Sim...precisamos partir agora, temos que evacuar o máximo de pessoas p--

Kyo: *pega suas roupas no braço do sofá e deixa o copo no chão, se levantando* Essa porra desse raparigal não tem paz não, desgraça?

Yuno: *parecendo incomodada, abrindo caminho para ele passar* ...

--

Dentro de um armazém abandonado, cheio de cadáveres de criaturas.

Ken: ...Foi realmente fácil te encontrar.

Iris: Você enrola demais, fala logo. *de costas para ele*

Ken: ...O Caspian e a Suzanna...ele--

Iris: Eu não dou a mínima pra esses humanos e não vou ajudar vocês.

Ken: Então por que fez isso aqui!?

Iris: Você sabe o que acontece quando me incomodam.

Uma centopeia enorme que entrava pelo local subitamente explode, espalhando vísceras por toda a entrada.

Ken: *olhava para trás*...Obrigado por salvar meu tempo. *corria para fora* (...Eu nem sei porque tentei procurar por ela...)

Iris: (Vocês são um bando de merda...eu vou mostrar que faço um trabalho melhor do que aqueles 2 alienígenas imundos sem mesmo tentar...)

Ela desaparecia em um instante, deixando uma rachadura imensa aonde pisava um instante atrás.

Ken: *cai no chão, na saía, com um vento imenso que passava no mesmo sentido que ele* ...Hah, hah. *se levanta e continua a correr*

Enquanto isso

Orc: *sangrando no chão*

Time Reaper: *se aproximando dele* Deixe-me ver isto. *pondo a mão em seu corte e então o cura instantaneamente*

Orc: *levantando e não sentindo dor alguma*

Time Reaper: A humanidade é um câncer que ataca até mesmo as minorias como vocês. Eles alteram as proporções do tempo e espaço sem que ninguém possa impedí-los. Cada vez mais exterminam outras espécies para si mesmo. Um universo novo hão de nascer e de se vanglorizado. Este será o castigo da humanidade por se recusar a morrer.

Iris: *aparecia e pisava forte no chão, fazendo uma rachadura no asfalto, enquanto olhava para os 2 a uns 4 metros de distância, com as mãos nos bolsos do shorts jeans* ...Eu ouvi coisas interessantes.

Cthulhu: *olhando para Time reaper*

Cthulhu e Time Reaper

Time Reaper: Você representa o fim de toda humanidade, Cthulhu. Você é uma entidade cósmica maligna, adorada por uma seita milenar que buscou trazê-lo de volta para este plano astral, o que desencadearia o Apocalipse. Você é um mal tão ancestral e terrível que vislumbrá-lo levaria qualquer humano às raias da insanidade.

Cthulhu: *observando atentamente Time Reaper*

Time Reaper: Sua presença causa uma ansiedade e um terror indefinido no inconsciente coletivo da humanidade.

Cthulhu: *falando telepaticamente* Então este é o seu desejo? O fim da humanidade? Me despertou para que eu eliminasse o mundo da vida humana?

Time Reaper: Sim, eu lhe chamei, Cthulhu! Eu respondi ao seu chamado, agora cumpra com o seu propósito! Agora! *no mar dali invoca um enorme monstro*

Iris: ...Espero que tenha algo melhor pra te proteger.

Cthulhu: *falando telepaticamente* Como desejar. *voava milhares de vezes mais rápido que a velocidade da luz a até a cidade e então lançava magia destruindo sempre boa parte daquela cidade*

Iris: ... *olhando para trás* ...(O quê...?)

Em outro local

Time Reaper: Madou Shiranui, me passe o relatório.

Madou: Mesmo depois de unirmos os 3 mundos em um, ainda há resquícios temporais existentes nessas épocas.

Time Reaper: Isso era previsível, Madou. Seres que manipulam o tempo e espaço estão atrapalhando nosso trabalho, porém só estão atrasando o inevitável.

Madou: Qual a nossa investida para esse incômodo?

Time Reaper: Isso! *batendo com um cajado no chão e então surgiam pessoas atrás dele*

37b2df194b914bff94ae23aa50af2662 th

Madou: Quem são essas pessoas? Humanos?

Time Reaper: Cthulhu capturou seres de outros universos e alterou suas mentes, fazendo com que eles lhe sigam cegamente. Nenhum desses seres são humanos, pelo contrário, alguns sofrem pela praga da humanidade e nós lhe daremos um lar no novo mundo que será criado. Vou chamá-los de Seguidores de Cthulhu.

Em um Lugar da cidade que ainda não foi detonada pelo Cthulhu haviam dois guerreiros um era Ken Honoaru e Maria Shokkume, eles estavam evacuando a cidade quando um ser surgiu.

Triform: Querendo fugir da cidade? Hehehehe *anda até eles*

Ken: *suado, olhava para o sujeito* Maria, eu disse que não deveria vir aqui.

Maria: *chuta as costas de um cara que estava correndo devagar* CORRE LOGO, INFERNO!! *se vira* Ah?

Triform: Presumo que são os últimos guerreiros vivos. Hehehe, não por muito tempo! *seu corpo começa a mudar e se dividir*

Ken: *dispara uma rajada de energia destrutiva em seu rosto no meio da fala* O OP Mode ligado a um bom tempo desgastava bastante suas energias.

Maria: *ficava atenta à situação* Últimos...? (Ah não, eu duvido que todos foram pegos naquela porcaria.)

Triform: *ao ver aquela energia vindo em sua direção, rapidamente de dividia em 3 escapando daquele ataque*

Triform 1: Vai morrer por isso, palhaço! *o primeiro Triform mudava de aparência de azul e Plácido para a forma de Ken* Hehehe.

Triform 2: *se transforma na adversária passada uma garota de cabelos castanhos com duas tranças*

Triform 3: *se transformava em um garoto loiro de cabelo arrepiado*

Ken: *disparava para ele sempre que falava uma palavra*

Maria: *confusa*

Kenform: *disparava a mesma energia que Ken usou para colidir* Deixa eu falar caraio!

Julianeform: Esquenta não, isso já é saudades. *corre para a direção de Maria, lançando desfecho de luz em Maria* Não se preocupe, você sabe que ela é fraca mas eu sou mais forte que a original!

Gonanform: Ah! Nem queria essa forma! Que seja...vou eliminar vocês bem fácil! *pega sua espada* Hehehe.

Maria: *desvia* Mais forte? *ri, então gera seu Thunder Chain*

Ken: *dispara sem dar sinal na 'Juliane", cruzando os braços e disparando em 'Ken' e 'Gonan', então correndo para o lado de Maria*

Kenform: *corria para o lado indo na direção de Gonanform* Qual é, só tem esse attack? Que cara infeliz... *lançando nele rajada de energia também*

Julianeform: *tenta chegar perto de Maria e então dá uma esquiva para o lado com a esperança da rajada de Ken acerta em Maria* Dra.MA II!! *lança várias flechas em Maria rapidamente*

Gonanform: Hmm, não sei... *levanta e lança uma rajada sombria para colidir com o ataque* Imitar os poderes do Rei será que isso dá penalidade?

Kenform: Para de brincar seu idiota! Luta a sério!

Gonanform: Iih! Os pensamentos dele é confuso, ele pensa em tudo e não leva nada a sério...que irritante. *aponta a espada para Ken e lança uma rajada através de sua espada*

Maria: *enrolava o chicote em seu joelho enquanto desviava, avançando nela com um soco no rosto quando abria a boca* KONOOOOOOOO!!

Ken: *desviava em pequeninos saltos para os lados, disparando em Gonan enquanto pousava, carregando energia na palma de sua mão logo após* (Cálculos simples e previsíveis, mas está escondendo algo.) Maria, vê se não faz besteira!

Julianeform: !! *era impedida de andar por causa do chicote e levava uma rajada bem forte* Aaah!! *quando Maria seguia na direção de Juliane ela acumulava a energia em apenas uma mão a espera da Maria chegar perto e então ao dar um leve sorriso* Dra.MA I! *fazia uma barreira que girava 50 graus para acerta Maria* 

Kenform: *copiando o ataque* Parece ser poderoso!

Gonanform: Rumpf. *corria em direção de Ken lançando sua espada nele*

Ken: *desvia do golpe, pegando a espada no ar com a mão livre, fluindo com energia para sobrepor o momento, apontava a carga para 'Ken'*

Maria: (Vá pra merda!) *deslizava no chão, passando pelas pernas dela como um jogador derrubando o outro com um carrinho*

Kenform: *carregava a energia e com a outra mão disparava nele*

Gonanform: Hey! Minha espada! Kage no Akuma no HoKo!! *lança uma rajada de energia obscura pela boca em direção de Ken*

Julianeform: ! *caía no chão, mas logo se levantava com um pulo lançando rajadas de luz nela*

Ken: Tch... *joga a espada para o alto e usa o Burst para subir até ela, desviando de ambos os ataques*

Maria: *se virava deslizando, puxando bem o chicote para si, a impossibilitando de se levantar. Levantava, segurando com as 2 mãos*

Julianeform: Gah! Me solta! *lança umas flechas n chicote para cortá-lo*

Gonanform: *ia na direção dele* Você é bem chato.

Kenform: Nem diga, tem dias que eu nem me aguento. *ainda carregando e indo a direção dele*

Ken: SHADY CANNON!!! *disparando contra 'Ken' seu tiro super carregado*

Maria: *corria na direção dela, formando outro enquanto o antigo se desfazia* VEM!

Kenform: Shady Cannon!!! *disparava contra Ken seu tiro super carregado*

Gonanform: Sabe o melhor de mim? É que não preciso me transformar para usar meus poderes! *lançava 2 super esferas sombrias em Ken do outro lado*

Ken: *caindo, jogava a espada na direção da segunda esfera, disparando nela. Usava o Burst para baixo, pousando de forma segura*

Julianeform: Agora mesmo! *falava isso após levar e ia na direção dela. carregando algo* 

Kenform: *dava um pulo e uma voador*

Gonanform: Pensando bem, seria legal se eu pudesse voar... *ao se esquivar ele tropeçava e caia no chão* !!

Maria: Não vai funcionar! *prendia o chicote em seu antebraço e puxava para o chão, dando um longo salto*

Ken: Goodbye! *disparava uma grande rajada em 'Ken' enquanto no ar*

Kenform: !!! *era acertado*

Gonanform: Já era mesmo? Hmm...há! *engatinha até sua espada e ao pegar se levantava, ia na direção de Kenform para cortá-la ao meio*

Julianeform: *pulava para o lado para escapar do chicote então dava um impulso para frente e um soco em seu rosto*

Ken: Parado aí. *apontava para 'Gonan', concentrando energia*

Maria: *o enrolava em seu braço e abria caminho, a puxando para o chão na direção onde ia* Haah! Vai nessa!

Gonanform: *parando* Espera! Por que pediu para eu parar? Vai arrumar alguma desculpa? Resolveu querer fugir, medroso! *dá língua para ele* 

Ken: ... (Ele está confuso?) Eu disse para parar. Se der um passo eu disparo. Não importa se desviar, vai ficar na mira perfeita para um próximo disparo. 

Julianeform: *ia para o chão* Isso é muito Irritante sabia!? *tentava puxar o chicote para ela*

Maria: *corria até ela e pisava sobre suas costas enquanto dava uma carga leve de eletricidade em seu corpo pelo seu braço. Quietinha, acabou pra você!

Gonanform: Acha que tenho medo de ameaças!? Eu sou Gon....quer dizer Triform o lutador perfeito! *ao crusar os braços, apontava para sua própria cabeça* Hehe!

Ken: *parava de concentrar energia* Que bom que eu não te conheço. Shady...

Julianeform: Haaaah!! Ok! Não tenho escolha..OP Mode!!!! *seu corpo começava a brilhar* Grr.....

Maria: *descarregando uma corrente não-letal, mas dolorosa de eletricidade sobre seu corpo* Ahá, você pode imitar a Juliane, mas é estúpida demais pra ser ela! *pressionava suas costas com seu pé* O que vai fazer agora, heeein?

Julianeform: !! *observa a sua frente com dor* Esqueceu o que falei? Eu sou a Juliane, muito melhor do que a Original! Eu vou te mostrar isso matando você também! *olha para a Maria* É o mínimo que posso fazer por você! *faz uma força nos braços para jogá-la para frente*

Gonanform: As coisas estão difíceis para minha parceira. *ao olhar rapidinho para "Juliane" e depois volta a olhar para Ken* Hey Ken, por que ainda luta? Seu mundo vai ser destruído assim como o meu foi, se não for por mim vai ser pelo Cthulhu e eu falo, Cthulhu não é um Gonan! Ou seja, ele não vai brincar com você. Ele só vai destruir tudo que tiver vida!

Maria: *puxava um pouco o chicote, que além da carga começava a espremer o braço dela*

Ken: *dispara contra ele após terminar de falar* Não importa se não tem esperança. Eu vou fazer meu dever enquanto ainda estiver aqui.

Gonanform: *usava sua velocidade* (Da última forma) *para sair de seu ataque quase imediatamente que tacava uma espada em direção a Maria. A espada ia bem rápido com chamas negras apontado para ela e então disparava uma Shadow Ball em Ken*

Julianeform: Aaaah!! *observava a espada vindo em direção a Maria* !!!

Ken: *apontava as 2 mãos, disparando várias rajadas contra ele* Não vai sair daqui!

Maria: !! *saltava para trás, sem parar a carga elétrica sobre ela. Colocava a mão no peito, perplexa* O _O

Julianeform: *levantava levando a carga então suas mãos começava a brilhar* Dragon madnees II! *juntava com a outra mão e lançava várias flechas de luz em Maria*

Gonanform: *ao tentar escapar era acertado por uma e caía* Gua!

Maria: *ficava com uma expressão de estresse* Chega. *descarregava uma voltagem extremamente perigosa, mas não necessariamente letal para o corpo humano, quando ela demonstrava conseguir se levantar*

Ken: *disparava várias veles nele no solo* Eu não me importo.

Gonanform: *desaparecia*

Julianeform: *ao perceber que não vai conseguir mandar o ataque, usa rapidamente um brilho dourado* Dragon Madnees I! *criando e refletindo rapidamente o ataque*

O chicote se desfazia.

Maria: ...!? Ah...não vai funcionar... *refazia ele e jogava por cima da barreira, depois o mandava para trás, a se amarrar nela pelo pescoço*

Julianeform: *antes dela tentar amarrar o pescoço de Juliane ela dava um dash para trás lançando Dragon Madness II, tanto nela quando no seu chicote para cortá-los*

Maria: *morfava em uma esfera rosa que desaparecia por um segundo e reaparecia novamente, quando o ataque já havia passado, morfando de volta para sua forma normal* ...N-Não importa...a este ponto você já deve estar nos seus limites, de qualquer forma!

Julianeform: Ainda me subestimando!? Eu sou feita de líquido revivido com pura energia! Você acha mesmo que isso vai me cansar!? *tentava moldar sua luz para um chicote também e então lançava nela para prendê-la*

Maria: *dava um salto giratório para o lado, então corria em sua direção*

Ken: *disparava em 'Juliane' sem se virar, então caminhava até onde deveria estar o corpo de 'Gonan'*

Julianeform: *dava 3 Pulinhos para trás* Resolveu Lutar comigo corpo a corpo agora? Hehe! *seu corpo  se dividia de novo dando vida mais uma vez a "Gonan" e 'Ken"*

Maria: (!??) KEEEEEEEEEN!! *morfava na mesma esfera, que desaparecia, reaparecendo bem alto no céu*

Ken: *se virava* Hm?

Kenform: Não vou brincar mais! OP Mode!!!

Gonanform: Engraçado, eu baixei a guarda...mas isso não vai acontecer de novo!!! *se transformava na segunda transformação criando asas e logo voando em direção de Maria*

Maria: *após se formar, levantava um braço para o alto, com a palma aberta*

Ken: *disparava uma vez em cada um, concentrando então uma esfera branca de energia na mão enquanto caminhava de volta para eles*

Gonanform: *lançava a espada na direção da esfera que ia na direção dele para cortar ao meio e continuava a voar na direção dela e logo* Shadow Crusher!! *lançava várias rajadas teleguiadas em Maria bem rápido*

Kenform: *ficava a frente de Julianeform e lançava duas esferas de volta para colidir*

Julianeform: *imediatamente lançava rajadas de luz em forma de espinhos em Ken*

Ken: *rolava para o lado, depois dava 2 saltos para o lado, disparando nos 3 novamente*

Maria: D-Deixa pra lá... *abaixava o braço se morfando na esfera novamente que aparecia instantaneamente atrás de 'Ken'* Voltava à forma normal.

Kenform: Precisamos de um plano para acabar com eles.

Julianeform: Eles estão quase sem energia, logo, logo eles vai cair! *manda o Gonan e o Ken para linha de frente*

Gonanform: *voava na direção deles lançando Shadow ball*

Kenform: *corria na direção deles lançando energias*

Maria: *segurava 'Ken' pela camisa* FODA-SE!! *descarregava uma carga letal de milhares de volts, soltando seu corpo pouco após*

Ken: Haaah... *lançava inúmeras rajadas de energia o mais rápido que podia jogar seus braços para frente em 'Gonan'*

Dentre as rajadas, lançava o New Moon Blast, que estava carregando. As nuvens no céu subitamente estavam carregadas.

Kenform: *ao levar a rajada seu corpo foi sumindo*

Gonanform: *tentava escapar e as que não conseguia cortava com sua espada e então lançava a espada nele*

Ao tentar cortar uma rajada de energia a mesma explodia nele.

Maria: *levantava a mão para o alto no meio tempo*

O céu se concentrava novamente, agora mais rápido.

Gonanform: *ao explodir, sumia*

Julianeform: Vocês deveriam ser mais resistentes...que seja... *Mais uma vez dividia seu corpo para Ken e Gonan surge mais uma vez*

As nuvns começava a gerar vários trovões.

Ken: *gritava* Nem pense em...

Maria: *gritava de volta* Já estou fazendo!!!

Julianeform: Tss! *antes de ser acertada, lançava o Dragon Madnees II em Maria*

Gonanform: *lançava o rugido em Maria*

Kenform: *lançava duas esferas em Maria*

E então os 3 era acertados.

Maria: Merda. *morfava-se novamente em uma esfera, que aparecia em cima de destroços de um prédio bem próximos, se reformando* (Não me acertem aqui, pelo amor!)

Ken: *disparava dezenas de rajadas nos 3 neste meio tempo* NÃO SAIAM DAÍ!!

Julianeform: *fazia a esfera dourada em 369 graus para proteger todos ali*

Gonanform: Hehehehehe. *corria bem rápido na direção de Ken e lançando sua espada*

Kenform: *corria para o outro lado e lançando esferas em Ken*

Julianeform: *corria na direção aonde Maria está e lançando esferas de luz*

Um relâmpago caía na mão de Maria.

Maria: *fecha a mão, estremecendo* ...Oh droga... *desviava assim que podia para os lados* Mas enche o saco, viu?...Argh... *levantava a outra mão*

Ken: *concentrava-se bem, disparando com precisão em todos os projéteis que iam em sua direção e cada um dos 3 ao mesmo tempo, com o máximo de velocidade que podia* HAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!

Gonanform: *aproveitava aquela oportunidade para dar um soco nele*

Kenform: *aproveitava essa oportunidade para dá uma rasteira nele*

Julianeform: O que pensa que vai fazer? Acha que vai funcionar?

Não só uma, mas várias rajadas atingiam em 'Gonan' e 'Ken', que não desviavam. Rajadas se aproximavam de 'Juliane' à distância.

Ken: *dava um salto para trás, disparando mais e mais*

Maria: Beleza...

Outro raio caía na outra mão de Maria.

Maria: *estremecia novamente, então juntava ambas as mãos na frente do corpo, que faiscavam violentamente com uma grande massa elétrica rosa*

Gonan e Ken Desapareciam de novo.

Julianeform: *olhava sério para Maria* Eu não gosto de você Maria! *concentrava energia de sua mão enquanto a esfera chegava bem próximo ela desviava deles ainda carregando a energia e olhando para Maria sem desviar o olhar*

Maria: *saltava dos destroços, que não eram altos, então corria até ela* Vamos láááá!!!

Ken: *ofegante* Tch...

Disparava algumas vezes em 'Juliane', então começava a correr o mais rápido que podia pra longe dali. O céu começava a se normalizar.

Julianeform: *ignorava os disparos que estavam indo em sua direção e corria até a Maria com os poderes carregando* Último golpe! Quem acerta vence!

Os tiros que passavam direto explodiam destroços mais à frente.

Maria: *se aproximava prestando atenção em cada movimento dela. Começava a levantar os braços juntos, como um "golpe de martelo."*

Julianeform: *fazia uma Kusarigana de luz* Hya!

Maria: *mergulhava no chão, se segurando de mal jeito com as mãos abertas e juntas, plantando bananeira* USERO!! *fazia um glifo circular gigantesco que se expandia de suas mãos até um diâmetro de quase um quarto de um quilômetro, brilhando com a cor rosa em suas linhas*

Julianeform: *esticava seu Kusarigana de luz o máximo possível para acerta-la* Hei!!

Maria: ELECTRIC FIE--

Por todo o glifo se formava uma cúpula de carga eletromagnética, afetando tudo que estava dentro, exceto a própria Maria.

Maria: ... (Eu nunca consigo completar a frase...)

Julianeform: *ao ser acertada lançava a Kusarigana em Maria* Ggggggghhhh!

O golpe imobilizava cada átomo de seu corpo instantaneamente, com a carga inimaginável tirando de si sua vida em uma fração de segundo através da própria instabilidade elétrica de seu corpo. O mesmo se aplicava ao golpe de energia.

Julianeform: *ia desaparecendo*

O golpe se mantinha por alguns segundos, até desaparecer em um instante.

Maria: *caía de costas no chão, voltando pra forma normal instantaneamente* Kaah...

Após o corpo desaparecer por completo e o ataque cessar começava a chover.

Ken: *voltava correndo*

Maria: Puta que pariu... *fechava os olhos, mal respirando direito de tanta falta de ar*

Os monstros continuavam a destruir a Cidade, Cthulhu com um atack destruiu tudo em 400 metros de distância com esse atack Beatrice, Fuyuki e Iris foram acertadas. após o atack oque dava para ver era apenas uma enorme cratera no início da Cidade. Maria e Ken continuavam descansando após derrotar Triform, Mesmo Triform dizendo que matou a Juliane o paradeiro dela continuava desaparecido já Kyo e Yuno foram procura sobreviventes proximo da cratera que Cthulhu haviam feito Black foi atrás de Juliane. Logo Alguns minutos de busca Yuno e Kyo não encontravam nada além de prédios arruinados.. do alto um ser os observava e então ele descia até eles.

Red Arremer

Kyo: *cheio de poeira, olha pro alto*...Ah...qual é, a gente já tinha ficado um bom tempo sem esses caralho.

Yuno: *se aproxima dele, por trás. Estava com a roupa um pouco menos surrada*... Acha que conseguimos continuar?

Red Arremer: *pousava no chão a frente de ambos* Gyaaa gaaa!!

Kyo: Ei, eu conheço você, é aquele gárgula viado que é apelão pra desgraça no Crossover da Cap e da SNK. Aí é pica, né. *cruza os braços*

Yuno: ...Devemos...correr?

Red Arremer: Haa hyaa!

Kyo: *olha pra ela* Precisa não...eu ainda tenho gás.

Red Arremer amostrando a bunda

Kyo: Tá chamando pra briga, deixa comigo. *caminha até ele, e liga o OP Mode*

Yuno: *se afasta um pouco paralisada*

Red Arremer: *saia um pouco do chão e então avançava para cima de Kyo com as garras apontado pra ele*

Kyo: *aponta 2 dedos pra ele e lança um jato de alta pressão em seu rosto*

Red Arremer: *lançava vários seres de sua boca para anular o jato enquanto batia as asas para cima e lançava uma rajada explosiva em Kyo*

Kyo: Okaaay... *esticava o braço para trás, depois o jogava para frente, lançando uma onda que vinha por trás de si, mas se abria para não acertar a si mesmo e se unia de novo depois de passar por ele*

Red Arremer: *voava para trás sempre subindo e então lançava uma rajada em ambos*

Kyo: ...Namoral? *começava a correr na direção dele, um caminho de água começava a se formar um pouco à frente, e ia se congelando rapidamente*

Gêiseres de água surgem interceptando o fogo.

Red Arremer: *criava dois braços  de monstros flutuar para cima de Kyo e um zumbi indo em sua direção e rapidamente lançava 4 seres de sua boca e segundos depois lançando rajadas nele e rajadas no chão próximo dele*

Kyo: *lança um míssil de água pressurizada direto nele enquanto salta o zumbi, então escala o caminho de gelo enquanto forma uma crosta de gelo em seu punho* GALACTICA PHANTOOOOOOOOOM!!!

Red Arremer: *era acertado, dando vários rodopios antes de chegar ao chão ele respirava fundo e lançava uma grande bola de fogo em Kyo*

Kyo: *lança uma parede espessa de água sobre seu golpe, saltava, caindo socando seu rosto com a manopla de gelo contra o chão* OSHEEEEEEEEEEE!!

Red Arremer: *se defendia enquanto caia dava com Kyo dava alguns chutes nele*

Kyo: *se recupera se segurando com um braço no chão, depois pousando* Pooorra, tá vivo, bicho?

Estende os braços para os lados e faz um movimento espiral com água nas mãos, formando um espelho de água no ar.

Red Arremer: *tentava agarra ele para mordê-lo*

Kyo: *dá uns saltos pra trás, trazendo o espelho consigo a flutuar. Juntava-o como uma bola de água do lado do corpo* PULSING...TORPEDO!! *lança um grande e extremamente veloz jato de pressão extraordinária, ao ponto de gerar um forte deslocamento de ar nos arredores*

Red Arremer: *era acertado* Iaaaargh!!!? *era jogado para o chão violentamente*

Kyo: Se essa porra não tiver destroçado teus ossos, PAU NO MEU CU! E...hey. *olha pra Yuno* Eu não gritei Shinkku Hadouken dessa vez.

Yuno: *u*

Um desfecho de luz passava por eles bem rápido e nos destroços dali aonde essa luz passou podia-se ouvir alguém tentando falar mais baixo.

Kyo: ...?

Yuno: *olha para o ponto*

Alguém pedia ajuda aos poucos a voz dele ia aumentando.

Kyo: Aparece então.

Yuno: ... *lança um Press Beam nos destroços que cobriam a fonte da voz*

Os destroços se quebravam e então revelava uma pessoa que estava abaixo dela. 

---: *tossia enquanto tentava se levantar mais não tinha forças para tal coisa*

Kyo: *se aproxima* Ih é.

Yuno: *claramente aborrecida*

---: *olhava para Kyo e tossia* Tô mal aqui, me dê uma mãozinha?

Kyo: *olha pra Yuno*

Yuno: *olha aborrecida para ele, então tira a pessoa do chão com uma corrente de ar constante*

---: *era levantado com a ajuda da corrente de ar* Mais hein?

Yuno: *deixava ele em pé e mantinha*

Kyo: Pode falar aí. *coloca as mãos nos bolsos*

Eros: Achei que já estava morto, fiquei aqui por quase 2 horas, meu nome é Eros.

Kyo: Tá, e o que tem contigo? A galera passou varrendo geral que ainda tava vivo, me justifique sua presença aqui. *faz um cristal de gelo na ponta do dedo, então o evapora instantaneamente*

Eros: Cara eu não sei não, tudo que sei é que houve uma explosão e o prédio desabou nem sei como consegui sobreviver por duas horas soterrado até jurei em ter visto estrelas luzes e uma linda garota.

Kyo: Deve ter viajado legal. *estrala os dedos das 2 mãos* Vem com a gente.

Eros: Tudo bem... *observava ambos* O que está acontecendo?

Kyo: Mais tretas com portais. *se vira e caminha*

Yuno: *para de agir com a ventania no corpo dele*

Eros: Aí cara, se eu soubesse que isso iria acontecer, teria me preparado mais. *andava com dificuldades*

Yuno: *segue atrás de Eros* ...Vai ficar tudo bem.

Eros: Que loucura... 

Em outro lugar, numa fábrica que não estava em funcionamento havia uma garota totalmente ferida e sozinha. No lado de fora podia-se ouvir barulhos de explosões algumas vezes.

Juliane: *sem sua blusa branca e com as vestes um pouco rasgada e sujas, descansava apoiada num encontro de paredes. Estava sem energias, mas não aparentava cansada, apenas machucada*

Uma luz branca passava por ali seguia para o canto da Sala e desaparecia e logo ela ouvia um barulho bem alto para a entrada da fábrica.

Juliane: ...? *mexia um pouco as pernas. Estava meio deitada, apoiada com um braço ao chão*

Uma eletricidade passava rapidamente por todos os lugares até chegar nela e então essa eletricidade criava forma de uma garota muito branca de cabelos rosa.

Juliane: *se assusta, se levantando correndo*

Ao ficar completa pudia se ver seu cabelo trançado de cor rosa ficando grande (Até a poupa) e seus olhos grandes azuis com faíscas de eletricidade ocorrendo nele ela tinha 1 e 63 e mantinha um sorrisinho em seu rosto ao olhar para Juliane.

Garota: ...*bota as duas mãos fechadas em sua cintura* Está com medo? Pelo visto está mesmo precisando de minha ajuda.

Juliane: *entra em pose de luta* ...Seja quem for...ande logo com isso!

Garota: Não estou aqui para lutar com você. *vira de costas para ela* Estou aqui para ajudá-la, uma amiga me pediu esse favor. *vira para ela de novo olhando bem nos seus olhos*

Juliane: *abaixa um pouco o olhar*...O que pretende fazer?

Garota: Primeiramente salvar os Multiversos e depois restaurar a ordem do tempo e espaço. *mexe em seu cabelo* Isso vai me dar um trabalho...*suspira* Me chamo Aki! Juliane, precisamos nos reunir com o seu grupo com todos eles.

Juliane: ...Não sei como estão.

Aki: *se aproxima de Juliane e botava a mão no meio de seu peito e liberava uma pequena descarga elétrica aumentando as energias de Juliane* Isso deve bastar.

Juliane: *se assusta, mas se alivia após* ...

Aki: Vou levá-la para outro local mais seguro. *estende a mão para ela*

Juliane: ...?

Aki: Não temos o tempo todo! Segure a minha mão.

Juliane: ...Hai. *segura a mão dela*

Ambos saiam dali como desfecho de eletricidade. 3 Minutos depois elas apareciam em um local completamente fechado e cheio de livros ali parecia ser uma sala então ambas tomavam suas formas novamente.

Aki: Aqui com certeza é o lugar mais seguro desse planeta.

Juliane: ...?

Aki: Escute bem! *aponta para ela séria* Eu quero que você fique aqui até eu voltar com seus amigos ouviu!?

Juliane: ...Para onde eu iria, de qualquer forma?

Aki: Vocês humanos gostam muito de desobedecer, vocês sentem o prazer disso se acham superiores. *se vira pra ela e cruza os braços* Rumpf.

Juliane: ...Poxinha.

Aki: Juro que se não fosse pelo Multiverso ou se fosse o Cthulhu, eu não faria esse favor. Agora fique aí! seu corpo virava um desfecho e logo ela partia dali*

Aonde Black está, havia 3 monstros para enfrentá-lo um era um dragão vermelho de fogo o outro era uma tartaruga azul de água e o último era um Sapo verde de grama.

Black: *com o OP Mode ligado, com as mãos nos bolsos da jaqueta de couro surrada* ...Venham, então.

Dragão: *usava a Flamethrower*

Sapo: *usava o Razor Leaf*

Tartaruga: *usava o Hydro Cannon*

Black: *lançava um projétil invisível nos golpes, então os arremessando em velocidade supersônica para o céu*

Um círculo azul começava a se formar em baixo de cada um.

Dragão: *aproveitava e usava o Fly em Black*

Sapo: *usava o Vine Whip*

Tartaruga: *descia com o Waterfall*

Black: *lançava projéteis invisíveis  em abundância, lançando todos de volta, inclusive seus golpes, para o céu com velocidade reduzida*

Os círculos desapareciam rapidamente.

Dragão: *ao ser acertado rapidamente usava speed sua velocidade aumentava e então usava o fire Spin em Black ao descer bem rápido*

Sapo: *usava o Poison em Black e depois o Vine Whip para descer até o chão*

Tartaruga: *fazia de novo com Waterfall e depois usava surf em Black*

Black: *ofegante, se concentra*

Um trilho de esferas coloridas se formava no ar diretamente pra cima, levando até Black. As esferas desviavam através da atração tudo que passava ali próximo.

Tartaruga: *usava o Water Pulse para confundí-lo

Sapo: *usava Poison para envenenar*

Dragão: *usava o Speed para aumentar mais sua velocidade*

Os golpes continuavam sendo desviados.

Black: *se afastava com alguns saltinhos para criar distância do dragão laranja*

Dragão: *usava mais uma vez o Flamethrower em sequência de Fire Spin para por Burn nele e aumentar sua velocidade ainda mais*

Tartaruga: *atirava nele com a Hydro Cannon*

Black: *escalava e se escondia atrás de uma grande placa de rocha presa verticalmente no chão*

As esferas continuavam a atuar.

Dragão: *usava Flamethrower em todo o lugar queimando tudo*

Sapo: *usava Razor Leaf para cortar tudo que pudia*

Black: *passava correndo de destroço em destroço, se escondendo sempre*

As esferas desapareciam. Outras esferas se formavam próximo de onde ele estava, atraindo os golpes.

Tartaruga: *usava o Rain Dance e então imediatamente usava Surf para inundar tudo*

Black: *Escala um destroço, então saltava e usava 2 esferas criadas na hora para se impulsionar para cima do teto de uma casa destruída bastante alta.*

As 2 desapareciam, mas as outras 2 no caminho permaneciam ali.

Dragão: *voava na direção dele bem rápido para dar um Headbutt*

Tartaruga: *apontava suas bazucas na direção de ambos preparando tiro#

Black: *o segurava no ar o cercando com esferas gravitacionais, o suor escorrendo começava a ficar evidente*

Sapo: *usava o folha navalha para tentar acertá-lo por trás enquanto está distraído com o Dragão*

Black: Huh...! *se assusta e se abaixa, deixando com que o golpe fosse direto na direção do dragão de fogo* ...Iye. *bate na superfície com o punho. Começa a concentrar energia*

Dragão: *usava o Flamethrower nas navalha e então se afastava* 

Tartaruga: *lançava o Water Jet em Black*

As esferas gravitacionais impediam o movimento além de bater suas asas no local.

Black: ... (Vamos ver como é ser acertado pelo próprio companheiro, babaca) *começa a concentrar gravitacional no corpo* Quer saber...? Eu não ligo mais.

Sapo: *usava o Vine Whip no Water Jet da Tartaruga para cancelar seu attack e então disparava Poison em Black*

Black: *formava uma esfera no ar que desvia o golpe* ...Infeeerno... *continua a concentrar energia. Seus arredores mais próximos começam a perder o efeito da gravidade, apesar de sutil*

Sapo: *se dirigia bem rápido na direção de Black ficando alguns metros de distância do lado esquerdo dele*

Tartaruga: *apontava as bazucas para ele e se dirigia para próximo do lado direito de Black*

Dragão: *tentava sair dali disparando Flamethrower*

Black: *direcionava o veneno para o sapo*

Dragão: *parava as chamas e direcionava para a tartaruga. Descia lentamente para atrás do monte enquanto concentrava energia*

Sapo: *levava o veneno mais não parecia sentir nada*

Tartaruga: *disparava Hydro Cannon nas chamas fazendo apagar e o resto ir na direção de Black*

Black: *deslizava para descer mais rápido. Se abaixava e concentrava enquanto a energia se acumulava*

As esferas gravitacionais em volta do dragão não se desfaziam.

Dragão: *ficava completamente irritado e continuava a dispara Flamethrower por todo os lados* 

Sapo: *tentava pegar ele com o Vine Whip e batê-lo*

Black: *abria os olhos e olhava pro lado cercava os chicotes/folhas em um espiral, contorcendo eles ao limite*

Sapo: *voltava com os chicote navalha*

Tartaruga: *pulava e rodava sua casca bem rápido, se dirigindo para Black*

Os chicotes não podiam se mover por causa das esferas gravitacionais.

Black: *rola pro lado e avança um pouco, então tenta manipular os chicotes até ele*

Tartaruga: *continuava a seguir ele com força total*

Black: *cerca também com algumas esferas, e cuidadosamente envolve-a com os chicotes já maltratados, suava muito, contando com uma respiração ofegante*

Dragão: *tentava sair de todos os jeitos e usava Flamethrower mais parece estar bastante cansado quase desistindo*

Sapo: *tentava se puxar em vão e atirava os Razor Leaf*

Black: *concentrava energia, protegido pela tartaruga em sua frente, mas tenso*

Tartaruga: *voltava ao normal tentando se soltar*

Sapo: *tentava soltar a Tartaruga*

Black: *começava a sentir seus músculos lhe implorando para que parasse, mas continuava, enquanto se afastava um pouco e terminava de concentrar energia. Seu corpo ficava coberto de uma fina corrente de energia do mais profundo preto*

Tartaruga: *morava suas bazucas nele e carregava o tiro*

Sapo: *ficava sem forças então aos poucos desistia de puxa*

Dragão: *já permanecia caído sem força alguma*

Black: *virava o corpo da tartaruga controlando os chicotes* ...Argh... *fazia um caminho de esferas para trás de si, então saltava e as usava para se afastar bastante*

Tartaruga: !? *ficava confuso enquando virava para ele de novo#

Black: *Pousava a uma boa distância dali, então corria até uma casa destruída, cuja parede estava aberta.*

As esferas se desfaziam aos poucos.

Tartaruga: *atirava para a esquerda e para frente por ficar confuso*

Black: *adentrava o local*

Tartaruga: *ainda um pouco tonto tentava se dirigir para onde Black foi8

Um desfecho de raio passava pela tartaruga e se dirigia para aonde Black havia entrado.

Black: *esperava sentado, olhando para a "entrada"*

Da entrada mesmo esse desfecho de eletricidade aparecia.

Tartaruga: *gritava enquanto ainda se dirigia para o local, furioso usava  surf não só para adentra na casa mais também para inundar tudo*

Black: *aponta a mão para a entrada, tudo que estava ali no momento se estaciona no ar. A energia que cobria seu corpo se concentrava em sua mão e sumia*

Tartaruga: *após a água parar a tartaruga adentra mais sempre o procurando com suas bazucas apontadas*

Ao se aproximar, também era afetada. Não perdia seus sentidos, mas tudo paralisava.

Tartaruga: *ficava paralisado* ...

O desfecho de eletricidade emfim passa por ali e fica um pouco a frente de Black. 

Aki: *esse desfecho ia se transformando em uma garota, mas essa garota estava encharcada* Não precisava tomar um banho... *olhava para a Tartaruga* Sinceramente estava apostando que você não sairia vivo dessa... *olha para ele de novo* Black.

Por estar na entrada no momento do movimento, também sofria o mesmo que a tartaruga, o que automaticamente invalidava a sequência.

Black: *se levanta devagar, abaixando o braço* ...Os outros 2 não vão, vir?...*esperava por alguns segundos nervoso e ofegante, até que retoma sua postura*

Todo o campo paralisado no espaço subitamente começa a "rachar", revelando uma fraca luz branca nas "rachaduras". Era como se o próprio espaço estivesse rachando como vidro. Isso incluía a figura de eletricidade e a tartaruga, até mesmo a água. As rachaduras começavam a se acentuar, focando mais especificamente no centro do campo paralisado.

Black: *suspirava, então focava os olhos naquele ponto*

Do centro, a luz se expandia, mas logo era engolida, revelando um pequeno buraco negro que começava a sugar absolutamente tudo ali. O solo, as estruturas, principalmente o que estava rachado.

Black: *suava bastante, apesar de não aparentar fazer esforço físico. Seus cabelos e roupa balançavam com a atração, mas ele não era afetado pela gravidade, se ajoelha* ... (Eu realmente estou tão fraco assim?)

O buraco negro vai sugando mais e mais coisas, que aparentemente desapareciam após chegar em seu centro.

Black: *fecha os olhos* HAAAAAAAAAAAAAAAARRRRRRGH!!

O buraco negro é comprimido mais e mais, de repente. De repente, o buraco negro se fecha, e o espaço volta ao normal. Tudo que foi sugado não estava mais ali.

Black: *perde a forma imediatamente, então cai no chão*

Black podia ver dois feixes juntos um era feixe de luz e o outro era de eletricidade. Mais logo o de luz desaparecia enquanto o de eletricidade virava uma garota.

???: ... *pegava a blusa dele é a levantava*

Black: ... (?)

???: Pensou mesmo em me mandar para longe!?

Black: ... (De quem...é essa voz?)

Aki: Mortais.... *apertava a blusa dele* Vamos.

Ambos viravam feixe de eletricidade e teleportava em grandes velocidade até a tal base aonde Juliane estava esperando.

Aki: *ao chegar lá em alguns tempos em feche mesmo ela ia até aonde Juliane estava, ambos se transformavam em suas formas originais então jogava Black no chão*

Juliane: *esperava em um canto com as mãos atrás do corpo* ... ? *piscava bastante*

Black: ... (O...quê?)

Aki: *se ajoelhava com os dois dedos de cada mão em sua testa* Guh....

Juliane: *se aproxima, preocupada* ...Huh?

Aki: *se levantava com a mão no mesmo lugar e de olhos fechados* Eles estão agindo...não temos muito tempo...logo tudo se tornará um. *ficava muda por uns segundos* Entendi, vai para 1403, contamos com você. *tirava as mãos de sua testa e abria os olhos8 Só preciso de mais dois de vocês, Maria e Ken.

Juliane: ...Eles ainda estão bem...?

Aki: *suspira* Por pouco tempo. *mexe em seu cabelo  e então fica determinada logo seus olhos criam faísca de eletricidade* Graças a mim todos vocês ficaram bem por mais tempo!

Juliane: ... Huh. *piscava algumas vezes, então subitamente sorria* Hai! Boa sorte!

Aki: Estarei aqui logo com eles se nenhum deles não tentar me matar também. *mais uma vez vira um feixe de luz e se teleportava*

Juliane: Huh...? *sorria torto*

Aonde Ken e Maria estão haviam 20 monstros os cercando.

Maria: Olha, mais bichos... (Eu não aguento maaaaaais @---@) *com o OP Mode ativado*

Ken: ...A gente acabou de lidar com tantos... *se levanta e liga o OP Mode*

A frente havia 5 monstros com espada no ar havia 8 atrás, dos de espada haviam 3 com machado, e os 4 restante estava escondido nas casas quebradas só observando.

Ken: ...Pronta...?

Maria: Não, mas vamos.

No ar, os 8 atacava de uma vez e e tão logo em seguida todos em terra menos oque estava escondido avança.

Ken: *ia disparando rajadas de energia*

Maria: *sacava a Thunder Chain em Strike e ia golpeando*

Os monstros aéreos ficava as garras neles alguma monstros de martelo batia neles quando o alguns outros lançava o de espada todos arremessa neles.

Ken & Maria: *interceptavam e acertavam golpes com naturalidade. A quantidade de monstros não era grande coisa pra eles*

Os monstros que estava escondido saia para atacá-los juntos aos outros.

Maria: Olha, mais! *ria enquanto atacava*

Ken: ... *continuava atacando*

Muitos caíam até não restar mais nenhum.

Ken: *disparava até desintegrar todos os cadáveres*

Maria: *parava e desfazia o chicote* Caraca. Demorou mais que eu esperava.

Logo tudo ficava tão claro e também tão escuro virava dia e noite em segundos e fumaça saia da terra sangues das casas e o pior eles se via morrer perante eles mesmo.

Ken: ...Pode ser quem for, não estamos para brincadeira.

Maria: *se aproxima dele* Que diabos é isso?

???: *um ser encapuzado e de capa preta com espinhos nas mangas e nos ombros que tinha asas enormes vermelhas de sangue andava devagar na direção deles* Então gosta de brincar com fracos? *parava em uma certa distancia* Acabaram de ver o seu futuro. *dá um grande sorriso* E ninguém vai salvá-los.

Ken: *aumenta o fluxo da aura* ...Aquele é racional.

Maria: Olha aqui, seu viado, são eles que estão atacando a gente!! Vê se fica na tua, falou? *fluxo de faíscas aumentava por um instante*

???: É bom ter respeito comigo, sabe quem sou? *dá grandes gargalhadas* Sou pior que a morte, eu sou o pesadelo de vocês nesse mundo! *mais fumaça vermelha sai da terra o chão fica completamente vermelho e com algumas rachaduras*

Ken: *dispara no peito dele enquanto falava. Disparava sem levantar o braço, portanto não dando nenhum sinal que iria fazer*

Pesadelo: ! *ao ser acertado ele caia  e tudo voltava ao normal*

Ken: *Apontava para o cadáver* ...Suspeito. O que é isso no chão?

Maria: *segura o braço dele* Prevenção é nós.

Pesadelo: *desaparecia, então o céu começava a ficar vermelho forte a lua ficava sangrenta e o sorriso dele malígno aparecia no céu* HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA!!!! Meros mortais querendo matar o Pesadelo!? Isso! Me divirta mais! Deixe-me rir de seus pesadelos! *ria fazendo eco pela rua toda*

Ken: Não me solte.

Maria: É...a gente vai ter que fugir, né?

Pesadelo: *aparecia a frente deles* Tentando correr? *faz "não" com o dedo* Vocês nunca escaparão de mim! *avançava para cima deles e então abria a boca*

Ken: *disparava no primeiro instante que aparecia* ...Hum.

Maria: *nervosa*

Pesadelo: *passava pelo tiro e sumia mais ao sumir ele surgia instantaneamente atrás deles com a boca aberta e então comia ambos*

Ken: *disparava para trás sem olhar* ... (Ergh...)

Maria: (MEU BRAÇO @~@)

Tudo se apagava para eles, então logo apareciam dentes a frente deles é uma língua vinha atrás derrubando ambos.

Ken: *disparava em tudo que via e previa* Para nos afetar, vai ter que ser real!

Maria: Se eu sentir que vai dar merda, eu vou vazar daqui contigo!

Pesadelo: Real? Então acha que é tudo ilusão? *risos* Então Deco mostrará o que é real!!! *imediatamente eles caíam como se o chão tivesse sumido*

Ken: *se assusta, mas mantém-se calmo posteriormente*

Maria: (Será que ele já tomou conta de nossas mentes? Que porra é essa?) EU VOU VAZAR, TÔ AVISANDO!!

Ken: Calma...

Pesadelo: Isso! Fique com medo! Fique apavorada! Pede clemência! Implore por sua vida! Porque agora você está sozinha!

O Ken sumia na frente dela, deixando ela continuando caindo sozinha em um lugar completamente escuro e  com as risadas do Pesadelo que cada vez mais ficava mais alto.

Maria: *não sente mais o Ken* ...O-O quê?

Maria caía em um nada era todo preto com luzes dos lados que sempre mudava de cor e estava completamente sozinha.

Maria: *morfa em uma esfera e sobe para mais ou menos a altura que estava antes de começar a cair* N-Não pode ser...não...eu estou sozinhaaa...aaah, que medo...meu Deeeus, eu vou morrer sem o Ken, aaaaah...como você é cruel...

Pesadelo: *ria dela* O melhor jeito de morrer é sozinha e assustada! 

Vários bichos obscuros caíam em cima dela.

Maria: *olha pra cima, então começa a girar com a Thunder Chain em modo Strike enquanto ria* Porra, tu é muito metido mesmo, hein!! Mas gente.

Pesadelo: *os bichos paravam de cair* Você conhece o Boogeyman? Aposto que deve lembrar.

Maria: *olha pra cima com um grande sorriso no rosto* Otário. *morfa pro modo esférico*

Pesadelo: ...

Uma mão enorme surgia do alto e então começava a bater nela como se fosse bola de basquete.

Maria: *reverte, sendo arremessada para baixo* Aaargh... *se vira enquanto cai, lentamente, vendo a mão* (O _O) *morfa novamente*

A mão lançava dois raios que ficava batendo no nada e voltava sempre para dificultar as coisas e a mão a seguia para bater nela.

Maria: *mesmo que não pudesse ver, se movia freneticamente por todo o lugar na forma de raio, que era próximo da velocidade da luz*

Pesadelo: Inútil!

Quando ela chegou em um certo lugar ela começava a sentir o calor e então começava a enxergar luzes a frente dela. Logo o caminho todo mudava então ela ficava em um lugar cheio de luz vermelho e muito forte e muito quente pois pegava fogo em todo o lugar.

Pesadelo: Gosta de calor? Então vamos, adora isso aqui! 

O fogo se espalhava mais ainda deixando tudo mais quente.

Maria: *continuava normalmente* ... (Uau, que meda.)

Maria batia em algo grande enquanto ia desesperadamente para um lugar.

Maria: *parava em esfera, então simplesmente se distanciava no sentido contrário e continuava a se mover, agora por um espaço maior, para dificultar tocar em algo*

Pesadelo: Aonde quer chegar, Maria? Você não fugirá daqui! Na adianta tentar. *ainda ria dela* 

Em outro lugar, Ken caiu em um lugar cheio de brinquedos quebrados assustadores e barulhentos, inclusive alguns brinquedos são Maria, Juliane, Kyo, Black, Beatrice, Fuyuki, Yuno, Suzanna Ele mesmo e o próprio Pesadelo.

--

Maria: (Não sei o que é divertido em ter suas tentativas frustradas por uma pessoa tão "insignificante como eu. Vamos lá..)

--

Ken: *tendo pousado de forma segura, primeira coisa que fez foi apagar todas as fontes de luz do local na base da destruição*

Cada brinquedo, um de seus amigos dizia uma palavra específica deles mesmo e o pesadelo sempre dizia "Você vai morrer aqui uma risada, Você vai morre aqui uma risada"

--

Esquentava mais as coisas por lá enquanto Maria vagava sem rumo.

Ken: *sentia calafrios, mas fechava os olhos, agora que estava no escuro. Então simplesmente desaparecia*

Maria: *voltava ao normal para olhar ao redor* ... (T-Tá quente mesmo...) *girava no ar, então morfava e continuava*

Os Flufals começava a atacar o Ken, sobe em cima dele, morde ele, belisca, arranha, puxa suas roupas, cabelos e etc...

--

Pesadelo: *surgia a frente dela, flutuando fazendo com que ela batesse nele e assim que ela fez isso, seu corpo o enrolava todinha a esmagando quando aquele lugar ficava cada vez mais quente*

--

Tudo que estava ali nos arredores escuros, explodia, como se tivesse sido atingido por uma rajada, mas ao mesmo tempo.

--

Maria: *já havia passado a muito tempo. Como o movimento estava amplo, não colidia com ele nas idas e voltas*

Aonde Maria está, é um lugar parecido com uma grande sala em chamas, só que sem teto, havia coisas queimando, pessoas queimando em silêncio e também havia 6 seres pequenos parecidos com Pesadelo sentado a observando.

Pesadelo: Até quando vai conseguir aguentar? Você vai morrer assada aqui!

--

Mais e mais brinquedos continuava a subir em cima dele enquanto os brinquedos de seus amigos e do Pesadelo continuava a falar. Como Ken não estava lá, não se tinha no que subir. Todo objeto que aparecia era imediatamente destruído como se tivesse sido atingido por uma rajada do Ken. Como se ele tivesse a lançado de dentro do próprio alvo.

Ken: *era como se sua voz viesse do além* ...O que foi? Já começou a se frustrar?

--

Maria: (Quem me dera! Ao invés disso, tenho que ficar correndo por tua culpa. Vamos ver até onde vai sua paciência...ikou!) *aumentava o alcance dos movimentos*

Pesadelo: *abria os olhos e uma luz começava a piscar por todos os lugares tanto aonde Maria está como em Ken, o cenário começava a mudar de novo, em Maria, ela ficara nas profundezas do oceano e o Ken ficava no espaço vagando.

Maria: *sentia o peso da água, então revertia* ...Mas que p-- *soltava bolhas, morfava, e subia indefinidamente e em ziguezague*

--

Ken: *apesar de muito mais em desvantagem, agora estava mais calmo* ...(Huh...não...não consigo...me mover...?...Entendo......será que ele está mesmo alterando o plano físico...ou...) *começa a meditar, já que não podia fazer mais nada*

Nas profundezas do oceano aonde Maria está, existia um enorme labirinto de pedra caindo, não havia peixes  e nem algas. O que havia naquele cenário, eram 3 estrelas parecido com o Pesadelo em alguns lugares do labirinto e chegam mais perto do labirinto ela pode ouvir seus amigos chamando ela de fracassada e tudo que de ruim dela várias e várias vezes.

--

No universo aonde Ken está era enorme, realmente parecia que nunca acabava, haviam alguns planetas e estrelas. Alguma estrelas fazia constelação da Maria chorando e uma do Pesadelo rindo dela e haviam meteoros.

Ken: ... (Se for isso...é minha única esperança) *deixava de atuar sobre seu próprio corpo. Meditando e neutralizando ao máximo sua mente enquanto ainda consciente*

--

Maria: (Nossa...como estou ligando. Conta outra babaca...espera...isso não tem fim, né?)

--

Pesadelo: Você nunca vai sair daqui! Meditar não vai te levar a nada.

--

Chegando na metade do labirinto as vozes ficavam tão alta que fazia qualquer um enlouquecer eles, ainda gritavam tudo de ruim para Maria.

Maria: (Cala a boca, PORRAAAAA!!) *colocava um certo erratismo à ascensão*

--

Ken havia chegado a um ponto onde suas palavras não faziam mais efeito ao seu corpo. Mas ele ainda estava vivo.

Mais uma vez, os cenários mudavam, dessa vez para a Maria de um oceano enorme, ela acabou ficando em um lugar bem apertado e com 3 metros de altura. Eram pedras bem resistente que fechava tudo ali até o topo, isso fazia ela ficar batendo para lá e pra cá como Ping Pong. E Ken ficava em um rinque aonde todos estão vaiando ele  e as grades são algo parecido com Adamantium que dão descargas mais poderosas que um raio.

Ken: ...

--

Maria: *desmorfava* Tá frustradinho, é? *levanta a mão pro alto*

Aonde Maria está não havia nada além de um desenho pequeno do teto do Pesadelo e do Ken.

Pesadelo: Pelo contrário! Estou adorando você presar que nem uma cachorrinha.

--

No Rinque, havia um juiz e um lutador nas placas havia uns retratos do pesadelo pelo menos 3 dele.

--

Maria: *abaixa o braço* ...Hum...você é muito idiota. O que está ganhando seguindo esse movimento estúpido? Você pode encontrar muito mais diversão enquanto existirem humanos.

Pesadelo: Nesse mundo, seres como vocês que pensam em defender a sua raça querida, são uns imbecis por completo! Nosso dever é eliminar os idiotas como vocês que acham que pode conosco. Não tem nada mais prazeroso do que brincar com as minhas presas.

--

Após o Juiz dar início, um outro ser surgia e então ambos avançava em cima de Ken para lutar com ele.

--

Maria: Se seu dever é eliminar, o que está fazendo? Cara, você não tá brincando comigo, você tá fantasiando com coisa da tua cabeça. Seria bom se você parasse de ficar de paranoia achando que é aquele típico vilão que brinca e tortura seus alvos e aquela coisa toda...não. Isso não é um vídeo game e eu não ajo conforme você me orienta a agir. Mas, se você realmente é o bonzão, okay, fique aí chorando achando que tá se divertindo. Boa depressão. *se senta. Secretamente sente a eletricidade do local* 

Pesadelo: Rumpf, tudo bem...

Para ela Mudava mais uma vez o cenário do cenário dessa vez era o Ken morto em vários lugares e os 4 Ken para lutar contra ela no canto da parede também tinha um espelho que tinha a face do Pesadelo.

Pesadelo: Se está tão afim de morrer, então vai morrer nas mãos do garoto que você mais ama!

Maria: *boceja, então dá um tapa no chão e escorre eletricidade até os 4*

Dos 4, 3 Sumia.

Maria: *mantinha a carga até o ponto de desmaiar um humano* Estou morreeendo, que dooor...

"Ken": *avançava pra cima dela para espancá-la*

Maria: *tirava a mão do solo, depois de ter completado a carga ao ponto limite humano neles. Então boceja*

Suas faíscas rosa brilhavam graciosamente em volta de seu corpo.

"Ken": *dava um pulo até ela com dois chute giratório e um ganho de cima para baixo em sua cabeça*

Maria: *rola pro lado* ...Pelo menos o clone desse não é uma cópia do original. *saca a Thunder Chain*

"Ken": *dava dois pulos para trás e um pulo rodado com o pé esticado para acertar em sua cabeça*

Maria: *amarra sua perna e o eletrocuta imediatamente com uma voltagem um pouco maior. Que já seria perigosa para um ser humano* Aham.

"Ken": *era acertado mais antes de ser destruído, dava um sorrisinho*

Poucos segundos depois a respiração dela ficava pesada e a gravidade aumentava dificultando ela de se mover então o Pesadelo aparece de frente para ela.

Pesadelo: Batalha final? Era isso que você sonha? Estou aqui. *ria* Mesmo que me vença, você irá sobreviver sozinha? Afinal seu namorado já morreu a algum tempo. *levantava os braços para os lados*

Maria: *amarra o chicote no corpo dele. Apesar de forçar o sorriso debochado de sempre, tinha uma faísca de impaciência no fundo de seus olhos. A partir daquele momento tinha parado de brincadeira*

Pesadelo: O que pensa em fazer com essas correntes? *pegava e a puxava para ele*

Maria: *descarregava uma carga alá Zap Cannon do Zapdos quando ele tocava*

Pesadelo: AAAAAAAH!!!! *logo começava a rir* Sou imune a todos tipo de magia! *dava um puxão no chicote até ele e então pegava seu pescoço e a tacando no chão*

Maria: *chegava na voadora enquanto desfazia o chicote. Pousava*

Pesadelo: *defendia com o outro braço e fazia o mesmo movimento*

Maria: (Ouch!) *fazia a eletricidade em seu corpo ficar um pouco mais violenta pra quem via*

Pesadelo: Hehe! *apertava sua garganta e então arrastava ela no chão enquanto corria e logo arremessava ela contra a parede*

Maria: *liberava uma descarga que crescia infinitamente. Apertava seus olhos*

Pesadelo: *de seu sobretudo, vários seres saiam de lá que se dirigia até Maria e então ele desaparecia*

Maria: *se levantava rapidamente, ainda cobrindo seu corpo com cargas absurdas* ...Ah...arregou.

Aparecia na parede atrás dela a agarrando enquanto os seres chegava perto dela. A carga afetava todos que ousavam a tocar.

Maria: *se vira de lado pra ele* ...

Pesadelo: Oh! Clarisse não dá uma de difícil, eu sei que você quer vir para mim Hahaha! *saía da parede e então na mão dele, criavam garras* Está na hora do pesadelo! Hahaha!!!

Maria: Freddie é uma merda, cara. Busque inspirações melhores. *arruma seu cabelo*

Pesadelo: *corria na direção dela e então batia nela duas vezes e arranhava seu corpo*

Maria: *segurava seu golpe. Como a eletricidade estava correndo no mesmo ritmo, o mesmo processo se repetia contra ele* Ara.

Um facão surgia na sua mão direita e então dava o golpe com o facão de cima para baixo. A carga já havia se espalhado por todo o seu corpo.

Maria: *coloca uma perna para trás, por mais estabilidade* É fácil quando você pode morrer milhões de vezes, não é?

Pesadelo: Eu sou tudo! Tudo que eu quiser! *ao pular para trás, lançava o facão nela*

Maria: Okay. *a carga elétrica percorrendo seu corpo, se intensificava mais e mais até o momento atual, desvia pro lado, então se senta no chão. Desvia pro lado, então se senta no chão**

Pesadelo: *virava um morcego preto e voava logo voltava a sua forma de novo caindo em cima dela em alta velocidade*

Maria: ...Unng... *liberava uma explosão de faíscas elétricas. Algo como o "Spark" de Kirby. A carga ia para quase o dobro do que já estava. A eletricidade ia aumentando cada vez mais. Pra quem via, seu corpo não parecia estar sofrendo*

Pesadelo: Isso é ridículo! Nesse mundo eu sou imortal!

Após falar isso ele apontava para frente e uma quantidade enorme de raio saía da mão dele indo para todos os lugares.

Maria: Imortal e não consegue resistir à mim. Ótima estratégia. Uma hora eu vou me cansar, né? (Vai nessa.)

Pesadelo: O medo de seu namorado me deu mais forças, graças a ele esse mundo vai cair! *tirava o sobretudo*

E então se mostrava um ser Punk com olhos verdes muito fortes e seu rosto coberto por uma aura sombria.

Pesadelo: Eu detesto pessoas como você! Mas no seu último minuto de vida, você sentirá o verdadeiro medo. *apontava para ela lançando uma rajada de choque, seus olhos atiravam lasers verde, em sua boca, chamas e na cabeça, uma aura obscura era dirigida a ela tudo ao mesmo tempo.

Maria: *usava o choque que ele mesmo mandava para repelir os outros golpes, antes de o desfazer e permanecer com sua própria eletricidade excedente* Hum.

Pesadelo: *criava 6 clones dele mesmo e então os 6 ia na direção dela com uma energia quente nas mãos*

Maria: ...Okay, então. *se deita no chão, se aconchegando, então boceja*

Pesadelo: *todos os 6 desfere essa energia nela*

Maria: *expande a carga em volta de seu corpo, repelindo os projéteis* ...Hum... (Talvez...eu não esteja fazendo a escolha certa...?)

Mãos surgia abaixo dela e a prendia no chão essas parecia não sentir ou se importar as rajadas de Maria.

Maria: ...Hum? (Físico, mas não se afeta...ah, okay.) *morfando em esfera*

Pesadelo: *várias espadas gigantesca caía acima dela em uma velocidade surpreendente*

Maria: *se movia erraticamente, como antes, nos campos de água e fogo, pelo máximo de alcance que podia nas curvas e voltas*

Pesadelo: Agora prove meu poder! *estendia a mão para a direção que ela foi, então ela entrava em uma sala aonde abaixava a velocidade dela geralmente fazendo ficar um pouco mais lento que 10 Km*

A direção que apontava para ela, já havia sido deixada a muito tempo.

Maria: (...Um debuff? Não...está alternado. Consigo manter.)

Na sala havia uma água roxa ocupando toda ela e no móvel havia um retrato do Pesadelo humano e o pesadelo de agora.

Maria: (...Hum...droga. Mais elementos.)

Pesadelo: *surgia atrás dela, então lançava uma aura acima de Maria e nessa aura vários espinhos que era solto contra ela*

Maria: *desviava sem ter que se preocupar.*

Pesadelo: (Difícil de ser pega né?) *lançava uma grande rajada na direção dela*

Maria: (Ele deveria se tratar. Heck.)

Pesadelo: *esperava enquanto a sala fazia ela dar volta no mesmo lugar  então criava uma barreira giratória  que acertando essa barreira a prendia e a fazia gira muito rápido no mesmo lugar*

Maria: *desmorfava, chutava com as 2 pernas, ganhando distância, então morfava novamente* ... (Já sei.)

Pesadelo: (Não dessa vez! ) *essa barreira a seguia virando uma espécie de rede que a pega e aperta*

Maria: *fugia em modo raio. Em um momento de alternância de velocidade, atingindo sua velocidade normal normalmente passava para fora do campo de visão dele, muito distante dos elementos próximos. Ao julgar distante, ziguezagueava por uma área limitada novamente, tirando proveito da velocidade alternada justamente para causar mais erratismo*

Pesadelo: *fazia várias portas no canto da sala e então ele entrava em uma dessas portas para alcançá-la sem nenhum esforço e logo ao pegar uma distância boa dela ele criava 5 esferas naquela área ali para ela não passar e então fechava aquele caminho que ela já passou algo como se fosse portas para esmagá-la*

Maria: *destransforma ao toque, pousa, observando o local rapidamente*

Pesadelo: *após fechar totalmente o caminho que ela passou ele fecha o caminho que ela poderia passar  e rapidamente lançava as 5 esferas por todo canto da sala a puxando para todos os lugares fazendo ela ficar presa ali*

Maria: *morfa e vai para qualquer lugar livre em seu campo de visão, voltando para poder observar. Ela estava começando a suar, mas curiosamente parecia estar mais calma do que antes*

Os Buracos a puxava para o mesmo lugar pois em cada canto da sala está situado em posição completamente certa para fazer alguém entra em Looping.

Maria: *tropeçava, então morfava e ficava usando a forma raio para voltar ao chão sempre contra a ação das atrações* (Alguma forma, alguma forma, alguma forma, alguma forma, alguma forma...)

Pesadelo: Hora de morrer! *fazia uma espada e mirava na perna dela e logo a lançava*

Maria: *morfava sem se mover em seguida no movimento da vez. Voltava após passar* ... (Droga...tem que ter...vamos lá...eu já enfrentei algo parec--...)

Pesadelo: *fazia várias adagas e jogava na direção do coro de Maria*

Maria: *ao ver elas sendo arremessadas, usava o movimento da vez pra ir até o outro lado da sala, continuava a se reformar e morfar repetidas vezes* (Só pode ser isso, a minha melhor cartada!)

Pesadelo: *cria uma energia vermelha em volta de seu corpo que vai enchendo como se tivesse carregando*

Maria: *pousava por um instante, ela liberava o máximo de eletricidade de forma volumosa em volta de si, enquanto toca com força seu próprio peito* ... (Ah, algo vai funcionar!)

Vários raios batia em certos cantos da sala e logo essa rajada era disparada. A rajada é uma energia vermelha que ocupava a sala completamente. A grande massa de eletricidade rosa choque afrontava seu disparo de energia em área enquanto ela emitia um brilho estranho do centro de seu peito. Aquela energia passava em um certo ponto sobre ela e então não se movia mais, então essa energia drenava a energia dela  sempre com eletricidades. A eletricidade presente em seu corpo se retinha, dentro de sua própria vontade e desejo.

Maria: *ia perdendo lentamente a firmeza do corpo, o brilho rosa de dentro dela ia pulsando para fora conforme ela fechava os olhos e ia apagando cada vez mais*

Pesadelo: Você vai morre em seu próprio pesadelo!

Um brilho saía de uma daquelas rajadas que acertava Maria e logo se transformava em uma garota.

Pesadelo: Cometeu um grande Erro! *fazia seus raios atingi-la também*

Aki: *se agachava, sentindo que estava perdendo sua força. (Mas o que!?) *observava rapidamente ao redor e então apontava*

Pesadelo: Vai morrer junto dela! *carregava uma energia acima de ambos*

Aki: *apontava para os quadros do Pesadelo no móvel e então disparava 3 vezes*

Pesadelo: *tentava interceptar os raios, mas antes de fazer isso uma rajada atingia o chão aonde ele está* Está pensando em me Paralisar? Isso não funciona comigo!!! *saía dali com facilidades atirando um cubo naquelas rajadas* !

Aki: Já funcionou. *direcionava um de seus raios para cima e ao quicar no teto ele voltava na direção dos quadros atingindo os dois um após o outro*

A energia rosa começava a pulsar. Toda a eletricidade física nos arredores do local começava a ressoar junto dessa energia. O corpo de Maria perdia a força física, mas ela parecia estar sorrindo. Após os quadros serem quebrados uma energia tomava conta daquele lugar fazendo com que tudo ficasse um lugar vazio.

Pesadelo: O que!? *sentia perdendo o controle de seus poderes em Maria e ???*

Todo o lugar perdia a força e ia se criando uma luz abaixo de Maria. Uma voz parecia ecoar por todo o local. Ela era meio masculino e meia feminina ao mesmo tempo, mas soava como divina:

-...Tarde demais. É tarde demais agora.-

Pesadelo: Eu vou matar você!!! *tentava controlar todo o lugar de novo, mas sem sucesso*

Aki: Como a garota disse, tarde demais. *andava a uma certa distância até Maria* Você não tem mais o controle sobre ela, Pesadelo.

Pesadelo: Acha que a salvou? Ela morreu no momento que comi a alma de seu namorado! *começava a rir*

A Luz tomava conta do corpo de Maria todo e ela ia desaparecendo aos poucos. A voz interrompia a tudo e todos:

-Não estão ouvindo...? É tarde demais...saiam daqui...desapareçam daqui...este corpo vai ser o túmulo de cada um que restar por aqui.-

Aki: *olhava aos redores sempre seria* 

Pesadelo: *ficava de joelhos, parecia não ligar para aquela voz* (Eu sou o ser supremo! Eu sou o ser supremo!)

A Luz continuava a fazer Maria desaparecer cada vez mais ela ficava transparente até sumir.

Aki: (Isso não é truque do pesadelo, então o que poderia ser?)

Uma carga elétrica não letal aparentemente do além acertava o corpo de Aki, ao mesmo tempo que o mesmo acontecia com Pesadelo. Uma massa de eletricidade rosa, que ia perdendo bem lentamente a coloração vibrante, dilacerava o efeito de transporte de Maria, a permanecendo no lugar, algo que parecia até necromancia. 

Aki: !! *era acertada ficando de joelhos e mãos no chão* (Mas...) *olha para a Maria* 

Pesadelo tentava sair daquela situação, porém pela primeira vez o pesadelo levava o dano, mas ainda permanecia no mesmo lugar.

Pesadelo: (Esse é o meu mundo.) *tentava levantar* Eu não vou morrer em meu mundo!

A carga se intensificava e acertava continuamente Pesadelo, mas cessava em Aki.

Voz: Você tem 5 segundos...não deixe ninguém que não merece aqui...agora desapareça!

Pesadelo: *continuava a levar as rajadas, mas no mesmo tempo que ele botava um joelho no chão, levantava de novo* Eu continuo sendo imortal aqui! Esse é o meu pesadelo!

Aki: (Não sabia que existia seres com capacidades de entrar em realidades nesse mundo.) *botava a mão em seu braço e se dirigia a Maria*

Voz: ...Repugnante. Lamentável. Quatro...três...

Pesadelo: *aguentava firme*

Aki: (Ela deveria ter saído dessa realidade...o que foi que a prendeu aqui?) Maria?

Voz: ...Dois...um...

Pesadelo: *encarava o vazio*

Voz: ...Você não vai realmente fugir, não é...? Eu estou te dando uma última chance...eu não tenho mais paciência.

Pesadelo: Tch...

A voz cede, então o corpo de Maria lentamente era consumido por uma violenta corrente elétrica de um rosa choque levemente escuro e muito profundo.

Aki: Maria? (O que está havendo com essa garota?)

Pesadelo: Acha mesmo que vou me intimidar com isso?

Suas extremidades desaparecem ao mesmo tempo que raios gigantescos e do mesmo tom de rosa são lançados em cada ser ali próximo num raio de quilômetros, destruindo completamente seus corpos e desfigurando seus espíritos em um instante.

Aki: (Droga, preciso sair daqui o mais rápido possível.) *ao virar um raio, desconectava com aquela dimensão e rapidamente entrava em outra*

Pesadelo: Não posso ser destruído aqui!!!!!! *pelo seu orgulho, ficava* Nenhum ser vai me matar em minha própria dimensão!

O universo mental de Maria desaparecia da existência. Com isso aquele lugar era completamente apagado de vez e com a destruição de Pesadelo, o universo aonde estava Ken, começava a se apagar.

Aki: *estava ferida é mal se aguentava em pé* GH...gh...Ken!?

Ken: *completamente desacordado*

E.E: *uma esfera de luz cor de rosa flutuava perante a ela, onde estava o corpo de Maria. Não era chamativa, mas seu sinal de energia era incalculável*

Aquele lugar ia ficando todo preto com o passar do tempo e o chão começava a surgi uma luz branca.

Aki: Maria...?

E.E: ...Então você sobreviveu.

A voz que vinha daquela esfera de luz era a mesma que fora ouvida dentro do plano mental.

Aki: Não sei o que você é, mas não vou permitir que mate mais alguém. *tentava caminhar até Ken*

E.E: ...Não se preocupe. Eu já sei o que farei com o meu corpo agora. *seu brilho começava a aumentar. Em um instante já estava prejudicial pra visão humana*

Aki: Eu não ficarei aqui para ver isso. (Maldita! Ela vai me pagar muito caro por ter me posto nessa furada!)  

Aquela luz que cobria todo o chão começava emanar em Ken e Aki, algo como se eles tivesse sendo expulso daquela dimensão.

E.E: Que medo fútil. *saía dali em velocidade da luz em direção ao céu*

Com isso aquele mundo era completamente apagado e aquela luz os puxavam para o mundo real aonde ambos ficavam deitados um a frente do outro.

Aki: *acordava bastante ferida e então tentava se levantar* Mas...o que foi aquilo? GH...

Aki: Tanto faz...contanto que eu não cruze com aquela coisa de novo. *andava até ele com aquela dificuldade e botava a mão nele então os dois virava feixes de eletricidade e saia dali em alta velocidade*

Ao chegar lá, o mesmo acontece, porém ao se transformar em pessoa de novo ela pudia sentir esgotada e então cai sentada no chão.

Juliane: *se aproxima correndo* O-Okaeri!!

Black: *olha, de canto*

Aki: Não consegui salvar Maria, eu mal consegui me salvar dessa vez.

Juliane: *se choca* O-O que houve...?

Aki: Não sei o que aconteceu...um ser desintegrou ela e depois foi embora. Ele tinha uma energia assustadora! *botava uma mão esquerda em seu braço direito*

Juliane: Então... Ela precisou se sacrificar... *coloca a mão no peito*

Black: ...Quem iria fazer a Maria se sacrificar?

Aki: Ela já estava liberta, eu realmente não sei o que houve. *tentava se levantar* Guh, quando ele acordar eu irei explicar o que está acontecendo e irei revelar quem eu sou.

Juliane: *fecha os olhos e junta as mãos na frente das coxas*

Aki: Consegue acordá-lo? Eu pudia fazer isso mas...eu exigi demais de minhas técnicas dessa vez.

Juliane: ...Acordar? *abre os olhos*

Aki: ... (Está de sacanagem...) É, acordar, vocês conseguem?

Juliane: ...Como assim? O que aconteceu?

Aki: Gah, ele ficou preso na dimensão de sua própria mente, para se libertar, ele meio que se desligou e até agora está assim.

Juliane: ...Ele não se...ah, ah, sim, eu entendi. *vai até o lado de Ken, então se ajoelha do seu lado* 

Black: *atento* 

Aki: *fecha os olhos e botava o dedo em sua testa* Já reuniu todos, está voltando?...O que eu faço até lá?...Você está me devendo algumas e olha que não estou contando! *abria seus olhos ao tirar o dedo de sua testa*

Juliane: *flexionava-se para frente, quase como se estivesse deitando seu torso sobre a barriga dele. Ela juntava as mãos, em concha, como alguém que vai buscar água com as mãos puras e colocava, sobrepostas, sobre sua barriga, então deslizava suas mãos até o centro de seu peito*

Conforme o seu coração batia, pequenos flocos de luz subiam em volta deles, como se neve estivesse subindo ao teto.

Aki: (Vai dar certo?) *observava atentamente o corpo de Ken e os gestos de Juliane*

Mais luz ia se espalhando pelo local. Era como se fosse um santuário de pequenas almas brilhantes a subir indefinidamente, atravessando tudo que tocavam, como se fossem realmente apenas luz. Um brilho forte branco sai das mãos de Juliane, que fechava os olhos com o clarão. Um brilho roxo de dentro de Ken também aparecia, subitamente desencadeando uma descarga de energia.

Juliane: *vira completamente, caindo sentada, para trás, mas sem ferimentos*

Ken: *tossia algumas vezes, colocando as mãos no peito*

Aki: !!! *suspira aliviada*

Juliane: *se levanta rapidamente* ...Foi uma medida muito drástica.

Ken: *forçava os olhos, tremia em tentar se mover, mas mal conseguia mover seus membros*

Aki: Logo tudo volta ao normal. *mexe em seu cabelo enquanto mudava sua posição ficando de pernas cruzadas* Esse mundo logo terá o seu fim.

Juliane: *sorri, nervosa por dentro*

Ken: ... (Tch, deu certo...)

Black: *se aproxima de Juliane*

Aki: Vou ser breve... *se levanta* Meu nome é Aki, deusa da eletricidade. Fui enviada a esse mundo para recrutar os melhores guerreiros ainda existentes dessa dimensão, porém será apenas um de vocês. *aponta para os 3* Infelizmente depois disso eu ainda terei que ficar aqui e ajudar, pelo menos ajudarei até o exato momento em que esse mundo acabar. *bota as mãos em sua cintura falando sempre séria* Perguntas?

Black: Como você vai escolher entre nós 3? Olha a situação do Ken, isso é ridículo.

Juliane: *levantava o antebraço, como se fosse perguntar algo*

Aki: Vocês devem ter visto eu falar com alguém algumas vezes, vai ser ela a escolher e não eu, eu apenas a ajudo como sempre. *fica brava* Mesmo que eu sempre me ferre no final. *aponta para Juliane* Fale.

Black: *desvia o olhar*

Juliane: Bem, eu, eu gostaria de saber quanto aos outros, meu irmão e a Yuno-san também desapareceram, mas não sei quanto às garotas.

Black: (Espero que não esteja preocupada com a Iris...)

Ken: *começa a dobrar a perna e se forçar a levantar o torso*

Juliane: !!

Aki: Eu consigo rastrear energia espirituais de todo o universo, porém a energia de Cthulhu está causando algumas interferências em meu poder, se eu não os rastreei é porque estão perto de Cthulhu ou mortos. *bota a mão em seu queixo* Se bem que se eles estiver perto de Cthulhu também serão mortos, então...

Juliane: ...A Viollet não seria morta, de forma alguma! *protestava, enquanto mudando de postura*

Black: (Estou decepcionado.)

Aki: *dá um sorrisinho* Cthulhu é um ser divino vindo de outro universo, Muito antes de vocês nascerem, ele já estava aqui. Meus poderes são abalados só pela energia vital desse ser. *mais uma vez bota a mão em sua cintura só que dessa vez ela se curva um pouco* Vocês acham mesmo que teriam a chance contra um ser divino como Cthulhu!? Mal conseguem lidar com seus seguidores!

Black: Está enganada. Estes seres foram trazidos no começo do dia.

Juliane: S-Sim, eles...teriam sido derrotados pelo Caspian se tivessem existido ou. *se abaixa pra ajudar o Ken. Segurando em sua mão e apoiando a mão para suas costas*

Black: Ou o próprio Ash teria encontrado um uso pra estes seres. Eu duvido que eles seriam capazes de acabar com ele.

Aki: Os seguidores de Cthulhu é a organização mais antiga dos Multiversos, eles estão espalhados em cada canto com o objetivo de acordá-lo e trazer o apocalipse. Não é só este mundo que está sendo atacado mais 5 deles. *cria 4 portais de eletricidade a frente deles*

Cada um mostrava o que está acontecendo com os Multiversos, no 1º portal podia-se ver Hryule sendo destruída, no 2º pudia-se ver South Town indo a ruínas e alguns dos Seguidores matando pessoas, no 3º pudia-se ver o Japão feudal aonde Hanzo e Haohmaru enfrenta dois demônios enquanto seres saiam de portais, o 4º podia-se ver a Ásia toda devastada e pessoas sendo comida viva por seres dimensionais.

Juliane: *antes de ficar horrorizada, comentava* Aquele lugar...me parece familiar. *aponta para o portal de South Town. Ela desvia o olhar logo depois*

Aki: Deve ser porque é parecido com esse mundo só que séculos a frente. *fechava 3 dos 4 portais ficando apenas a Ásia* Foi aqui que a intervenção de tempo foi feita. A História começou a mudar e logo os Multiversos também, então se há uma esperança de uma outra intervenção acontecer, ela começa por lá.

Juliane: *olha para Black, soltando Ken*

Ken: *sentado, ainda de olhos fechados*

Black: Vamos. *se afasta da parede*

Aki: Oh, Oh! Se acalma aí moçinho. *fechava aquele portal* Ouviu o que eu disse? Apenas um de vocês poderá ir a esse lugar. E nem é eu que vou escolher.

Black: Foda-se, man, não é isso. *coloca a mão no peito. Imediatamente ele relaxava e fechava os olhos*

Juliane: *suspira, então se levanta e faz o mesmo*

Ken: ... *tentava fazer o mesmo, mas ele quase caía de volta ao chão, então se segurava com o braço e deixava pra lá*

Aki: Entendi, vão se conectar com o seu líder correto?

Black & Juliane: *ligam o OP Mode, então seus corpos emitem uma luz extremamente fora de escala, que poderia cegar rapidamente. A luz de Black eram fótons negros, entretanto*

Eles eram completamente tomados pela luz. Uma forte emissão de radiação saía deles, mas eram inofensivas aos seres vivos e materiais ali.

Espaço Sideral - XX-XX

Caspian: *voando no vácuo do espaço enquanto segurando Suzanna pela mão. Ambos cobertos por um manto de suas chamas* ... (Essas energias...)

Suzanna: ...Caspian-san.

Caspian: ...Não temos opção.

Suzanna: ...

Caspian: ...Eu farei isso, Suzanna.

Suzanna: Positivo.

Caspian: *tinha seus olhos brilhando em rosa*

Então Caspian e Suzanna alcançavam a velocidade da luz enquanto cobertos de violentas faíscas rosa-choque, em direção à Terra.

--

Aki: ! *se arrepiava* Isso não é nada bom, ela precisa vir imediatamente.

Os Youkais começam a se alimentar dos corpos de Fuyuki e Beatrice, enquanto isso onde Aki e outros estavam, Cthulhu surpreende quem estava ali restante, Shiki então aparece e aproveita as suas brechas e começa dilacerar cada um ali, Aki era a próxima, ela acaba sendo ferida e tenta desviar, porém Shiki era rápida demais para ela, sua ultima esperança era se retirar dali, criando um portal dimensional atrás quando Shiki dá o golpe final, aproveitando o impacto que causou.

Shiki: !...Tsc...*se teleportando*

Enquanto a Caspian foi um péssimo dia para poder salvar o mundo, pois se choca de frente com Cthulhu voando em sua direção em alta velocidade. Aquele lugar foi totalmente apaziguado pelos Youkais, não havia mais ninguém que pudesse se dizer, vivo, os Youkais devorara sobreviventes por sobreviventes, já que não havia os heróis que contavam. Após Cthulhu e Shiki sair de lá e os Youkais permanecer lá, Madou Shiranui foi ordenado por Cthulhu, para mandar os Youkais Classe B para lá.

Terra 132015. Editar

Céu fica negro e então um olho roxo surge dele.

Olho Roxo no céu negro

Céu começa a trovejar forte, os oceanos ficam muito agitados, quase parecia efeito criado por um furacão.

Chthulu-Rises-by-Silberius

Saindo do oceano um monstro incrivelmente enorme.

Time Reaper: Fim...*abre os braços e monstros vindos de Lovecraft começam a atacar as cidades*

Chthulu

Em um lugar de South Town que ainda não foi atacada havia um torneio de artes marciais estava na luta final todo mundo voltava o olho para essa luta que já estava entrando para a história.

Sakura: *com um casaco rosa aberto, com uma camisa branca e uma bermuda e tênis branco Pode vir!! carregando o Hadouken*

Terry: *com um boné vermelho escrito KOF uma blusa branca com uma jaqueta vermelha aberta e calça jeans* Hehe. *assobiava para ela* 

Soava o gongo.

Sakura: Hadoken! *uma forma de projétil de energia, mais robústo, pense no Shinkku Hadouken da Sakura do Pocket Fighter*

Terry: *esquiva para o lado* Rock you! *mandando dois projétil em Sakura*

Sakura: *correndo na direção de Terry e então dando um pulo seguido pra frente e mandando um EX Shun Pu Kyaku, semelhante ao Shinkku Tatsumaki* HEYAAAAAAAAAAH!

Terry: *ao levar os attacks ele cai no chão fazendo seu boné sair de sua cabeça mais logo se levanta botando seu boné de volta para sua cabeça* Alright!

Sakura: É, para um Lutador do Destino, até que você ainda tá em boa forma! 😉

Podia se escutar gritos fora e prédio demolido.

Sakura: Está ouvindo isso?

Terry: Sim! Oque pode ser!? *observava o local enquanto se ouvia barulhos bem altos*

Todos da plateia ficam assustados e começa a ir embora apavorados.

Sakura: Vamos lá! *correndo*

Terry: *olha para a plateia* ? *segue ela para fora do estádio*

Lá fora dava para ver um monstro de longe destruindo tudo enquanto as cidades vai se apagando ao serem destruídas não só pelo monstro.

Terry: O que está havendo!?

Sakura: Eu acho que está óbvio.

Terry: Não vê nada estranho além daquele monstro? Olha! *aponta para a outra cidade aonde o monstro está longe*

Existia uma Luz em volta de toda aquela cidade e aos poucos ele é destruído e apagado.

Sakura: M-Mas o que foi aquilo?! O_O

Ketty: *aparece atrás de Terry usando o Teleport* Terry!!! Tem um monstros GIGANTESCO destruindo a cidade e do outro lado tem uma luz branca que parece estar desaparecendo com tudo em seu caminho! Estamos encurralados!

Sakura: Kettlyin! *olhando para trás*

Terry: Aonde esteve!? Não sei oque está havendo mais vamos resolver esse problema!

Sakura: Ainda bem que você está aqui, aconteceu algo bizarro!

Dois meses depois
Cidade destruída

Rock: *correndo com suprimentos* Vamos Hotaru, temos de entregar esses suprimentos para os sobreviventes, antes que seja tarde!

Hotaru: *correndo com suprimentos* Sim!

Rock: *parando de correr* !

Hotaru: *parando de correr também* O que foi? você sente a energia deles?

Rock: *tremendo*

Hotaru: Rock?

Rock: (Como eles nos acharam aqui?)

O céu começa a trovejar.

Rock: Hotaru, fuja! *jogando suprimentos em cima dela* Leve isso para Sakura e os outros, eu vou cuidar deles!

Hotaru: Rock, não!!!

Do céu vai descendo uma energia muito poderosa.

Rock: *correndo na direção da energia* (Eu não vou deixar vocês saírem impune depois de tudo o que fizeram!)

Onda de energia

Rock: Reppuken! *lançando projétil na direção da onda de energia*

Onda de energia refletia o Reppuken e lançava várias esferas de energia azul na direção de Rock

Rock: *defendendo as esferas, mas a última o faz ser mandado para longe*

Hotaru: Rock! *correndo na direção dele*

Rock: O que você está fazendo? Argh! *tentando se levantar* Eu disse para você fugir!

Hotaru: Eu não vou deixar você aqui. Nós temos que sobreviver juntos!

Rock: Não faça isso! Fuja Hotaru!

Hotaru: Eu nunca vou fugir de uma luta! Ha! *lançando projéteis azuis na direção da onda de energia*

Onda refletindo os disparos e então uma flecha saia junto com os projéteis refletidos e perfurava o peito de Hotaru.

Hotaru: *era perfurada com tanta agressividade pela flecha a mesma quase passou pelo o seu corpo*

Rock: HOTARU!!! *corria até ela e então a segurava* Fala comigo, por favor, fala comigo. Não me deixe, eu vou te levar para Sakura. Ela vai te curar, mas por favor, não me deixe...

Hotaru: *seus olhos estavam sem vida,nada respondia, nem uma batida seu coração poderia fazer*

Rock: *lacrimejando* Seus malditos!!! *olhando para a onda*

A onda se dissipou, revelando a identidade que eram 5 pessoas, 3 das quais eram possíveis verem o rosto.

Rock: Eu vou matar todos vocês por isso! *uma aura azul rodeava seu corpo e deixava seus cabelos em pé* Eu vou vingar todos as pessoas inocentes que vocês mataram!

Arch: *era possível ver uma marca entre os seus olhos que os faziam ficar negros* Chegou a hora. E nós, os seguidores de Cthutlu podemos garantir a você que este será o seu último dia neste mundo.

Asura: *era possível ver uma marca entre os seus olhos que os faziam ficar negros* Foi a minha flecha que ceifou a vida daquela garota, mas não será esta que levará a sua vida.

Rock: Eu vou matar vocês! *avança na direção deles*

Asura: Está enganado. Você já está morto.

Kyoko: *era possível ver uma marca entre os seus olhos que os faziam ficar negros* Você tá rosnando demais. *desaparece*

Rock: ! (Para onde ela foi?)

Kyoko: *reaparecendo atrás de Rock e dando uma cotovelada de fogo em suas costas*

Rock: Urgh!

Kyoko: *dando um chute que joga Rock para cima, depois desaparece e reaparece acima dele e então dá um golpe para baixo com seus dois punhos, depois desaparece de novo*

Rock: *sendo arremessado para o chão em alta velocidade*

Kyoko: *reaparece no chão, então carrega uma chama em seu punho* É como ele disse. *jogando um enorme projétil de chamas na direção de Rock que vai se estendendo até alcançar o céu e além*

Efeito do soco cometa

Kyoko: Menos um pedaço de merda para nos encher. Sem os suprimentos adicionais, ou eles vão sair dos esconderijos para procurarem ou vão aguentar até que os suprimentos que eles possuem acabem, e então irão sair do ninho para procurarem mais.

Asura: Você é uma boa estrategista, então é questão de tempo até que esses resquícios sejam eliminados

Arch: Está na hora de voltarmos, há outros resquícios que devemos eliminar para proteger o nosso Cthulhu.

Todos viram uma onda de energia e rumam em direção ao céu, assim desaparecem.

Enquanto isso

Sakura: *andando em círculos* (Onde, onde eles estão?)

Um vulto passa perto dali, correndo, escorregando e caindo de rosto.

Sakura: ! (Que barulho é esse?) *correndo até onde houve o barulho*

???: Que chato, urg. Acabei tropeçando na corrida... *ficando de joelhos, ajeitando seu chapéu cor laranja, estava meio sujo*

Sakura: Ei! *se aproximando dele e ajudando ele a se levantar* Você está bem?

???: ! (Parece uma pessoa boa...) *se levantando com à ajuda dela* Estou sim, obrigado moça.

Sakura: *limpando ele* É um sobrevivente, puxa que bom.

Bao: Meu nome é Bao, qual o seu? ^^

Sakura: Ah, meu nome é Sakura. Sakura Kasugano! ^^

Bao: Sakura, que nome bacana! *riso, coçando minha nuca*

Sakura: (Estranho, eu já devo ter conhecido ele de algum lugar.) Prazer.

Bao: (Engraçado...minha cabeça dói...será que já nos conhecemos?) Oh, prazer também. 🙂

Sakura: *pigarreando* Bem, de onde você veio?

Bao: Bem, eu venho da China, eu e meus amigos tinhamos participado de um torneio, nisso ficamos por aqui para aproveitar e treinar, acabou que ficamos um tempo aqui...aí aconteceu tudo isso, agora estou sozinho e confuso...

Sakura: Entendo, mas... !

Kid Kyoko: Sai de perto dela chinês do mal ou eu vou queimar você!

Kid Son: *escondido atrás de Kyoko* D-Deixa nossa mamãe em p-paz...Chinês malvado...

Kid Kyoko: Sonoichi, se continuar se escondendo atrás de mim e agarrando a minha perna eu não vou conseguir proteger nossa mamãe.

Kid Son: Desculpa, Kyoko-san ><

Kid Kyoko: Todo mundo sabe que chineses são do mal então temos que derrotá-lo.

Bao: Não, não s-sou ruim... *se afastando um pouco*

Sakura: Ei, crianças, calma! '-' É só um garoto, ele estava perdido!

Kid Kyoko: Mas mãe, ele é chinês. Você sabe como chineses são inimigos de japoneses.

Kid Son: Como os Mishima e os Kazama ou os Mishima e os mexicanos ou os Mishima e o mundo ou os Mishima e os Mishima.

Kid Kyoko: É. Chinês nenhum passa por mim.

Bao: Acho que não deviam julgar-me só por eu ser japonês... *pegando no meu próprio braço*

Sakura: Desculpe, senhor Bao pela atitude de meus filhos, eles são intolerantes á pessoas da China. Ssshh...sshhh...*passando a mão na cabeçinha de cada um*

Bao: Tá tudo bem, eu entendo até. ^^

Sakura: Escuta, sabe me informar se viu por aí um casal? Assim, eles não vieram até agora.

Bao: Casal? Huuum...*pensando* não, não vi nenhum, sinto muito.😕

Sakura: *suspiro* ...Tá bem, obrigada. Vamos crianças, vocês não podem ficar aqui. *pondo cada mão no ombro deles dois e vai virando aos poucos eles até ir andando*

Kid Kyoko e Son: *ambos de cabeça baixa* Sim mamãe. *após serem virados, seguem Sakura*

Sakura: (Onde eles estão?)

Bao: Hey Sakura!

Sakura: ? *parando e olhando para trás*

Bao: P-Posso ir com vocês? Eu não tenho pra onde ir...eu tenho poderes! Eu posso servi de guarda ou algo assim... *se aproximando deles* 

Kid Kyoko: Se ele vir eu vou ficar de olho nele.

Sakura: Está bem, você pode vir, mas peço para que se comporte. *andando com os Kids*

Bao: Okay! ^^ *seguindo logo atrás* (HEEEEEYA! Consegui! Agora só falta achar meus amigos...)

Sonoichi: Mamãe, o Jeff estava perguntando onde estava os pais dele.

Sakura: Ele disse que estava indo procurar suprimentos com a Hotaru e até agora...eles não vieram, eu estou tão preocupada agora.

Kid Kyoko: Ah, ele tava chorando achando que os pais não iam voltar. Que bebezão. Eles sempre voltam.

Bao: *atrás deles quieto, cantarolando bem baixinho como de costume*

Sakura: Kyoko, que sujo. Hunf.

Bao: Com licença,  Senhora Sakura, está dizendo que o carinha aí não volto ainda? Porque não ir atrás dele? 😮 

Sakura: Porque minhas crianças ficariam sozinhas e não teria quem cuidasse delas. E...não sou senhora, sou senhorita. *abrindo a porta* Entrem crianças.

Bao: Oh sim, desculpe usar o termo errado...vou ficar por aqui, não posso me aproveitar da sua gentileza...

Sakura: Está tudo bem.

Bao: E-Então posso entrar também?

Sakura: Sim.

Kid Sonoichi: Sim mamãe. *entrando* 

Kid Kyoko: *focando visão em Bao* Estou de olho no senhor. *entrando*

Bao: Muito obrigado Sakura! *inclinando um pouco para frente seu torso, com os braços para trás, depois entrando logo depois dos Kid*

Sakura: *entrando logo depois e fechando a porta* É o seguinte, depois do massacre de um monstro atacar a cidade, ele desapareceu numa luz. Ele devastou esse lugar todo...

Bao: Sim! Eu vi os estragos feitos, era um poder incrível...mas não sabia que era um monstrão. 0__0

Sakura: Ele devastou todo o lugar...ele matou todos que estavam ali, eu nunca fiquei tão pasmada...

Bao: Wow, que triste...eu sinto muito se perdeu alguém nesse meio... 😞

Sakura: Droga! Onde eles estão?!

Bao: *se sentando no chão de pernas cruzadas*

Sakura: Se eu for...eu posso acabar deixando meus filhos sozinhos. Não quero dar o luxo de isso acontecer.

Bao: Eu podia ficar com eles se quiser. 😮

Enquanto isso, em outro lugar
Stairway to Hell - Daredevil Season 2 Soundtrack ᴴᴰ

Stairway to Hell - Daredevil Season 2 Soundtrack ᴴᴰ

https://www.youtube.com/watch?v=JXAqn0Qdz1E

Jonathan: *se escondendo* Droga, eu posso sentir a energia deles. Estão próximos. 

Shawn: Sabe o que isso significa, mano. Se você ou eu formos lá, o esconderijo será descoberto e aqueles merdas lá vão estragar tudo.

Jonathan: Prefiro fingir não saber o que significa isso.

Shawn: Não fode Jojo.

Jonathan: Não! Vamos todos conseguir. Eu te garanto isso, mano.

Shawn: Queria experimentar esse baseado que você tá fumando.

Jonathan: Não é hora para brincadeiras, Shawn!

Shawn: Você acha que eu não sei? Você viu o que eles fizeram com Rock e Hotaru, não tem escapatória, ou vamos comer eles na porrada agora ou nós vamos ser arrebentados.

Jonathan: Eu sinto. Eles estão chegando.

Shawn: Jojo, estamos ficando sem tempo. Vamos lá, se salva com eles e me deixa ir lá. Nem todo Jonathan deve se sacrificar desse jeito.

Jonathan: Não, eu me recuso a perder o meu irmão dessa forma. Se vamos morrer, então vamos morrer lutando juntos.

Shawn: Tu é teimoso pra caralho. Pessoal chega mais.

Pessoas: *se aproximando*

Shawn: Eu vou fazer uma bolha que vai mandar vocês direto para o esconderijo em alta velocidade,mas para isso eu vou criar uma explosão, por isso preciso que todos entrem na bolha. Ela é bolha Manlist, então não vai estourar. *junta as mãos, então as esfrega e logo abre as mãos formando uma enorme bolha*

Pessoas começam a entrar com suprimentos restantes.

Jonathan: Você sempre foi esperto mano, a explosão vai atrair eles e nós vamos enfrenta-los.

Shawn: É.....merda, eles chegaram! *apontando para o céu*

Jonathan: Droga! Onde!? *olhando para todas as direções*

Shawn: Goodbye Jojo. *dando um soco na cara de Jonathan*

Jonathan: *caindo e, eventualmente, entrando dentro da bolha* Não! Shawn! Seu idiota! O que você fez!?

Shawn: Um dia a gente se encontra, mano.

Jonathan: Não!! *dando socos na bolha, enquanto se soltava das pessoas que o seguravam* Não!

Shawn: Agora vaza daqui, irmão! Fist Bomb!

Uma explosão surge na frente da bolha que logo é levada em alta velocidade para uma entrada de metrô e então vai quicando pelas paredes, até o som não ser mais ouvido.

13

13.- Gas Can Rage - Dave Porter

https://www.youtube.com/watch?v=o6zkG0c_nS4

Começa a trovejar e chover bastante.

Shawn: *olhando para o céu enquanto caía chuva no seu rosto* Não se preocupe pai, eu não vou te encontrar ainda. Eu vou vencer, salvar o dia e quando eu for bem velho vou te encontrar.

5 energias se aproximavam em alta velocidade, rasgando as nuvens que estavam no céu e pousando próximo a Shawn.

Shiki: Então, foi daqui que veio a explosão. Não há sinais de outras pessoas por aqui. Concluo que você esteja tentando se matar.

Shawn: Ou eu vou fuder com todos vocês de uma vez só.

Asura: Chega de perder tempo.

Shawn: Perfeito, mas venham na maciota, tá certo?

Os 5 seguidores de Cthutlu avançam na direção dele.

No metrô

A bolha rebatia contra as paredes várias vezes, até entrar na parede falsa e chegar no esconderijo da resistência e logo estourar, deixando todos saírem.

Jonathan: Droga! Shawn! Seu idiota! Eu tenho que voltar lá.

Homem: *segurando* Não! Você vai morrer lá se for sozinho, avise à Sakura ou ao Terry primeiro.

Jonathan: Pro inferno com eles! *se soltando do homem* Meu irmão precisa de mim e eu vou ajudá-lo! *saía correndo para fora do esconderijo em alta velocidade*

A cada passo, Jonathan ia tendo flashbacks de suas aventuras com Shawn,

Jonathan: (Por que eu estou lembrando dessas coisas? Dizem que quando estamos perto da morte temos uma retrospectiva de todos os momentos que tivemos em nossas vidas, mas eu não vou morrer e eu sei que o Shawn também não. Então...por que estou vendo esses Flashbacks?) *passando por várias estações*

A energia de Shawn dava uma brusca reduzida.

Jonathan: Droga, eu ainda não sou rápido o bastante, Over heart 25% *correndo mais rápido, vendo tudo passando muito rápido diante de seus olhos inclusive imagens de Shawn* (Droga, isso ta mexendo com a minha cabeça, ainda não é rápido o bastante, preciso usar tudo!) Over heart 100% *correndo tão rápido que seus tênis queimam e o chão fica marcado com pegadas flamejantes, corria tão rápido que finalmente saiu do esconderijo, porém, só havia encontrado um braço pertencente ao seu irmão*

Jonathan: Sha...Sha...*se aproxima do braço devagar e cai de joelhos perante o braço* Ha....hahahahaha....isso é um sonho...é tudo um sonho....logo eu vou acordar...logo eu vou...AAAAAAAAAAAAh!!!!! *começava a chorar, dando socos furiosos no chão com toda sua força, deixando crateras enormes e quase comprometendo a localização da base da resistência* Shawn! Shawn!!!!!!!! AAAAAAAAHHHH!!!! *começa a gritar, olhando para cima, a chuva se misturava com suas lágrimas* Shaaawn!!!!!!!!!!! *sua aura ficava azul escura combinada com vermelha, aumentando sua energia a um nível nunca visto antes* Shaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaawn!!!!!! *os olhos ficam brancos e seus músculos aumentam muito, era tanto poder que seu corpo não resistiu e acabou desmaiando no local*

Os sobreviventes da resistência, depois de algumas horas levam o corpo de Jonathan de volta para a base, onde ele poderia se recuperar fisicamente, mas não mentalmente.

Horas depois, na madrugada

Alguém bate na porta de Sakura.

! *se virando e indo até a porta e destrancando e abrindo um pouco a porta* Pois não?

Homem: Vim lhe passar o relatório das equipes de buscas.

Kid Kyoko e Son: *escondidos olhando tudo*

Homem: De acordo com Jonathan, que se encontra na enfermaria muito ferido, Rock Howard e Hotaru Futaba foram cruelmente assassinados.

!!!!!!!! *entrando em choque*

Kid Son: *entrando em choque e falando baixinho* O senhor Howard....o que vai ser do Jeff...Kyoko-san?

Kid Kyoko: *respondendo baixinho* E-Eu não sei...

Homem: A equipe do Jonathan e do Shawn conseguiram alguns poucos suprimentos,porém trouxeram mais sobreviventes. Para isso, Shawn se sacrificou...o paradeiro de Terry ainda é desconhecido...e nossos suprimentos estão acabando....me desculpe por só lhe dar notícias ruins senhoritas...eu queria um dia poder lhe dar boas notícias....mas nunca consigo...

Sakura: *pondo a mão nos olhos, escorrendo lágrimas* (Meu irmão considerado...ser morto e junto com a sua mulher...) Obrigada...mas, *tirando a mão dos olhos* você viu quem foi o responsável por isso?

Homem: Os únicos que viram a luta foram Jonathan e Shawn, eles me informaram que eram 5 lutadores, mas não me revelaram a identidade destes.

Sakura: 5 Lutadores? Pelo menos já é alguma coisa, isso quer dizer que...foram eles os responsáveis pela causa-morte deles?

Homem: Sim...eles parecem ser bem poderosos,um deles lançou uma rajada de fogo que rasgou o céu...deu para ver de longe...

Sakura: Droga...

Homem: O que vamos fazer senhorita? O que devemos fazer? Estamos ficando sem saída...

Kid Kyoko: *falando baixinho* Sonoichi, é por isso que nós temos que ficar fortes, para proteger a nossa mãe de qualquer um que tente machucá-la.

Kid Sonoichi: Sim, Kyoko-San...

Kid Kyoko: Nós dois vamos salvar esse mundo e proteger nossa mãe.

Sakura: *olhando para trás* !

Kid Kyoko: Foge Son, ela nos viu! *correndo para o quarto*

Kid Sonoichi: Aaahhh! *correndo para o quarto*

Sakura: *suspirando, olhando para o Homem* Pelos meus filhos e por esse mundo. Embora eu tenha ficado tempo o suficiente cuidando deles, parece que não tenho outra escolha, a não ser lutar.

Homem: Espero que todo esse pesadelo chegue ao fim...agora eu irei dizer à Jeff o que aconteceu aos seus pais.

Sakura: E-Ele não pode ficar sozinho lá!

Homem: Eu levarei ele para morar com os Yabukis. Sei que posso deixá-lo lá.

Sakura: Se acontecer alguma coisa com ele...eu nunca vou me perdoar. Mas vou confiar.

Homem: Agora eu vou. Boa noite senhorita...*se virando e indo embora*

Sakura: Boa noite. *fechando a porta devagar e trancando, virando de costas e recostando na porta e deslizando na porta até sentar no chão, colocando as mãos na cabeça*

Bao: *havia escutado tudo, porém não sabia o quê dizer, então ficando quieto de cabeça baixa* (Espero que dê tudo certo pra ela...está sofrendo muito...mas...ouvi dizer que pessoas boas costumam ter vidas difíceis...)

Sakura: (Eu terei que fazer uma coisa...e não posso deixar meus filhos indefesos.) levantando Kyoko, Sonoichi. *andando até um dos quartos deles*

Bao: *observando ela andar até o quarto deles* (Ela se preocupa bastante com eles...) *olhando para baixo* (Eu já tive um pai ou...mãe?...eu...eu não consigo lembrar de nada...) *cabeça lateja* (Arg...)

Sakura: Ei, podem sair.

Bao: *piscando, bocejando por estar com tédio*

Ninguém saía.

Sakura: Preciso falar com vocês, não vou bater em vocês. *indo até Kid Kyoko e pegando ela no colo, dando uma apertada em sua bochecha*

Kid Kyoko: Mãe! Eu não sou mais criança, não faz isso. Eu já sou adulta,tá?

Kid Sonoichi: Jura juradinho mamãe? *mostrando mindinho*

Sakura: Uhum. Huhuhuhuhu! ^^ *dando um beijo em seu rosto, olhando para Sonoichi, com a outra mão, pegando com meu mindinho o dele*

Kid Sonoichi: 😀 Você jurou juradinho.

Kid Kyoko: Mãe eu já tenho 10 anos, não sou mais sua criança. Agora eu sou uma mulher.

Sakura: *colocando Kyoko sentada na cama ao lado de Sonoichi* Agora me escutem, Sonoichi e Kyoko. Tenho que deixar uma coisa bem clara para vocês e creio que não tenham outra escolha.

Kid Sonoichi: É comida?

Kid Kyoko: Claro que não, Sonoichi. É algo importante.

Kid Sonoichi: Desculpa...

Sakura: Eu já tenho lá minha maturidade e total responsabilidade de vocês dois como uma mãe viúva. Não Viúva Negra, mas uma mãe que tem o coração grande de mostrar o quanto ama vocês dois, e que não posso abandonar vocês até vocês puderem ter força o suficiente para lidar com isso sozinhos. Mas enquanto vocês estiverem aqui comigo, vocês estão seguros, não sei quando eu irei durar aqui, mas com todas as minhas forças. Eu irei estar com vocês, o tempo todo.

Kid Sonoichi: Nós também estaremos com você mamãe 

Kid Kyoko: Não se preocupe mãe, eu vou te proteger.

Sakura: Eu irei fazer o possível para treinar vocês dois e por outro lado, quero que vocês dois não levem isso na brincadeira, se levarem, vocês morrerão. Entenderam?

Kid Sonoichi e Kyoko: Sim.

Sakura: Ótimo. Uma coisa que devo falar agora para vocês é o seguinte. Kyoko, você possui consigo o poder de fazer chamas na sua mão. Mas isso é só um caso à parte, você pode alcançar temperaturas mais além do que só na palma das suas mãos. Você tem esse poderio, porém se sentir que está lhe afetando de maneira que não suporte o calor, cesse, mas não desista até se acostumar.

Kid Kyoko: Eu nunca desisto mãe. (Se bem que eu não gosto de usar minhas chamas, elas me machucam) Pode deixar comigo.

Sakura: Sonoichi, você possui duas coisas consigo, a capacidade de manipular Chi e também a capacidade de manipular um poder psíquico, juntando isso, pode ir longe, fará o mesmo que sua irmã, irá irradiar isso por todo o corpo.

Kid Sonoichi: O que é irradiar, mamãe?

Sakura: Concentrar algo por outros lugares além das mãos.

Kid Sonoichi: Eu consigo fazer minhas mãozinhas brilharem. Olha mamãe *mostrando as mãos, fazendo um pequeno esforço então ambas emanam um chi azul*

Sakura: Isso, muito bem! 🙂 Com isso, você pode concentrar isso por outros lugares, concentrar por exemplo, pelos pés, pela cabeça, logo poderá fazer isso pelo corpo inteiro, quanto mais faz esse progresso, mais potente será o Chi que concentra.

Kid Sonoichi: Hahaha 😀 *o chi começa a enfraquecer e então ele começa a ficar com sono* 

Kid Kyoko: Já tá com sono? Essas luzinhas te deixaram com sono?

Kid Sonoichi: Eu não tô com sono 😠 *bocejando*

Sakura: Estranho.

Kid Sonoichi: *seu chi para de emanar então cai no colo de Sakura*

Kid Kyoko: Vish, já caiu no sono? Você é muito fraco baixinho.

Kid Sonoichi: *de olhos fechados* Eu...não tô dormindo...tô acordado...

Sakura: '-' Isso acontece com você Kyoko?

Kid Kyoko: Claro que não mãe, eu sou muito forte.

Então tá, vocês vão me provar isso, amanhã. *colocando Sonoichi deitado na cama, pegando Kyoko e colocando ela deitada em sua cama* Hora de dormir, está muito tarde.

Kid Kyoko: Mas eu não tô com sono. Não quero dormir 😠

Sakura: Aí é com você, quem vai lutar feito um zumbi não será seu irmão.

Kid Kyoko: Eu não sou mais criança, me deixa ajudar a resistência, mãe.

Sakura: Eu deixo, mas quero você disposta para amanhã. *se virando e andando* Boa noite.

Kid Kyoko: Tá bom, boa noite.

Kid Sonoichi: 💤💤💤💤

Sakura: *respirando* (Ai ai, Kyoko, você me surpreende.) *retirando o casaco rosa, ficando com a camiseta branca, entrando no quarto e se deitando na cama*

Enquanto isso

Shawn: *abrindo os olhos e vendo um rosto quase angelical* Wow, Made in Heaven? Made in heaven!

Goenitsu: Espero que você seja útil. *se virando e andando*

Shawn: Não entendeu garota? *cantando*

I'm taking my ride with destiny

Willing to play my part

Living with painful memories

Loving with all my heart

Made in heaven, made in heaven

Goenitsu: Não é o momento para canções, senhor Williams.

Shawn: Tá bom. *percebendo que seus braços estavam intactos* Wow, eu pensei que tinha perdido meu braço.

Goenitsu: E perdeu. Quando eu o encontrei, você estava semi morto, então eu decidi salvá-lo, lhe dando a minha última dose de suco de asa de anjo. O suco curou seus ferimentos e fez crescer um outro braço.

Shawn: Obrigado pela ajuda, mas quem é você mesmo e cade os seus pais?

Goenitsu: Eu sou a atual guardiã do Ningenkai. E não consigo me comunicar com os deuses e seus anjos. Tentei conversar com o conselho do tempo e também não obtive sucesso. Algo interfere na minha conexão com eles.

Shawn: Hm.

Goenitsu: Preciso de alguém para me ajudar a descobrir a razão disso e você será essa pessoa.

Shawn: O que lhe faz acreditar que eu ajudarei? Não sou uma pessoa religiosa, mas não acredito que os seus deuses vão nos ajudar.

Goenitsu: Você me deve sua vida. Isso basta. Se não me ajudar, só bastaria tirá-la.

Shawn: Você acha que consegue, garotinha? Pode tentar a sorte.

Goenitsu: Um combate não seria o ideal para o momento. *se virando e andando* Vá descansar. Preciso que você recupere todas as suas forças para amanhã. A viagem será longa.

Shawn: (Ela me ignorou mesmo...bem, pelo menos o Jojo tá a salvo agora.)

  • Enquanto isso

Dante: Sabe, eu vou ganhar uma grana alta para matar vocês e fazia um tempo que eu não me divertia tanto, então quem vai me enfrentar primeiro? *andando na direção dos três seguidores*

Kyoko: Ha! Isso tá ficando interessante. Promete pegar leve comigo?

Arch: Esse é Dante. O filho de Sparda. A força dele supera a nossa. Se quisermos derrotá-lo, teremos de usar a cabeça.

Kyoko: Eu sei disso. Eu conheço bem esse cara.

Sonoichi: Kyoko-san, não se restrinja.

Kyoko: Eu vou vencer, não se preocupe com isso. Tenha mais confiança em mim, baixinho. *avança na direção de Dante em alta velocidade*

Dante: Wow, essa cai de boca! *mirando em Kyoko e então avançando na direção dela com sua espada para frente*

Kyoko: *desaparecendo antes que ele chegasse perto, então reaparece atrás de Dante e da um poderoso soco de fogo em suas costas* Te peguei!

Dante: *sendo jogado para frente em alta velocidade, mas depois levantando e batendo palmas* Bravo, bravo! Agora essa festa esquentou!

Arch: Qual será a estratégia que a sua irmã vai usar para derrotá-lo?

Sonoichi: Eu não sei. A Kyoko-san é incrível. Ela conseguia enfrentar os três filhos do Yagami, mesmo quando ela estava doente, e vencer sem muita dificuldade.

Arch: Vocês são os carniceiros dos deuses, essa luta deve honrar isso.

Em um templo chinês.
13

13.- Gas Can Rage - Dave Porter

Asura: *destruindo o portão com a sua espada*

Chin: Eles destruirão a barreira psíquica que eu fiz!

Shiki: *entrando no templo ao lado de Asura* Vocês todos...estão mortos...

Kensou: É o que você acha! O que fizeram com Bao?

Momoko: Seus malditos, vocês mataram ele!

Asura: Bao? Eu me lembro deste nome. Deveras, não costumo me lembrar dos nomes dos insetos que eu esmaguei.

Kensou: Maldito! *corre na direção de Asura, desferindo vários golpes*

Asura: *defendendo os golpes com seu escudo* Patético. *pegando Kensou pelo pescoço e o erguendo na primeira oportunidade*

Momoko: Kensou! *de repente ela sente um sai próximo ao seu pescoço*

Shiki: Vocês não possuem importância para nós. Poderíamos deixa-los vivos que não faria diferença alguma, porém, vocês devem morrer e nada mudará isso. *cortando o pescoço de Momoko*

Momoko: Urgh! Guargh! Urghh!! *caindo no chão enquanto pescoço sangra muito*

Kensou: Momoko!!! Argh!

Asura: *Apertando o pescoço de Kensou com mais força*

Chin: Não! Meus discípulos! *lacrimejando*

Shiki: *teleportando para perto de Chin e desferindo vários golpes nele em alta velocidade, enquanto teleportava para várias direções* Você já morreu. *parando de atacá-lo*

Chin: *começa a cair em vários pedaços espalhados pelo chão*

Kensou: M-Mestre! *lacrimejando*

Asura: *perfurando peito de Kensou com sua lâmina*

Kensou: *seus olhos perdem a vida e então toda sua força para tentar resistir vai embora*

Asura: *joga o corpo de Kensou no chão*

Shiki: Faltam duas pessoas...o usuário da força dragão e a representante de Athena...

Asura: Ela está...*se virando e enforcando Athena*

Athena: *sendo enforcada*

Asura: Aqui escondida. Ficou invisível para dar um golpe surpresa.

Athena: *pondo as mãos na cabeça de Asura e então vê imagens em sua mente*

Mikoto

??: Você é o meu pai...

Athena: !!!

Asura: Argh! *jogando Athena no chão e pondo a mão na cabeça* Mikoto! Argh!!

Shiki: Asura?

Athena: *seu corpo começa a brilhar rosa, então desparece*

Asura: Mikoto!!! AAAAAHHH!!!

Shiki: Asura, se acalme. *teleportando para perto dele e o abraçando* Ela está bem...Mikoto está bem...

Na Resistência.

Athena: *aparecendo na resistência e sem forças para ficar de pé* Droga...*começa a chorar* Eu não salvei eles!!! *chorava tão alto que quase toda a base podia ouvir*

Sakura: ! *lá de dentro* O que é isso? *correndo até a porta, destrancando e abrindo* Athena?

Kid Kyoko: Espere mamãe eu tenho que ir com você. *correndo atrás dela*

Kid Sonoichi: *segurando Kid Kyoko e sendo arrastado* Ai ai ai ai ai ><

Athena: Eles foram assassinados...meu mestre...meus amigos...todos foram assassinados...

Sakura: *correndo até ela e a abraçando* Calma...calma! Por quem, me diga, quem deles? Você os viu? Sabem quem são?

Athena: D-Dois demônios...A-Asura...eu vi as lembranças dele...eu fui uma inútil...não pude nem feri-los...deixei meu mestre, Kensou e Momoko morrerem...

Kid Sonoichi: O que tá acontecendo Kyoko-san?

Kid Kyoko: Atacaram a tia Athena. Droga, eu juro que vou espancar esses vilões!

Kid Sonoichi: Vai mesmo? 😮

Sakura: Oh Athena, eu sinto muito. Me perdoe por eles. *acariciando sua cabeça* (Asura.) Eu também perdi duas pessoas, eu perdi meu irmão considerado e ele perdeu a sua mulher. *afastando e olhando para ela com as mãos nos ombros* Você não sabe o quanto me senti mal. Sem contar também que eu também me senti uma inútil de não poder ter ido no lugar deles por conta disso.

Athena: Eu vi as lembranças dele...Sakura...ele está fazendo isso pela filha...ele não é mal...ele não é mal...

Sakura: Asura não é mal? Então, por que ele fez isso?

Athena: Eu tentei ir mais fundo...mas vi algo tão terrível...que não consigo mais me concentrar...era horrível, Sakura...horrível...Sakura...era muito horrível...

Kid Kyoko: Eu não aguento mais, eu vou atrás desses vilões e cuidar disso agora mesmo!

Kid sonoichi: Mas é perigoso Kyoko-san.

Kid Kyoko: Por isso você fica, lutar não é para crianças Son, é para pessoas adultas como eu. *andando*

Kid Sonoichi: Espere Kyoko-san, não me deixe sozinho! ><

Sakura: *virando para eles* Então se querem entrar para essa guerra, então irei treinar vocês. Já chega, fazerem isso com a Athena, já é algo que eu não toleraria de jeito nenhum, Kyoko, Sonoichi, vamos treinar, agora. É hora de nos preparar para enfrentar isso.

Kid Sonoichi: Sim, treino, treino, treino 😀 

Kid Kyoko: Eu não preciso de treino,mãe. Eu já sou muito forte.

Sakura: Prove.

Kid Kyoko: ! *recuando um pouco, mas depois parando* Como eu posso provar?

Sakura: Suas habilidades, a força dos seus socos, chutes, todos os movimentos, seus poderes, só ter suas chamas não te faz ter todo o poderio de vagar aí.

Kid Kyoko: Eu não preciso das minhas chamas para ser forte. *correndo na direção de Sakura* Hah! *dando soco na direção de Sakura, mas desaparece antes disso*

Sakura: *indo se defender* ? *olhando para os lados e para trás* O que?

Kid Kyoko: Aaahh! *caindo em cima de Sakura*

Sakura: *olhando para cima* Movimento errado! *abaixando um pouco, concentrando energia de Chi na mão e dando um Shoryuken* HAH!!!

Kid Kyoko: Ugh! *sendo acertada em cheio*

Kid Sonoichi: Kyoko-san! 😣

Kid Kyoko: Foi sorte mãe, eu ainda não dominei essa técnica.

Sakura: Aí é que está, um erro fatal desse de encontro com o inimigo, ele deixaria você em péssimas condições, ou não sobraria você em campo de batalha. De novo!

Kid Kyoko: Eu entendi, eu entendi. Não precisa brigar comigo, mãe. *avançando na direção de Sakura, dando um chute, depois começa a girar o corpo, dando vários chutes giratórios a cada girada, finalizando com um chute de fogo* Rapid Kick Rush!

Sakura: *pondo o braço no lado do rosto, afastando, indo para trás com os chutes giratórios, abaixando* Nada mal Kyoko, mais ferocidade!

Kid Sonoichi: Incrível! 

Kid Kyoko: Você que pediu mãe. *desaparecendo, reaparecendo atrás de Sakura e lhe dando um chute para empurrá-la para frente*

Sakura: ! *sendo acertada, dando um passo para frente* (Atrás. Onde ela irá agora?)

Kid Kyoko: Há! *lançando uma rápida Orochinagi em forma de projétil*

Sakura: ! (Ainda atrás!) *carregando a esfera no nível 2, virando e lançando logo em seguida, corre em sua direção, dando um soco em seu rosto, depois uma joelhada em sua barriga, dando um chute médio direto em sua perna e depois uma rasteira*

Kid Kyoko: Kyaaaah!! *caindo em cheio no chão depois de receber o combo*

Sakura: Segundo movimento errado, lançar projéteis, o inimigo se aproveita dessa brecha para contra-atacar com tudo em você, você não pode dar esta brecha a ele. Espero que esteja prestando atenção também Sonoichi, você vai lutar também.

Kid Sonoichi: Tô sim, mamãe 😀

Membros da resistência observando, alguns deles levam Athena para uma enfermaria.

Kid Kyoko: (Essas chamas machucam muito...) 8levantando* Isso não foi nada mãe.

Sakura: (O bom disso, é que ela está aguentando bem e tem potencial para seguir em frente, não posso deixar meus filhos ir assim para se juntar a uma pilha de corpos. Senão, vou mostrar irresponsabilidade perante meus inimigos. Depois falarei com a Athena, no momento preciso preparar meus filhos.) *correndo na direção de Kid Kyoko* Aprecio sua força de vontade Kyoko! É isso que quero que mostre mim, dê-me a resposta!

Kid Kyoko: *correndo na direção de Sakura* Eu vou te mostrar que eu não sou mais uma criança, mãe!

Sakura: *concentrando na mão o chi* Pode vir! *dando um soco fraco, com a outra mão, juntando elas e dando um giro no corpo, dando um golpe*

Kid Kyoko: *defendendo soco fraco, quando Sakura vai juntar as duas mãos, dá um impulso com soco de fogo* Há!

Sakura: Ung! *levando o soco* Nada mal! *aproveitando o momento dando um chute em sua cintura, dando um soco em seu peito com a mão direita e depois com a mão esquerda em seu rosto, depois concentrando energia psíquica com chi, podia se ver a energia pura rosa sendo concentrada no punho* Psycho....KNUCKLE!! *dando um soco em seu queixo*

Kid Kyoko: *ficando tonta por falta de ar por ter levado um soco no peito e com o soco em seu queixo acaba caindo de costas com dificuldade para respirar*

Sakura: (Droga, acho que exagerei...) Kyoko! *correndo até ela e levantando seu torso*

Kid Sonoichi: Kyoko-san! 😮*correndo na direção delas*

Sakura: Desculpa filha.

Kid Kyoko: *tentando respirar e falar* Ainda...não...terminou...nossa...luta... *tentando dar um soco em Sakura*

Sakura: *levando* (Quanta força de vontade.) *pondo ela devagar no chão deitada, fazendo massagem cardiovascular*

Kid Kyoko: Não...vamos....continuar...lutando...não...me ajude...mãe...como...posso...te...proteger...se não...aguento...uma luta...com...você...?...

Sakura: Ssshhh... *pondo a mão no seu rosto* você me provou que pode fazer isso. Eu estou orgulhosa de você ^^

Kid Sonoichi: Kyoko-san vai ficar bem? 😞

Sakura: Ela precisa ser socorrida, chamem as pessoas lá dentro! Ela precisa de um aparelho de oxigênio! *continuando a fazer a massagem* Vai logo, eu dou conta aqui!

Kid Sonoichi: S-Sim!

Pessoas: *se aproximando*

Homem: Deixe que nós levamos ela para a enfermaria.

Sakura: Ótimo, e rápido!

Homem: *carregando Kyoko com cuidado e então levando a para a enfermaria*

Kid Sonoichi: Mamãe, o que houve com a Kyoko-san? Ele tá com soninho?

Sakura: Não, ela tá ferida e impossibilitada de lutar, mas ela foi muito bem. Estou orgulhosa dela. Pelo menos o que ela me mostrou, é que ela tem uma boa agilidade e golpes precisos.

Kid Sonoichi: Ela é forte?

Sakura: É claro que é. *sorrindo, andando para dentro* E um dia, você também será.

Kid Sonoichi: Me ensina a ser forte como você e ela?

Sakura: Ensino sim, mas não vou aceitar choro como derrota. Ouviu?

Kid Sonoichi: Sim 😀

Sakura: Ótimo, agora vou diretamente onde Athena está.

Kid Sonoichi: Eba! 😃

Sakura: *entrando com ele e fechado a porta* Esse fardo que carrego como Lutadora do Destino, quem quer ser como alguém que é ligado á esse Destino que te guia, equer muita responsabilidade, Sonoichi. Esse é um tipo de coisa que você deve levar isso a vida a toda, para algum dia, o Destino lhe dar a resposta, pois ele lhe dá muitas perguntas e você deve escolher vários caminhos.

Kid Sonoichi:😃

Sakura: Você entendeu?

Kid Sonoichi: Entender o que, mamãe? 😊

Sakura: Você acha que eu tô brincando?

Kid Sonoichi: Não mamãe, não 😮

Sakura: Eu tô falando uma coisa que você devia prestar atenção em tudo que eu falo, se pensa que eu estou treinando vocês fisicamente, eu estou treinando vocês mentalmente também.

Kid Sonoichi: Desculpa mamãe  😞

Sakura: Está desculpado, quando eu for te treinar, não vou pegar leve como não peguei com sua irmã.

Kid Sonoichi: tá bom mamãe, mas não me mate 😣

Sakura: Eu não vou te matar, eu não sou uma assassina. Você precisará crescer mais um pouco. *entrando no quarto dela*

Kid Sonoichi: Eu não sou baixinho 😠Kyoko-san vive me chamando de baixinho. Eu vou crescer muito, vou ficar mais grande que ela!

Sakura: É claro que vai, hey Athena. Posso falar com você?

Athena: Sakura?

Sakura: Sou eu. *se aproximando* Desculpe não dar a atenção necessária, ser mãe de dois filhos é muita responsabilidade. Como se sente?

Athena: Estou me sentindo um pouco melhor... Mas ainda sou assombrada pelas lembranças de Asura e a culpa por ter sido inútil...

Sakura: Posso imaginar que experiência ruim que teve no momento. Mas...eu sinto no dever agora é hora de agir, e eu devo contar com os sobreviventes que estão aqui, estou chegando a conclusão que Asura deve ter sido manipulado e tá relutante. Não se sinta inútil Athena, você foi muito corajosa, apesar da dor imensa, eu também carrego isso em meu coração também, o que me deixa impossibilitada de sair daqui, é porque meus filhos são muito pequenos para poder enfrentar o corredor da morte lá fora, eu sei o quanto minha filha é dedicada. Mas essas pessoas dependem de mim.

Athena: Sakura...não há como derrotar isso...

Sakura: !

Athena: Eu ainda estou meio tonta por ter visto as memórias de Asura então eu não posso te dizer tudo 100%, mas...nenhum deles são humanos...eles acabaram com o Makai e com o mundo espiritual.

Sakura: Mas, as armas que eu possuo, os círculos que eu tenho em minhas mãos, existem centenas delas que são usadas propriamente para demônios, mas eu entendo que não está em condições agora.

Athena: Nada disso pode pará-los...eles mataram deuses...e mataram quase toda a população com as luzes brancas...

Sakura: Então o que resta? Morrer?

Athena: Há uma esperança...o Dr.Brown está montando uma máquina do tempo...

Sakura: Um momento, já ouvi falar desse nome.

Athena: Ele estava tentando se comunicar com todos os sobreviventes, nós encontramos ele e recebemos essa notícia...se ele conseguir poderemos mudar o nosso Destino...

Sakura: *suspirando* Então o que resta é esperar?

Athena: Temos não, ele ainda não tem todos os materiais necessários para construir a máquina do tempo...precisamos ajudá-lo...

Sakura: Certo, eu vou deixar você se recuperar, quando estiver melhor, me procure, tudo bem, Athena?

Athena: Tudo bem...

Sakura: Vamos mudar nosso Destino, porque ele não vai esperar por muito tempo até que a resposta chegue. Bom descanso. *se virando e andando para fora do quarto*

Kid Sonoichi: *seguindo Sakura*

Sakura: (Então é isso, pelo menos tenho uma resposta, muito obrigada, Athena.)

Kid Sonoichi: Aonde nós vamos agora, mamãe?

Sakura: Visitar sua irmã.

Kid Sonoichi: Kyoko-san 😄

Sakura: *chegando no quarto dela depois de alguns segundos* Kyoko?

Kid Kyoko: Mãe! *saindo da cama e dando um soco na direção dela*

Sakura: *inclinando o corpo para o lado* Mas já melhorou?

Kid Kyoko: Nunca estive mal para melhorar! *pulando e dando vários chutes na direção de Sakura*

Sakura: >< *sendo acertada de propósito*

Kid Kyoko: Eu não vou conseguir te proteger ficando deitada numa cama. *dando cotovelada*

Kid Sonoichi: Kyoko-san é incrível ><

Sakura: Já que está melhor. *segurando seu cotovelo* Ótimo. *dando dois chutes rápidos em sua cintura*

Kid Kyoko: *recebendo os chutes, mas segurando a dor* Eu continuar fazendo isso o dia todo. *girando o corpo, pulando e dando dois chutes rodados*

Sakura: *dando um salto para trás, carregando a esfera do Hadouken* Hadoken!! *jogando na direção dela*

Kid Kyoko: *pousando* (Vou te mostrar como eu sou forte, mãe) *mãos em chamas, corre na direção do Hadouken, então tenta pará-lo com as mãos, mas é arrastada para trás aos poucos*

Kid Sonoichi: 😮

Sakura: ! (Ela, ela está seg8urando meu golpe?)

Kid Kyoko: NnnnnnnnGH!! *redirecionando o Hadouken para cima*

Hadouken atinge o teto e faz toda enfermaria tremer, além de uma parte do teto rachar.

Sakura: *pondo as mãos na boca*

Kid Sonoichi: Incrível! 😮

Kid Kyoko: Ops...

Sakura: *pondo as mãos na cintura e batendo o pé*

Kid Kyoko: Desculpa mãe, as vezes eu não controlo a minha força hehehehehe 😋(Minhas mãos tão doendo muito, esse Hadouken e essas chamas estão me fazendo sentir muita dor...ai)

Kid Sonoichi: *batendo palmas* Vocês são incríveis 😀

Sakura: Eu vou perdoar dessa vez, Kyoko, mas quero te deixar informada para escolher melhor seus campos de batalha. Vê essas pessoas aqui? São vidas humanas.

Kid Kyoko: Desculpa mãe, eu não vou mais fazer isso. 😔

Sakura: As chances desse teto desabar em você, seria grandes, olha o risco que você iria se pôr, tem idéia? *se aproximando e pondo a mão em sua cabeça* Mas estou orgulhosa de você. 😄

Kid Kyoko: Obrigada mãe 😊

Kid Sonoichi: Mamãe, quando vamos comer?

Sakura: É, está na hora de aprontar algo para vocês, parecem famintos, vamos. E Kyoko, eu vou estar te treinando, quando Athena vir me chamar, você terá que ficar aqui cuidando deste lugar, tudo bem?

Kid Kyoko: Pode deixar comigo mãe, eu vou fazer o meu melhor.

Sakura: *se virando e andando* Vamos. E em outras palavras enquanto fica com todos aqui até eu resolver as coisas, você poderia inventar outras formas de movimento.

Kid Kyoko: Pode deixar mãe, não ou te decepcionar. *seguindo Sakura*

Kid Sonoichi: *seguindo elas*😊

Sakura: Ótimo, o que vocês quiserem, eu irei preparar. Para a cozinha! 😊

Kid Sonoichi: Oba 😀 eu quero Golan Golan Golan!

Kid Kyoko: É Gohan.

Kid Sonoichi: Isso 😆

Sakura: Perfeito e você Kyoko?

Kid Kyoko: Pra mim tanto faz. Já sei, quero ovo cru. Pessoas fortes comem ovo cru!

Sakura: Tá legal '-' *engolindo em seco* (Eu nem quero arriscar saber como é o gosto.)

No dia seguinte.

Sakura: *respirando ofegante* Vai Kyoko, mais uma vez, concentração!

Kid Kyoko: Sim, mãe! *se concentrando*

Kid Sonoichi:😮

Sakura: Lance!

Kid Kyoko: *girando o corpo e lançando uma Orochinagi em projétil* Há!

Sakura: Muito bem! *lançando o Hadouken para colidir*

Kid Sonoichi: 😍Que incrível!

Sakura: Vai, de novo.

Kid Kyoko: Sim, mãe. *concentrando sua energia* (Isso dói muito, mas eu não posso demonstrar isso, tenho ser forte e proteger minha mãe) *girando corpo e lançando uma Orochinagi projétil*

Sakura: *se distanciando até onde o fogo chegava*

Homem: Senhorita Sakura.

Sakura: ! *virando para o lado* Diga!

Homem: Athena solicitou a sua presença.

Sakura: Certo, Kyoko, continue a melhorar suas habilidades. Se preciso, inove em outras e aperfeiçoe! *correndo até o homem*

Kid Kyoko: Tá bem.

Homem: Ela quer que você a encontre na saída da fortaleza.

Sakura: Certo! Então irei esperá-la.

Homem: Entendido. *virando e Indo embora*

Sakura: (Okay okay, vamos lá, não temos tempo!)

Kid Kyoko: Sonoichi, vem aqui.

Kid Sonoichi: Sim, Kyoko-san? 😛

Kid Kyoko: Vamos seguir a nossa mãe.

Kid Sonoichi: O quê?! Mas ela não deixa a gente sair daqui! 😟

Kid Kyoko: Mas se não formos quem vai proteger ela? Agora já somos adultos, temos que proteger nossa mãe.

Kid Sonoichi: Mas eu só tenho isso. *mostrando dois dedos de cada mão*

Kid Kyoko: Já tá muito velho, agora vamos. *seguindo Sakura em silêncio e de longe*

Kid Sonoichi: Espere, Kyoko-san *seguindo Kyoko*

Lado de fora.

Athena: Sakura, está pronta?

Sakura: *bebendo o resto da água depois de tanto esperar* Pronta para o que der e vier.

Athena: Vamos seguir pelo túnel que leva até Metro City. Depois devemos ir a pé encontrar o esconderijo do Dr.Brown.

Sakura: Entendido. (Espero que eles não cheguem perto daqui, reforcei esta barreira o máximo que pude.) Vamos! *correndo*

Athena: *correndo* Meu teletransporte só funciona se eu sentir a energia vital de alguém próximo. Por isso não posso nos levar até lá mais rápido.

Sakura: (Ótimo.) Está tudo bem, se nós conseguirmos chegar lá pelo túnel, temos uma chance!

Athena: Só manter esse ritmo que chegaremos lá, dentro de 3 horas.

Sakura: *pegando na grade das escadas, pulo cortando 3 degraus para subir e descendo as escadas*

Kid Kyoko: *seguindo com Sonoichi nas costas* Elas correm muito rápido

Kid Sonoichi: Weee hahaha! 😂

Mudando o Destino. Editar

Após 3 horas depois

Sakura: *subindo as escadas* Tempo demais, correndo, descansando, correndo, eu espero que estejamos mais perto de onde ele está.

Athena: Ali! *apontando para a saída*

Sakura: Sim! *subindo correndo*

Athena: *fazendo o mesmo*

A medida que elas iam subindo correndo a luz da saída vai ficando mais forte.

Sakura: Diga-me que isso só é a luz do dia...

Athena: É só a luz do dia. Não se preocupe. *finalmente chegando à saída e então dava para ver os destroços de uma civilização morta*

Sakura: *pondo o braço acima da cabeça para fazer sombra* E pensar que eu nasci aqui...e tudo se foi. *andando mais a frente e descendo os 3 degraus da escada*

Athena: Fazíamos shows juntas nessa cidade.

Sakura: Bons tempos. *sorrindo*

Athena: Lembra do seu aniversário?

Sakura: Lembro sim, *olhando para ela enquanto ando* e eu lembro do seu. Sendo que você faz primeiro que eu.

Athena: Foi tão especial. Cantamos juntas e tudo. Pena que nem a foto sobreviveu a essa tragédia...

Sakura: *respirando fundo* Covardes... *olhando para frente*

Athena: Vamos, temos de mudar o nosso destino *correndo*

Sakura: Sim. *seguindo Athena*

Alguns minutos depois delas terem ido.

Kid Kyoko: *chegando no local onde elas estavam* Caramba, aqueles vilões fizeram isso tudo.

Kid Sonoichi: Kyoko-san, eu tô com medo 😣

Kid Kyoko: Não há o que temer, pequeno. Eu tô aqui, vou proteger você e a nossa mãe. Pode confiar em mim. *correndo* Se segura no trenzinho.

Kid Sonoichi: Weee! 😄

Athena: *parando em frente aos destroços de uma lanchonete* É aqui, embaixo desses destroços

Sakura: Bem, vamos lá. *se aproximando e entrando devagar para não se machucar com os escombros*

Athena: *entrando logo em seguida*

Havia uma escada levando a um lugar escuro.

Athena: Bem, vamos lá *descendo as escadas*

Sakura: Eu vou primeiro. *se virando e se abaixando, descendo as escadas devagar*

Depois de um tempo, com ambas descendo, elas chegam em uma fortaleza refestida de metal puro.

Sakura: Caramba...! '-' *olhando ao redor*

Athena: Então é aqui.

Sakura: *andando devagar e olhando para os lados* Bem discreto pode-se dizer assim, uma passagem levar à esse ponto.

No escuro dava para ver dois olhos vermelhos.

Robô Sentinela: Intrusos detectados, iniciar sistemas de defesa.

Sakura: Mas que droga!! *dando um salto para trás*

Athena: Droga, vamos ter que derrotar esse robô!

Robô Sentinela: Identifique-se agora ou será destruído *apontando mão aberta para elas, o meio da mão brilhava*

Sakura: S-Sakura, Sakura Kasugano!

Athena: Athena Asamiya!

Robô Sentinela: *escaneando elas, e então é desativado e perde suas luzes vermelhas*

Sakura: Funcionou. *respirando fundo*

Uma porta se abre para elas.

Sakura: Tá meio escuro aqui. Luminatio.

Luminatio

Sakura: Vamos lá. *andando* Se fosse para ser só um...

Athena: Sim. *andando e abrindo a porta* Primeiro você.

Sakura: *entrando* Sim. *as duas luzes seguiam*

Athena: *entrando*

A porta trancava automaticamente e na frente delas havia outra porta.

Sakura: *respirando fundo e correndo* Dr.Brown instalou uma unidade robótica altamente potente.

Athena: *seguindo ela*

A porta lança laser de scanner nas duas, logo em seguida a porta se abre para elas, revelando uma sala onde Dr. Brown estava.

Sakura: *entrando devagar* Doutor...Brown?

Dr.Brown: Vejo que alguém *tossindo* Recebeu minha mensagem.

Athena: O senhor está bem? *entrando logo em seguida*

Dr.Brown: Só um pouco velho e cansado, só isso.

Let's Listen- Chrono Trigger - The End Of Time (Super Extended)

Let's Listen- Chrono Trigger - The End Of Time (Super Extended)

https://www.youtube.com/watch?v=Z1FnOqhx4Rs

Sakura: Como o tempo passa...bom tempo não o vejo, Dr.Brown.

Dr.Brown: Estou sempre muito ocupado. *tossindo* Venham comigo. *andando* 

Athena: *seguindo ele*

Sakura: *seguindo também*

Dr.Brown: Eu estou tentando reconstruir a máquina do tempo. *tossindo* Porém preciso da ajuda de lutadores bravos.

Sakura: Aceitaremos essa oferta.

Dr. Brown: *entrando em um elevador* Deixe-me mostrá-las o progresso da máquina do tempo.

Sakura: Certo. *indo até o elevador e entrando*

Athena: *entrando*

Dr.Brown: Nós... *tossindo* Vamos mudar o nosso destino *apertando botão e elevador vai subindo*

Enquanto isso.

Kid Kyoko: *descendo escadas com Sonoichi se segurando nela*

Kid Sonoichi: Kyoko-san, tô com medo, aqui tá muito esculo😢

Kid Kyoko: Para de chorar, seja homem Son!

Kid Sonoichi: Mas tá muito esculo, acende uma chama, por favor Kyoko-san 😢

Kid Kyoko: Não, você sabe que eu sinto dor quando uso minhas chamas. Deixa de ser covarde. *chegando no chão*

Dois olhos vermelhos apareciam.

Robô Sentinela: Intrusos, identifique-se ou será eliminado.

Kid Sonoichi: Kyoko-san! 😭

Kid Kyoko: Para de chorar, Son. Somos Kyoko e Sonoichi.

Robô Sentinela: *escaneando os dois* Registros não encontrados no meu sistema. Iniciar eliminação.

Kid Sonoichi: Kyoko-san me protege 😢

Kid Kyoko: Essa lata velha não vai fazer nada com você, pequeno. Deixa que eu cuido dela.

--

Elevador chegando ao último andar e abrindo portas.

Dr. Brown: *saindo* Venham comigo. *tossindo*

Sakura: *seguindo Dr.Brown*

Athena: *seguindo*

Dr.Brown: *parando e acendendo luz*

Hqdefault-1511563861

Dr. Brown: Esse é projeto *mostrando*

Time Wing

Dr. Brown: A máquina está quase completa *tossindo* Porém falta os materias para criar o combustível. *tossindo sangue*

Sakura: Sabe onde podemos encontrar essas peças?

Dr.Brown: Sim, mas esse é o problema.

Sakura: Quais as consequências?

Dr.Brown: Só existem dois lugares que possuem o material que precisamos, um está na Austrália e o outro em Osaka. *tossindo* São cristais de Quartzo com radiação do infinito. Se eles forem destruídos, é o fim. *tossindo*

Athena: Doutor, eu posso tentar aliviar sua doença.

Dr.Brown: Obrigado, mas não é preciso.

Sakura: Mas...mas o senhor parece estar muito mal.

Athena: Eu insisto *pondo as mãos nele e então uma aura rosa passa por ele*

Sakura: Confie em nós, precisamos do senhor bem.

Athena: *tirando as mãos dele* Não consigo curá-lo...parece que a deusa Athena não responde ao meu chamado

Sakura: Mas o que? Como? Deixa eu tentar. *fazia o mesmo que ela*

A aura passava por ele, mas não o curava.

Sakura: Também não consigo! O que está acontecendo?

Dr. Brown: Isso não importa mais *tossindo* Meu único propósito agora é a máquina do tempo, não preciso viver mais do que isso.

Athena: Vamos tentar contatar a deusa Athena *fechando os olhos e se concentrando*

Sakura: Sim. *fechando os olhos e se concentrando*

--

Kid Kyoko: *com parte das roupas rasgadas e alguns machucados, pulando para trás* Continua segurando em mim, Sonoichi!

Robô Sentinela 1: *disparando feixe pelas mãos na direção dela*

Robô Sentinela 2: *tentando esmagar ela*

Kid Sonoichi: Kyoko-san!!! 😲

Kid Kyoko: Para de gritar! *mãos em chamas, pulando na direção do feixe e então o segurando por alguns instantes, depois redirecionando o para o Robô Sentinela 2*

Robô Sentinela 2: *tem as pernas cortadas pelo feixe e então cai no chão*

Kid Sonoichi: Cuidado Kyoko-san! 😣

Kid Kyoko: Não precisa repetir isso, já tá me irritando! 😡

Robô Sentinela 3: *pegando ela com a mão*

Kid Kyoko: !!!

--

Athena: Nenhuma resposta...

Sakura: Não é possível, mas Athena, se você disse que um daqueles demônios, matou até Deuses, acha que ele não matou a própria Deusa Athena?

Athena: Isso é impossível! Não a Athena!

Sakura: Eu também não quero acreditar que até ela foi vítima, mas por que meus poderes estão retidos de usar?

Dr.Brown: *andando até o computador e ligando a tela*

Telas: *mostravam o interior da fortaleza, inclusive Kid Kyoko enfrentando as sentinelas*

Dr.Brown: Vocês foram seguidas *tossindo* Mas o Sentinelas vão cuidar dos intrusos.

--

Kid Kyoko: *jogando Sonoichi no chão* Se salve Son.

Sentinela 3: *apertando ela*

Kid Kyoko: Aaaaaaah!!! *sendo apertada com força*

Kid Sonochi: Kyoko-san! 😭 *emanando energia azul forte por seu corpo*

Kid Kyoko: Foge, Son! Agora! A-Aaahh!

Kid Sonoichi: Não 😡eu vou salvar você! *energia emanando mais*

Kid Kyoko: Aaaah!! *sentindo alguns ossos quebrarem*

Kid Sonoichi: Kyoko-san! Hahaa! *pulando e dando cabeçada com a sua energia de chi azul na mão do Robô Sentinela 3*

Robô Sentinela 3: *mão sendo destruída*

--

Athena: Oh não! Sakura, aqueles dois não são os seus filhos?

Sakura: !!! *correndo até o monitor* Kyoko? Sonoichi?!

--

Kid Kyoko: Você me salvou Sonoichi. *correndo até ele* Você me salvou. Você ficou forte, Sonoichi.

Kid Sonoichi: *desacordado*

Kid Kyoko: Son? *segurando ele* Hey Son. Sonoichi? Baixinho? *pondo a cabeça no seu peito e ouvindo batimentos* Ele tá dormindo. Seu dorminhoco...

Robô Sentinela 1 e 3: *andando na direção deles*

Kid Kyoko: Seus malditos! Eu não vou perdoá-los! *corpo pegando muito fogo*

--

Sakura: Dr.Brown! Faça eles parar! *olhos ficando úmidos* Aqueles são meus filhos!

Dr.Brown: Não tem como *tossindo sangue* Uma vez que eles começam o modo de ataque, só param quando são *tossindo* Destruídos.

--

Kid Kyoko: *concentrando chamas nas mãos e então lançando um projétil que acaba queimando as câmeras*

Sakura: NÃO!

Athena: Sakura! *segurando em Sakura, e então ambas desaparecem e reaparecem no local onde Kyoko e Son estavam*

Sakura: ! *olhando para os lados* Obrigada. *olhando para frente* Kyoko! Sonoichi! *correndo na direção deles e ficando na frente deles*

Havia muito metal derretido para todos os lados.

Kid Kyoko: *abraçava Sonoichi que estava dormindo* Eu consegui...eu te protegi, Son...eu sou muito...forte...*fechando os olhos e sorrindo*

Sakura: *abaixando* Kyoko, Sonoichi, falem comigo!

Ambos não respondem, mas seus corações ainda batiam e dava para ver umas pequenas marcas de queimaduras em Son.

Athena: *se aproximando* Eu sinto muito Sakura...

Sakura: Está tudo bem, a culpa foi minha... *pondo a mão nos olhos*

Athena: Não foi culpa sua...você é uma boa mãe, está fazendo tudo isso para protegê-los desse destino terrível...

Sakura: ...Obrigada...*afastando a mão* isso me deixa um pouco melhor. *olhando para Athena* Consegue teleportar eles para onde está a fortaleza?

Athena: Eu posso tentar, mas eu precisaria voltar com eles até uma parte do túnel. Meu teleporte requer que eu sinta a energia vital de alguém próximo.

Sakura: Droga, isso é mal.

Athena: *carregando os dois* Eu prometo leva-los de volta em segurança, Sakura.

Sakura: Tudo bem, confio em você, eu vou te esperar aqui.

Athena: *correndo enquanto carregava eles, depois subia as escadas, até não ser mais vista*

Sakura: (Athena, volte com vida.) *se sentando de pernas cruzadas e meditando* (Eles foram tão corajosos. Kyoko, você me deixou impressionada.)

Dr.Brown: *chegando e observando o estrago que Kyoko havia feito* (O filho dela deu uma cabeçada na mão de Robô Sentinela e não morreu de Traumatismo Craniano, e a filha dela conseguiu derreter meus robôs revestido com um metal que só derreteria com lava. Eles não são humanos) *tossindo*

Sakura: ! *ouvindo ele dormir* Dr.Brown?

Dr,Brown: Descanse, tem câmaras de energia aqui. Elas recuperam a sua energia ao máximo, porém fazem com que você sinta muita fome. *tossindo* Use-as se achar necessário. Irei dormir. *se virando e andando*

Sakura: Tudo bem, boa noite Dr.Brown. *deitando de lado e fechando os olhos*

Depois de umas horas, cai a tarde. 

Sakura: *abrindo os olhos, levantando o torso devagar e bocejando*

Dr. Brown: Já acordou? *tossindo*

Sakura: *olhando para ele* Dr.Brown...por quanto tempo eu dormi?

Dr. Brown: Bastante tempo, mas venha, tenho que lhe passar a localização exata dos locais.

Sakura: Está bem *levantando, seguindo ele*

Dr. Brown: *entrando na porta, depois chegando no final do corredor e entrando na outra porta* As fábricas dos Cristais Quartz energizados são frágeis. *entrando no elevador e esperando Sakura* Mas ainda sim, estão sendo protegidas. *tossindo*

Sakura: Cristais Quartz, huuuuum. *entrando logo depois* Elas são poderosas num nível bastante gritante, senhor?

Dr. Brown: Eles podem gerar Táquions, partículas que viajam através do espaço e tempo. *tossindo muito* Minha máquina do tempo pode manipular esses Táquions e utilizar para o seu *tossindo* forte. Belo prazer. *tossindo sangue*

Sakura: Doutor Brown.😞 Sim, agora entendi.

Dr.Brown: *apertando botão e elevador fecha as portas e sobe* O que sabe sobre o inimigo?

Sakura: Que um deles matou meu irmão e a mulher dele, depois, Athena descobriu que um deles que ela se deu de encontro, foi com Asura. Ela acredita que ele não é mal, ela viu as lembranças dele.

Dr.Brown: Eu não sei muito sobre eles. Mas vi com os meus olhos alguns membros. Duas mulheres, um homem e dois adolescentes. *tossindo* Nenhum deles é humano.

Sakura: Duas mulheres, um homem e dois adolescentes. O homem é o Asura, mas os adolescentes e as mulheres, ainda não identificamos, mas pelo menos entre eles, deles foi o que atacou Athena. (E em outras palavras, espero que Athena traga algum suprimento para ele.)

Dr.Brown: Eu usei muito minha máquina do tempo para viajar entre eras e *tossindo* conhecer guerreiros fortes, mas no ano de 2050, eu e a minha assistente presenciamos a destruição de tudo. *tossindo* Ainda me lembro daquele dia *tossindo* Uma luz estranha começou a apagar tudo e as pessoas que estavam vivas foram assassinadas. *tossindo* Um deles tentou me matar, mas minha assistente se sacrificou para que eu voltasse no tempo. *tossindo sangue* Infelizmente, eu cheguei tarde...aqui também havia mudado...se eu tivesse abastecido a máquina do tempo...poderia investigar a origem disso e consertar isso tudo *tossindo muito e quase caindo no chão*

Sakura: 2050... ! *segurando ele* Dr.Brown! (Ele tá se esforçando tanto.)...O senhor fez o possível e tem a razão de estar aqui ainda, mas, se você desperdiçar a chance que sua assistente deu à você de ficar vivo, será em vão. Por favor, diga tudo e nós iremos resolver isso o quão antes.

Dr. Brown: Obrigado. Meus estudos mostram que nossa história foi completamente alterada *tossindo* E tudo está ligada ao ano de 1403.

Sakura: 1403? Isso são séculos atrás de nossa história! Se bem que...não devo reclamar, quando eu era jovem eu viajava para muitas dimensões.

Elevador: *chegando no último andar e abrindo portas*

Dr. Brown: *andando* O mais importante agora é recuperar os cristais. Me desculpe, eu não tenho nenhum veículo disponível para te transportar a esses lugares.

Sakura: *seguindo ele* E o pior é que não tenho outra escolha, a não ser voar por meses, até um ano.

Dr. Brown: Não! Eles poderiam localizar você!

Sakura: Ah, é verdade.

Dr. Brown: *acendendo a luz, pegando mapas específicos dos lugares e entregando para Sakura* Leve

Sakura: *pegando* Obrigada. *guardando no bolso direito de dentro do casaco* Confie em mim Dr.Brown, não vou decepcioná-lo.

Dr. Brown: Agora *tossindo* Encontre um jeito de chegar a esses lugares.

Sakura: *pegando o primeiro mapa e abrindo, olhando* Isso vai me ajudar bastante. Obrigada novamente Dr.Brown. Me deseje sorte. *se virando e correndo*

Dr.Brown: Sim...sorte...

Sakura: *entrando e logo aperta o botão que fecha a porta do elevador*

Elevador vai descendo.

Sakura: *pegando a fita que tava no outro lado do bolso do casaco enquanto isso* (Parece que mais uma vez, isso é um trabalho para mudar o Destino desse mundo.) *amarrando a fita na testa* (Preciso ser forte mais uma vez.) *dando um nó atrás*

Elevador chegando no primeiro andar e abrindo porta.

Sakura: *correndo com o mapa na mão* (Correr, contra o tempo.)

As três portas se abrem automaticamente a cada vez que Sakura corre.

Sakura: *depois correndo até a escada e subindo*

Enquanto isso na Resistência

Athena: *observando Kid Kyoko e Sonoichi, cada um em suas camas, respirando fundo*

Kid Kyoko: 💤💤💤💤

Kid Sonoichi: 💤💤💤💤

Médico: Ambos vão ficar bem. Há algumas queimaduras no pequeno, mas não é nada grave.

Athena: (Se ao menos pudesse fazer algo a mais...) Está bem, muito obrigada. Tome conta deles. *andando até o armário e pegando um frasco de uns suprimentos, vendo a validade, conferindo o que é eficaz* (Talvez se isso ajudar o Dr.Brown, já que não consigo curar sua doença...) Posso levar um desses?

Médico: Pode.

Athena: *pegando uns três* Obrigada. Com licença. *fazendo reverência e andando até a saída do quarto*

Bao: *passando por ali* Hum?

Athena: *olhando para baixo* Bao é você?

Bao: A-Athena!?! Sim, sou eu!

Athena: *abraçando o* Que bom que está aqui! Pensei que eles haviam te matado! *afastando* Como conseguiu fugir?

Bao: Eu não me lembro como Athena...eu só me lembro de já estar nesse lugar todo destruído.

Athena: Mas como assim? Você não se lembra de mim?

Bao: Não não! Eu lembro sim, estou falando desse lugar.

Athena: Isso é muito estranho. *levantando*

Bao: Sim...*tocando na minha cabeça*

Athena: Deixarei você ciente, nossos companheiros...se foram, por aqueles seres que estão com suas almas sendo perturbadas, entre eles, eu vi uma das memórias deles, foi horrível, muito horrível.

Bao: N-Não...não! Kensou e os outros...*pondo à mão na cabeça, lacrimejando*

Athena: *lacrimejando* Eu não pude fazer nada, eu me senti uma inútil!

Bao: *caindo de joelhos* A-Athena...que seres são esses? *chorando mais, soluçando, abraçando à si mesmo*

Athena: São uns demônios! Eles fizeram tudo isso! Dentre eles, um homem chamado Asura, ele tentou me matar, eu aproveitei vi a fundo dele. Eu vi a filha dele, tudo isso, fazendo isso pela filha!

Bao: Mas ele...ele não têm direito de tirar vidas assim! Ninguém têm! *chorando mais intensamente*

Athena: Infelizmente não temos outra escolha. Mas tem uma saída, Bao. Primeiro, preciso que fique cuidando do pessoal aqui, preciso voltar para a Sakura, pois prometi que iria voltar, tive que levar os filhos dela de volta para cá porque os dois nos seguiram e acabaram saindo feridos, eu queria poder fazer algo mas meus poderes de cura, não me obedecem.

Bao: S-Sim...eu posso ficar aqui e protege-los...só me deixe um pouco quieto...isso...isso é muita coisa de uma vez só, na minha cabeça. *levantando e te abraçando* Estou tão feliz que está bem...*fungava*

Athena: *retribuindo abraço* Eu digo o mesmo para você Bao, e preciso de alguém de confiança aqui. Mas se eu e Sakura não voltar, cuide muito bem dos filhos dela, eles são o que restou em sua vida.

Bao: Sim Athena! Eu não vou deixar ninguém machucar eles...ninguém...*botando à testa sobre seu ombro*

Athena: Conto com você. Boa sorte. *correndo com os suprimentos*

Bao: A-Athena! Sobreviva!  Por favor! *gritando enquanto olhava ela ir embora*

Athena: *chegando lá fora depois de um tempo* Certo, hora de voltar. *correndo*

--

Bao: *respirando fundo* Vou cuidar deles, eu prometo. *olhar sério*

--

Athena: *correndo e pulando nos trilhos* Espero que eu chegue a tempo.

--

Sakura: *sentada num banco quebrado, olhando o mapa*

--

Athena: (Eu sinto uma presença.) *correndo mais um pouco e olhando para o lado* Sakura?

Sakura: *olhando para frente* Athena?

Athena: Que bom que você está aqui! 😃

Sakura: Sim, escuta, temos algo para fazer e não temos tempo.

Athena: S-Sim sim! Eu estou levando uns remédios líquidos para o Dr.Brown, você me espera aqui?

Sakura: Espero.

Athena: Assim vai ficar fácil para eu poder me teleportar até você e ficar mais fácil.

Sakura: Tudo bem, eu ficarei aqui.

Athena: Obrigada. Eu já volto. *se virando e correndo*

Sakura: *respirando fundo*

Algumas horas depois.

Sakura: (Para poder chegar aqui, precisamos de muitos atalhos e driblar eles de qualquer jeito, uma presença de nossa energia e eles nos pegarão.)

Athena: *surgindo num brilho rosado na frente de Sakura*

Sakura: AAAAH! *dando um pulo do acento*

Athena: Desculpe, Sakura.

Sakura: Tá tudo bem...aaaa...*dando um suspiro* pois bem, temos essas coordenadas. Esse é o mapa de Osaka, *mostrando para ela* que Dr.Brown nos deu, pelo visto é perto daqui.

Athena: Vamos ver. *se aproximando e ficando ao lado dela* Huuuum...

Enquanto isso.
Mega Man 11 Musical Tribute - Reveal Theme Remix!

Mega Man 11 Musical Tribute - Reveal Theme Remix!

https://www.youtube.com/watch?v=y7n-zK4xLT8

Kyoko: Eu e o Sonoichi vamos para o Mundo dos Asuras.

Shiki: O que farão lá?

Arch: Vocês dois são nossas maiores armas. Os dois são Carniceiros de Deus, não seria inteligente deixá-los sozinhos sem proteção.

Kyoko: É, somos essa merda aí mesmo,mas tem uma coisa. O nosso potencial para ficarmos mais fortes é imenso. Eu sou mais poderosa do que aparento, mas vivi minha vida inteira dependendo apenas da estratégia, porque minhas chamas me machucavam e isso me fortaleceu.

Shiki: E quanto ao seu irmão?

Kyoko: Sonoichi? Ele é muito poderoso, eu diria que ele deve ser o lutador mais forte desse lugar, mas ele esconde todo esse poder por causa de um trauma. O gatilho para ele se tornar mais forte e mostrar sua verdadeira força é a raiva. Quando ele está com raiva, ninguém consegue pará-lo.

Arch: Então você quer treinar com seu irmão para que ele possa acessar esse poder?

Kyoko: Não. Eu quero ficar mais forte para que eu possa protegê-lo, assim ele precisará mais lutar. Sonoichi nunca gostou de lutar, ele é diferente, tudo o que ele fazia era para agradar a Sakura, mesmo ele não gostando. Eu não gosto de vê-lo sendo obrigado a lutar, mas também, preciso que ele fique forte para que não dependa da raiva para vencer uma luta.

Shiki: Entendo.

Kyoko: Não sei quanto tempo ficaremos lá treinando, mas quando voltarmos, estaremos muito mais poderosos.

Arch: O salvador sabe disso?

Kyoko: Sim, eu contei para ele quando estava devorando a alma do Dante. Aquele cara foi difícil para caralho para derrotar, quase morri. Agora é a hora de ir.

Shiki: Cuidaremos de tudo na ausência de vocês.

Algumas horas depois, Kyoko e Sonoichi de frente para um portal.

Kyoko: Vamos, Son.

Sonoichi: Sim, Kyoko-san.

Kyoko: Quando estivermos mais fortes poderemos voltar. Isso pode demorar ou não, depende unicamente de nós dois. Agora, vamos!

Sonoichi: Hai!

Ambos entram no portal que logo se fecha.

Voltando á Sakura e Athena.

Sakura: Então, é isso, precisamos ir nesses dois lugares, porém a Austrália deve ficar por último.

Athena: Certo, então vamos para Osaka. 

Sakura: Sim, Austrália será um percurso grande. *fechando o mapa e guardando* Temos que achar os cristais Quartz, faremos isso juntos. Agora vamos.*correndo, pulando o trilho*

Athena: Hai.*fazendo o mesmo e seguindo Sakura*

Após elas começarem suas jornada pelo mundo, elas partiram para Osaka em busca de seu primeiro cristal, 4 horas de caminhada e só o que elas encontravam era o vazio e a destruição estava de fato tudo irreconhecível para ambas.

Sakura: *andando* Por que sinto-me culpada de não ter feito nada?

Athena: Como assim, Sakura?

Sakura: Eu pareço inutilizada depois de tudo. E tudo porque esses tem um poder capaz de explodir um planeta.

Athena: Não se rebaixe, poder não é tudo se você não tem a devida responsabilidade de manejá-lo, senão ele quem cega você.

Um desfecho de chamas passava por elas parecia que estava se dirigindo para o mesmo caminho de ambas.

Sakura & Athena: !!! *o cabelo das duas balançavam*

Do céu algo uma tornado aparecia batendo no chão a frente delas.

Onda de energia

Sakura: *dando um passo atrás, deixando o corpo de lado*

Athena: Companhia.*arqueava um pouco as pernas, separando-as um pouco*

Após o tornado desaparecer um ser era visto diante delas.

Arma H: AAARGH!!! *via a Sakura* RYUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!

Arma H

Sakura: Que?

Athena: É imenso!

Arma H: *corria na direção de ambas para cortá-las com suas garras* RYUUUUUUUUUUU!!!!

Sakura: Opa!! Calma aí! 😨 *indo para trás a passos rápidos*

Athena: Sakura cuidado! *se virando e correndo*

Sakura: Nada bom nada bom! *se virando e correndo*

Arma H: RYUUUUUUUUUUU!!!!! *corre na direção de Sakura para perfurá-la de todos os jeitos*

Sakura: (Aquelas garras são incrivelmente enormes! Deve esfolar um ser humano) Union Secare!! *formando uma grande espada azul escura com uns detalhes nela, inclusive uma cruz nela, virando imediatamente defendendo seu seus golpes um a um, ao mesmo tempo que troca as posições dela a cada golpe* Ngh ngh ngh!!

Arma H: *guardava as garras  e partia para cima de Sakura para dar socos nele*

Athena: *já um pouco longe deles, concentrava energia psíquica rosa brilhante nas duas mãos* PSYCHO SHOOOOOOOOT!! *lançando uma esfera rosada com duas bolinhas circulando neste projétil na direção de Arma H com as palmas das mãos, encontrando as duas mãos na frente com o braço esticado para frente*

Arma H: *ao ouvir o barulho ele virava para essa rajada é então  se defendia*

Sakura: (Ele é grande, tenho que usar armas pesadas.)*correndo na direção dele* VÊNUS!! *formando uma espada grande concentrada na mão de uma cor lilás vibrante e dava um corte na perna de Arma H* YAH!

Venus

Arma H: *sua perna era cortada mais rápidamente ela se regenerava* RYUUUUUUUUUUU!!!!!!! *dava uma girada e então avançava com um pulo em Sakura dando dois socos de mãos juntas nelas*

Athena: (Regeneração?) Sakura! Saia daí!!

Sakura: ! *dando uns passos para trás e dando um mortal para trás e usando as mãos para apoiar no chão enquanto de cabeça para baixo, usando elas como impulso para pôr os pés no chão*

Arma H: *dava um grande salto para pisá-la*

Sakura: (Tenho que usar isso, para atrasar ele...ele não será derrotado tão fácilmente.) Dominus ODIUM!! *fazendo uma rajada de luz verde que sai do chão e faz uma chuva de luzes verde em Arma H*

Dominus-Odium

Sakura: !!!!!!!! *logo após usar esse golpe, sente uma tremenda dor no corpo* GAAAAAAAAAAAH!! WAAAAAAARGH!! *cai de joelhos abraçando o corpo e tremendo*

Athena: Sakura! *correndo até ela* Você tá bem?!

Sakura: Athena!...Argh...eu estou bem!...Preciso que você vá atrás do cristal, localize e pegue-o! Eu consigo o segurar aqui!

Athena: M-Mas e você?

Sakura: Eu vou ficar bem, só vá!

Athena: E-Está bem. Cuidado, Sakura! *correndo*

Arma H: *levantava sem ter sofrido nada pois se recuperava de novo* RYUUUUUUUUUUU!!! *observa a Sakura e então voltava a correr atrás dela*

Sakura: *respirando ofegante* (Boa sorte...) *levantando com dificuldade, respirando fundo* Agora é só eu e você... (Esse Gliph parece ser punitivo...agora já sei que não posso usar os outros 2 Dominus...ou meu corpo...não resistirá, mas parece que não cometeu nem um arranhão nesse cara!) Hasta! *jogando uma lança nele*

Hasta

Sakura: Vol Hasta!! *jogando outra, só que diferente*

Vol Hasta

Sakura: Melio Hasta!!

Melio Hasta

Arma H: *usava seus braços para se defender enquanto corria na direção dela e então pegava a cabeça dela e batia no chão algumas vezes*

Sakura: Argh! *cuspindo sangue* Muito boa...hehe...agora toma!! *empalando seu peito com Union Hasta*

Union Hasta

Arma H: *era perfurado mais continuava a espancar ela dava vários e vários socos em seu rosto*

Sakura: ! LAPSTE! *dando socos de pedra cada punho, nos punhos dele* (Socos como esse, seria capaz de me desacordar. Suas mãos são pesadas!)

Lapiste

Arma H: *os socos dele era de Adamantium era centenas de vezes mais resistente e forte do que pedra então quebrava completamente o soco dela de pedra e continuava a socar seu rosto* RYUUUUUUUUUUU!!!!

Sakura: *levando os socos* Uni....versitas!!

Universitas

Arma H: *voava para longe*

Sakura: *levantando num pulo, limpando o sangue* Ainda não acabou...Aoi Honno Speedo!! *concentrando chamas nos pés e correndo rápido na direção de Arma H* NOW! GLIPH OF GALES!! VOL! MELIO! *golpeando ele com uma espada, depois uma outra diferente*SECARE! *depois jogando esferas negras nele obscuras*Você é forte...para um grandalhão, mas não irei me intimidar por seu tamanho! *ficando de costas* UNION PNEUMA!!

Glyph-of-Gales

Arma H: RYUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!!!! *era acertado*

Sakura: *em meio a ventania no ar, porque havia se teleportado para cima dele, em queda estava concentrando o Hadouken nas palmas da mãos* Quer o senhor Ryu? Eu vou dar a você! PSYCHO!!!...AOI HONNO HADOUKEEEEEEEEEEEEEEEEEEN!!! *lançando um jato de chi com energia psíquica fogo azul*

Psycho Hadouken

Arma H: *era jogado violentamente no chão* ... *estava completamente ferido, mal conseguia se regenera direito* RYUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!! *começava a fugir enlouquecido*

Sakura: (Ele fugiu. Preciso pensar rápido, a queda tá perigosa.) Cubus! *fazendo cubus a minha frente e quando ele caía numa altura boa, pisava e usava como impulso, ao chegar no chão, dava uma cambalhota*

Ele ia embora em um tornado.

Sakura: *caindo de joelhos, abraçando o corpo* Tch... (Droga...meu corpo ainda está dolorido pelo Dominus.)

Athena: *surge de um jeito de teleporte no lado de Sakura* Sakura?

Sakura: ! *olhando para cima* Athena. Você chegou, você conseguiu?

Athena: Infelizmente não consegui, desse escombro eu não encontrei nadinha.

Sakura: *abaixando a cabeça* Que droga...

Athena: Mas eu fiz tudo que eu pude.

Sakura: Tudo bem, pelo menos você tentou.

Athena: *ajudando Sakura a levantar*Você está muito machucada, parece que ele era realmente forte.

Sakura: Forte pra pouco...

???: Bom trabalho.

Athena & Sakura: !

???: *andando na direção delas, era uma garota de capuz preto, cabelo branco e manto vermelho* Parece que seu título de atual Representante da Deusa Athena se mantém ainda no topo.

Athena: Quem é ela?

Sakura: (Essa voz...é a que estou pensando que seja?)

???: Eu vi sua batalha contra aquele mutante, isso prova que você cresceu para enfrentar novos desafios que está por vir, Sakura Kasugano.

Sakura: Anra, Reas Kazeko Amanda Goenitsu, representante dos Deuses e da vontade de Gaia, hum.

Athena: (Que nome cumprido.)

Goenitsu: É um prazer ver vocês aqui, ainda mais junto da famosa cantora Athena Asamiya, não estou certa? 

Athena: Sim.

Goenitsu: Bem, vamos ao que importa. O que vocês duas fazem aqui?

Sakura: Procurando...

Goenitsu: Procurando...?

Athena: Cristais Quartz. Conhece?

Goenitsu: Sim, são grandes pedras que geram Táquions, destas que viajam no espaço e tempo. Curioso, mas pra que precisam disso?

Sakura: Para...dar a máquina do tempo de Dr.Brown o que ela necessita.

Athena: Para isso, nós precisamos dela para que consertemos o que está errado.

Goenitsu: Entendo.

Sakura: Reas, entenda, essas coisas que nos atacaram, não são daqui, são de séculos atrás, sendo exata 1403. Dr.Brown disse que viu 5 deles, cujo nomes ele não sabia, mas Athena descobriu, dentre eles, Asura, os outros era 2 mulheres e mais 2 homens.

Athena: Já é alguma coisa que teremos que enfrentar a partir daqui.

Sakura: Sem contar o que eu enfrentei aqui, foi um ser imenso, ele tinha uma regeneração de seus membros bem acelerada, tinha garras nas mãos, não sei se eram ossos, ou se eram de metal, mas sei que ele não parava de me chamar de Ryu, quando o derrotei, ele fugiu gritando isso, foi estranho demais.

Goenitsu: Não cante vitória nesse momento, Sakura.

Sakura: !

Goenitsu: O que você pode enfrentar, pode ser pior e creio eu que vocês não acharão esses cristais aqui. Eles se encontram em lugares bem mais discretos e isolados do que em esgotos ou até em becos sem saída.

Athena: O mapa dizia que era em Osaka, eu pensei que encontraria por aqui, tentei me concentrar, mas o sinal dele não emanava, talvez não emanava por causa dos escombros. 

Goenitsu: Se fosse assim ele teria já sido destruído pelos prédios, mas eu posso ajudá-las se quiserem. 

Sakura: Toda a ajuda é bem vinda, Goenitsu. Muito obrigada. 

Goenitsu: Bom, irei ajudar vocês, pedi para que Shawn fosse seguir pelo subterrâneo para não ter o risco de ser encontrado, seguirá o caminho até onde seu irmão está.

Sakura: (Quem é Shawn?)

Goenitsu: Estão prontas para isso?

Athena: Sim.

Goenitsu: E você, Sakura?

Sakura: Sim, estou pronta.

Goenitsu: Então vamos.*se virando e andando*

Athena: *ajudando Sakura à andar*

Após eles andarem um pouco mais eles podiam ver um Santuário destruído a esquerda.

Goenitsu: Esse é o lugar. 

Sakura: *seguindo Goenitsu* Remoto o bastante para algo valioso estar escondido por aqui. 

Um feixe de fogo passava por elas se dirigindo a esse Santuário e então logo vem uma grande ventania de areia por trás delas.

Athena: ! *olhando para trás* Ah meu Deus! Vamos correr! Rápido!

Goenitsu: Droga! Venham! Venham rápido! *correndo*

Athena & Sakura: *seguindo Goenitsu*

Chegando nesse Santuário arruinado eles podiam ver duas pedras um a esquerda e o outro a direita e ambos tinha uma luz azulada no chão.

Sakura: *parando*Vejam! O que seria isso?

Um pouco ao lado deles esse Feixe de fogo ia para o caminho da Luz esquerda e essa luz crescia como uma energia e após isso esse feixe sumia.

Athena: É melhor nos apressarmos, eu não estou confiante naquele feixe. 

Goenitsu: *se aproximando das pedras* O que são essas coisas? *abaixando perante elas*

Sakura: *se aproximando dela* O que seria isso?

Goenitsu: Bom, essa não parece um Cristal Quartzo. 

Sakura: Seria um interruptor?

Goenitsu: Talvez, vamos ficar em pé em cada uma *se levantando e se aproximando da pedra e ficando em cima dela*

Sakura: *fazendo o mesmo*

Nesse mesmo momento Uma energia crescia em várias formas e então elas eram teleportadas para as ruínas, nesse lugar tinha algumas tochas acesas mais ainda era muito escuro. O caminho aonde elas estavam apenas seguia para frente pois atrás e os lados continha rochas que fechava totalmente a sua passagem.

Athena: Uau! Era isso? 

Sakura: Conseguimos!

Goenitsu: Parece que sim. *olhando para os lados*

Sakura: Bom, *olhando para trás* nada atrás, então, temos que prosseguir.

Athena: Certo. *seguindo Sakura*

Goenitsu: *seguindo elas*

Andando por 2 minutos em um corredor com paredes de rochas até que no lado direiti havia uma pequena passagem naquela parede de rochas.

Sakura: Parece que tem que ser uma de cada vez. Eu vou primeiro.*se abaixando e engatinhando e entrando no buraco*

Athena: *abaixando* Cuidado Sakura.

Goenitsu: Athena, você consegue detectar a presença do Cristal, certo?

Athena: Sim.

Goenitsu: O faça, isso vai nos ajudar. Caso tenha algo, nós te cobrimos.

Athena: Tudo bem. *engatinhando, entrando no buraco*

O caminho não era longo a frente dava uma sala mais iluminada e então contos um Cristal no meio dela em uma pedra brilhante.

Athena: Goenitsu. Eu sinto, o Cristal, tá emanando energia. 

Goenitsu: *abaixando*Conseguiram?

Sakura: *levantando*Pareceu muito fácil...mas, parece que conseguimos.*o cabelo ficava com reflexos e os olhos realçava, pegando devagar e olhando* Uma coisa dessa valiosa não se vê muito por aí. *olhando em volta deste*

Athena: Sakura, achou?

Sakura: O que? S-Sim, sim achei.

O Cristal desaparecia assim que ela pegava e então 5 monstros surgia daquela luz aonde o Cristal estava.

Sakura: !!! Mas que droga! 

Goenitsu: Uma armadilha!

Athena: *ainda abaixada ali* Sakura! Vem!! *dando a mão*

Sakura: *olhando para trás e se aproximando do buraco e pegando sua mão*

Athena: *teleportando para perto de Goenitsu*

O buraco se fechava e então tudo começava a tremer.

Goenitsu: Vamos, vamos sair daqui! *correndo* 

Sakura: Estava fácil demais para um lugar com um buraco! *seguindo Goenitsu*

Athena: *seguindo* Se aqui não tiver uma entrada, morreremos aqui!

Chega uma parte aonde eles se encontram em uma bifurcação de caminhos

Athena: E agora?! Um desses lugares devem ser!

Sakura: Mas quais?

Goenitsu: *olhando para os lados*

O feixe de fogo passava por elas e virava na segunda esquerda da frente.

Sakura: Vamos para a terceira da direita!! *correndo*

Goenitsu: Sakura, não seja impulsiva.

Athena: *se concentrando aonde o cristal pode estar localizado enquanto as segue*

O Caminho ficava mais claro  e então elas davam a um grande círculo sem saída com uma pedra que disparava chock em quem chegava perto.

Sakura: Estamos encurraladas! *voltando com elas e indo para o terceiro da esquerda*

Indo mais para frente o lugar tinha um grande muro impedindo delas de seguir.

Sakura: Eu vou tentar quebrar! ACERBATUS!! *jogando uma grande esfera marrom contra o muro*

O muro quebrava e então aquelas pedras caiam para trás em um buraco tão fundo que nem pudia ver o seu solo.

Goenitsu: Vamos fazer o seguinte, cada uma vai nas direções que não se foram, menos aquela, vamos, temos poucas chances! *voltando e correndo para a primeira da direita*

Athena: *indo para a segunda da direita*

Sakura: O que sobrou pode ser pior para mim. *voltando e indo para primeira da esquerda*

Na primeira direita existia dois caminhos, na segunda direita existia monstros nas paredes que disparavam bolas de fogo dificultando muito quem quisesse passar, na primeira esquerda voltava para o início.

Goenitsu: Gente! Eu achei! 

Athena: *fazendo um escudo de proteção* Estamos indo! 

Sakura: *parando e voltando* Achou? 

Goenitsu: Tem dois caminhos aqui! *olhando para os lados*

Os dois caminhos pareciam ser iguais não era muito escuros mais também não muito claros e eram estreitos.

Sakura: *se aproximando* Ótimo, dois caminhos. 

Athena: *se afastando e indo até elas*

Goenitsu: Eu vou na direita. *indo para a direita*

Sakura: Eu vou para a esquerda. *indo para a esquerda*

Athena: *pegando no ombro dela* Eu vou no seu lugar, você é mais valiosa. *indo para a esquerda*

A frente no caminho da direita existia mais uma passagem na parede e no caminho da esquerda continha uma área enorme com 3 direções. A frente tinha uma escada para descer na esquerda tinha uma escada para subir e lá em cima tinha uma porta na parede de trás e direita tinha uma escada para subir e lá em cima tinha uma porta a frente.

Goenitsu: *pondo a mão na parede*

Athena: Gente, encontrei!

Sakura: O que você tá vendo?

Athena: Três direções e delas diferentes!

Sakura: *indo para a esquerda*

Ao subir a escada da direita pudia-se ver uma porta atrás.

Sakura: *parando ao lado de Athena* E agora, qual direção á tomar?

Goenitsu: (Parece que não há nada aqui.) *saindo da direita e indo para a esquerda*

Athena: Vamos nos dividir. *andando para a direita e subindo a escada*

Sakura: *indo para a do meio e descendo a escada*

Goenitsu: *indo para a direita e subindo a escada*

Os caminhos em cima apenas tinham as portas para outra sala já  a escada da frente Existia uma luz no meio dela a mesma que teleportaram eles para esse lugar.

Athena: *se comunicando telepaticamente* Sakura-San, Goenitsu-Sama, encontraram algo? 

Goenitsu: Athena? 

Athena: Sou eu sim, vocês acharam algo?

Sakura: Eu achei, peço que você venha aqui, Athena.

Athena: *transmitindo a mensagem para Goenitsu*

Goenitsu: Okay, eu estou indo aí.

Depois de um tempo as duas se encontram, cada uma descendo a escada. 

Sakura: Eu vou primeiro. *andando até a luz*

Aquela luz subia em várias formas diferentes teleportando a Sakura.

Goenitsu & Athena: *olhando uma para outra e confirmando com a cabeça, indo para a luz logo depois*

Todas elas eram Teleportadas para a Luz direita do Santuário da onde estavam antes.

Athena: Espera, que??? Mas...esse lugar, é o mesmo! 

Goenitsu: (Direção diferente.)

Sakura: Parece que estamos indo em círculos.

Athena: Nós simplesmente voltamos para o começo! 

Sakura: Inferno! *batendo o pé com força no chão*

Goenitsu: Acalmem-se as duas.

Athena: *fechando os olhos e respirando fundo*

Sakura: Tsc... (Fico preocupada em como a Kyoko está se saindo, além de deixar o Sonoichi lá, meio indefeso...mas eu dei uma tarefa e é mais que certo que ela me prove que pode lidar com isso.)

Goenitsu: Temos que fazer o procedimento que fizemos, não vamos chegar à lugar algum nesse estado, vamos fazer o procedimento todo. Athena, continue se concentrando daonde vem o Cristal Quatzo, e Sakura, não perca a cabeça, como eu disse, esses tipos de cristais não se acha tão fácil, é mais que óbvio que teríamos que enfrentar consequências como essa.

Sakura: Tudo bem…eu aguento essa. *andando, depois correndo*

Goenitsu: (Sakura, sempre determinada à não se entregar.) 

Athena: Vamos. *seguindo Sakura*

Goenitsu: *seguindo Athena*

Após elas serem Teleportadas para a mesma entrada elas mas uma vez caminhava pelo um corredor completamente reto até aqueles 6 caminhos novamente.

Goenitsu: *olhando para a direita* Primeira da direita. *correndo para este*

Athena & Sakura: *seguindo ela*

Mais uma vez existia dois caminhos iguais a frente.

Athena: Para a esquerda. *seguindo na esquerda*

Sakura: Escutem, vamos fazer diferente. *seguindo Athena* Vamos cada uma vai na mesma porta que foram, por favor só tomem cuidado.

Athena e Goenitsu vão para as direções das escadas até chegar as portas.

As duas portas da parede caem, a porta de trás mostra um corredor escondido bem extenso e sem nenhuma luz, já a porta da frente mostra apenas uma sala antiga com vários livros.

Goenitsu: Achei um lugar escuro.

Athena: Aqui tem uma biblioteca.

A Sala de livros continha alguns livros jogado em todo o canto da sala e algumas estantes destruídas e no fundo continha um baú que emanava energia.

Athena: Um baú?

Sakura: Goenitsu, espere um pouco aí, você vai precisar de mim aí. Espere Athena voltar.

Athena: (Será que é uma armadilha? Preciso arriscar.) *olhando para os lados, se abaixando e abrindo o baú devagar*

Dois itens pulava do baú por mágica um deles era um livro sobre os Cristais Quartzos e o outro era sobre os acontecimentos do passado.

Athena: !! *caindo sentada* G-Gente! Eu achei uma coisa!!

Sakura: ? Eu vou lá. *correndo e subindo a escada da direita, se encontrando com Athena*

Athena: São, livros. *pegando o livro, isso aqui fala sobre os Cristais Quartzo.

Sakura: Será que fala mesmo? Ou será outra armadilha, Athena?

Athena: Não saberemos se não tentarmos, não se pode julgar um livro pela capa. *abrindo devagar*

Sakura: Só abre e se afasta.

O livro começava a emanar um brilho e nele uma voz saía.

Dr: GenoneII: Eu achei um Cristal a 6 anos nessas ruínas ele me chamou atenção, pois nunca tinha visto um cristal brilhar tanto como aquele. Minha curiosidade cresceu e com a minha curiosidade veio as perguntas, então eu comecei a estudá-la e com o tempo descobri que ela tinha um poder inimaginável dentro de si, ela me mostrava o passado e algumas vezes mostrava a minha morte, a minha morte causada pelo próprio cristal! foi aí que eu percebi...ela não é um tesouro valioso ela é uma maldição aterrorizadora.

Athena: !

Sakura: Quer dizer que...nós não vamos sair daqui?

Athena: *pegando o livro* Não, *levantando* isso significa que o cristal ele é uma fonte de poder não bem vinda aqui, isso deve ter brincado com quem tentou achar algo por aqui. Se isso for verdade temos que achar um caminho, nesse caminho para o cristal, quero testar ele.

Sakura: *olhando por quem foi assinado*Doutor Genonell?

Athena: Vamos, temos que ir. *se virando e andando*

Sakura: *seguindo ela*

As duas se encontram com Goenitsu.

Sakura: Encontramos esse livro, ele diz que nessa ruína, o cristal parece que não existe aqui.

Goenitsu: O que? Então nós estaremos andando em círculos?

Sakura: Não importa mais, temos que ir, se nós morrermos, tampouco me importa agora.

Athena: Mas e seus filhos, Sakura?

Sakura: ... *fazendo uma pausa* O lugar onde estão pode cuidar deles sem mim.

Goenitsu: *olhando para ela*

Sakura: Vamos. *olhando para o corredor*Luminatio! *fazendo uma esfera amarela que ilumina uma parte do lugar*

Luminatio

Pudia ver que é um corredor rochoso e com o tempo ficava mais estreito também tinha uma parte nesse final do corredor.

Sakura: Ali. *andando pelo corredor*

Athena & Goenitsu: *seguindo ela*

Ao chegar naquela porta, o lugar estava tão estreito que elas tinham que andar de lado para prosseguir.

Athena: Eu vou primeiro. *ficando de lado e vai se escorando na parede*

Aquela porta era um pouco menor, mas se fizer uma forcinha todas elas conseguiam passar por ela.

Athena: Esperem aqui. *chutando a porta com o pé* Ung!

Ela era arrebentada violentamente, diante dessa porta pudia-Se ver outra sala parecida com a que achou o livro.

Athena: *se abaixando e engatinhando*

Sakura: *ainda no mesmo lugar escorada na parede*

Estantes de livros, mesa quebrada e um baú ao canto, trancada.

Athena: *levantando devagar e olhando para os lados*

Jogando uma das luzes que fez na sala para chegar e fazendo o mesmo, ficando ao lado de Athena.

Goenitsu: *demorava um pouco por Sakura estar a sua frente*

Sakura: Parece ser a mesma sala.

Athena: Não, a sala que estávamos era meio arrumada.

Goenitsu: *chegando finalmente até elas e ficando no lado esquerdo de Athena*Consegue detectar o cristal Quartzo aqui, Athena?

Athena: *fechando os olhos, tentando detectar se a energia do cristal estava naquela sala*

A energia do Crystal chamava ela porém não estava tão forte como deveria estar.

Athena: Uma...energia, fraca dele, só não sei se é verdadeira aos meus sentidos, pode ser qualquer energia que eu sinta, mas está fraca por enquanto.

Goenitsu: Entendo. Tem mais um baú ali.

Será que está emanando dali?

Athena: Segure. *dando o livro para Goenitsu*

Goenitsu: *pegando*

Athena: *andando até o baú e tentando abrir ele* Ung...uuuuuuuuung! ><

Sakura: Athena, parece que está trancado...

Goenitsu: Se o cristal emana aí dentro, não seria arriscado demais abrirmos com magia? Porque ele pode ser destruído.

Sakura: Mas se for mais um truque, estaríamos perdidas, se afastem.*indo para trás*

Athena & Goenitsu: *fazendo o que ela pediu*

Sakura: Vamos lá, Melio Culter!

Melio Culter

As adagas iam direto no baú e dentre elas, na fechadura, perfurando a frente do baú.

O baú abria e nele havia um livro que brilhava e também tinha um mapa.

Sakura: *se aproximando do baú e se abaixava e pegava no livro e abria*

O livro era mágico então não tinha nada escrito porém assim que ela a pega ele começava a falar.

Dr:Genonell: 3 meses....3 longos meses...e esse Cristal ainda me mostra coisas estranhas, coisas assustadoras. Eu acho...eu acho que ele me mostra o futuro! Será que com os outros 4 cristais eu conseguiria viajar no tempo? Talvez eu possa salvar o futuro...talvez eu possa me salvar...grr..grr, o Cristal me permite gravar minha voz nesses livros, de acordo com esse Cristal me falta 2 semanas para minha morte. Será que vou achar os outros Cristais a tempo? Que Deus queira que sim...

Athena: Será que ele...morreu tentando?

Goenitsu: Se ele realmente morreu, o Cristal pode ou não estar aqui.

Sakura: Eu espero que ele tenha conseguido, espero que ele seja verdadeiro.*fechando o livro e olhando para o baú* Veja, um mapa!

Goenitsu: *se aproximando*Mapa?

Sakura: *dando para Goenitsu o livro* Segura.*pegando o mapa e abrindo*

Goenitsu: *se abaixando e olhando*

O mapa mostrava o mundo além de South Town e nele havia 4 marcações, um deles na Ilha misteriosa a 3000 mil metros dos arredores da praia de South Town, floresta da morte Japão, Vulcão de Gardna United Kingdom, Praia de Serge Japão.

Athena: *se aproximando e olhando*

Goenitsu: Seria essa então as localidades dos Cristais Quartzo?

Sakura: É provável. Mas onde nós devíamos começar?

Athena: Pelo mais perto e depois o mais longe.

Sakura: Certo.*levantando* Bom, eu acho que não tem saída por aqui. *olhando para os lados, olhando para cima*

O lugar era todo fechado com paredes rochosas a única saída era a entrada da onde eles vieram.

Goenitsu: Vamos, não temos tempo a perder.*se virando e andando para o buraco de onde veio e entrando*

Athena & Sakura: *seguindo ela*

Finalmente chegam nas três direções.

Sakura: E agora? Já sabemos que uma passagem nos leva até o começo.

Athena: Então significa que o cristal deve estar numa dessas áreas do mapa.

Goenitsu: Tentamos todas as passagens e nenhuma delas nos levou ao que procuramos.

Athena: Espera, Goenitsu e aqueles buracos que levavam a não sei que profundidade? Além do mais ainda sinto o cristal. Temos que se separar, vocês vão para a passagem que leva até o começo e de lá, vocês saem dessas masmorras e vou atrás desse cristal, se eu não voltar, vão sem mim, é o que eu peço. 

Sakura: Espera, não Athena, isso é injusto. Não posso te deixar aqui.

Athena: Sakura, você deve e lembre de tudo que você aprendeu, foi bom enquanto durou estar acompanhada de vocês, agora vocês precisam prosseguir se quiserem chegar à algum lugar nessa jornada, quanto mais vocês perdem tempo, mais pessoas eles irão matar.

Goenitsu: É verdade, Sakura, entendemos sua preocupação de salvar vidas, mas você deve prosseguir, vamos. *andando até o caminho do meio*

Sakura: *abaixando a cabeça*

Athena: *abraçando Sakura*Eu confio em você…todos depende de você nesse momento.

Sakura: *retribuindo abraço*Obrigada, Athena.

Athena: *afastando*Agora vá, você precisa ir.

Sakura: Certo.*seguindo Goenitsu*

Sakura e Goenitsu ao ficarem próximas ao teletransportador, elas desaparecem como uma luz. 

Athena: (Vamos lá.)*se virando e indo na direção oposta*

Depois de um tempo, Athena chegava no caminho que vinha que era a esquerda, ela põe a mão na parede que dividia os dois caminhos.

Athena: Primeiro vou ver o que tem nessa passagem da direita, uma parede comum, não deve ser tão comum assim.*andando para a direita e se aproximando da parede*

A parede era rochosa e úmida uma pessoa magra consegue passar ali sem dificuldades e no outro lado era completamente escuro.

Athena: Hum, algo me diz que pode ser aqui.*ficando de lado e se aproximando da parede e ia se escorando, podia se ouvir o roçar das roupas*

Ao ela chegar ao meio daquele lugar na frente dela havia um buraco na parede um pouco acima de seu rosto ali brilhava uma luz vermelha como se fosse uma especie de laser

Athena: Será que...*se aproximando e olhando no buraco, fechando um olho só*

Um barulho bem alto era ouvido e então 6 bichos de 7 centímetros que tinha seu corpo com um certo brilho vermelho começava a sair daquele buraco.

Athena: *se afastando*Droga!

Infernoroids: *os 7 saiam dali bem rápido então ecoava um som muito alto enquando miravam aquelas luzes por todos os lugares*

Athena: *olhando para eles e depois concentrando energia psíquica nas mãos*(Pensa rápido, Athena.) EEEHEEEY!! *mandando o Psycho Reflector New na parede*

Athena Psycho Reflector (New)

Infernoroid: *os que eram atingidos caia no chão então rapidamente trocavam de pele para um vermelho sangue logo cuspia ácido nela*

Athena: *virando para eles e usando o Psycho Reflector escudo mesmo*

O ácido desaparecia diante daquele poder então eles continuavam a atira nela ácido.

Athena: (Eu vou usar tudo de mim.) Telepoooorto! *teleportando para a parte do começo onde passou de lado, então abrindo os braços e* Psycho Booooolre!!

Athena Psycho Ball

3 Infernoroids são vaporizados com esse atack enquando os outros 4 lançava lasers nela ao mesmo tempo que visita ácido.

Athena: Droga...*juntando os pés e então concentrando energia* Watashi Wo...Mamotte! *mandando o Clímax Move do Shinning Crystal Bit, juntando todos os cristais no dedo para aproveitar que usou para se proteger dos lasers e acidos e jogando neles*I-KEEE!!

Infernoroids: *subia rapidamente para o teto e logo começava a vazar um liquido vermelho pelo chão*

Athena: (Minha última carta.) Psycho Swordo!*fazendo uma linha brilhante que vai até em cima*

Antes da Athena queimar todos os Infernoroids alguns cuspis de ácido atingia a roupa dela fazendo aquela roupa queimar junto de sua pele.

Athena: Guuuuuuuh! *sentindo queimar mas mesmo assim conseguia acertar o de cima, depois cancelava e mandava um Psycho Reflector New nos outros*

Infernoroid: *eram vaporizados imediatamente deixando apenas uma gosma vermelho que pingava o chão*

Athena: *pousando de mal jeito por conta das feridas e pernas trêmulas*D-Droga…p-pelo menos eu consegui bater de frente…tsc... *se aproximando da parede que tinha um buraquinho e olhando para ver se tinha algo no outro lado*

Aquele buraco que ficava acima da cabeça dela era fechado do outro lado apenas tinha alguns buracos menores dentro dele.

Athena: (Eu não consigo sentir a presença do cristal aqui...se ele não está aqui, então...)*se lembrando da luz que entrou naquela direção* Espero não estar enganada...urg...eu não sei o que houve com a Deusa Athena por bloquear meus poderes de cura...o que aconteceu para ela tomar essa atitude? Vou tentar abrir essa passagem. *concentrando energia psíquica no punho e dando um soco na parede*

O lugar era quebrado porém com aquela força que ela usou desencadeou um desabamento de pedras em cima dela

Athena: *olhando para cima e segurando segurando a as pedras com sua energia psíquica a tempo*

A entrada por onde a Athena veio se desmoronava a fechando por completo e a saída por onde a Athena deveria ter ido era fechado pelas rochas do teto enquanto tudo desmoronava em cima dela a fechando por completo e a impedindo de respirar.

Enquanto isso

Kid Kyoko: Como assim não podemos sair?

Bao: Sakura pediu que eu tomasse conta de vocês...por favor, fiquem...

Kid Kyoko: Você não tá entendendo. Quem vai proteger nossa mãe? É o nosso dever protegê-la! Me deixa passar!

Bao: Eu não posso deixar vocês passar.

Kid Sonoichi: Por favor senhor. Deixa a gente passar. Só queremos a nossa mamãe...

Bao: Eu sei que vocês querem, mas é perigoso...

Kid Kyoko: Ah eu já perdi a minha paciência! Ou você deixa a gente passar, ou eu vou quebrar a sua cara.

Bao: Desculpe por isso. lançando projétil vermelho paralisando na direção de Kyoko

Kid Kyoko: *sendo acertada e ficando paralisada*Que merda é essa?! Eu não...eu não consigo me mexer!

Kid Sonoichi: Kyoko-San! 😮 O que você fez com ela?

Bao: Eu mandei meu Psycho Ball Sangrenta...ela vai ficar paralisada por um momento.

Kid Kyoko: Maldito! Quando eu sair daqui eu vou te pegar!

Kid Sonoichi: Kyoko-San...aguente firme...

Shingo: Pare com isso, Kyoko!

Kid Kyoko: (Esse cara de novo não...)

Kid Sonoichi: Shingo-san?

Shingo: *se aproximando*Vocês dois deviam estar envergonhados. Não estão vendo que a Sakura está fazendo de tudo para proteger vocês dois? Se vocês saírem podem acabar morrendo. Isso não é um jogo onde você tem mais uma vida. Por isso não devem sair daqui.

Kid Sonoichi: Desculpa, Shingo-san...é que é o nosso dever proteger a mamãe...

Shingo: Tudo bem, Sonoichi-chan. Eu sei que você entende, o problema é a sua irmã.*olhando para Kyoko com cara de mal*

Kid Kyoko: Tá! Eu já entendi. Não vou sair. Desculpa ou algo assim.

Shingo: Bao, obrigado por não ter deixado eles passarem. Agora deixa que eu cuido deles.

Bao: Eu prometi a Sakura. Não quebro minhas promessas.

  • De volta a Sakura e Goenitsu

Goenitsu: Quanto mais distante forem as localizações, mais evidente será o encontro do cristal.

Sakura: Sim. Goenitsu, espero que dessa vez com certeza,

De repente, uma distorção do Espaço e Tempo é feita e mostra um tipo de círculos vermelhos demoníacos e neles pelo buraco, sai os demônios.

Goenitsu: Sakura, se liga.

Sakura: ! *olhando para frente*Droga, companhia. *dobrando o mapa e guardando*

--

Em um lugar bem distante dali

Terry: *caminhava com as mãos nos bolsos todo ferido e com roupas rasgadas, observava aquele céu* Ainda temos muito o que fazer.

Ketty: *estava ferida também com sua roupas queimadas* Velhote um descanso vai bem sabia? *olha para as roupas dela* Olha como estamos! Precisamos de roupas novas!!!!

Terry: *ajeitava seu boné e observava uma loja detonada ali perto* Tudo bem. Assim você pode escolher roupas mais decentes para se vestir. *caminhava diretamente para aquela loja*

Ketty: *fica completamente vermelha* O que quer dizer com roupas mais decentes velhote!? Minhas roupas andam bastante decentes ultimamente, tá! O problema mesmo é que eu não consigo ficar com elas por uma semana... *seguindo ele*

Terry: *parava e olhava para ela*

Ketty: *parava e encarava ele agora* O que foi!? Tô mentindo!?

Terry: *mexia no cabelo dela* Vamos resolver esse problema. *dá um sorriso* Como você cresceu! Você está bem parecida com a Athena.

Ketty: *olha para baixo* Você acha mesmo que ela ainda está viva velhote? Eu nem sei se todos nossos amigos estão...

Terry: É claro que todos estão, eles estão igual a nós.

Ketty: Ferrados?

Terry: Não, em busca de vitória e esperança Ketty, Athena e os outros estão nos esperando em um lugar seguro.

Ketty: Você tem razão Terry. Dessa vez não vamos ser lobos solitários, dessa vez vamos ser uma alcatéia ferozes e furiosos pronto para vencer qualquer um que cruze nossos caminhos! ima! *dá um grande sorriso*

Terry: Você já entendeu. *tira as mãos do cabelo dela e começa a andar para direção da loja*

Ketty: *seguindo ele com um sorriso mais fraco em seu rosto*

Enquanto isso
Meta Ridley Boss Theme - Metroid Prime 3- Corruption Music Extended

Meta Ridley Boss Theme - Metroid Prime 3- Corruption Music Extended

https://www.youtube.com/watch?v=MuwDO7Jl4H8

Um tremor passa por toda resistência e acaba assustando a todos. Logo em seguida dava para ouvir uma voz ecoando as palavras "Ryu"

Kei: O que foi isso?

Kid Kaishi: Ryu?

Kid Jeff: Parece um monstro...eu tô com medo...

Shingo: Kei, esconda as crianças. Eu vou ver o que foi isso.

Kei: Por favor Shingo, não vá! Eu não quero que vo...

Shingo: Não vou. Eu prometo Kei e você sabe que eu não quebro promessas para você.

Kei: Eu vou estar te esperando.

Shingo: Quando isso acabar, nós vamos dançar aquela música que você tanto gosta.

Kei: Eu vou vestir aquele vestido que você tanto gosta. Não se atrase.

Shingo: dando um beijo em Kei*Não vou. *saindo de casa

Kid Sonoichi: Kyoko-san, o que devemos fazer?

Kid Kyoko: Você fica. Eu vou lá ajudar.

Kid Sonoichi: O quê!? Não! Eu quero te perder.

Kid Kyoko: O baixinho. Eu sou a pessoa mais forte desse lugar. Ninguém vai acabar comigo.

Kid Sonoichi: Eu não vou me separar de você. Hm! *ficando de braços cruzados e dando ombros*

Kid Kyoko: Tá bem! Eu te levo! Mas não me atrapalhe.

Kid Sonoichi: Oba!

Kid Kyoko: *corando e falando baixo* Me abraça...

Kid Sonoichi: Quê?

Kid Kyoko: Eu disse para me abraçar! Seu surdo!

Kid Sonoichi: Gomen ><*abraçando Kyoko*

Ambos viram brasas e saem pela saída de ar.

Enquanto isso

Sakura: Que coisa é essa?

Seres que saíam naqueles buracos, usavam um manto preto com capuz, carregando uma foice, andavam vagarosamente na direção delas.

Goenitsu: Parecem ser, ceifadores.

Sakura: Nem todo monstro usa foice, os Youkais variam de armas.

Hell Pride: *gemiam e andavam na direções dela com a foice armada pronta*

HellPride

Sakura: Ceifador ou não, fique atenta! PULSUS!!

Pulsus

Hell Pride 1: *sendo empurrado para trás junto com os outros*

Goenitsu: HU!*estalando os dedos e rajadas cortantes*

Hell Pride 5: *sendo cortado em todos os lugares, mas resistia*

Sakura: *pulando e então fazendo uma lança*Vol Hasta! *empalando no peito de Hell Pride 2* 

Hell Pride 2: *dava um berro de agonia*

Sakura: Demônios morrem com lâmina no coração, certo?

Goenitsu: *com os dois dedos juntos, aponta para cima e rajadas de luz vermelhas sobem, acertando Hell Pride 5 6 e 7*

Hell Pride 2: *se desintegra, virando pó*

Hell Pride 3: *aproveita e dá um corte diagonal para baixo nas costas de Sakura, rasgando não só uma parte de seu casaco, mas cortando também*

Sakura: Aaaaaaaah!! *abaixando* D-Droga!

Goenitsu: Sakura!

Sakura: Eu estou b-bem...Union Secare! *girando com a espada até levantar, acertando os Hells que estavam se aproximando*

Goenitsu: Vamos acabar com isso. *cruzava os braços e depois os abria, formando geysers lembrando fogo, porém branco que iam na direção dos Hells*

Sakura: (Os treinos de Dante não me foram em vão!) HA!! YAH!! *fazendo um golpe diagonal, depois horizontal, girando o corpo e acertando Hell Pride 1 e 3* Korede...

Goenitsu & Sakura: OWARIDA!! *uma dando um Psycho Knuckle e a outra formando furacão violento com rajadas cortantes neles*

Todos os Hell Pride viravam pó.

Sakura: Essa foi boa...ai ui...

Goenitsu: Você está bem?

Sakura: Sim, estou bem sim, ou talvez a velhice esteja chegando.

Goenitsu: Não diga isso, você é nova.

Sakura: Não tão nova quanto você, Goenitsu, você tem 9 anos e eu, já sou uma veterana.*se virando e andando* Já possuo uma boa força e uma boa resistência, se você soubesse do que eu passei...*respirando fundo*

Goenitsu: E-Entendo.*seguindo Sakura*

Enquanto isso
Helios Boss Theme - Metroid Prime 3- Corruption Music Extended

Helios Boss Theme - Metroid Prime 3- Corruption Music Extended

https://www.youtube.com/watch?v=5C95BnG_LVk

Barulhos de metal sendo arrastado e tiros sendo disparados ecoam por toda a Resistencia, sendo enfeitados por gritos de morte.

Shingo: O que está acontecendo, Leona?

Leona: Algo enorme. Cheia de espinhos e garras saindo dos punhos está nos atacando. Ele está repetindo a palavra Ryu inúmeras vezes. Não estamos dando conta dele.

Shingo: Droga! Mais essa! E não tem mais ninguém aqui para proteger esse lugar. Vai ter que ser nós dois.

Por um instante, os sons de disparos e gritos cessam, porém era possível ouvir passos que estremeciam o chão. Aos poucos, um ser enorme, verde, e com olhos de fúria surgia.

Arma H: Ryu....*saindo garras de seus punhos*

Leona: *jogando brinco explosivo no rosto do Arma H*

Arma H: *tem partes do rosto explodida, porém se regenera rápidamente e, por ódio, avança na direção de Leona atacando com suas garras gigantes*

Shingo: Ele é enorme e se regenera. Shingo Kick! *girando o corpo e dando um chute na cara do Arma H*

Arma H: *pegando a perna de Shingo e batendo com o seu corpo no chão*

Shingo: Argh! (Ele é muito forte!)

Leona: Shingo! *pulando e dando um V-Slasher em Arma H*

Arma H: *se regenerando, então joga Shingo na direção de Leona*

Leona: *é acertada pelo Shingo arremessado*Argh!

Arma H: *avançando na direção dos dois com suas garras amostra*Ryu...

Shingo: Ele quebrou a minha perna. Não consigo levantar...

Leona: Droga, não posso te largar aqui.*lançando brinco explosivo na direção de Arma H*

Arma H: *sendo atingido, mas regenerando rapidamente*Ryu...

Kid Kyoko e Kid Sonoichi: *ressurgindo em brasas naquele local*

Arma H: *parando e então olha para Kid Kyoko e Kid Sonoichi* Ryu...

Shingo: KYOKO! SONOICHI! SAIAM DAQUI AGORA!!

Kid Kyoko: É isso que você fala para a sua salvadora? Estou decepcionada, Shingo. Devia ser mais educado.

Kid Sonoichi: Kyoko-san, eu estou com medo...

Arma H: *olhando para Sonoichi*Ryu.....   *tendo flashes de Evil Ryu lhe espancando brutalmente* RYUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! *correndo na direção de Sonoichi e atacando irracionalmente*

Kid Kyoko: Droga, ele ficou maluco. *abraçando Sonoichi e então ambos viram brasas e ressurgem onde Shingo e Leona estão*

Shingo: *dando um cascudo em Kyoko* VOCÊ FICOU MALUCA!?

Kid Kyoko: Ai ><

Arma H: *parando de correr, então procurando Sonoichi, ao vê-lo começa a correr na direção do garoto* RYUUUUUUUUUUUUUU!!!!

Leona: Ele acha que o pequeno é o Ryu. Isso pode servir de distração para derrotá-lo. 

Kid Kyoko: Ninguém vai usar o meu irmão de bucha de canhão!

Kid Sonoichi: Kyoko-san, eu to com medo...*abraçando Kyoko forte* Eu não quero morrer...

Leona: Deixa comigo. *correndo na direção de Arma H, então perfurando sua barriga com uma lâmina,depois o explode*

Arma H: *se regenerando*

Shingo: Droga, sou inútil sem minha perna...Kyoko-chan, você não devia estar aqui com o seu irmão. Você está expondo ele e você mesma ao perigo. Fujam daqui e avisem à Kei sobre isso.

Kid Sonoichi: Kyoko-san?

Shingo: Está surda, Kyoko? Faça o que eu mandei!

Kid Kyoko: Vai se fuder. Se você quer fugir, pode ir. Eu vou derrotar esse monstro eu mesma.*correndo na direção do Arma H com os punhos em chamas*

Shingo: NÃÃÃÃO!!! KYOKO!!! NÃO SEJA BURRA!!!

Resumindo, teria uma luta dos 4 contra o Arma H. Eles irão perder feio.

Kid Sonoichi: *caído e quase sem enxergar nada*

Sakura: Por que não luta com alguém do seu tamanho, valentão?*com uma voz grossa e incomum*

Kid Sonoichi: M-Mamãe...você veio...nos salvar...*desmaiando*

Enquanto isso/ onde Terry e Ketty estavam
【Lisa OST】Bile

【Lisa OST】Bile

https://youtu.be/2w0tQOVk4hw

Várias partes da cidade pareciam destroços de uma guerra, quase um cenário de Dragon Ball pós batalha, o céu começa a trovejar e então dele sai um redemoinho.

Tornado verde sendo formado

??: Subarashi.

Silhueta da Hitaru

Terry: *já trocado olhava pela janela daquela loja* Ketty, mais problemas! *corria para o lado de fora*

Trovões começavam a destruir a loja e outros lugares desolados.

Terry: Ketty! *ficava furioso olhando para o causador disso* Pare imediatamente!

Hitaru: *mostrando sua face* O que acha desta cor? Não é bonita? *apontando para jaqueta a vermelha*

Ketty: Será que não vamos ter sossego nem por um segundo!? *ficando brava*

Terry: Hitaru sai dessa! Você está sendo controlada!

Hitaru: *com olhos negros causados por uma marca em sua testa* Terry, não quero lutar com você.

Ketty: Ok, você vai dar um jeito nela e eu vou trocar de roupa, se eu entrar em alguma luta nesse segundo. Ela é toda sua

Hitaru: Terry, me escute, você e ela tem de vir comigo. Eu não quero perder você também. Só assim vocês ficaram a salvo.

Terry: *olha para Ketty rápidamente e depois para Hitaru* Dessa vez não! Dessa vez eu não vou te perder mesmo que eu tenha que lutar com você! *posição de luta* C'mon!

Hitaru: Cthulhu prometeu que eu não iria mais perder minha família. Lutarei com você se for preciso, para te proteger.

Terry: Isso é mentira! Você não ver? Hitaru eles estão matando todos sem piedade, eles querem a destruição total desse mundo. Abre seus olhos! isso não é proteção, isso é a destruição!

Hitaru: Eles tão matando os humanos. Eles são maus! Eles arrancaram meu braço e ainda fizeram minha família sofrer. *põe os dois dedos na testa e desaparece*

Ketty: *sai de trás de um pequeno pedaço de parede com a roupa trocada* Ok, acabou o tempo da discussão de família. Anda logo, para de mimimi, faz o que ele falou, vamos embora felizes e sem detonar mais roupas ou podemos te bater até você se convencer que esse tchutchu é o vilão, o que você acha?

Terry: *observava todos os cantos serio procurando Hitaru* Não se deixe levar pela ganância Hitaru, acorde antes que seja tarde!

Hitaru: *surgindo acima e atrás de Terry* Eu estou muito bem acordada! *dando um chute na direção dele que ao acerta lo o faz ser arrastado no chão* Savage Kick *dá um outro chute que a joga pra trás e manda ele em direção ao um prédio que é demolido com 1 impacto*

Terry: !! *era acertado* Uaah!!

Hitaru: Eu não quero te machucar Terry! #pulando na direção de Terry disparando várias bolas de energia com uma mão na direção dele

Ketty: *usava o Teleporte até Terry um pouco antes dela pular em cima dele* Shild Breaker! *uma aura psíquica toma conta no corpo dela repelindo Hitaru para longe* Não vou deixar você tocar no Terry de novo!

Terry: !

Hitaru: *tendo seus projéteis repelidos, então ela gira e sua mão direita forma uma espada de luz que ela usa para cortar os projéteis refletidos e atacar o escudo*

Ketty: *o escudo vai se quebrando* Te-rry...

Terry: *se levantava em um pulo* Burn Knuckle! *passava um pouco raspando pela Ketty e se dirigia para o rosto de Hitaru*

Hitaru: Por que você não quer me ouvir, vovô Terry? *é acertada no rosto, então cai no chão e concentra a sua energia nas duas mãos, prestes a mandar uma explosão de energia*

Terry: Eu...não quero que seja assim... *observa ela*não quero você do lado errado de novo!

Ketty: Hey garota mimada, não vê que não queremos que seja desse jeito? Nem eu quero te machucar, então abaixe a guarda e vem com a gente.

Negative Hitaru: *surge atrás de Terry, então pega ele e bate com seu corpo no de Ketty*

Hitaru: Então não lute comigo vovôzinho! *lançando rajada de energia na direção deles*

Negative Hitaru: *segura Terry e Ketty, e então os lança na rajada de energia*

Terry: ! *era atingido pelo golpe*

Hitaru: Ukerugai! *lançando vários projéteis com sua espada de energia em múltiplas direções*

Projéteis se prendem nos corpos de Ketty e Terry, porém não lhes causam dano algum.

Hitaru: *fazendo pose, mão metálica esticada, e o braço para cima, dobrado, com a espada de energia apontada para eles e um dos joelhos dobrados para cima, também* Waga Yaiba! 

Ao falar aquelas palavras, Terry e Ketty explodem.

Terry: *era arremessado para o chão* Argh...

Ketty: *rodava no ar pegando impulso para ficar em pé* Velhote, somos obrigados a lutar a sério!

Terry: Eu, não posso Ketty, não posso machucar a Hitaru...

Ketty: Tsc, mas eu posso! *corria até a Hitaru dando 3 socos de mãos abertas em seu peito e um empurrão de ombro* Hya!

Hitaru: *sendo acertada e jogada para trás com força* Super dash! *é tomada por sua energia, então voa na direção de Ketty, dando um soco, um chute, depois um soco e um chute, logo em seguida, usa seu braço para lançar várias rajadas de energia na direção de Ketty*

Ketty: *ia para trás defendendo seus dois socos e chute com o braço e perna e na hora das rajadas ela pulava para trás um pouco antes* Phoenix Arrow!

Hitaru: *sendo acertada pelo golpe e caindo ferida no chão, carregando as energias em suas mãos* Argh...

Ketty: Não vê? Você não pode me vencer, Hitaru eu te peço, volte com a gente volte para seu pai e mãe, volte para seus amigos, volte para seu avô, volte por todos que você se importa.

Hitaru: Os humanos Mataram eles!

Negative Hitaru: *surge atrás de Ketty e a imobiliza*

Hitaru: *fazendo fazendo uma enorme esfera de energia* Você vai tentar tirar a minha única família de mim também! *lançando na direção de Ketty*

Esfera aumentando o tamanho muito rápido.

Ketty: Aah!!! TEEERRY MINHA ROUPAAAAAA!!!!!!!

DragonBallFighterZ PS4 Test 018

Impacto resulta num abalo físico que todos os outros podem sentir

Sísmico - Abalado sísmico, tremor.

Explosão desaparecia fumaça amenizava e então pudia-se ver Terry a frente de Ketty com os braços queimados e com seu corpo saindo fumaça.

Terry: Gah... *seu corpo tremia um pouco e então ele caia de face para o chão*

--

Leona: *olhando pela janela* (Uma batalha está acontecendo pela frente.)

As pessoas de dentro do prédio ficavam no alvoroço.

Shingo: Acalmem-se, acalmem-se, fiquem aonde estão, se ficarmos em pânico vai ser pior!

Leona: Shingo, uma batalha está acontecendo a Sudoeste daqui.

Shingo: Tem idéia do que pode ser? 

Leona: Não, mas isso não me cheira bem.

Shingo: O que devemos fazer?

Mega Man 11 - Trailer Theme 8-bit Remix (0CCFT, VRC6+N163)

Mega Man 11 - Trailer Theme 8-bit Remix (0CCFT, VRC6+N163)

https://www.youtube.com/watch?v=mNs25S34cwY

Kid Sonoichi: *abrindo os olhos lentamente, então vendo Sakura* M-Mamãe! *saindo de sua cama e a abraçando forte* Eu senti tanto a sua falta...fiquei com muito medo mamãe... *lacrimejando* Por favor mamãe...não me deixe de novo...eu quero ficar com voxê... *olhando para Sakura com os olhos lacrimejando*

Todos ficam comovidos com aquela cena, mas tristes, pois Sonoichi estava enganado, aquela mulher não era sua mãe.

Evil Sakura: *dando um golpe na nuca de Sonoichi*

Estava com um visual mais exótico, usava um casaco com uma manga comprida e uma curta, usava luvas vermelhas diferentes, seu cabelo estava maior, estava amarrado atrás e um franjão que cobria mais seus olhos.

Kid Sonoichi: Guargh! *caindo e desmaiando*

Leona: !

Shingo: Evil, por que fez isso? Ele é apenas uma criança!

Evil Sakura: Procurem um outro abrigo e tratem de ficar mais fortes. Não posso fazer nada se vocês ficarem em perigo toda hora, mas eu ficarei com o filho da Sakura. Fui bem clara?

Leona: O quê?

Shingo: Só pode estar de brincadeira!

Bao: Eu não posso deixar você levar o filho da Sakura. Eu prometi proteger os filhos dela.

Evil Sakura: E protegeu com a bunda como sempre, FDP de boina!

Bao: Do que me chamou?

Evil Sakura: (Ele não lembra de mim? Que sorte, porque eu lembro dele e não o perdoei.)

Shingo: O que você pretende fazer com ele?

Leona: Você quer matá-lo? Essa seria sua vingança contra Sakura?

Evil Sakura: Matá-lo? Está maluca.

Shingo: Então o que vai fazer?

Evil Sakura: O garotinho chamado Sonoichi poderá ter um grande poder se for treinado adequadamente. Precisaremos da sua força para quando a guerra chegar no seu ápice. Eu sou a mais adequada para treinar o filho de Sakura.

Shingo: Devíamos esperar a Sakura voltar. Ela ficaria preocupada.

Evil Sakura: Não temos tempo para sentimentalismo!! O que vocês viram agora, é algo que fica se aproximando mais e mais daqui e se encontrarem vocês, é cada um por si! Acha que eles vão perdoar o que farão com as mulheres e crianças daqui? Não, não vão! Se continuarem arranjando desculpas, eu mesmo mato todos vocês. *carregando Sonoichi nos braços*

Leona: Evil, pelo menos explique a situação.

Evil Sakura: Acho que vocês merecem saber. Um ser ancestral, que está habitando nossa terra a mais de 1000 anos, seu nome é Cthulhu. Ele esteve se desenvolvendo durante os anos, devorando mortais e seres que são contra a sua vontade. Seu objetivo é criar um mundo sem humanos. Onde monstros possam viver em paz. Ele e seus seguidores foram até o Makai e conseguiram me capturar, junto com outras pessoas desagradáveis. Eu não sou cachorrinha de ninguém, me recusei a fazer parte dos seus seguidores, então, eu fui amaldiçoada com uma fome por seres humanos. Para sobreviver, eu preciso devorar seres humanos. Meu estomago está vazio a muito tempo, provavelmente eu irei morrer, mas não antes de transformar esse garoto mimado em um guerreiro temido.

Todos ficam perplexos.

Shingo: Mas como teremos certeza de que você não vai devorar o Sonoichi?

Evil Sakura: Ele vai me vingar. Deviam se preocupar com as outras três crianças.

Bao: Que outras três crianças?

Evil Sakura: A filha da Sakura, o filho do Shingo e o filho do Rock. Os três já foram levados por pessoas que irão transformá-los em guerreiros que possam salvar esse mundo.

Bao: Não posso permitir isso! Vocês vão matar os filhos da Sakura e mesmo que eles sobrevivam, vão ser tão maus quanto você!

Evil Sakura: Eu nunca pedi permissão de vocês. *flutuando e então voa para longe, até desaparecer na escuridão*

Bao: Droga...Sakura vai ficar arrasada...eu quebrei a minha promessa...

Shingo: Não se preocupe, Bao. Eu confio na Evil Sakura. Não sei quem vai treinar meu filho e as outras crianças, mas sei que farão o certo. Eu tenho fé. Nossos filhos são a nossa herança para o futuro.

Enquanto isso

Kyo: *sem camisa e sentado em um trono*Quando ela acordar, tragam para mim.

Em outro lugar

Evil Shingo: Está na hora de transformar vocês dois em homens.*de braços cruzados, em frente a Kid Kaishi e Kid Jeff*

De volta à Sakura e Goenitsu

Sakura: AAAAAAAAAAAH!!...*batendo contra a parede de gelo, depois de um encontrão levado pelo Cerberus*

Goenitsu: AAAAAAAAAAAH!!*batendo na parede de gelo também, ela chegava a trincar*

Sakura: *saindo da parede aos poucos e caindo no chão*Ngh…

Goenitsu: *caindo de joelhos logo depois*

Cerberus: Mortais tolas, o que fazem em um lugar como esse? Não irão provar nada diante de mim! GrrrrrWAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!! *jogando ar gelado na direção delas*

Cerberus

Sakura: *tremia bastante de frio, sentia as mãos congelarem*

Goenitsu: Droga.*levantando devagar e então fazia aquelas lâminas azuis curvas grandes em pé como da Mature e depois chuva inclinada de esferas vermelhas de luz para colidir com o ar gelado dele* Sakura!

Cerberus: *levava os golpes e algumas vezes quebrava um pouco os gelos que estavam em suas patas e suas cabeças*

Sakura: Eu...estou indo…*levantando com dificuldade, estava sangrando pelo corpo, havia um corte no rosto* hora de pegar pesado. UNION IGNIS!!

Union Ignis

O ar gelado desaparece com o a intensidade do calor.

Cerberus: *o gelo nas cabeças iam derretendo*

Goenitsu: Sakura, eu distraio ele, você deve atacá-lo, lembre-se, não deixe ele uivar, senão a camada de gelo irá cobrir uma parte de seu corpo! 

Sakura: Tudo bem!!*correndo na direção de Cerberus, pulando e fazendo cortes com Union Secare para esquerda, depois um corte com Union Hasta para a diagonal em uma cabeça da esquerda depois Mars (Espada de fogo.), dando um golpe para baixo*

Cerberus: Grrrrawrgh!

Crostas grandes de gelo caem no teto na direção delas.

Sakura: *pousando e olhando para cima* ! SATURNS! *pulando para trás e batendo com um martelo de pedra para o lado nas crostas de gelo que estavam em minha direção, alguns pedaços de gelo cortava o rosto*

Goenitsu: Osoi sebiro wa!*desaparecia com o vento e depois reaparecia assim por diante*

Cerberus: *batendo no chão com a pata no chão, colunas de gelo é feito na direção de Goenitsu*

Sakura: AOI HONNO!!*atirando fogo azul na mesma cabeça*

Goenitsu: *aproveitando, virando vento de novo e aparecendo na sua frente no ar e formando uma camada de vento cortante violenta pelo corpo, como se fosse um globo de vento que vai girando*

Cerberus: Grrrrawrgh!! *sendo atingido, uma cabeça desaparece, mudando a cabeça depois uivando e camadas de gelo se forma no corpo*

Sakura: Droga, novamente!

Goenitsu: *pousando depois e tentando se afastar*

Cerberus: GrrrrrWAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!! *correndo na direção delas e dando um encontrão nelas*

Goenitsu & Sakura: *levando o encontrão* KYAAAAAAAH!....*batendo na parede com força*

Goenitsu: *cuspindo sangue* Guh...humwa!

Sakura: Uh!....*com o corpo curvado para frente depois que bateu na parede, caindo da parede e batendo com o corpo no chão de bruços*

Cerberus: *vai se arrastando para trás pois estava acorrentado no pescoço então não podia ir longe até esse ponto*

Sakura: *levantando com dificuldade e então olhando seu ombro direito deslocado, pondo a mão no ombro e empurrando para trás com força* Ung!

Goenitsu: Sakura....*colocando um pé no chão como apoio, limpando o sangue da boca* mais um encontro desses e não vamos resistir, agora só tem duas cabeças.

Sakura: Mas ele ainda não está derrotado, eu vou mexer com ele um pouco! Uma tem que ser a espada e o escudo, então você me cobre!*correndo na direção dele*

Cerberus: *batendo com a pata no chão fazendo pulares de gelo pontudos na direção de Sakura*

Goenitsu: Sokoka!*apontando o dedo para cima, um pular de luz azul sobre no pilar de gelo*

Sakura: *pulando e*ACERBATUS!!

Acerbatus

Cerberus: *sendo acertado na cabeça esquerda*

Goenitsu: Doko miteiru!*desaparecendo nos ventos e então aparecendo no ar e* Atareo! *fazendo lâminas cortantes na cabeça direita*

Sakura: Uma hora você vai parar de se congelar!*pousando* NITESCOOOOOOO!!

Nitesco-0

Goenitsu: pousando e fazendo o Genocide Cutter*Sakashi! *e ficando de costas e estalando os dedos e fazendo pilares de vento duplo*

Cerberus: *o gelo da cabeça direita é todo quebrado*Gwurrrraaargh!

Goenitsu: Osoi sebiro wa!*desaparecendo e indo para trás* Agora, Sakura!

Sakura: *dando pulos para trás* Primeiro as mais novas! Todo seu!

Goenitsu: Lá vou eu! Chou Hissatsu Waza! Fureur Rouge!*26 luzes vermelhas se fazem do chão pra cima em alta velocidade*

Cerberus: *sendo acertado pelas luzes*

Goenitsu: *quando termina, aparece no lado de Sakura*Sua vez!

Sakura: *já estava com a esfera preparada*Não precisa nem dizer duas vezes, Chou Hissatsu Waza! Shinkku! Aoi Honno Psycho!! HADOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOUKEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEN!!! *lançando o Hadouken (do Ryu do Marvel vs Capcom 3)*

Psycho Hadouken

Cerberus: GWAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARH!!!

Goenitsu: Você conseguiu! ^^

Sakura: *respirando ofegante enquanto o Hadouken cessava aos poucos e a luz que emanava, cessava*

Cerberus: *indo para trás mais batendo contra a entrada atrás, porém não entrando pelo seu tamanho*Reles mortais, como podem ter tanto poder? 

Sakura: Eu poderia lhe contar com muito prazer, já que tô aqui nessa estrada mais tempo que todo mundo!

Cerberus: Regalias, vocês se provaram fortes, inclusive a pequena garota que está com você? Quem são vocês?

Sakura: Eu sou Sakura Kasugano.

Goenitsu: Sou Reas Kazeko Amanda Goenitsu.

Cerberus: Eu reconheci as habilidades de vocês mortais, quem irá levar a minha alma com vocês, é minha pergunta.

Sakura: Huuuum…*olhando para Goenitsu* essa pequena aqui, vai precisar.

Goenitsu: Ei! Posso ser pequena, mas eu consigo lutar, tá? 

Sakura: Naturalmente. 

Cerberus: Leve minha alma e siga em frente, vocês tem minha bênção.*rugindo alto*

Goenitsu: *fechando os olhos fortemente, segurando o braço de Sakura*

Sakura: *o cabelo balança*Bênção...concedida.

Cerberus: *se despedaçando em vidros pretos e virando uma luz azul*

Goenitsu: *olhando para cima*

Luz azul se aproximando em Goenitsu.

Sakura: *se afastando dela*

Goenitsu: *colocando as mãos abertas para a luz pousar*

As mãos de Goenitsu brilha e se formam garras de gelo em suas mãos.

Sakura: É, vai precisar, bonitinha.

Goenitsu: Como eu uso isso? 

Sakura: Não sei, como você preferir usar. Agora vamos, temos que ir, ou morremos nessa sala.*andando* (Minhas costas estão doendo…) 

Goenitsu: M-Me espere!*correndo, seguindo* Tenho que contar uma coisa para você. 

Sakura: Hum, pode contar. 

Goenitsu: É o seguinte...*falando sobre as ocorrências lá de trás*

Awesome Anime Music 7- Sensui's Territory

Awesome Anime Music 7- Sensui's Territory

https://www.youtube.com/watch?v=ANVb4zget6Q

Kid Kyoko: *entrando numa sala escura, então fica paralisada ao ver uma figura magra e cheia de cicatrizes no corpo, sentada em um trono, que lembrava o seu pai*

Kyo: Olá, minha filha.

Kid Kyoko: *se aproxima um pouco, depois para, pois estava suando frio*

Kyo: Huhu, mas o que foi? Eu sou seu verdadeiro pai, Kyoko.

Kid Kyoko: Não vem com essa merda para cima de mim! Eu não tenho pai! O cara que se dizia meu pai se sacrificou para salvar a minha mãe a muito tempo!

Kyo: (Uma personalidade forte hehe.)

Kid Kyoko: Por que você se intrometeu na minha briga com aquele monstro!? E por que me sequestrou!? Já chega, eu vou acabar com a sua raça! *correndo na direção de Kyo*

Kyo: *sorrindo, então estala os dedos*

Kid Kyoko: *uma linha de brasas se forma na sua frente então a explode, jogando a com força para a parede e fazendo ela sangrar muito* Arrgh! *olhando assustada para Kyo*

Kyo: Huhu, você não passa de um brinquedo nas minhas mãos. Não pense que esse poder ridículo vai me derrubar. Quando conseguir usar todo o seu potencial, ai sim poderá no mínimo causar um arranhão em mim, Tomboy.

Kid Kyoko: *ficando furiosa*Eu vou acabar com a tua raça! *correndo na direção de Kyo, prestes a dar um soco nele*

Enquanto isso.

Kid Kaishi: *abrindo os olhos, então vendo Jeff e Evil Shingo na sua frente*(Evil Shingo? Meu pai tinha me contado histórias sobre ele...)

Evil Shingo: Esta é Chiri-san. A segunda maior montanha da Coréia do Sul. Aqui é um lugar famoso pelas milhares de pessoas que matou. Vocês vão começar o treinamento infernal aqui.

Kid Jeff: Não importa qual treinamento eu faça...mamãe e papai estarão comigo para não me deixar morrer...eu sei disso...eu sinto eles aqui do meu lado...

Kid Kaishi: (Jeff...)

Evil Shingo: Muito bem, agora tirem suas roupas. Quero ver os músculos de vocês

Kid Jeff e Kid Kaishi: *tirando camisas e shorts*

Evil Shingo: Como eu pensei, vocês dois são apenas ossos de galinha.*tirando uma parte da camisa e mostrando braço veiudo e musculoso* Se querem um corpo de aço, precisam de algo assim!

Kid Jeff e Kid Kaishi: *ficando impressionados*

Evil Shingo: Deixe-me contar uma coisa para vocês. Vocês estão aqui pelo "Poder". Para ganhar poder, vocês precisam venera-lo.

Kid Kaishi: Eu quero venerar poder.

Evil Shingo: Apenas venere, Yabuki Kid. Para o seu próprio bem. Ou encontre um motivo para não adorá-lo. Se não encontrar esse motivo, venere como se fosse sua religião. Quanto aos motivos para conseguir poder, eu deixo essa tarefa para vocês.

Kid Jeff: (Eu já tenho motivo para venerá-lo, preciso de poder para vingar mamãe e papai.)

Evil Shingo: O treinamento de vocês começa agora. Agora levem seus traseiros para o pico da montanha!

Kid Jeff e Kaishi: Hai!*correndo e começando a escalar a montanha*

Enquanto isso

Kid Kyoko: *é arremessada contra a parede, cheia de ferimentos críticos* Aaaaargh!*cuspindo sangue e caindo sentada*

Kyo: *continua sentado no mesmo lugar*Será que você entendeu agora? Sua força não é capaz de causar um simples arranhão em mim.

Kid Kyoko: *respirando ofegante e olhando com ódio para Kyo*

Kyo: Sabe, um monstro ancestral me amaldiçoou porque eu não quis segui-lo. Fui amaldiçoado com uma fome por carne humana. Como eu não devoro nenhum humano a muito tempo, estou perto da morte.

Kid Kyoko: Está de sacanagem comigo? Eu não acredito que você está a beira da morte.

Kyo: Isso significa que você é bem mais fraca do que eu imaginei. Eu acho que só vou viver mais um ano, Kyoko.

Kid Kyoko: Hahaha! Então deixa que eu mato agora!*erguendo o punho e então carrega suas chamas*

Kyo: (Esse golpe...)

Kid Kyoko: *desaparecendo*

Kyo: (Para onde ela foi?)

Kid Kyoko: *surgindo na frente de Kyo e então lançando uma poderosa explosão de fogo*Haaaaaaah!!!!!!

Explosão destrói o teto do castelo e faz uma enorme poeira dominar o local.

Kyo: *assim que a poeira abaixa, revela uma marca de queimadura na sua bochecha*

Kid Kyoko: Haha!*falando ofegante e cansada* Eu consegui...fiz um arranhão...em você...

Kyo: (Tão nova e já domina as brasas.) *sorrindo* Eu admiro muito a sua garra e a sua coragem. Eu gostei muito de você. Normalmente eu fico aqui dormindo. Pode me desafiar a qualquer momento. A escolha é sua. Pode ficar para aperfeiçoar a sua técnica ou pode ir embora, mas fique atenta, se não conseguir me derrubar, jamais irá conseguir proteger a sua mãe e o seu irmão.*estomago roncando*

Kid Kyoko: Por que...por que você...não me devorou?

Kyo: Hah...eu só vou contar a você quando deixar de ser fraca.

Kid Kyoko: Desgraçado...*dando um soco na direção de Kyo, mas acaba desmaiando*

Kyo: *segura Kyoko em seus braços e sorri*

Enquanto isso aonde Ketty e Terry estão.

Uma fumaça forte quase cegava as duas, mas a visão de Terry caído, e muito ferido, atormentou ambas

Hitaru: Vô...vôvozinho... *lacrimejando*

Ketty: ...Te-Terry.....*cai de joelhos totalmente sem reação encarando o corpo de Terry caído em sua frente*H-Hey.... *estende a mão para tocá-lo, mas não consegue*

Hitaru: *fica paralisada, com seus olhos oscilando entre negros e cores normais* Vovôzinho...

Terry: ... *não fazia um só movimento*

Ketty: *sua mão tremia* Ter-ry....*fechava os punhos e seu corpo começava a arde em chamas* Você! Você! # *olhava para Hitaru com fúria incontrolável*

Hitaru: Eu... *caindo de joelhos, olhando para cima sem reação* Vovôzinho...

Ketty: Eu vou...eu vou matar você! Desgraçadaaa!!! *seu corpo já em completo em chamas ela corria rapidamente até Hitaru desferindo um impulso de chamas nela que a jogava no ar e rapidamente da onde ela está uma rajada de explosão saia de seu corpo para cima de Hitaru*

Hitaru: *é acertada e jogada para longe, sem demonstrar nenhuma intenção de revida*

Ketty: *caminhando em direção de Hitaru, queimando tudo aonde pisa* Nunca vou perdoá-la pelo o que fez! Ele só estava tentando te proteger, ele estava apenas tentando trazer você para o caminho correto, ele só estava tentando evitar que algo ruim acontecesse com você...E OLHA O QUE VOCÊ FEZ!?

Hitaru: *caída no chão com múltiplos ferimentos, a marca em sua testa que deixava seus olhos negros desaparecia por conta de seu choque*

Ketty: *pegava a blusa dela apertava e a levantava* A sua escolha matou o Terry e a sua escolha te matou!

Hitaru: *fechando os olhos* Desculpe vovôzinho...

Ketty: Agora é tarde demais pra pedir desculpas! *apertando mais a blusa dela lacrimejando* Ele foi nossa família, cuidou e protegeu, fez de tudo por nós e você sem pensar o rejeitou e o matou! Você não é digna de ser um Bogard, você é apenas um monstro sem coração e sem sentimento! Você matou seus pais e agora matou a sua única família que restava...Sua! Sua......

Hitaru: Me...mata...

A marca em sua testa do controle mental desaparece aos poucos, seus olhos agora estavam normais e demonstravam tristeza.

Ketty: Você pediu. *lançava a Hitaru para o outro lado com força no chão em seguida levantava ela pelo blusa dando 3 socos em seu rosto e 2 joelhadas na barriga então a jogava para perto onde Terry estava e* Buru Bakuhatsu!!! *lançava uma grande rajada de chamas azuis pelas suas mãos na direção de Hitaru*

Ketty mandando seu golpe, Buru Bakuhatsu

Hitaru: *com o ataque tudo fica escuro para ela, então desmaia*

Ketty: *caminha em direção de Hitaru e a pega pela roupa* Eu ainda não acabei! Quero que veja tudo que eu fizer com você! *dá um tapa no rosto dela pra despertar Hitaru* Você não merece nada de bom que teve, Hotaru, Rock, Terry....e até eu mesma...você era nossa família e é isso que você faz com quem te deu amor, um amor que você não merece....*joga Hitaru no lado do corpo de Terry e anda ate parar ao lado do corpo de Terry olhando pra ele* ...Ele queria que você vivesse, queria te proteger *se agacha botando a mão no pescoço de Terry não sentindo nenhum sinal vital* Terry...obrigada *pega as luvas dele e as colocam e também pega o boné o botando tampando seus olhos* não vou te decepcionar.... *levanta de costas para Hitaru* quero que viva, viva com esse fardo que te atormentara até o seu último suspiro, quero que se lembre de todos os momentos bons que viveu, todos os sorrisos, os abraços, quero que viva sofrendo lembrando que sua escolha causou isso *enche o punho de fogo* e quero que se lembre dessa cena *solta a chama botando fogo no corpo de Terry* nunca se esqueça disso Hitaru.... *sai andando dali deixando o corpo de Terry em chamas enquanto lágrimas escorrem seu rosto*

Narração feita por Hitaru.

No ano de 2015, acontecia o torneio das trevas, no qual Terry Bogard foi o vencedor. Porém, o gosto da derrota foi maior. Naquele ano, Kyo estava em uma fase que eu chamo de Bad Kyo, um arauto do rei do Makai. Infelizmente, Sakura, Chris, Terry e Bao não conseguiram salvá-lo, então a tragédia ascendeu. Enquanto a humanidade seguia seu caminho, o ódio de Kyo foi aumentando de forma que ele elimina-se, aos poucos e silenciosamente, ameaças futuras. Em 2045, começou a invasão. Muitas vidas foram perdidas, outras foram destruídas e sonhos foram apagados. Tudo isso resultou na morte de Kyo e muitos outras pessoas. Nesse ano, Sakura Kasugano desapareceu misteriosamente. É o que diziam as histórias. Por causa desse ano, a humanidade se tornou mais cruel e perigosa do que antes. Criando uma arma que ninguém poderia parar. Assim criando o futuro onde eu fui criada. Com a morte dos heróis, dos Carniceiros de deuses, morte do meu pai...só sobrou a mim mudar esse Destino. Graças a minha herança materna, fui protegida e então consegui utilizar a única máquina do tempo disponível para avisar Reas Goenitsu e mudar o futuro.

Haruka Kanata team

Quando eu voltei no tempo, no ano de 2046, encontrei aqueles que poderiam mudar o meu Destino, e também conheci meu pai. Graças a eles pude ficar mais forte e então poder contra atacar. Depois de muitos sacrifícios, aquela arma perigosa foi destruída, mas o preço para isso foi alto. Para uma pessoa.

Sonoichi despertando seu poder

Foi a primeira vez que o universo presenciou tamanho poder. Algo que fazia até os deuses tremer. O poder do Carniceiro de deuses despertado com uma fúria sem procedentes. Depois da destruição daquela arma, voltei para o meu futuro, na esperança de que tudo estivesse melhor, porém, outra pessoa havia mudado a história, depois de mim. Mas foi uma mudança muito mais agressiva. A ordem de Heclesia...a cidade subterrânea...minha família...todos estavam mortos...a terra estava morta...governada por monstros. Foi então que o Time Reaper e os seguidores de Cthulhu me atacaram. Eu era o único obstáculo deles...foi assim que eu me tornei uma seguidora também...contra minha vontade...no final não consegui mudar meu Destino...não consegui salvar ninguém...vovôzinho...me desculpa...

Fim da narração.

Após Goenitsu e Sakura resolver alguns Puzzles, elas entram numa sala que dá para duas direções, sendo elas uma escada sem corrimão para ir para o outro lado e uma porta

Goenitsu: E é isso. 

Sakura: Entendi, quer dizer que a entidade conhecida como Cthulhu está lançando o terror, isso quer dizer que ele atacou essa parte aqui e fez um belo de um estrago, pensei que você tinha noção de um dos nomes deles, além do Asura. 

Goenitsu: Sim, só não sabia quem era Asura. 

Sakura: Dr.Brown me contou, que tinha uma 2 mulheres e 3 homens, um deles se chamava Asura, de acordo com o que Athena me disse.

Goenitsu: Falando nela, ela não veio até agora, não é? 

Sakura: Eu me pergunto se ela conseguiu…isso irá nos poupar tempo.

Goenitsu: Ei, vamos por aqui.*andando até a escada e subindo*

Sakura: *indo seguir ela*Reas, cuidado, ir sozinha é peri… 

A escada desmorona.

Sakura: GOSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!*caindo*

Goenitsu: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Sakura: (Droga!)

Goenitsu: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!! 

Sakura: *mergulhando no ar e pegando Goenitsu*

Goenitsu: ! 

As costas de Sakura brilham rosa, formando asas rosas e brilhantes.

Goenitsu: Você é, um anjo?

Sakura: Da guarda talvez. Se segure em mim.*ia voando até em baixo*

Goenitsu: Obrigada.*se segurando*

Sakura: Não tem de que.*chegando até em baixo e pousando*

De repente do chão, surgia umas criaturas de corpo vermelho com uma foice flamejante, praticamente aquilo era fogo infernal.

Abyss

Goenitsu: Companhia de novo...isso não vai acabar?

Sakura: Nunca acaba, Reas, youkais são infinitos.*pondo Goenitsu de pé e asas desaparecem* Vamos lá!! Hadouken!!

Abyss 1: *defendendo com sua Scythe (foice)*

Goenitsu: *correndo no Abyss 2 e dando um golpe com a garra direita do Cerberus e depois diagonal com a esquerda e girando o corpo atacando com as garras*

Sakura: Shouoken!*dando um pulo aproveitando e dando um gancho no queixo do Abyss 1*

Abyss 1: *sendo acertado e indo para trás, abaixando e entrando no chão*

Goenitsu: *formando luzes vermelhas que acertam Abyss 2 3 e 4*

Sakura: *pulando*E.... *dando um golpe de mãos juntas concentrado do golpe Psycho Knuckle, uma energia psíquica com chi no Abyss 4*CORTE!

Abyss 4: *sendo acertado e batendo com força no chão*

Os outros dois caem no chão também.

Abyss 1: *dando um golpe com a Scythe em Goenitsu*

Goenitsu: AAAAAAI!!*caindo no chão* Essa machucou!!

Sakura: *pousando e correndo na direção de Abyss 1*Cuidado, as lâminas de fogo deles não são comuns, são chamas infernais! *dando um golpe de mãos juntas de lado de modo ligeiro*NGH!

Goenitsu: Quer dizer que são chamas do inferno?

Sakura: Sim!*dando um chute de costas no Abyss 2* Aquelas que são imunes a água, não apagam de jeito nenhum!

Goenitsu: Eles parecem ser feito de sangue, eles não parece ter uma pele rigorosa, é um tanto questionável. Agora eles vão ver! Essa é!*levantando a mão e deixando as pernas separadas* A punição divina de Deus! desaparecendo e aparecendo na frente de Abyss 2 no ar e começando a arranhar com as garras o Abyss 2 junto com os ventos*

Sakura: *virando e fazendo Vol e Melio Confondere de cada mão fazendo golpes curvos e movimentos circulares e girando o corpo enquanto corta Abyss 3*

Abyss 1: *se aproximando de Sakura com sua Scythe*

Abyss 4: *abaixando e desaparecendo*

Goenitsu: *cravando suas unhas no pescoço de Abyss 2 e jogando com força no chão, olhando para Sakura*Sakura, atrás de você!

Sakura: ! *antes que fosse virar, sentindo o corte flamejante nas costas*AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!! *caindo no chão de bruços*

Goenitsu: SAKURA!! GAAAAAAAAAAH!!!*sendo acertada pelo Abyss 4 e caindo no chão* Urg...

Duas espécies de criatura negra e tenebrosa com linhas em seu corpo roxa surgia.

Soul Eater

Soul Eater 1: *se aproximando de Sakura e usando seus tentáculos negros, pegando seus braços e abraçando suas costas*

Goenitsu: (Essa criatura...) Não...não! Se afaste dela...!*sendo abraçada pelo Soul Eater 2*

Soul Eater 1: *levitando com Sakura enquanto absorve sua energia psíquica e vital*

Sakura: Guh...aaah...m-me largue!!*tentando se soltar, mas estava fora do chão* GAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Goenitsu: IIAAAAAAAAAAAAAH!!! Sakuraaaaaaaaaaaaa! Socoooooooooooorroooooooo!!*fazia um grito de piedade*

Sakura: GAAAAAAAAAAAAAH!!! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!!

Goenitsu: SAKURA-SAAAAAAAAAAAN!! ONEGAAAAAAAI! UUUURG! 😫

Sakura: Urg...guh...uh...*se lembrando do que Athena disse durante seus ensinamentos*

--

Athena: Sakura, com todo esse treino que você teve, tem uma coisa que você, pode fazer, mas isso leva a uma questão de concentração.

Sakura: E que concentração é essa?

Athena: Para fazer o que eu fazia nos torneios, meu golpe onde os cristais se movem de um modo violento criando uma barreira em volta de seu corpo, use quando estiver pronta, mas faça isso de modo que esteja em perigo em volta, isso perto de um inimigo, não vai lhe ser útil.

--

Sakura: (En-tendo...)

Goenitsu: S-Saku...ra...

Sakura: Aqui vou eu...*se concentrando*Huuuuuuuuuuuuuum!...

Os cristais começavam a se formar em brilhos rosados.

Goenitsu: (Eu...vou morrer...)

Sakura: HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!*uma barreira meio amarelada no corpo é formada e os cristais ficam rodando em translação por todos os lados*

Soul Eater 1 e 2: *é atingido e sendo atirado longe*

Os Abyss que estavam perto são atingidos também.

Goenitsu: *a vista ficava embaçada, olhando para ela*(Sakura...)

O lugar em baixo ficava iluminado.

Sakura: HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Goenitsu: *ficando sentada com a mão no braço direito com o cabelo balançando*(Ela é...poderosa...Sakura, você é incrível...)

Abyss 3 & 4: *desintegravam*

Goenitsu: (Ainda sobrou...2...)*levantando devagar* Preciso terminar com eles ou não poderei ter a oportunidade de viver...já está na hora de mostrar o trabalho em dupla!*desaparecendo d nisso fazendo uma Doppelganger para cada Abyss, as duas dando dois golpes de cada mão com as garras, dando uma cotovelada depois uma joelhada e um chute alto no queixo de Abyss, com o braço direito, faz um movimento suave e leva ele para cima da cabeça e forma um pilar de vento nele* Sakura!

Sakura: *os cristais se desfaziam e pousando*Ikuyo!! Glyph of Gales! 

Glyph-of-Gales
Goenitsu: *o vento balançava os cabelos, piscando algumas vezes*

Todos os demônios são detidos com aquela combinação de Glyphs. 

Sakura: *abaixando os braços devagar, caindo de joelhos e de bruços*

Goenitsu: Sakura, Sakura!*correndo com dificuldade até ela e se abaixando, pondo a mão nela* Sakura, fala comigo! 

Sakura: Ai, não, não Reas…não encosta aí, tá doendo bastante…*pegando na roupa dela, olhando para ela com o rosto pálido* ...Esse corte nas minhas costas...está começando a incomodar, se continuar assim…eu vou morrer…de hemorragia…preciso que faça algo para mim...

Goenitsu: Diga.

Sakura: Preciso que...*fazendo Vol Secare na mão esquerda e então acendendo Aoi Honno na mão direita e aproximando na lâmina* encoste essa...*respirando ofegante* lâmina nas minhas costas, pode fazer isso?

Goenitsu: P-Posso, mas isso vai machucar você. 😔

Sakura: Eu sei, mas você precisa, ou vou morrer.

Goenitsu: E-Está bem.*pegando no cabo da espada*

Sakura: *retirando o casaco rosa rasgado e colocando na boca para morder, levantando a camiseta branca também rasgada*Vai.

Goenitsu: olhando o corte nas costas dela É uma ferida horrível, não pensei que fosse profunda*aproximando a lâmina quente nas costas dela*😣

Sakura: HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUM!! ><

Goenitsu: *afastando e então colocando um pouco mais em cima*

Sakura: HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUM!!! HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUM!!!*fechando os olhos, salivando e lacrimejando de dor* Não pare até parar de escorrer, Reas!*falando com a boca ocupada*

Goenitsu: *botando a lâmina um pouco dentro*

Sakura: GUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH!!!!

Goenitsu: Parece que está parando de sangrar aos poucos.

Sakura: N-Não pare...continue...eu preciso ficar pelo menos mais um pouco a frente...preciso...*respirando ofegante*

Goenitsu: Está bem, mas isso está doendo mais em mim do que em você...*continuando*

Depois de estancar o sangue nos cortes profundos como nas costas, incluindo no braço esquerdo.

Goenitsu: *apertando bem o pedaço da capa que tirei da manta vermelha, nas costas dela*

Sakura: N-Não...precisava...se incomodar....Reas...*tremendo de dor*

Goenitsu: Não...você merece mais que eu...percebi que você é muito forte...

Sakura: ...Obrigada...tenho que continuar...*tentando se levantar*

Goenitsu: Espere, não se esforce tanto, Sakura!

Sakura: Preocupada comigo?

Goenitsu: E muito, deixe um pouco do sangue circular em suas veias...se esforçar demais levará você a morte, nem a hemorragia.

Sakura: C-Certo...*se virando devagar, ficando sentada*

Goenitsu: Sakura, como você ficou tão poderosa?

Sakura: Como assim...?

Goenitsu: Você sabe o que eu digo, aquelas armas, aquela energia que você fez, engraçado que isso ficou evidente de quem foi que você pegou isso.

Sakura: Na verdade, eu não peguei, muito menos roubei, essas coisas foram dadas para mim, como presente.

Goenitsu: Você contaria sobre você?

Sakura: ...Tá disposta a ouvir?

Goenitsu: Se você não se sentir incômoda...

Sakura: Certo.

Goenitsu: *cruzando as pernas*

Sakura: Quando eu era jovem, eu vivi uma vida que digamos que era uma vida comum como toda vida era em Setagawa, nessa vida eu levava ela junto com uma garota, amiga de infância, chamada Hinata Wakaba.

Goenitsu: Puxa! 😃

Sakura: Crescemos juntas, nesse meio eu ganhei um irmãozinho, meu querido irmão Tsukushi, era um menino com uma fama de vídeo games insanas, frequentava locadoras de fitas. Até por um fim...eu e Hinata tivemos que nos separar. Infelizmente nós fomos estudar em colégios diferentes depois de uma certa idade, foi a última vez que nós se falamos naquele dia, pois decidimos o que faríamos daqui para frente, coisa que acabou a gente tendo o mesmo pensamento, querer ser uma lutadora de rua.

Goenitsu: Você tem uma história interessante.

Sakura: Heheh, obrigada...segui minha carreira, ganhando, perdendo, mas sempre ficando forte, foi então que eu procurei um oponente mais forte ainda, ele se chamava Gouki, o demônio do punho assassino, eu lutei com ele mas...

Goenitsu: Mas o que? Mas o que?

Sakura: Eu perdi...e senti a energia dele penetrar meu corpo pelo seu golpe, depois daquilo, tudo mudou, nem percebi que havia morrido e parado no céu. Nunca imaginei que morri tão jovem, parecia que estava em um monte de algodão.

--

Sakura: Que lugar é este? *sente uma dor no peito onde foi jogada a Gouhadouken e passa a mão*

--

Sakura: Depois, eu vejo uma menina de cabelos rosas de cajado na mão com sandálias e bikini vermelho, com um arco dourado na cabeça.

--

Sakura: Hey, você! Como faço para sair daqui?

Athena: Hum? Não há saídas...você morreu, então você ficará aqui pela eternidade.

Sakura: *fico estarrecida*Como? Não, isso...não, não posso ficar aqui!

Athena: Sinto muito...mas é assim que é, todo humano que vem para cá, terá que ficar aqui.

Sakura: Mas eu não...tem que ter algum jeito! Eu preciso voltar!

Athena: Você não pode, se tentar voltar lá para baixo, serei obrigada trazer você de volta pra cá. Só meu pai pode permitir quem pode renascer e quem deve ficar aqui, pra isso tenho que pedir para ele.

Sakura: Mas, você não pode fazer isso?

Athena: Posso, mas não quero ser teimosa com ele, eu vou se eu quiser falar com ele.

--

Sakura: Eu fiquei fechada por um tempo e então ela disse.

--

Sakura: Faço qualquer coisa para convencer seu pai, contanto que eu faça isso para voltar à terra.

--

Sakura: Eu fiz, eu confrontei Athena ao pedido do pai dela.

Goenitsu: Enfrentar uma Deusa? Sua coragem é admirável, Sakura.

Sakura: Poucos sabem sobre mim, se ao menos perguntassem, mas ninguém se interessa pela minha vida, e eu acho melhor assim.

Goenitsu: Entendo, mas eu estou aqui, você pode pôr tudo para fora o que sabe.

Sakura: Obrigada, depois de um confronto, eu tinha explicado o que ocorreu comigo até o último momento.

Athena: Meus parabéns, você conseguiu me derrotar, você mostrou sua verdadeira força e potencial, nunca pensei que uma colegial como você fosse me derrotar...mas...quem sou eu para não aceitar a derrota...*se levantando* muito bem, agora preste atenção Sakura Kasugano, como Deusa misericordiosa, eu cumpro minha promessa, lhe presentearei com minhas películas.

Sakura: Películas?...

Athena: Eu enxerguei algo a mais em você que você tem o que os outros não tem. Um coração puro de uma guerreira determinadíssima e uma luz concentrada em seus punhos que pude enxergar que os outros não conseguem.

--

Sakura: Eu levei isso como um treino, mas no fim das contas, parece que ela não mentia na sua palavra, ela falava de forma firme e confiante.

--

Athena: Agora, ajoelhe-se.

--

Sakura: Eu me ajoelhei e então ela pôs a mão na minha cabeça, uma luz branca iluminou minha cabeça.

--

Athena: Como uma lutadora honrada de seu mérito, você promete usar essas películas como partes de meu poder e minha herdeira?

Sakura: Prometo.

Athena: Você promete usá-los para deter e se defender do mal que te atormenta?

Sakura: Eu prometo.

Athena: Você terá responsabilidade por esses poderes?

Sakura: Sim!

Então, umas partículas brilhantes rosadas, vão para seu corpo que dá um brilho rosa da cor do cabelo de Athena, depois cessa.

Athena: Agora você receberá o título como minha representante, e use-o bem. Você pode se levantar.

Sakura: *se levanta*

Athena: Existe uma coisa nesta película a mais que permite você reviver as pessoas. É o chamado Megami Fukatsu, Deusa da Ressurreição.

--

Sakura: Eu fiquei feliz, mas ela falou mais.

--

Athena: Mas isso é um preço muito alto, pode até reviver, mas para você continuar viva, terá que ser forte, para isso ser usado você precisa de uma massa de energia muito grande para que sua alma ligue aos céus somente, enquanto estiver aqui, seu corpo lá embaixo estará sendo apunhalado várias vezes com lâminas de luz invisíveis, sacrificando seu corpo impedindo que você realize a ação, então seja esperta ao usar isso. Quando pegar a mão das almas que tem aqui, diga as palavras Megami Fukatsu, ao dizer isso, é aí que a energia que você joga para fora totalmente do seu corpo, tanto vital quanto qualquer outra coisa, tanto você pode resistir tanto não poderá. É como um sacrifício de corpo e alma...se você não for forte o sufíciente, sua alma é levada e seu corpo é deixado lá. Só sobra seu corpo pálido e frio como gelo, então mantenha-se viva Sakura ou o que eu enxerguei em você foi em vão, confio em você que você será forte e fará o que é certo para a humanidade. Agora que eu disse tudo, use isso de forma ábil, esses poderes também pode se dizer que pode ressucitar alguém amado com apenas um beijo, mas isso se você ama a pessoa de verdade, boa sorte guerreira do punho de luz e procure por minha herdeira que estás em algum lugar, ela ensinará como manejar os poderes psíquicos, creio que vocês duas irão se dar muito bem uma com a outra, até uma próxima vez, agora vá!

--

Sakura: E assim eu voltei para a Terra, sendo dada uma segunda chance, Athena parecia ser alguém de otimismo invejoso, mas com um ar de superioridade em suas palavras estrondosamente poderosas.

Goenitsu: Os Deuses eram mais bonzinhos naquela época, não eram?

Sakura: ...Pelo menos a Athena, sim, foi então que eu fui procurar por Athena Asamiya, sim, aquela garota, eu fui Kouhai dela por um bom período, vou um treino árduo, era para ter uma escala bem evolutiva, porém algo impedia que o processo fosse, mais lento.

Goenitsu: Entendi.

Sakura: Nesse tempo, eu me sentia, um anjo renascido, pois minhas atitudes, minha vontade de proteger, meu dever, me fazia me chamar de vários tipos de anjo, principalmente da guarda. Eu tinha um dom que...fazia com que todos, não quase todos, quisesse cuidar de mim.

Goenitsu: Como babá? 

Sakura: Não! '-' Quem fosse pensar assim, tá pedindo para levar um soco.

Goenitsu: Nossa, Sakura, que poderosa falar assim da sua parte, não é muito comum ver isso de você.

Sakura: É que...eu era mais feliz quando mais nova. Por isso você vê essas atitudes recentes.

Goenitsu: Houve algo para que você ficasse assim?

Sakura: ...Talvez...

Goenitsu: ...

Sakura: Mas a parte boa é que eu tive sorte com umas pessoas.

Goenitsu: Oooolha! 😃

Sakura: O caçador de Youkais, conhecido como Dante Sparda.

Goenitsu: Já ouvi falar.

Sakura: Tivemos um caso, porém, temporário.

Goenitsu: Perdeu a maior sorte do mundo?! 😱

Sakura: Talvez, porém eu decidi terminar com ele, pois eu ainda era muito nova para poder ficar com um homem acima da minha fase jovem, mas ele me deixou duas coisas...

Goenitsu: E seria...?

Sakura: Os treinos de espadas que eu recebi dele e arma. E que se eu fosse mudar de idéia, que eu fosse...procurar por ele. Porém eu não voltei, pois, meu Destino mostrou uma coisa melhor.

Goenitsu: o.o

Sakura: Quando segui minha vida, como uma caloura colegial, eu já tinha conhecido Kei nessas épocas, eu encontrei, um lutador, curioso, ele lutava bem com um dos lutadores de rua da vida por aí, eu queria ser a próxima, porém ele se recusou a lutar comigo.😒

Goenitsu: E quem era ele?

Sakura: Shingo Yabuki, por algum motivo, ele me lembrava umas semelhanças no rosto que lembrava o senhor Ryu em algum aspécto.

Goenitsu: Você se inspirou no Ryu, suas habilidades no caso.

Sakura: Sim, hehe.

Goenitsu: Você era fã a beça dele, percebo.

Sakura: Ele me deu um simples aperto de mão e se mandou, enfim, deixei aquela passar, depois Kei comentou comigo que viu uns garotos bonitos, Kei era uma menina que admirava garotos charmosos e esbeltos, ela sempre queria ficar com um. Essa época eu tinha um professor que fosse me ensinar um pouco mais os golpes do senhor Ryu, porém ele não era tão experiente como esperava que fosse, mas era melhor do que nada, o Senhor Hibiki, ele comentou que a minha fama de lutadora estava começando a chamar atenção de outros lutadores, dentre eles, um garoto do Clã Kusanagi.

Goenitsu: Caramba! 'o'

Sakura: E ele se chamava Kyo Kusanagi, um oponente perfeito que eu iria mostrar tudo o que eu era capaz, ele possuía uma moto, todas aquelas coisas que um motoqueiro usa e ele tinha, ele retirou tudo isso, ele estava com um uniforme de colégio, engraçado, é que ele parecia me intimidar, pois ele se apresentou e tudo para mim, e oferecendo a mão para eu cumprimentá-la, desconfiei, pois sua mão parecia tremer a ponto de me dar um soco, mas eu fui rápida e dei um soco nele, claro, ele me retribuiu, a luta começou, eu penei para poder derrotar ele, saímos mais machucados que de costume.

Goenitsu: Você era bem durona para falar verdade, viu? '-'

Sakura: Parece apelido, mas sim, eu ainda me lembro daquela luta, ele era bem durão para falar a verdade, seus socos eram poderosos, seu olhar arrogante complementava tudo que mostrava que ele era melhor em tudo, talvez ele tivesse pegando leve comigo, mas aí eu diria que era um equívoco, ele me machucava pra valer, era sinal de que ele já lutou com mais Sardinhas do que uma Garoupa como eu, eu não podia deixar me intimidar por ele, eu dei meu melhor naquela luta e nesse meu melhor, eu consegui derrubá-lo.

Goenitsu: *ficando indignada*(Apesar de ela ter sido nova, acho que Sakura já chutou muitos traseiros de lutadores 😶) *ficava arrepiada*

Sakura: Eu fiquei machucada, mas como eu aprecio lutadores fortes, que é uma grande meta para meu desenvolvimento, eu fui ajudar ele a se erguer:

Sakura e Kyo
Kyo pega a mão da Sakura

Sakura: Ngh!*ajudando Kyo a levantar*

Shingo: *correndo até ele* Kusanagi San!! Kusanagi San!!! *se aproximando* O senhor está bem? 😮

Kei: Sakura!*correndo logo depois de Shingo até Sakura*

Kyo: Sim...eu tô bem.

Shingo: Oh, puxa...que luta...foi incrível!

Sakura: Hehe, obrigada ^^ hihi...! *ao notar que eu ainda estava segurando a mão de Kyo, soltando rapidamente*

Shingo: Mal posso esperar a minha vez de lutar com você! 😀

Kyo: Com isso to vendo que vou ter que treinar mais.

Sakura: De acordo, quem sabe possa conseguir na próxima vez ^^ Até lá vou ter que pedir para fabricarem um uniforme ultra resistente, porque esse aqui pegou muito fogo. 😝*segurando a saia pra mostrar*

Shingo: Realmente, por usar roupas de colégio que...por sinal...é um pouco, hehe! XD

Sakura: Um pouco...?

Shingo: Nada! ><

Sakura: Hum, fica me devendo uma luta, ainda não acabou.

Kei: *rindo* ^^

Kyo: *ficando de braços cruzados*

Sakura: Bom, Kyo Kusanagi,*fazendo reverência* muito obrigada por essa grandiosa luta, terás toda minha honra de lutar comigo novamente.

Kyo: De nada senhorita....senhorita....senhorita...

Kei: Aqui está sua bolsa ^^

Sakura: *pegando a bolsa e colocando no ombro* Até mais, membro do Clã Kusanagi.*se virando e andando*

Kei: *virando junto e andando, olhando para trás e olhando para eles* Tchau! ^^

Kyo: Espera, qual o seu nome?

As duas param e olham para trás e vendo Shingo e Kyo.

Sakura: *sorrindo*Meu nome, é Sakura. Sakura Kasugano.

Kei: E meu nome é Kei, Kei Chitose ^^

Shingo: Como é apresentações, então me apresento, sou Shingo, Shingo Yabuki! O colegial que irá lutar com você em breve apontando o punho para Sakura Até eu ganhar chamas!

Sakura: *apontando o punho para Shingo também* Vai ter que se preparar bastante para isso, Shingo Yabuki.

Shingo: Tá feito! E você também Kei Chitose!

Kei: Desculpe, eu não luto, mas posso assistir! ^^

Kyo: *pegando capacete de motoqueiro*Fique no aguardo. *colocando, sentando na moto*Ainda tem muita coisa por vir.

Sakura: Com certeza.

Kyo: *acelerando, moto dando partida e indo*

Kei: Hehe, era esses que eu disse que eram bonitos. 😊Você não acha?

Sakura: Por que você tá me perguntando isso?

Kei: Ora, vai me dizer que você não achou o mesmo? 😒

Sakura: *se virando e andando* Eu juro que tudo que é mais sagrado que eu não sei do que é que você está falando, Kei. U.U

Kei: *seguindo Sakura*Não se faça de boba que você não me engana, viu? Eu preferiria que você arrumasse um namorado, do que ver você machucada aí com essas lutas.

Sakura: *suspirando*Ai ai.

--

Goenitsu: Foi então que você conheceu ele? Puxa, você tem sorte.

Sakura: Que nada, ele era outro mais velho que eu ainda por cima. Depois de uma luta daquelas, comecei a viajar cidade a fora, foi então que conheci South Town, uma cidade, bem agitada por sinal, mas eu acho que eu encontraria oponentes por lá e por lá eu conheci um grupo de meninos, sendo eles, Terry Bogard, Kyo Kusanagi, um garoto que...eu não estou muito lembrada, mas me lembrava o Bao que eu encontrei pela rua,  Momoko e Chris.

Goenitsu: Interessante.

Sakura: De lá, eles estavam planejando algo, era um torneio.

Goenitsu: Torneio torneio ou seria algo Amistoso entre si?

Sakura: Amistoso, eu gostaria de participar, eu primeiro me apresentei a eles, Kyo já me conhecia, então tudo bem. Foram muitas lutas, interessantes por sinal, não vou negar.

Goenitsu: Seu tempo, tudo era mais em cores, queria poder ver isso de perto...queria poder ter a chance de nascer naqueles anos...

Sakura: Depois de uma luta daquelas, comecei a viajar cidade a fora, foi então que conheci South Town, uma cidade, bem agitada por sinal, mas eu acho que eu encontraria oponentes por lá e por lá eu conheci um grupo de meninos, sendo eles, Terry Bogard, Kyo Kusanagi, um garoto que...eu não estou muito lembrada, mas me lembrava o Bao que eu encontrei pela rua, Momoko e Chris.

Goenitsu: Interessante.

Sakura: De lá, eles estavam planejando algo, era um torneio.

Goenitsu: Torneio torneio ou seria algo Amistoso entre si?

Sakura: Amistoso, eu gostaria de participar, eu primeiro me apresentei a eles, Kyo já me conhecia, então tudo bem. Foram muitas lutas, interessantes por sinal, não vou negar.

Goenitsu: Seu tempo, tudo era mais em cores, queria poder ver isso de perto...queria poder ter a chance de nascer naqueles anos...

Sakura: Chamei até o Dante para participar, porém, eu esperava mais, então depois de muitas lutas, era a vez desse garoto que parecia mais uma menina, bom, era minha vez de enfrentar ele, porém ele foi tão bruto que fiquei com feridas graves ao ponto de quase não poder resistir e morrer.

Goenitsu: Puxa, Sakura...

Sakura: Nada, ficar semanas no hospital para levar alta não é uma eternidade para mim. (Vem sonhando...)

Goenitsu: Como os outros se sentiram?

Sakura: Preocupados, mas Kyo não estava nem um pouco satisfeito do que ele fez comigo, ele queria uma luta comigo e não ganhou, pelo fato de eu ter sido eliminada.

Goenitsu: Eu imagino.

Sakura: Semanas depois, era o embate deles dois, Kyo não economizou, era como se ele quisesse aniquilar literalmente ele, suas chamas estavam furiosas, ele o espancou tão violentamente que tinha que a Momoko e eu impedir ele, senão ele o mataria.

Goenitsu: Que violento.

Sakura: Mas Kyo se saiu vitorioso no final das contas.

Goenitsu: Mesmo com toda aquela violência?

Sakura: É...

Goenitsu: Nossa.

Sakura: Nisso, depois de uns períodos de luta, aconteceu o que muitos não sabiam, o rival de Kyo veio lutar com ele, isso provocou uma distorção espacial e temporal, que desencadeou uma reação em cadeia, envolvendo os outros nisso, dentre tudo isso, foi nós 5, isso envolveu uma união entre os mundos, dimensões, tempos, passado, presente e futuro. Por algum motivo, nos tornamos lutadores importantes nesse momento, mais conhecidos como Lutadores do Destino. 

Goenitsu: Espera, Destino? Não me diga que você é um desses Lutadores do Destino? Eu não sabia que você era um desses, eu só ouvi falar do nome, mas nunca sabia quem eram.

Sakura: Então não conte à quem não mereça saber.

Goenitsu: Okay okay.

Sakura: Para ser um Lutador do Destino, é um cargo muito rígido, se você não escolhe seu Destino de forma sábia, ele o castiga com uma resposta cruel, é como se suas ações fossem suas perguntas e o Destino lhe responderá, só que ele responderá como se fosse a reta final para você, seja ele cruel, ou beneficente, de todos aqui, existe alguns espalhados por aí, eu carrego esse cargo em minhas mãos, como um dever que devo cumprir.

Goenitsu: É uma entre todos mais leal que eu já vi, não é a toa que você está nessa estrada a tanto tempo como os outros. 

Sakura: Só que desses lutadores, meus amigos, como o Chris, Terry, Shingo, Athena e entre outros, dentre eles, o Chris era alguém que não gostava muito de trabalho em equipe. Mas ele dentre eles era um Lutador do Destino extraordinário, conhecido por sua velocidade chamada Super Speed, eu não sei muito bem o que passava na vida de Chris, mas sempre ele vivia se inutilizando, não importa o que ele fazia, tudo era "Eu sou um inútil mesmo…", tentamos ajudá-lo e como tentamos, mas nada funcionava, parecia que ele queria que deixássemos ele terminar de se destruir, não digo com drogas e bebidas alcoólicas, no sentido de ele esperar que seu tempo acabe…pois foi praticamente isso, eu tentei falar com ele alguma vezes, porém…*suspirando* enfim.

Goenitsu: Eu já entendi.

Sakura: Agora pense bem, você salva o mundo, divide todas dimensões porque uma mulher chamada I-No tinha feito o favor de unir os tempos e Viola distorcer o tempo. Tudo bem, isso é um problema temporal onde ninguém vai saber quem os salvou, okay, mas saiba que já se foi salvo as vidas nessa dimensão aqui, não de desastre temporal de novo, porque lutadores foram raptados para serem transformados em Soldados Invernais, eles mataram humanos, isso é um ultraje, salvamos o mundo de novo, porém mais uma calamidade é feita, o céu e Makai entram em colisão, somos obrigados à enfrentar os lutadores e não era derrotar e sim matar eles, o que não era o certo, uma boa parte deles se foram, outros estavam atrás de mim porque a Representante de Athena estavam entre eles, se eles pegassem o que eu tenho de tão valioso, eles podiam usar isso para dominar esse planeta.

Goenitsu: Nunca pensei que esse poder fosse tão avassalador…

Sakura: Para você ver, mas eu consegui derrotar a Deusa Athena e restaurar a paz, lutadores, cidadãos comuns foram salvos, ou melhor, 7 milhões ou bilhões de pessoas, foram salvas, graças à mim, agora eu vejo esse número, ser simplesmente banhado em sangue…detalhe, nada do que eu fiz recebi reconhecimento, isso foi algo que…me deixava esnorteada, mas dentre essas aventuras, eu conheci muitos garotos.

Goenitsu: Hihihihi >< Sakura Sakura, você tem um certo charme único para atrair garotos viu?

Sakura: Não pensei que eu fosse ser tão irresistível assim, mas é um ponto à favor. Me beneficiava mas, às vezes não me beneficiava, os benefícios, é que eu tinha Kyo como meu amante, Rock como considerado irmão, uma vez eu o defendi do "melhor casal da era feudal".

Goenitsu: Quem?

Sakura: Ranmaru e Gracia, devia segurar vela para esses dois aí, mas eu não o fiz graças à Deus.

Goenitsu: Não parecia saudável…

Sakura: Olha, não sei do que Ranmaru era bom com as garotas, tanto que Kyo se sentiu desafiado nesse meio, já que ele tava comprometido comigo, eu como anjo da guarda e "irmã" mais velha de Rock, tinha que defender ele desse…casal… 

-- 

Sakura: Se é para insultar o Rock, que insulte à mim no lugar dele, se você continuar, vou te surrar se preciso!

Ranmaru: Você não é pário para mim!

Sakura: Não? Veremos então!

--

Sakura: Gracia por sua vez se intromete me empurrando, ela reaje contra mim também.

--

Sakura: E você, não se intromete, acha bonito tirar sarro dos outros assim? E se fosse com você?!

Garcia: Deixe o Ranmaru em paz, sua chata!

Rock: *observando tudo*

Sakura: Não deixo não! Acha bonito ficar praticando Bullying? Ficar se aproveitando dos fracos? Vocês são covardes!

--

Sakura: Já não basta eu ter sido já jogada no fundo do poço, mas meu "irmão" eles não iriam envolver nisso de jeito nenhum. 

Goenitsu: É, definitivamente eles não mostravam carisma algum.

Sakura: Eu viajei por um portal e nesse portal, havia um mundo diferente, cujo esse era uma dimensão, onde havia vários tipos de monstros e demônios, lá eu conheci o senhor do tempo Saint Germain, ele queria que enfrentasse ele, mas disse que não estávamos prontos, Chris estava envolvido nessa, até que foi uma aventura muito bacana, nisso eu conheci uma mulher chamada Shanoa, era uma mulher de cabelos negros e longos, com uma roupa exótica, ela era uma moça bonita, eu teria que enfrentar ela para poder provar que eu era digna de usar seus poderes, no caso Glyphs, nisso, para sempre, se formou esses círculos em minhas mãos.*mostrando as mãos*

Goenitsu: *olhando*Nossa! Então tudo aquilo, é o que você invoca?

Sakura: Isso mesmo, quanto ao Terry, ele tem consigo as luvas de Hector, consistindo nelas os Inocent Devils. Eu só queria saber quem era Soma, talvez eu pudesse o conhecer mais de perto, queria pelo menos me simpatizar com o rapazinho, se ele pudesse aparecer, não é?

Goenitsu: Eu não conheço esses, mas pelo menos você provou que não pegou ou roubou, isso é bom. 🙂

Sakura: Eu já passei por tanta coisa, que fico até fico me perguntando se eu fiz algo útil em tudo isso, se eu precisava que minha alma fosse corrompida e me tornasse um monstro que nunca desejei ser na minha vida.

Goenitsu: Espera, você já foi um monstro, Sakura?

Sakura: Talvez, eu já sujei minhas mãos de sangue por isso, eu não escolhi ser isso, não mesmo. Por cauda disso, eu não me arrisco à contar isso aos meus filhos, pois eles podem se assustar e não é isso que eu…*saindo lágrimas dos olhos e fungando*

Goenitsu: Sakura…

Sakura: Eu queria que desde que o torneio que me inscrevi, o The King of Fighters XIII, tudo parasse aí e não teria mais nada aí, apenas uma vida normal, foi a primeira vez que entrei em um torneio, foi mais divertido do que eu pensei, como crédito, Kyo antes do torneio, havia retirado aquela coisa que corrompia minha alma, desde aí, algumas coisas em minha mente, desapareceu, só não sabia quais.

Goenitsu: Eu devo imaginar.

Sakura: Mas, aconteceu um desastre 1 ano que não devia se passar, Kyo desapareceu e espalhou o caos pelo lugar depois, anunciaram um tipo de Torneio das Trevas, eu já tinha feito 15 anos naquela época, raptaram minha melhor amiga, enfrentei seguidores conhecidos como Anjos Caídos, nos quais me simpatizei com um garoto chamado Seaman, ele tinha sido culpado por ter posto a vida da minha amiga em risco, ele a envenenou, nisso ele queria se desculpar por isso, afinal ele sentiu o que fez, era uma coisa horrível, ele reparou seu pecado, fazendo um antídoto. Aconteceu que nunca esperamos em nossas vidas, enfrentarmos uma entidade que possuía um desejo intenso de aniquilar nós, Lutadores do Destino, foi uma batalha extraordinária.

Goenitsu: Novamente, queria estar nesse meio para saber o  houve.

Sakura: A má notícia, é que não conseguimos trazer Kyo de volta, depois de derrotarmos a entidade chamada Blackheart, ele teve a coragem de não voltar ao nosso lado, é como se fôssemos o perder para sempre…eu o perdi…

Goenitsu: …

Sakura: Desculpe, desculpe.*limpando as lágrimas*

Goenitsu: Está tudo bem, Sakura, calma, não precisa mais falar…além do mais, agora te compreendo mais que tudo.

Sakura: Jura?

Goenitsu: Sim, é lastimável que as pessoas não reconheça tudo o que fez para elas…

Sakura: O mais estranho é que eu não conseguia entender, porquê Kyo ficava morrendo tanto, que benefício isso trazia? Ainda mais que o único cobiçado junto comigo ali, era o Terry, por algum motivo, todo mundo ali queria morrer, sempre dávamos apoio uns aos outros, um cuidava do outro, só que um de nós, queria ficar longe e queria resolver isso sozinho, conheci uma amiga incrível, chamada Leona Heidern, ela é uma mulher interessante, era a única menina com a qual eu podia me simpatizar bem e me dar apoio nas horas vagas.

Goenitsu: Não tinha nenhuma menina a não ser vocês duas?

Sakura: Infelizmente… eu não curtia muito quando Kyo curtia com a minha cara, mas quando eu pegava pesado, ele ficava magoadinho, uma vez ameacei chutar as partes baixas dele, mas não o fiz. Ele me atacou sem dó.

Goenitsu: Sakura '-' você devia ter feito queixa.

Sakura: Não o fiz, não por ser fraca ou por meu amor por ele ter sido maior, mas ele me agrediu, ele me deixou para morrer ali, na chuva…nem mesmo o menino que estava ali, não fez nada para me socorrer, alguém do céu, duas pessoas, eram familiares, Goenitz e Shermie.

Goenitsu: Goenitz? Meu falecido e considerado pai? Puxa! Ele então ajudou você?

Sakura: Não, ele nos ajudou, por um longo período, como Chris tinha nós como amigos, pelo Chris ele o fazia, mas não estranhe, Chris acima de tudo era alguém bom no fundo. Shermie e Goenitz, eles, se tornaram Guardiões do Ningenkai, eles disseram como um aviso final:

-- 

Shermie: Sakura, Kyo. Que bom que encontramos vocês. 

Sakura: Shermie?

Kyo: Goenitz?

Goenitz: Temos um aviso para darmos, antes de partimos.

Sakura: O que? Vocês vão...

Kyo: Como assim partirem?

Shermie: Estamos nos tornando uma parte dessa cidade.

Goenitz: Nossos cuidados não valem mais aqui, então pedimos que cuidem do nosso "filho" Chris.

Kyo: Vocês irão morrer?

Shermie: Quase, nós nos tornaremos de agora em diante, Guardiões de South Town, mais exata, foi Ningenkai.

Goenitz: Então não podemos estar de olho em Chris, não mais.

Shermie: Peço que cuidem daquele garotinho para nós, vocês podem fazer isso?

Sakura: S-Sim…

Kyo: Vamos fazer o possível.

Goenitz: Ótimo.

Os dois começam a brilhar, Goenitz brilha azul e Shermie brilha roxo.

Sakura: *afirmando com a cabeça, lacrimejando*Vocês foram incríveis daqui para cá, obrigada por tudo.

Kyo: Vamos sentir falta de vocês.

Goenitz & Shermie: Adeus, cuidem de Chris.

Os dois desaparecem.

--

Goenitsu: Mas como vocês iam explicar isso à ele? 

Sakura: Por um lado eu sei, isso era difícil:

--

Sakura: Como vamos explicar à ele algo assim? 

Kyo: Eu não sei… 

Sakura: Kyo,*pegando na roupa dele* você não entende?! Ele está sozinho e se contarmos à ele você sabe o que ele terá coragem de fazer!

Kyo: Não iremos fazer isso, o certo é deixar que ele pergunte.

Sakura: É… *soltando a roupa dele*talvez.

Kyo: Goenitz e Shermie vão estar lá em cima olhando para ele, eles nunca o abandonaria.

Sakura: *se virando e andando*É, isso não vai ficar bem daqui para frente.

Kyo: olhando para ela andando de seguindo

--

Sakura: Tentamos, pelo menos não mostramos que abandonamos ele. 

Goenitsu: Fico contente que pelo menos no final de tudo, eles ajudaram vocês, mas e quanto a Chris?

Sakura: …

Goenitsu: Sakura? 

Sakura: Por incrível que pareça, havíamos o encontrado, mas só encontrado, ele não ficava conosco de jeito nenhum, mas nós ficávamos com ele quanto podia, mas ele não perguntava à nós de jeito nenhum sobre os "pais" dele, não sei se ele já sabia ou não queria comentar, mas tentamos fazer ele se divertir, como brincar na praia, perda de tempo número 1, tentar trabalhar em equipe ao nosso lado, perda de tempo número 2. Ele se queixava e ficava naquilo toda hora, sem dúvidas, Chris sofria de uma Depressão grave.

Goenitsu: Sakura!

Sakura: Não, não, Reas! Isso não pode ser mentido! Isso ficou complicado para nosso lado de um jeito absurdo, como se eu tivesse um palpite sobre Shermie e Goenitz, que eu prefiro não comentar e deixar isso quieto para não insultá-los. Mas uma coisa foi feita o que não queríamos que ocorresse.

Goenitsu: !

Sakura: Ele tentou se matar. Ele usou as unhas para perfurar as palmas das mãos, Leona queria ajudar ele, mas ele insistia, chegou um momento que ele ficou louco e queria nos atacar, tínhamos que impedir ele, não era à toa que ele não só queria lutar, mas quer que acabássemos com sua angústia, seu sofrimento e sua Depressão, e Depressão é uma coisa muito séria, se não tratar, vai levar à isso mesmo. 

Goenitsu: Entendo. Não a culpo por isso, eu não posso negar e nem afirmar, mas devia ser complicado.

Sakura: Conseguimos impedir, depois do torneio The King of Fighters XIII, no final, Kyo disse que iria para outra dimensão, para terminar seu treino. Chris novamente enlouqueceu e dessa vez, ele apagou sua existência, simplesmente desapareceu.

Goenitsu: (Chris…por que você fez isso?)

Sakura: Eu sinto muito contar isso, Reas, mas se ninguém conta à você, o choque pode ser maior, então eu não posso deixar que você sofra com isso, como eu já sofri. Acredite, eu já estive melhor do que essa proa em que eu estou, o que é perder os pais? O que é ser abandonada pelo amado? O que é não ser reconhecida, quando você só é reconhecida pelos seus erros que comete? Eu tenho medo de ser o monstro em que uma vez fui, pois não quero matar ninguém, eu nunca quis isso, mas fora essa parte, as consequências que eu sofri, é incomparável aos que também sofrem, tanta coisa boa que eu fiz, cada lembrança boa faz meus olhos serem lavados e ardidos suavemente pelo seu excesso de sal em sua água. E ainda estou aqui, e, não desejei morte aos outros, não me entreguei à Cthulhu, estou aqui nessa estrada, quase amarrando arame farpados em minhas mãos e corpo, encarando as chamas como piratas da morte, será que essas pessoas que Dr.Brown deu palpites, estavam amedrontadas ou seriam porque presenciaram as calamidades da vida e se entregaram assim de bandeja para essa entidade? Hunf, a única coisa que posso dizer, é que esperava mais desses 5, eles podiam ser pessoas magníficas, e vende a alma a troco de nada? Eu nunca vou entender.

Goenitsu: Eu…entendo seu ponto de vista, Sakura, acho que você é reconhecida, quando você não está mais entre nós. Isso é triste.

Sakura: Então, nunca abaixe a cabeça, Reas.*levantando devagar e pegando o casaco* Ai ai…isso, é a marca, de quem enfrentou muita coisa e meu corpo tá aqui, carrego comigo o espírito de Shanoa e a bênção que recebi da Deusa Athena, enquanto Terry carrega o espírito de Hector dentro dele, *estalando as costas e ainda doendo as costas, mas não sangrando*tô nessa estrada mais tempo que você e os outros, então é uma experiência que você irá começar a ter daqui para frente a vida toda…e eu…vou começar à rever meus conceitos. *olhando para a camada de luz azul e branca fluindo no chão*(Aquilo parece um teleporte.) 

Goenitsu: Você já tem planos?

Sakura: *amarrando o casaco na cintura e colocando as mãos na cintura e olhando para trás, sorrindo para ela* Talvez. 😉

Goenitsu: *sorrindo e levantando devagar*

Sakura: Vamos?

Goenitsu: Vamos. 

As duas vão na direção dessa camada de luz e são teleportadas.

Encarando o fogo como piratas da morte. Editar

Enquanto isso
Persona 3 ost - Living with determination Iwatodai arrange -Extended-

Persona 3 ost - Living with determination Iwatodai arrange -Extended-

https://www.youtube.com/watch?v=5BcYDO3cc2s

Evil Sakura: *segurando Sonoichi com um braço, dentro de uma lagoa*Escute-me com atenção moleque, eu quero que abra os olhos, filho da Sakura.

Kid Sonoichi: *desmaiado, não respondendo*

Evil Sakura: Droga, devo ter matado ele por acidente.*deixando Sonoichi cair na lagoa*

Kid Sonoichi: *afundando na lagoa*

Evil Sakura: Tsc...perda de tempo!

Kid Sonoichi: ! *acordando e se debatendo, depois emergindo para a superficie* Aaahh!!*tossindo muita água*

Evil Sakura: Escute bem filho da Sakura. Venha cá!

Kid Sonoichi: *olhando para onde ouvia a voz e então vendo Evil Sakura no seu traje de ceifadora*Hã? Mamãe? Você parece minha mamãe...quem é você? hã? *olhando para esquerda e direita*Kyoko-san? *andando para lá e pra cá com voz de choro* Kyoko-saaaaan! Kyoko-san me ajude! Eu tô com medo! *parando de andar e chorando*Kyoko-saaaaan! Kyoko-saaaan! Kyoko-saaaan!!!

Evil Sakura: Ah! Mas que moleque escandaloso!*andando na direção de Sonoichi e pegando o pelo pescoço* Cale a boca!

Kid Sonoichi: *se debatendo e chorando*Kyoko-saaannn!!!

Evil Sakura: *erguendo ele, então anda para fora da lagoa, depois o deixa no chão*

Kid Sonoichi: *chorando no chão*

Evil Sakura: Já chega! Já perdi a paciência! Se não calar a boca eu vou arrancar a sua língua e comê-la!

Kid Sonoichi: *tentando não chorar e se tremendo de medo*

Evil Sakura: Agora me escute com atenção. (Essa mentira pode fortalecê-lo) A sua mãe, morreu nesta manhã.

Kid Sonoichi: *ficando em choque*

Evil Sakura: Deve se lembrar de uma coisa, ela sacrificou a sua vida para proteger você e a sua irmã.

Kid Sonoichi: Ma-Mamãe...*lembrando da última vez que ouviu a voz de sua mãe*

Flashback

Homem: Senhorita Sakura.

Sakura: ! *virando para o lado*Diga!

Homem: Athena solicitou a sua presença.

Sakura: Certo, Kyoko, continue a melhorar suas habilidades. Se preciso, inove em outras e aperfeiçoe!*correndo até o homem*

Kid Kyoko: Tá bem.

Homem: Ela quer que você a encontre na saída da fortaleza.

Sakura: Certo! Então irei esperá-la.

Homem: Entendido.*virando e Indo embora*

--

Kid Sonoichi: Minha...mamãe...*olhos cheios de lágrimas*

Evil Sakura: Não ouse chorar ou eu vou te devorar!

Kid Sonoichi: *tentando não chorar, mas ainda estava muito triste*

Evil Sakura: Imagino que deva saber algo sobre lutar. Por isso devemos acabar com os filhos da puta que deixaram a terra desse jeito. Um monstro está comandando um grupo para exterminar todos os humanos. Por isso precisaremos da sua força para por essa guerra. Perder não é uma opção. Você deve aprender a lutar para proteger esse mundo!

Kid Sonoichi: O quê? Eu? Proteger esse mundo? Mas como? Eu não sei como lutar...

Evil Sakura: Parece que ainda não percebeu. Há um poder surpreendente adormecido dentro de você. Satsui No Hadou. Por isso terá que usá-lo com o treinamento adequado e poderá fazer bom uso dele.

Kid Sonoichi: Você é uma mentirosa! Eu não tenho esse poder...

Evil Sakura: Você me chamou de mentirosa? *sorrindo sadicamente* Então vou provar a você *pegando Sonoichi pela cabeça e então o ergue*

Kid Sonoichi: *se debatendo*Ai ai ai >< me solta! Tá doendo! Nãããão! Me solta!

Evil Sakura: *olhando para um prédio devastado* (Posso ver a Satsui no Hadou adormecida em seu corpo. Está na hora de acordá-la) *punho emana uma aura roxa escura*Use o seu poder se não quiser morrer! *dando um soco com o punho emanando muita aura roxa escura na barriga de Sonoichi*

Kid Sonoichi: *sendo acertado, saindo sangue pela boca e sendo lançado em alta velocidade na direção do prédio*AAAAAAAAaaa....

Evil Sakura: *olhando com o cabelo entre os olhos sorrindo debochada* E aí, filho da Sakura, sobreviveu?!

Kid Sonoichi: *ficando furioso, então é tomado por uma aura roxa e faz uma enorme explosão*

Evil Sakura: *fica cega por alguns segundos por conta da luz e da fumaça resultante do ataque, mas logo consegue ver a destruíção causada por Sonoichi* O quê!? É incrível! *vendo uma enorme cratera causada por ele*

Kid Sonoichi: *de frente para cratera e totalmente assustado*

Evil Sakura: (Eu estou surpresa. Nunca imaginei tanto poder vindo de uma criança de 4 anos.) *andando na direção de Sonoichi*

Kid Sonoichi: Ma-Mas eu fiz isso?

Evil Sakura: *parando atrás dele* Sim. Acho que já entendeu alguma coisa *ficando de braços cruzados*Você consegue usar o seu poder oculto através da raiva assim como sua mãe. Mas só consegue fazê-lo por alguns segundos. Assim não passará de um inútil no campo de batalha.

Kid Sonoichi: Hã?*olhando para Evil Sakura*

Evil Sakura: Ensinarei a você a minha maneira de lutar e o transformarei no lutador mais temido de todos, entendeu?

Kid Sonoichi: Mas eu...eu não quero aprender a lutar...eu só quero ser um bom filho para a minha mamãe...

Evil Sakura: Hum... (Ele não herdou o desejo de luta da Sakura.) Poderá ser, mas antes terá que se tornar forte o bastante para derrotar os caras maus.

Kid Sonoichi: Mas eu tenho medo...

Evil Sakura: Não me vem com essa merda ou quer que eu te devore!?

Kid Sonoichi: Ah!*se tremendo de medo*

Evil Sakura: Não há tempo a perder! Começaremos agora mesmo!

Kid Sonoichi: Eu queria que a minha mamãe me treinasse...ou a Kyoko-san...onde está a Kyoko-san?

Evil Sakura: Heh! É uma pena, ela é muito forte, mas não serve para ser uma boa mestre. Não consegue ser rígida o bastante com os filhos, pois tem medo de matar vocês dois por acidente. Dá para perceber, vendo como você é mimado. Quanto a sua irmã, só poderá vê-la quando terminar o seu treinamento. QUE O TREINAMENTO COMECE!

Enquanto isso, um Filler.

Kyoko: *sentada em uma cadeira*

Arch: (Essa nave é feita de um material que desconheço. Isso poderia ser útil para a batalha contra os Maverick Hunters, mas quem são essas pessoas? Aliados? Inimigos? Neutros? Preciso ficar atento)

Sonoichi: *olhando pela janela da nave muitas explosões e ficando encantado*Kyoko-san, olha! Uma explosão cósmica!

Kyoko: Baka! Isso não é o espaço! Estamos em um fluxo temporal, então isso aí é só algum paradoxo temporal sendo materializado.

Sonoichi: *Loading......Error 404* Quê?

Kyoko: Não se faça de burro, baixinho!

Josuke: *apoiado numa parede e de braços cruzados, ao lado de Xiao Lon* Ficar aqui me faz refletir Qual o legado deixaremos para o futuro?

Xiao Lon: Prefiro não pensar muito nisso.

Kyoko: Quem se importa com legado? Temos que viver o hoje e tacar o foda-se para o amanhã. Afinal, o que estamos fazendo aqui mesmo?

Hiryu: *de cabeça para baixo, com seus pés no teto*Ele precisa falar com vocês.

Josuke: Ele?

Xiao Lon: Ele quem?

T: *saindo da parte escuro da nave* Desculpe pessoal, o Rip esqueceu de colocar as lâmpadas nessa parte da nave.

Kyoko: Foda-se, o que você quer? E fale logo, tenho assuntos importantes para resolver.

Sonoichi: Procurar briga não é um assunto importante!

Kyoko: Cala boca, baixinho!

T: Bem...eu pedi ao Rip Hunter para selecionar vocês porque eu queria lhes contar uma coisa.

Kyoko: Se é sobre o fato de nossas ações serem manipuladas, eu já sabia disso.

Hiryu: (Ela também percebeu isso?)

Arch: O que significa isso? Minhas ações são apenas de minha autoria e de mais ninguém. O que eu faço é pelo bem do Dr.Wells!

Josuke: (Quem é Wells?)

Xiao Lon: (Quantas pessoas barulhentas.)

Sonoichi: Como assim?

T: Calma! Não vamos começar uma briga. Não estamos em uma Saga de Torneio para isso. É que, eu vim lhes avisar sobre algo.

Hiryu: Seja breve.

T: Durante esses anos muitas coisas aconteceram. Lutamos, nos sacrificamos, ficamos mais fortes e sobrevivemos a muitas aventuras. Mas agora temos que pensar no que vamos deixar para o futuro. *apontando para Hiryu* Você conseguiu deixar um legado incrível e muitos te observaram como rival. *apontando para Josuke* Você foi muito subestimado, mas seu legado foi essencial para o futuro.

Josuke: Como assim fui muito subestimado?

T: *apontando para Xiao Lon* Você foi esquecida, mas eu ainda tenho um ursinho seu.

Xiao Lon: ?

T: *apontando para Kyoko e Sonoichi* Vocês dois possuem um potencial absurdo que jamais será mostrado ao mundo, mas deixaram uma marca na história.

Kyoko: Me chamou aqui só para puxar o meu saco?

Sonoichi: *olhando para cima e então ima...*

Kyoko: Nem pense nisso!

Sonoichi: *cena desfeita*

T: *apontando para Arch* Você, mal aparecia e já roubava os holofotes.

Arch: (O que é holofotes? Unix pesquise)

T: Enquanto eu, fui uma pessoa que tentou fazer o certo, mas se tornou odiado por isso. Agora estou usando essa identidade, porém, se descobrirem quem eu sou de verdade, tudo vai por água abaixo. O que eu quero dizer é que mesmo tentando de tudo para ajudar aqueles que precisam, o único legado que me restará é o de ódio. Ódio contra a verdadeira pessoa que eu sou. Mas eu não vim apenas por isso. Estou me abrindo com vocês porque essa pode ser a última vez que iremos nos ver e vocês são o mais perto de família que eu tenho (Infelizmente os direitos autorais sobre Fairy Tail não me permitiu chamar eles).

Josuke: Você está se despedindo? É isso? Vai desistir agora?

T: Não é desistir, Paisuke. Minha missão está chegando ao fim.

Josuke: Paisuke???

Xiao Lon: Então o que está te incomodando tanto?

T: Em todas as minhas missões eu sofri bastante pelo bem coletivo. Foram tantas coisas ruins que aconteceram comigo e eu disfarçava tentando trazer um sorriso no rosto das pessoas. Foram tantos sacrifícios, e eu nem sou o Griffth. Foram tantas aventuras (A maioria foi cancelada). Mas agora chegou minha missão final. O que me incomoda é que apesar de tudo que eu passei, não serei lembrado de maneira como eu queria. Depois de um tempo, isso chega a ser melhor para mim.*sorrindo* Pelo menos não vou ter que me preocupar com pessoas sentindo falta de mim heh heh!

Kyoko: *dando um impulso rapidamente, então gira o quadril e dá um cruzado no rosto de T que o joga no chão com tudo*

Josuke, Xiao Lon e Arch: !!

Sonoichi: Kyoko-san, isso não foi legal!

Hiryu: *fechando os olhos e permanecendo quieto*

Kyoko: Pro inferno com o seu legado. Não sai da minha rua para ouvir esse discurso de bebê chorão!

T: *levantando com uma enorme marca de soco na cara*Você quase me matou mulher! E eu não estava chorando!

Josuke: Eu já perdi muitas lutas. Na verdade perdi mais lutas do que venci, mas nem por isso eu deixei de ajudar as pessoas. Eu deixava de comer para que crianças pudessem ter um almoço decente, nunca me importei com esse reconhecimento. Não sei se isso será um legado para mim, e nem me importo, ver aquelas crianças se alimentando de forma decente é o que me faz levantar da cama, pronto para treinar.

T: Paisuke 😣

Arch: Não vejo relevância nisso, mas tudo o que eu faço é para proteger os ideais do meu pai, Dr.Wells. Ele me salvou e é uma boa pessoa. Mesmo que não reconheça tudo o que fiz por ele, ainda que ele tenha tentado me matar algumas vezes, eu sempre estive tentando protegê-lo e trazê-lo de volta, e morreria por isso porque eu o amo.

T: Paiarch isso foi medonho...

Sonoichi: Eu nunca gostei de lutar...sempre treinei para deixar minha Oka-chan feliz! Ela sempre parecia muito triste e me treinar melhorava o dia dela. Ela me deixou, mas eu ainda vou esperar pelo retorno dela, porque se ela me ama mesmo, então voltará um dia. E eu sei que ela me ama muito.

T: Não posso te chamar de Panoichi.

Sonoichi: Eh?!

Kyoko: Não vá se iludindo com isso não, baixinho, ela nunca vai voltar. Também não esperem um lindo discurso vindo de mim. Eu faço o que o eu quero e não me importo com o que acham. Bem simples. Bom? Ruim? O que isso importa? Vou pelo caminho mais divertido.

T: Melhor discurso.

Xiao Lon: Tudo que eu faço é para proteger meu gê ge (E também para proteger o Josuke). Não preciso de mais nada.

T: Mãexiao Lon...ou é melhor Mãe Lon ou Xiao Lon mãe ou Xiao Mãe...agora estou confuso...

Hiryu: Eu preciso fazer um discurso?

T: Não. Nunca precisou, meu amigo.

Arch: (Isso que é uma família? Sim...eu sentia exatamente a mesma coisa quando estava com a SEBEC...eu queria reviver aquela época, mas tenho que salvar o Dr. Wells dos Mavericks Hunters primeiro)

Josuke: Essa pode ser a última vez que iremos nos ver, mas sempre estaremos juntos. Não importa o quão longe estivermos um dos outros.

Xiao Lon: Josuke, eu acredito em suas palavras.

Kyoko: Claro, a mesma pessoa manipula todos nós.

T: O papel de quebrar a quarta parede é meu!

Hiryu: *fechando os olhos e sorrindo*

Sonoichi: Kyoko-san! Não seja estraga prazeres!

Kyoko: Calado, pequeno! Não me faça te dar um cascudo!

Sonoichi: Pare de me chamar de pequeno!

Josuke: Não briguem, vocês são irmãos, pelo menos eu acho. (Esse garoto me lembra uma pessoa, mas eu não consigo me lembrar de quem)

Kyoko: Agora virou o homenzinho, não é? Então vem! *com o corpo em chamas*

T: Porrada!*voando com um pé de cabra na direção deles*

Josuke: Não tenho escolha, a não ser lutar! *correndo na direção deles pronto para dar um counter*

Xiao Lon: Vou lhe dar cobertura. *pulando na direção deles com suas lâminas*

Sonochi: Primeiro vem o Hadou... *correndo na direção deles, então pula enquanto carrega seu Hadouken*

Arch: Unix! *ativa sua armadura feita de nanites e voa na direção deles*

Kyoko: Manda ver!*dá um impulso com seus punhos em chamas*

Hiryu: Tch... *desaparece e então reaparece em três acima deles, pronto para dar um chute de fogo azul*

"See You Again."

"Ha ha ha ha!"

--

Sakura: Chegamos a sala.

Um manto demoníaco vermelho cobre a porta, havia um grande buraco e nela sai uma centopéia demoníaca gigante com uma boca grandona que nela saía uma luz azul nela.

Gigapede

Goenitsu: Woah! É imensa!

Gigapede: *soltando esferas elétricas e elas vão na direção delas* 

Sakura: Cuidado! *indo para a frente dela e rebatendo com Melio Secare*

As esferas ricocheteiam.

Goenitsu: Atrás dela! *correndo na direção de Gigapede e pulando e voando com a ajuda dos ventos*

Sakura: Ei cuidado! Se você não tomar cuidado ela pode te machucar! *correndo e descendo esse penhasco* Ung...*pondo a mão nas costas e olhando o sangue na mão* (Droga, se ao menos eu pudesse usar meus poderes de cura...)

Goenitsu: Você rebate as esferas que ela mandar, eu acerto por cima.*usando as garras para arranhar as costas de Gigapede*

Gigapede: *se contorcia e entrava no buraco*

Sakura: Go-Goenitsu!...Urg...*respirando fundo* Okay...você aguenta, vamos lá.*ficando ereta*

Goenitsu: Kyaaaaah! *sendo eletrocutada e se afastando e usando os ventos para voar*

Sakura: Goenitsu!

Gigapede: *saindo pelo buraco de baixo e atirando esferas elétricas na direção de Sakura*

Goenitsu: *ouvia o eco lá de dentro* Eu estou bem!...Cuidado!

Sakura: UNION MACIR!! *fazendo um martelo gigante, com dificuldade rebatia*

Goenitsu: Sakura, nele, nele! *pousava e corria e arranhava o corpo da Gigapede e mandava lâminas azuis nela*

Sakura: Eu sei...argh! *rebatia outra na direção de Gigapede*

Gigapede: *sendo acertada e dando um berro girando o corpo e entrando no buraco*

Sakura: (É isso, então ela é fraca contra seu próprio poder.) Urg...*abaixando* (Estou ficando fraca, já perdi muito sangue.)

Goenitsu: *pousando e se aproximando de Sakura*Sakura, você está bem?

Sakura: Tô...tô bem sim...bendita hora para eu enfraquecer...

Gigapede: *aparece em cima e joga esferas elétricas nelas*

Sakura: ! *olhando para cima*Toma toma e toma! *fazendo Vol Secare e rebatendo as esferas*

Gigapede: *gritava de dor novamente*

Goenitsu: Você está bem pálida, sabia?

Sakura: Eu sei...mas só vou parar quando eu achar esse Cristal Quartzo, tenho que continuar, agora ele vai ver o que é um Psycho Hadouken...obrigada Reas pela preocupação.*fazendo a posição do Hadouken, carregando a esfera rosa e azul*

Gigapede: *entrando no buraco*

Sakura: Vamos lá, apareça, você parece com fome. Se afaste, Reas.*o cabelo balançava e o casaco também*

Goenitsu: *indo para trás de Sakura*

Sakura: Psycho...Tengyou!...

Gigapede: *aparecendo no buraco de baixo*

Sakura: HADOUKEEEEEEEEEEEEEEEEEN AOI HONNO!!*lançando em direção a boca dele*

Psycho Hadouken Aoi Honno-0

Gigapede: GWAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!! *indo cair na direção delas*

Sakura: Vem vem vem logo!*pegando na mão dela e correndo*

Goenitsu: Wow!

Gigapede: *caindo e vai desintegrando*

Goenitsu: É, essa foi por pouco… 

Sakura: *suspirando e olhando para a mão*Faz tempo que não uso isso… 

Goenitsu: Um estágio bem avançado. 

Sakura: É dito que chama azul é o nível supremo que uma chama pode ter, existe várias cores, só não sei qual a ordem, só sei que começa pela mais comum, depois para vermelha, até aí não sei mais, mas as cores variam, como verde, preto, púrpura, quanto mais quente for, mais avaçaladoras elas serão.

Goenitsu: Isso é ótimo saber, você fez churrasco de demônio naquela centopéia.

Sakura: E a sorte que eu tenho, é que eu sou imune a fogo.

Goenitsu: Mas, você não parece ter nascido com esse dom de imunidade à fogo, isso é mais para que usam fogo.

Sakura: E eu não sou, é por causa disso. *pegando no cordão e mostrando o pingente dourado*

Goenitsu: Mas, isso é um pingente de um sol.

Sakura: Exato, mas ele não é um pingente comum, ele contém uma substância que fez ele se tornar um tipo de amuleto moderado, ou seja, não comum, alterado.

Goenitsu: Certo, eu entendi. Quem te deu?

Sakura: Foi Kyo quem me deu, quando estávamos num amálgama onde os deuses e youkais estavam em conflitos entre si.

Goenitsu: Kyo antes devia ser uma ótima pessoa com você, Sakura.

Sakura: É, ele era, ele me ajudou em umas coisas lá e cá, porém…tampouco, pois eu fazia o dobro, como curar suas feridas profundas, tirar ele de agonias que levariam à sua morte, era muita coisa que ele fazia que levava sua morte.

Goenitsu: Entendo.

Sakura: Porém, boa parte ele fracassou em retribuir as coisas para mim, a única coisa boa que ele fez, foi ter tirado o monstro com a minha imagem esboçada enquanto ele levava vidas aos montes, depois de ter levado bastante delas.

Goenitsu: E você ainda o ama, Sakura?

Sakura: … *olhando para o chão* Quero acreditar que ele retornará, no contrário, o que interessa é meus filhos, que com certeza irão proteger aquele esconderijo onde estão as pessoas.

Goenitsu: Mas você não deve perder muito tempo, eles ainda são menores e você não pode deixar eles darem cabo de tudo.

Sakura: Eles são mais fortes do que você imagina. *se virando e andando até a porta da frente*

Goenitsu: *seguindo ela* Você parece ser uma bela maga poderosa.

Sakura: Não me considero uma maga, por alguma razão, é tanto poder que tenho, que ele cresce nas minhas habilidades, como se dentro de mim, fosse dar esse dom e preciso de toda responsabilidade para poder conter isso.

Goenitsu: Você tem idéia do que seja?

Sakura: Não…mas algo em mim é…valioso.

--

Leona: Shingo, todas as pessoas foram levadas e estão seguindo o metrô? 

Shingo: Sim, estão. Leona, eu estou muito preocupado com a Sakura, muito mesmo. 

Leona: Acredite nela, ela já passou por muita coisa e com todo esse caminho até aqui, ela continua firme nessa estrada. 

Shingo: Eu sei, mas ela é minha melhor amiga e parceira de luta quase desde sempre, qualquer coisa me deixa muito preocupado com ela.

Leona: Eu compreendo, eu vou investigar o paradeiro daquela parte de onde veio a luz, você, vai para Metro City, já.

Shingo: C-Certo, tome cuidado.

Leona: Pode deixar. *correndo*

Depois de um tempo, Leona chega e encontra uma garota de cabelos loiros e casaco vermelho, de bruços no chão e o corpo de Terry carbonizado.

Leona: ! *se aproximando devagar, olhando para o corpo do Terry carbonizado* (Terry…) *olhando para a menina, pondo um joelho no chão, pondo a mão no pescoço dela, pressionando dois dedos para sentir seus batimentos cardíacos e olhando para ela* (Ela, tá respirando. Preciso levar ela, antes que seja alvo do Cthulhu.) *virando o corpo dela e pegando-na nos braços* Aguenta, você tá segura, vou te tirar daqui.

--

Kyo: Muito bem…minha filha, estou orgulhoso…de você, agora você…está pronta… 

Kid Kyoko: Eu não sou sua filha! Alguém como você não merece ser meu pai! 

Kyo: Heh…agora…vai proteger…sua…mãe…*caindo de bruços e fechando os olhos*

Kid Kyoko: Hunf, pai idiota.*se virando e andando*

--

Evil Sakura: *dando soco de esquerda no rosto de Kid Sonoichi, dando uma joelhada na barriga dele e depois um soco de direita no olho direito dele que faz ele cair no chão*

Kid Sonoichi: Urg! *caindo arrastando no chão*

Evil Sakura: *cruzando os braços* Hunf, estou decepcionada com você. 

Kid Sonoichi: *ficando sentado, trêmulo, chorando muito com a mão no olho destruído e sangrando*Eu te odeio!

Evil Sakura: Você me odeia? Deveria odiar a sua mãe por criar um ser tão fraco e desprezível. Amor? Generosidade? Bondade? Isso te tornou fraco e digno de ser espancado, garoto. Se há alguém para você odiar, odeie a sua mãe por não ter te matado quando teve a chance e de ter criado um moleque chorão e mimado que não tem forças o suficiente para me causar um simples arranhão.

--

Sakura: *olhando para a porta*Huuuum...tem alguma coisa que falta aqui. 

Goenitsu: Deve haver um interruptor aqui. 

Sakura: Posso abrir isso na marra!*formando Union Macir*

???: Diiiing Dooooong...pra que tanta violência para abrir uma porta?

Goenitsu: Huh? Quem está aí? *olhando para trás*

???: *lá em cima no teto, de cabeça para baixo*Yuhuuuuu, estou aquiiiiii.

Sakura: *olhando para o teto, mas não via ninguém*

???: *cutucando o ombro de Sakura*

Sakura: *olhando para o lado e vendo ???*AAAAH!

Era um demônio vestido de bobo da côrte, tinha um narigão e dentes afiados e rosto pálido.

???: Não precisam usar violência. Olha aqui, isso é uma torre de estrutura fortificada literalmente.*batendo no portão com o cetro* Tá vendo? Seus truques não funcionarão. Entenderam?!

Goenitsu: Dá o fora! Nós não temos tempo para perder, vá direto ao ponto!

Jester: Na verdade vocês não tem nada a perder, *se curvando para frente de modo cortês com os braços para o lado* meu nome…é Jester! E eu sei uma coisa ou duas desse lugar.

Jester

Goenitsu: *suando no canto do rosto por tensão*

Jester: E essa coisa, existe um gerador, e para isso existe uma pequena coisa para fazer esse gerador ser ativado. Por acaso sabem o que é? Ou é difícil para vocês? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

Goenitsu: Tsc!*estalando o dedo e fazendo rajadas cortantes na direção dele*

Jester: *ia sumindo, desviando de cada uma delas e nessas sumidas, batendo os pés enquanto cantarolava e não acertava nenhuma nele, depois parava de dançar e abanava com o cetro* Ufa, essa foi boa, dançar é bom demais. Ai ai.

Goenitsu: Por que está nos ajudando?

Jester: Ora, vocês não estão aqui à toa, não é? E parece que vocês não chegaram ilesas daqui para cá, não sei como é que conseguiram passar pelos bichinhos de estimação lá atrás. Aposto que vieram atrás, disto aqui.*pegando da túnica o Cristal Quartzo*

Goenitsu e Sakura: O Cristal Quartzo!

Jester: BINGO! Então é isso que vocês querem não é? Haha, como não, vocês querem?

Goenitsu: Esse cristal pode ser falso, como Bobos da Côrte pregam peças, você deve ser muito bom em truques.

Jester: Correto, porém, este aqui é verdadeiro, algo assim, os Youkais adorariam devorar, hehe, mas se quiserem, vão ter que passar no segundo teste ainda, que é…

Sakura: Já chega! *dando um golpe com Union Macir na direção dele, por pensar que acertou ele, acaba acertando o gerador*

Union Macir

Goenitsu: ! (Rápido!)

A porta se abre lentamente.

Sakura: *olhando para a porta se abrindo*

Jester: *no teto de cabeça para baixo batendo palmas* Bravo bravo, meus parabéns, vocês conseguiram, eu devia recompensá-las com o que vocês querem, mas tenho algo melhor. Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!! *ia para trás batendo os pés*

Sakura: *olhando ele ir embora* Esse cara é…completamente biruta. Hunf.

Goenitsu: Eu não gostei nem um pouco dele. Vamos.*se virando e andando, entrando*

Sakura: *fazendo o mesmo*

Após chegarem, elas se deparam com um tipo de "taça", nela havia desenhos de aves demoníacas, uma criatura que é conhecida por ser da mitologia de Cthulhu também. E em cima dela, havia uma bacia de pedra também, no centro havia cabeças de caveira.

Sakura: *engolindo em seco* Isso é bem medonho, tenho que admitir, uma coisa dessas assim não aparece a todo instante.

Goenitsu: Para um lugar desses, é um tanto comum.

Voz (Jester): Obrigado por abrir a porta para mim, garotinhas! E BEM VINDO AO INFERNO!!

Goenitsu e Sakura: !!!

A "taça" começava a se encher de sangue.

Voz (Jester): Por favor aceitem meu presente! Não sejam ingratas. Apenas levem! Afinal, nós somos todos amigos! Hahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!

A taça transbordava e escorria sangue nessas criaturas de pedra que estavam ali, elas abrem seus olhos verdes e de repente ficam com o corpo vermelho e se soltam da "taça" e girando o corpo e uma camada de sangue percorre todo seu corpo.

Blood Goyle

Blood Goyles: *indo na direção delas*

Sakura: ! Cuidado! *fazendo Confondere e fazendo um corte em um*

Confodere

Goenitsu: *arranhando outro com as garras e rolando para frente e abaixando* Essas criaturas são como aquelas daquele buraco, são feitas com sangue, só que essas são de puro sangue.

Sakura: Elas são criaturas petrificadas que ao contato do sangue, elas se tornam essas criaturas. No contrário, eles são pedras.

Blood Goyle 1: Kyaaaaaaaaaah! *voando em círculos rapidamente e voando em alta velocidade dando um ataque aéreo em Sakura*

Sakura: Urg! *sendo acertada e caindo no chão de costas* (Ai minhas costas...ai minhas costas!)

Goenitsu: Cuidado! *pulando e dando dois arranhões com as garra em Blood Goyle 2* Por eles serem aves demoníacas aéreas, vai ser um pouco complicado.

Blood Goyle 2: Aaaaaaah!!

Sakura: *levantando e então*Acerbatus!! *dando uma esfera grande marrom no Blood Goyle 1*

Blood Goyle 1: *desviando voando para o lado e aproveita e girando rapidamente e indo na direção dela*

Sakura: Não, de novo não! UNION CULTER!!*jogando várias facas em Blood Goyle 1*

Union Culter

Blood Goyle 1: Aaaaah!*sendo acertado várias vezes e virando estátua no chão*

Sakura: Ele, virou pedra!

Blood Goyle 2: *girando em círculos no ar*

Goenitsu: Então teremos que atacar eles para virarem pedra!

Blood Goyle 1: *se mexendo vagarosamente*AAAAAAAAAAAAAAH!!! *o sangue percorria pelo corpo e girava o corpo podendo se mover e volta sua forma de sangue novamente*

Sakura: Talvez não só isso…

Blood Goyle 2: *dando um ataque aéreo em Goenitsu*

Goenitsu: *sendo acertada* Eles são rápidos demais! *levantando*

Blood Goyle Líder: *era uma ave demoníaca maior que as outras, no andar de cima batendo asas*Kyaaaaah! 

Sakura: *olhando para trás* ! Ai não, mais companhia…

Blood Goyle 3 e 4: *voando na direção delas em alta velocidade*

Sakura: *carregando energia rosa e azul no punho com um pouco de roxo no centro dela, mas não perceptível* Psycho.....KNUCKLE!!! *dando um soco em Blood Goyle 3 e 4* Goenitsu!

Goenitsu: Tá bem! Osoi sebiro wa!*desaparecendo e aparecendo na frente deles* Ata re o! *lançando lâminas de vento, pousando e botando as mãos no chão, fazendo espinhos de gelo*

Blood Goyle 3: Kyaaaaah! *virando estátua*

Blood Goyle 4: *escapava por pouco*

Goenitsu: Shin batsu desu! *desaparecendo e aparecendo na frente de Blood Goyle 3 e dando vários golpes, o arranhando com suas garras Cerberus*

Blood Goyle 3: Kyaaaaah!*recebendo golpes e afastava*

Sakura: Ikuyo!*pulando, girando e dando um chute em Blood Goyle 1, jogando Union Secare nele que gira, o cortando várias vezes*

Blood Goyle 1: Kyaaaaah!*virando pedra*

Goenitsu: *fincando as unhas em Blood Goyle 3 que sangra e jogando com força no chão*

Blood Goyle 3: *ficava em pedaços*

Sakura: Fica paradinho!*carregando o Hadouken*

Blood Goyle 2 e 4: *girando o corpo rapidamente e dando um ataque aéreo na direção de Sakura e Goenitsu*

Sakura: Shinkku!! Hadou....*lançando e sendo acertada por Blood Goyle 4* Argh!!! ><

Blood Goyle 1: Kyaaaaah! *sendo acertado e afastado, mas não sendo destruído*

Sakura: Droga de criaturas de sangue!

Blood Goyle Líder: KYAAAAAAAAAAAAAH!!*girando o corpo rapidamente e indo na direção das duas*

Goenitsu: E aí vem a principal!…Cuidado! *rolando para o lado*

Sakura: ! *olhando para Blood Goyle 1 e apontando a mão para ele* ACERBATUS!!! *mandando uma esfera marrom em Blood Goyle 1*

Acerbatus

Blood Goyle 1: *sendo acertado e sendo destruído*

Sakura: VENUS!! *mandando um corte de espada roxa feito de puro Nitesco*

Venus

Blood Goyle Líder: AAAAAAAAAAAAAAH!! *resistindo ao ataque e dando o golpe em Sakura, ficando em cima dela tentando mordê-la*

Goenitsu: Sakura! Ngh! *levantando e mandando uma luz azul que vinha do chão para cima em Blood Goyle 2 e mandando lâminas no Blood Goyle 4*

Sakura: Sai de cima de mim!*com as mãos no peito usando Nitesco, um laser roxo*

Nitesco-0

Blood Goyle Líder: Kyaaaaah! *virando estátua em cima da Sakura*

Sakura: *pressionando a barriga*

Goenitsu: Sakashi! *mandando um Genocide Cutter em Blood Goyle 2, aproveitando e mandando lâminas nele*

Blood Goyle 2: Kyaaaaah!! *sendo acertado várias virando estátua*

Sakura: U-nion…PNEUMA!!!*formando gaiolas de vento*

Union Pneuma

Blood Goyle Líder: Kyaaaaah!!*sendo acertado e sendo afastado*

Goenitsu: É hora de acabar com isso! *sumindo e reaparecendo perto de Blood Goyle 2 e dando uma arranhada nele* Extinção… *formando uma de mim no outro lado dele*Sinta o poder das garras de Cerberus!

Todas as duas faziam golpes rápidos com as garras, arranhando de várias formas e formam cada uma um tornado grande gelado, ao terminar, Blood Goyle 2 é congelado e depois o gelo é quebrado em pedaços, não sobrando nada dele.

Sakura: *respirando ofegante, tossindo com as mãos na barriga*

Blood Goyle 4: *girando o corpo rapidamente e indo na direção de Sakura rapidamente*

Sakura: *concentrando energia nas mãos e batendo no chão e formando um espelho rosado um pouco acima*

Blood Goyle 4: *se encontrando contra o espelho e levando um choque* Kyaaaaaaaaaah!

Sakura: Eu preciso respirar.*tossindo*

Blood Goyle Líder: KYAAAAAAAAAAAAAH!! *girando o corpo e se reconstroi em sangue, voltando à voar*

Sakura: Já cansei de vocês!! *olhando para Blood Goyle Líder*

Blood Goyle Líder: *girando rapidamente e indo na direção de Sakura*

Blood Goyle 4: *fazendo isso novamente e se encontrando novamente com o espelho e tomando choque*

Sakura: *formando um espelho na frente de Blood Goyle Líder com a outra mão*

Blood Goyle Líder: *batendo contra o espelho e tomando choque*

Sakura: Agora vocês vão ter o que merece! *levantando devagar com dificuldade de olhos fechados, girando a mão, criando um brilho rosado, fazendo os espelhos se tornarem grandes portais e uma batida nas mãos uma na outra e abrindo os olhos que ficam cor de rosa* Invocação Dimensional!

Sakura - Dimensional Invocation

Goenitsu: Woooow! '-'

Depois 46 luzes aparecer nos portais, os portais se fecham e desaparece, não restando nenhum dos Blood Goyle.

Sakura: *olhos voltam ao normal, ficando exausta*Ainda bem que acabou...usar magias desse tipo, eles exigem tudo de mim...

Goenitsu: Você é bem poderosa de verdade, Sakura, não duvido que seus filhos também.

Sakura: É, eu dou pro gasto.*esticando o braço e estalando, fazendo o mesmo com o outro* Mas...eu tô muito exausta...

De repente, um tapete circular é feito no chão, com um tipo de furacão concentrado nele.

Círculo teleportador

Goenitsu: Parece ser um teleportador, igual o outro.

Sakura: Mas acho que isso não nos levará para fora daqui...

Goenitsu: Eu vou, caso contrário, me espere aqui. Descanse, Sakura.

Sakura: Você vai ficar bem mesmo, Goenitsu?

Goenitsu: Vou, confie em mim.

Sakura: Tudo bem. Vou confiar e te esperar aqui.

Goenitsu: *se aproximando do teleportador e desaparecendo*

Sakura: *perdendo o equilíbrio e caindo sentada*(Eu...cheguei ao meu limite...Deusa Athena...por que tirou meus poderes de cura? Eu não fiz nada que pudesse bloquear minha cura...se eu morrer...a culpa é toda sua...)

Goenitsu: *chegando no local*

Sakura: Era uma arena redonda, onde o seu lado de fora era só buraco.

Jester: *subindo do chão e olhando para Goenitsu* Bem vinda ao inferno! Podemos começar? 

Goenitsu: !

Jester: *se curvando para frente e com os braços abertos* Meu nome....*olhando para ele* é Jester!...

Goenitsu: Eu já sei quem você é.*desaparecendo e surgindo na sua frente e dando um golpe com sua garra*

Jester: *reaparecendo com os braços para cima e pernas separadas e sacudindo a cabeça rapidamente para os lados* Bululululululu!!

Goenitsu: *olhando para ele e dando um chute nele*

Jester: *por ser muito rápido, ela nunca iria conseguir acertar, reaparecendo atrás dela e apontando para ela batendo os pés rápido* AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!

Goenitsu: NGH!*jogando tornados nele*

Jester: *sendo acertado, mas era um truque, aparecia batendo palmas no centro*Muito bem, garotinha, muito bem!!

Goenitsu: (Eu não consigo acertá-lo de jeito nenhum...)

Jester: *formando uma barreira em volta de mim e começando a pular girando corpo enquanto várias esferas elétricas vão em todas as direções, incluindo em Goenitsu* 🎶Jester baterá na sua bundinha, vai bater na sua bundi-nha! 🎶 *levando os braços para cima* BEM VINDA AO INFERNO!!!! *colocando as mãos na cintura*AAAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA!!!!

Goenitsu: *olhando para os lados e desaparecendo e reaparecendo em um lugar, mas é acertada pelas esferas, sendo eletrocutada pelas esferas* GAAAAAAAAAAAAH!!

Jester: Quem manipula ventos e esqueceu de pensar? Fácil, porque quando esta usou seus ventinhos patéticos, o pensamento foi levado pelo vento! AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!! *batendo os pés rapidamente no chão*

Goenitsu: GWAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Jester: Qual o problema, já é hora de dormir?

Goenitsu: *levantando com dificuldade, pois estava restabelecendo os batimentos cardíacos e respirando devagar*

Jester: *desfazendo a barreira e então, aparecendo em questão de segundos e perto dela, juntando as mãos e se curvando para frente* Com licença?

Goenitsu: *olhando para ele, recuperando do pouco que estava se recuperando e mandando um pilar de luz azul nele*

Jester: *reaparecendo no outro lugar da arena* Ei! Respeite o bobo! *dando um tapa no próprio bumbum*

Goenitsu: (Vamos reconsiderar, ele desvia com relativa facilidade e uma velocidade a olho nu, sem ao menos deixar um rastro de onde sua imagem se apagou, ele é bom, para um Bobo da Côrte demoníaco. Estou chegando a algum lugar.) *atirando mais uma rajada de luz azul nele que sai do chão*

Jester: *se curvando para frente e com os braços abertos* Meu nome.... *olhando para ela* é Jester!

Goenitsu: *correndo, aproveitando sua cortesia e dando uma rasteira nele*

Jester: *sendo acertado, mas era um truque, reaparecia bem distante dela batendo palmas* Muito bem, cabecinha de vento, muito bem!

Goenitsu: Talvez se...

Jester: *formando a barreira em si e balançando o cetro* Eu sei desse lugar melhor que qualquer outra coisa!

As esferas elétricas iam em todas as direções de forma rápida e descontrolada.

Goenitsu: *tentava desviar mas era acertada, o corpo arrastava até a beira da arena, olhando para baixo* AH!

Jester: AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!

Goenitsu: Guh… (Agora já sei como vou te pegar…) *levantando com dificuldade e começando à correr, tentando desviar o máximo possível das esferas*

Jester: Você não irá sair viva daqui, cabecinha de vento, nem mesmo aquela garota impaciente! 

Goenitsu: Osoi sebiro wa! (Espero que dê certo.)*desaparecendo*

As esferas se desfazem.

Jester: *pernas separadas e braços para cima e sacudindo a cabeça* Bulululululu!!!

De repente, várias luzes vermelhas aparece rapidamente no chão.

Reas Fureur Rouge

Jester: *reaparece* Ahahaha! Opa opa! *batendo os pés e começando a sapatear e fica dançando de modo fica reaparecendo em várias lugares*Espere espere!

Goenitsu: *após mandar o Fureur Rouge, aparece com os ventos, procura por Jester*

Jester: Ufa…*abanando com o cetro perto do corpo*

Goenitsu: (Então era aquilo, fica cansado quando dança, ou pelo menos parece cansado, aí vou eu!) *desaparecendo com os ventos e aparecendo na frente dele* Hah! Yah! Hu! Tah! Toh! Yey! Soukko! *dando um golpe com as garras para esquerda e direita, fazendo uma lâmina de gelo na mão direita e dando um golpe diagonal, esquerda, direita, ataca com a mão esquerda e depois dá um Genocide Cutter*Sakashi!

Jester: Wow! Ouch! Ui! *sendo acertado toda hora, sangrando confete*

Goenitsu: *no ar, fazendo lâminas azuis de vento na direção dele* Ata re o!

Jester: *sendo acertado, mas era só um truque, reaparecendo e batendo palmas*Muito bem, cabecinha de vento, muito bem!

Goenitsu: (Agora eu sei exatamente o que fazer.)

Jester: *formando a barreira pelo corpo e pulando girando o corpo*🎶Jester baterá na sua bundinha, vai bater na sua bundi-nha!🎶 *abrindo os braços*BEM-VINDA AO INFERNO!!!! AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!

Goenitsu: (Eu vou tentar retirar essas esferas do meu caminho.) *fazendo 5 luzes vermelhas subir, e anular algumas esferas, mas não surtiam muito efeito* (Droga, sem sucesso, não são esferas normais! O jeito é escapar!)

--

Sakura: Reas…está demorando…*tossindo sangue* me diga que você não morreu…por favor… *deitando ao chão* porque eu estou quase indo…

--

Goenitsu: *abaixada, com bastante ferimentos*

Jester: *reaparecendo* AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

Goenitsu: Não ria da minha situação! *batendo com o punho no chão*

Crostas de gelo são feitas e indo na direção dele. 

Jester: *dançava o tempo todo e reaparecendo em várias partes da arena* Opa opa espere espere aí!

Goenitsu: Agora você vai ver! *sumindo e reaparecendo perto de Jester e dando uma arranhada nele com a mão esquerda* Extinção… *formando uma de mim no outro lado dele*Sinta o poder das garras de Cerberus! 

Todas as duas faziam golpes rápidos com as garras, arranhando de várias formas e formam cada uma faz um tornado grande gelado, ao terminar, Jester é congelado e depois o gelo é quebrado.

Jester: *sendo acertado e sangrando confete*

Goenitsu: Sakashi! *fazendo Genocide Cutter*

Jester: *sendo acertado, mas dessa vez era um truque, reaparecendo e batendo palmas para Goenitsu* Muito bem, cabecinha de vento, muito bem!

Goenitsu: (Okay, aguenta…só mais um pouco…)

Jester: *fazendo a mesma coisa* E eu sei desse lugar do que qualquer outra coisa!

Esferas elétricas ia na direção dela de maneira rápida.

Goenitsu: *correndo, dando uma rasteira para poder desviar de uma esfera, mas sempre era acertada por outra* GWAAAAAAAAAAAAAAAH!!!

Jester: AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!

Depois de tentar escapar, Goenitsu ficava caída ao chão.

Jester: *perto dela abaixado* Foi divertido huh?

Goenitsu: *ainda caída ao chão de lado*

Jester: Yuhuuuu! Hora de acordar, *batendo com o cajado nela* tava tão divertido, vamos lá ou o vento te leva, ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!

Goenitsu: *estalando o dedo, várias lâminas de vento vão na direção dele*

Jester: Ahahaha…WOW WOW!*sapateando e dançando enquanto vai reaparecendo em vários lugares*

Goenitsu: *batendo no chão com a mão aberta e fazendo pilares de gelo na direção dele*

Jester: *dançava mais e reaparecendo várias e várias vezes*

Goenitsu: *levantando trêmula e com dificuldade* (Isso acaba…agora.)

Jester: Ai ai, tô cansado…*balançando o cetro perto do corpo*

Goenitsu: Não é o único…SHIN BATSU DESU! *desaparecendo com os ventos e aparecendo na frente dele e arranhando violentamente ele e o atacando com os ventos e depois girando o corpo e arranhando várias vezes com as garras e depois pegando ele pelo pescoço, cravando as unhas neste, fazendo sangrar e jogando ele no chão*

Jester: UI! *bate no chão e rapidamente reaparece em pé e vai para trás um pouco com as mãos na barriga e de cabeça baixa, treme um pouco e levanta a cabeça rapidamente* Ups...OHOHOHOHOHOHOHOHO! *batendo os pés rapidamente no chão de forma saltitante, parando depois* Ufa...

Uma energia roxa com forma de carinha feliz se forma ao redor abaixo dos pés dele.

Jester: AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA*balançando o corpo junto com o cetro, depois virando de costas e mostrando a bunda para ela e batendo na própria bunda* Bururlulululululu! *desaparece em estilo de estouro de bombinha*

Logo após se forma um tipo de teleportador luminoso azul. Havia um cristal brilhando no chão.

Goenitsu: *com o corpo cheio de queimaduras, sangrava também por causa das batalhas anteriores, olhando para o chão, respirando ofegante*Eu...consegui... *mancando até o cristal, pegando o cristal* Esse cara...só pode ser...sadomaso....quista...urg! *andando até o teleportador*

Ao entrar, o teleportador leva Reas para onde Sakura estava.

Sakura: *caída ao chão, deitada de lado*

Goenitsu: SAKURA!! *indo correr, mas por conta das feridas, perde o equilíbrio e cai perto dela*Sakura Sakura! *balançando ela*

Sakura: *abrindo os olhos devagar*

Goenitsu: *virando o corpo dela, deixando-a deitada*Sakura por favor, me diga que você não morreu! SAKURA!

Sakura: Oi...Reas...con...seguiu...

Goenitsu: Sakura! 😃 Olha, eu consegui! *mostrando o cristal*

Sakura: Q-Que....bom....Reas...eu estou perdendo as forças...eu não consigo levantar...

Goenitsu: Sakura.

Sakura: Eu estou morrendo...temos...que sair daqui...as dores estão me matando, ao mesmo tempo que estou fraca por perder muito sangue...argh! ><

Goenitsu: Sakura, calma, por favor aguenta, eu preciso de você, escuta, nós vamos sair daqui, só preciso que você...aguente até que nossas moléculas desloquem para onde os outros estão...

Sakura: ...Mo...léculas?

Goenitsu: Você verá.

Os ventos começam a rodeá-las e então desaparece as duas com os ventos.

--

Shingo: *com a muleta olhando para Hitaru que estava sentada sobre a cama se recuperando* Então você se chama Hitaru Futaba. Quer dizer que, você estava no futuro, foi capturada e controlada por Cthulhu?

Hitaru: *estava com curativos*S-Sim...só que...eu fiz uma coisa horrível...eu...eu...

Leona: O que você fez?

Hitaru: *lacrimejando*Eu matei meu próprio vovôzinho... *soluçando*eu não queria...eu...não podem me culpar por isso, eu não sou uma assassina e nunca faria isso!

Shingo: Acalme-se, se acalma, quando somos controlados, não sabemos o que fazemos.

Hitaru: Mas...meu avôzinho...d-droga!...

Leona: *olhando para o lado* Eu...tenho péssimas notícias para você.

Hitaru: ...!

Leona: *olhando para ela* Ele foi...cremado, não restou nada dele...

Hitaru: !!! *olhando para baixo* Eu...entendi...a culpa é minha...a culpa é toda minha, nããão...! *pondo as mãos nos olhos*

Shingo: (Tadinha...)

Leona: Eu sinto muito...mas foi o que eu vi, eu te encontrei e vi você no lado do corpo dele.

Hitaru: Mas...eu agradeço por me ajudarem, eu sou muito grata a você principalmente, senhorita Leona.

Leona: É o meu trabalho, preciso manter a segurança de todos aqui até os outros voltar.

Shingo: Fico preocupado com meu filho, mas acredito que ele vai voltar.

Hitaru: Entendo...

--

Goenitsu: *aparecendo com os ventos com Sakura perto de um prédio, só que não era o mesmo* É aqui?

Sakura: R-R-Re....as....

Goenitsu: (Ela tá muito mal...) SOCORRO!! SOCORRO!! POR FAVOR!! ALGUÉM AJUDE!!! *fazendo uma ventania, não muito forte, para fazer barulho de ventania*

Hitaru: *sentindo calafrios*Sentiram isso? E ouviram? Tem alguém lá fora!

Leona: ! Fiquem aqui! *se virando e correndo e indo para a varanda e olhando* É a Sakura! E uma garota! Aqui!! *acenando*

Goenitsu: *oferecendo o cristal* Segura isso, Sakura, por favor...

Sakura: Se...guro...*pegando com as duas mãos*

Goenitsu: *girando a mão e formando uma massa de vento em baixo de Sakura que faz ela flutuar*

Sakura: *o corpo estava ficando fora do chão e então flutuando na direção de Leona*

Leona: *ao chegar, pega ela no colo* Sakura! Sakura! Fala comigo!

Sakura: Uuuur....

Leona: Droga, leve ela para o quarto, coloquem soro e sangue nela, de preferência O negativo, ela está morrendo!

As pessoas pegam Sakura e imediatamente levam ela para o quarto.

Goenitsu: *ia voando até a varanda* N-Não querendo incomodar, mas tá em atendimento também?...

Leona: Quem é você?

Goenitsu: Meu nome é Reas Goenitsu, mas me chame de Goenitsu, eu prefiro.

Leona: Sou Leona Heidern, eu levo você, você não parece pior que a Sakura estava.

Goenitsu: Não...mas eu...estou muito ferida mesmo...

45 Minutos depois, Leona fica de braços cruzados, olhando para o lado de fora da varanda, enquanto Reas estava na cama dos fundos se recuperando, tomando soro e sangue na veia e Sakura estava em observação.

Shingo: *andando de muleta até Leona* Leona?

Leona: ? *olhando para Shingo* Olá Shingo.

Shingo: Você viu o que Sakura trouxe?

Leona: Vi.

Shingo: Ela percorreu tudo isso por causa de um cristal?

Leona: Deve não ser um cristal comum, mas algo me diz que aquilo deva ser algo que mudará alguma coisa.

Shingo: Ela não poderá responder no momento, ela está fraca demais, os cortes que levou, eram bem maiores que as feridas da outra menina.

Leona: Acho que a Sakura a protegia mais, pois a resistência dela para a Reas, é incomparável.

Shingo: *olhando para Goenitsu*Sakura sempre foi muito super protetora e gostar de ajudar os outros, ela é uma mãe admirável. Me conte depois se a Sakura for acordar, eu vou dormir. Boa noite Leona.*andando com a muleta*

Leona: Boa noite, Shingo.*olhando para a varanda* (Pelo menos aqui, dá para abrigar todo mundo, em andares, o que é bom, pelo menos esse espaço aqui, é para nós os lutadores, pelo menos não fica uma confusão, com colchonetes.) *respirando fundo*

Na madrugada. As pessoas, no caso, médicos, que estavam ali para caso de emergência às ordens da Coronel Leona, vinha até ela e disseram que Sakura conseguia ter pulso, mas que ainda estava fraca, enfaixada pelo corpo e recebendo oxigênio, teria que ficar de cama para se recuperar e sempre trocar seu soro para que a fortifique, ela os agradece e os libera, eles vão para o 4º andar, onde os outros médicos estavam, literalmente, cada lugar tinha um pouco de suprimentos e comida, para cada andar usar, mas não em quantidade. Logo depois, Hitaru sai de seu quarto, preocupada com a situação, ela via Leona bocejando de sono, o que notava que sua inteira responsabilidade, era usada de um modo realmente exaustivo.

Hitaru: Leona San?

Leona: *olhando para Hitaru*Hitaru San? O que faz acordada?

Hitaru: Preocupada, você parece bem exausta.

Leona: Agradeço a preocupação, mas é porque eu fico vigiando para ver se não tem ninguém por perto ou se eu posso ajudar.

Hitaru: Você devia descansar.

Leona: Eu sei...mas eu sou a única que está aqui justamente para assegurar todos. Portanto, volte a dormir.

Hitaru: Não, não nesse estado em que se encontra.

Leona: Isso é uma ordem, volte.

Hitaru: Leona San, me escute, se quiser proteger esse prédio, tem que assegurá-lo disposta, não pode ficar assim, pense na sua saúde, isso pode te prejudicar e não quero que você desmaie, por favor, deixe eu ficar em seu lugar, confie em mim. Eu prometo que eu ficarei aqui enquanto você recupera suas energias.

Leona: Tem razão, obrigada Hitaru San, farei isto.

Hitaru: Ao contrário, eu quem devo lhe agradecer. Boa noite, Leona San.

Leona: Boa noite, Hitaru.*se virando e andando até o sofá, retirando as botas e deitando, recostando a cabeça na almofada*

Hitaru: (Depois de tudo isso, pude conhecer tanta gente, que coisa boa.) *olhando para o quarto onde Sakura estava* (Depois irei visitá-la, no momento ela precisa descansar.)

--

Yu Yu Hakusho - Sad Song (Unreleased Track Extended)

Yu Yu Hakusho - Sad Song (Unreleased Track Extended)

https://www.youtube.com/watch?v=gJdBdQleR24

Kid Sonoichi: *com o olho direito bem enfaixado, que dava voltas no cabelo*O que eu tenho que fazer no treinamento? Me diga...o que que eu tenho que fazer?

Evil Sakura: Para começar não deve fazer nada. Apenas sobreviver.

Kid Sonoichi: O quê? Sobreviver?

Evil Sakura: Isso mesmo. Terá que sobreviver aqui sozinho. Se conseguir sobreviver por seis meses sozinho eu te ensinarei a lutar.

Kid Sonoichi: *ficando assustado* Seis meses? Eu não vou conseguir aqui nesse lugar...eu não quero fazer isso...se eu ficar sozinho, eu vou morrer...

Evil Sakura: Hehe. Não estará sozinho, pivete. Aqui nesse lugar há muitos mutantes e seres famintos por carne humana.

Kid Sonoichi: Ah não diga isso...não diga isso...você me assusta...não me deixe sozinho...

Evil Sakura: Ora essa, não é a hora de se comportar como um garoto chorão e mimado!

Kid Sonoichi: Mas eu não quero...

Evil Sakura: Terá que sobreviver seis meses para pôr a prova a sua resistência tanto física quanto mental. Há uma coisa que não deve esquecer. O Destino desse mundo está em suas mãos. Deve acreditar no poder que tem para fazer bom uso dele e tudo isso, você tem que aprender sozinho.

Kid Sonoichi: *fazendo voz de choro* Mas é que eu não quero...

Evil Sakura: Até logo. Ah! Quase esqueci. Se você fugir deste lugar, eu mesmo vou te devorar.

Kid Sonoichi: Espera! E onde tá a comida? E o meu banho? E o minha historinha? E o resto todo?

Evil Sakura: Eu tenho cara de empregada ou babá?! Aprenda a sobreviver sem isso!

Kid Sonoichi: Não pode ser...você é muito má...

Evil Sakura: Se você quer me odiar, deve começar a odiar o seu Destino. Assim como eu faço com o meu. *começando a flutuar e então voa em alta velocidade para longe*

Kid Sonoichi: *tentando seguir Evil Sakura* Não vá embora... *mas não conseguindo alcançá-la* Não me deixe aqui sozinho! Não vá embora eu tô com medo...por favor volta! *tropeçando e caindo no chão* Buaaaaaaaah!!! *começa a chorar, pois Evil Sakura já tinha ido embora*

Enquanto isso, três dias depois.

Evil Shingo: *no pico da montanha e de braços cruzados*

Kid Kaishi e Kid Jeff: *chegando no pico e então ambos caem exaustos*

Evil Shingo: Três dias. Vocês finalmente chegaram ao topo. *olhando para Kaishi* Como foi? Você achou alguma razão para não obter poder?

Kid Kaishi: *olhando sério para Evil Shingo, então se levanta e abre os braços* Eu, Yabuki Kaishi! Pelo propósito de ajudar a todos! Eu vou ficar mais forte! Para viver com honra...para viver minha vida com orgulho!

No dia seguinte, de manhã.

Sakura: *estava enfaixada nos braços, em volta da barriga e costas, com um curativo no rosto esquerdo, abrindo os olhos devagar, olhando guiando os olhos para os lados*(Eu...ainda tô...viva? Urg...isso é doloroso...droga...ainda preciso...continuar...a busca...) *ia levantar o torso e sentindo dor* Ung! ><

Hitaru: *sentada num banco apoiada na cama da Sakura, dormindo*

Sakura: Huh?*olhando para Hitaru*

Hitaru: *abrindo os olhos e vendo que Sakura estava olhando para mim*...Bom dia.

Sakura: Hum? B-Bom dia...

Hitaru: Sente-se um pouco melhor?

Sakura: Fuuur...não tanto...

Hitaru: Desculpe perguntar. Mas você é Sakura Kasugano?

Sakura: Isso depende...quem é você?

Hitaru: Sou Hitaru Futaba.

Sakura: (Essa menina...estranho, mas eu não consigo me lembrar, mas ela se parece muito com alguém, mesmas roupas...)

Hitaru: Senhorita?

Sakura: *fechando os olhos*Por algum motivo você me lembra alguém...

Hitaru: Lembra? Quem?

Sakura: Eu não sei...mas ela era muito parecida com você...

Hitaru: *olhando para si mesma, depois olhando para ela*Mas se você diz que eu lembro alguém, não posso afirmar quanto á isso.

Sakura: Eu sei...mas...parece que 2 coisas estão perdidas na minha memória, que eu...me esforço para lembrar...esses rostos idênticos...primeiro aquele garoto, o Bao, depois você...como...se desses dois, eu já tivesse visto...

Hitaru: (Ela parece não dizer coisa com coisa, mas vou entender que ela deva ter tido alguma experiência com um desses dois e acha que eu deva ser um deles.) Mas, se você diz que essa menina, era igual a mim, então só podia ser mera coincidência, será que se eu provar o contrário, você acredita?

Sakura: Isso depende...*levantando com dificuldade, ficando sentada* do tanto dessa vida que eu...tive que presenciar...não sei se a idade tá chegando para mim ou algo assim...mas eu espero que não seja...

Hitaru: Para mim você parece nova.

Sakura: Obrigada, bom, *olhando para Hitaru* eu sou Sakura Kasugano.

Hitaru: *ficando sem reação* Então você é a Sakura?! (Ela estava desaparecida...e agora eu a vejo na minha frente!) Sakura San, é um prazer em conhecê-la.

Sakura: (Hum, ela é bem formal.)

Hitaru: Bem, me diga, o que houve para você e aquela menina vierem assim?

Sakura: ...Youkais...estou em busca de umas...coisas...

Hitaru: Que tipo de coisas?

Sakura: *apontando com a mão esquerda, pois a outra estava ocupada com o soro*

Hitaru: *olhando para a mesa e vendo o Cristal Quartzo*Com licença. *pegando o cristal* Isso?

Sakura: É o passo...para consertar tudo o que está acontecendo aqui, na qual o Cthulhu tá fazendo...

Hitaru: É um autêntico Cristal Quartzo, mas para o que irá usá-lo?

Sakura: Para a máquina do...Dr.Brown...

Hitaru: (Dr.Brown...)

Sakura: Ele precisa para...sua máquina do tempo...só que nas minhas condições...não tenho como prosseguir...isso vai ficar péssimo para mim...tch...

Hitaru: Ei ei...você já fez mais que sua obrigação...por favor, descanse...

Sakura: Mas...as pessoas daqui...dependem de mim. Além do mais...onde está meus filhos?

Hitaru: Eu...eu não sei. 

Sakura: Cadê eles? Eu quero eles aqui...*ficando em desespero*

Hitaru: Eles devem estar por aqui.

Sakura: Se fosse assim, eles imediatamente estariam aqui comigo. Eu preci...*ia sair da cama* ARGH!

Hitaru: Não! Não, Sakura!*pondo a mão no ombro dela* Deixa que eu vou a procura deles!

Sakura: Mas as pessoas...

Hitaru: Deixe que Leona fique em seu lugar enquanto você se recupera, eu quero ajudar você, quero provar que sou útil nisso. Por favor, deixe-me ajudar em sua procura, apenas me diga o que fazer.

Sakura: *suspirando* ...Okay okay...primeiro, pegue esse mapa da mesa.

Hitaru: *pegando o mapa da mesa, abrindo e olhando*

O mapa mostrava o mundo além de South Town e nele havia 4 marcações, um deles na Ilha misteriosa a 3000 mil metros dos arredores da praia de South Town, floresta da morte Japão, Vulcão de Gardna United Kingdom, Praia de Serge Japão.

Hitaru: E qual desses você foi? 

Sakura: Em uma ilha misteriosa...por lá encontrei um cristal.

Hitaru: E essas outras áreas? 

Sakura: Eu ainda não fui...

Hitaru: Okay, eu vou nesses lugares, um é fora dessa país, vou deixar essa do Reino Unido para depois, opções para mim sobre essa floresta da morte ou a praia de Serge?

Sakura: A menos arriscada, para a praia de Serge. Mas antes de ir para esse lugar, vá para onde o Dr.Brown está, no caso ir para a Metro City, procure por uma lanchonete que está tombada e entregue isso ao Dr.Brown.

Hitaru: Certo. (Eu não sei onde fica.)

Sakura: Boa sorte.

Hitaru: Obrigada, conte comigo. Descanse, Sakura.*levantando e se virando e andando para fora de seu quarto*

Leona: *estava sentada no sofá e dá um bocejo*

Hitaru: Leona San, bom dia.

Leona: Bom dia, Hitaru San.

Hitaru: Desculpe, mas pode me informar uma coisa?

Leona: Diga. *ia colocando as botas*

Hitaru: Pode me informar onde fica Metro City?

Leona: É aqui Metro City.

Hitaru: Ah, obrigada. (Então só preciso encontrar a lanchonete.) Bom, preciso ir. *se virando e andando*

Leona: Vai aonde?

Hitaru: *parando* Vou continuar a missão que Sakura me deu.

Leona: Vai sozinha?

Hitaru: *olhando para ela* Consigo lidar com isso sozinha, além do mais, preciso procurar pelos filhos dela, ela não pode sair da cama e está dando por falta dos filhos.

Leona: Hitaru espere, você não sabe onde eles estão.

Hitaru: Bom, então você sabe?

Leona: Eles foram levados para serem treinados.

Hitaru: Por quem?

Leona: Uma mulher chamada Evil Sakura, uma versão diferente dela.

--

Sakura: *ouvindo tudo lá da sala*

--

Hitaru: E vocês deixaram que eles fossem levados por ela? 

Leona: Hitaru San, eu sei que foi errado, mas o que Evil disse, por mais que eu discorde, era isso, ou seriam mortos por não nos proteger. Ou proteger a própria mãe deles em apuros, eles são crianças, com as forças deles, eles não dariam conta desse edifício sozinhos.

Hitaru: Eu compreendo, então os levaram, como esperança de proteger sua mãe e a todos. É bom ouvir isso, Leona San.

Leona: Só tome cuidado, volte com vida.

Hitaru: Voltarei. Até mais.*voltando a andar, indo até a porta, abrindo e saindo*

Leona: *respirando fundo* (Como eu poderia ajudar...mas não posso deixar a Sakura na mão.)

Enquanto isso, Jeff e Kaishi concretizam seus treinamentos, Evil Shingo percebeu a evolução dos meninos e decidiu se manter vivo, devorando pessoas. Meses no Makai, Evil Sakura retira Kid Sonoichi de lá depois de completar os meses que lhe foram fornecidos, ela o trás para a floresta para o seu treinamento, ele sofreu na mão da Evil Sakura, ela enxerga a bondade e a inocência dele como um sinal de fraqueza, então colocou ele em um treinamento extremo, sem se importar com as consequências. Assim que viu o garoto usando sua generosidade para fazer amizade com os animais ao invés de matá-los para se alimentar deles, Evil ficou irritada e espancou o garoto, quase o matando. Como resultado de sua fúria, ela fez um buraco no peito dele com um soco e deixou múltiplas cicatrizes em seu corpo. Depois disso ela passou a tortura-lo, tanto fisicamente quanto mentalmente. 

Evil Sakura: Sakura deveria matá-lo por ser tão fraco, olha só para você, literalmente servido para ser um saco de pancadas, até uma criança da sua idade que começa cedo aprendendo um estilo de luta, consegue ter experiencia melhor, do que essa imagem que mostra. DE NOVO!

Kid Sonoichi: *levantando com grande dificuldade*

Teen Sonoichi

Depois de algumas horas, todos se reúnem e lá dão de cara com dono do Punho Assassino. 

Akuma: Só os fortes podem enfrentar Cthulhu. Provem para mim a força de seus punhos.

Kyoko: (Até mesmo o Akuma foi transformado em um seguidor...isso é mais perigoso do que eu pensava)

Evil Sakura: Você sabe muito bem que eu poderia enfrenta-lo, papai. *sorri maliciosamente*Mas eu tenho outro candidato para isso.

Akuma: Quem pode rangir seus punhos contra mim? Quem é este guerreiro?

Evil Sakura: Ele! *apontou para Sonoichi*

Todos ficam surpresos.

Kyoko: Não...não! Deixe meu irmão fora disso! Eu irei enfrentar esse cara! Eu fui treinada pelo rei do Makai, posso fazer isso.

Evil Sakura: Você não confia na força de seu irmão?

Kyoko: Eu não confio em você!

Kaishi: Apesar do Sonoichi ter sido treinado por ela, ele ainda é uma criança. Eu, a Kyoko e o Jeff podemos dar conta desse cara.

Jeff: Se o Sonoichi for lá sozinho ele vai--

Evil Sakura: Quem disse que isso estava em votação? Se continuarem enchendo o meu saco, vou matar vocês três eu mesma.

Kyoko: *com punho em chamas*Eu quero ver você tentar!

Enquanto eles estavam discutindo, Sonoichi foi encarar Akuma. Ambos estavam na frente um do outro.

Akuma: Sua força é pífia. Seu olhar assassino é fraco. Você não é um guerreiro! E isso me deixa irritado! Neste mundo só os fortes devem prevalecer e você não vai fazer parte disso!

--

Ao chegar no lugar onde foi indicado, Hitaru e Dr.Brown se reencontram, Hitaru fica feliz de ver Dr.Brown dando um abraço de reencontro, ele fica mais aliviado pelo fato de ela ter sobrevivido, mas que isso não foi tudo, ela explica que foi enfeitiçada por Cthulhu e isso lhe tirou uma pessoa importante para ela, ele dá seus pêsames á ela. Depois de os dois cada um explicar sua parte de tudo, Hitaru percebeu que ele estava meio pálido, ele explica que estava doente, mas que com alguns suprimentos que Athena pôde fornecer, ele pôde se manter, mas isso era só para ganhar tempo e esperar pelos Cristais Quartzos, logo depois ela lembra que Sakura lhe mostrou isso e então mostra para Dr.Brown.

Dr.Brown: Então ela conseguiu?

Hitaru: Felizmente.

Dr.Brown: Com licença.*pegando o Cristal Quartzo e indo até a máquina, no caso a Time Wing*

Hitaru: Senhor, para que o senhor precisa disso?

Dr.Brown: Para*tossindo* viajar para 1403.

Hitaru: Século XV? Tantos anos atrás, mas por que?

Dr.Brown: Porque o que acontece aqui, é por causa desse ano.*tossindo e falando enquanto colocando o cristal na Time Wing* A entidade está fazendo os tempos ficarem desproporcionais e trazendo essas criaturas para cá, passando por cada lugar, cada tempo, tirando cada pessoa de uma geração e os tornando seguidores, eu sei disso porque dentre eles são 2 adolescentes, 2 mulheres e 1 homem.

Hitaru: Para ele deve ser preciosos demais, pois para ele fazer isso, decide fazer disso um novo mundo, ele queria que eu fosse um deles para fazer parte disso, enquanto o resto só serão meras lembranças.

Dr.Brown: *terminando de pôr* Temos que impedir isso, e ser o mais breve possível. *tossindo*O que aconteceu com a Sakura?

Hitaru: Sakura está se recuperando, ela não pode porque ela foi meio mundo por causa do Cristal Quartzo.

Dr.Brown: Melhoras para ela, mas que isso lhe sirva de lição Hitaru, se quer ir em busca disso, terá que arriscar sua vida, assim como ela arriscou, pois não será uma tarefa fácil para ninguém.

Hitaru: *engolindo em seco* M-Mensagem entendida, Dr.Brown Sama, farei isso, não me importa o que aconteça comigo, só fique aqui, eu irei voltar.

Dr.Brown: Dê o seu melhor, e não seja vista, senão eles a pegarão novamente.

Hitaru: Deixa comigo, dessa vez eu não irei falhar.*se virando e correndo, pegando o elevador e pondo para descer* (Okay, menos um, restão 3. Praia de Serge, certo.)

Dr.Brown: (Eu me pergunto se conseguirei me manter até lá. Infelizmente os suprimentos não são eternos.)

Athena & Kettylin: Psychic Fighters GO! Editar

Enquanto isso, nas masmorras destruídas.

Athena: *tossindo muita poeira enquanto retira as pedras* D-D-Droga, *tossindo mais e tentando tirar mais os escombros de cima com dificuldade* Bendita hora para o Shinning Crystal Bit MAX ter sido útil…

Flashback.

Athena: (Eu não consigo sentir a presença do cristal aqui...se ele não está aqui, então...) *se lembrando da luz que entrou naquela direção* Espero não estar enganada...urg...eu não sei o que houve com a Deusa Athena por bloquear meus poderes de cura...o que aconteceu para ela tomar essa atitude? Vou tentar abrir essa passagem. *concentrando energia psíquica no punho e dando um soco na parede*

O lugar era quebrado, porém com aquela força que ela usou, desencadeou um desabamento de pedras em cima dela.

Athena: *olhando para cima e segurando segurando a as pedras com sua energia psíquica a tempo*

A entrada por onde a Athena veio se desmoronava a fechando por completo e a saída por onde a Athena deveria ter ido era fechado pelas rochas do teto.

Athena: *ia sendo soterrada pelo fato de estar ficando pesado aquelas rochas caindo e sendo machucada* Wa-Watashi...wo....MA-MOTTE!!! *fazendo o Shinning Crystal Bit ao mesmo tempo que soltava para poder destruir as outras rochas que segurava*

Enquanto tudo desmoronava em cima dela a fechava por completo e a impedindo de respirar.

--

Athena: (E mesmo assim, as pedras iam caindo, era praticamente uma masmorra colossal. Só não sei quanto tempo vou conseguir aguentar aqui.)

--

Ketty: ... *caminhando sem rumo* (Terry...não...não consigo aceitar que algo assim tenha acontecido...não consigo aceitar que ele esta...ele está...) *para meia atordoada caindo de joelhos* (Será que não tinha nenhuma maneira de salvá-lo? Eu deveria ter tentado...eu...a culpa disso tudo...) *sente uma presença familiar* ! *olha para os lados não vendo ninguém* (Será que eu estou louca? Não.) Eu não estou louca, Essa presença é de... *procurando ao seu redor*

--

Athena: Ung! *tossindo, tentando respirar e empurrando as pedras enquanto pode*(Sakura, Reas...espero que vocês tenham...conseguido...)

-- 

Ketty: ...Ali! *levanta olhando na direção* Teleport! *se teleporta pra frente de um templo todo destruído* Mas...aqui só tem ruínas... (A presença está ficando fraca mais e daqui) *segue em frente procurando uma maneira de entrar*

Naquele santuário, existia dois círculos mágicos com uma luz azul um a frente dela é o outro atrás.

--

Athena: *sentia uma energia semelhante*(Que energia é essa?...É a Sakura?)

--

Ketty: Okay...espero não me arrepender disso. *segue o circulo em sua frente*

--

Athena: Aquiiii!*falando com uma voz fraca, estava abafada por causa das pedras*

Ketty aparecia em um tipo de ruínas aonde os lados era rochosas existindo apenas o caminho da frente para seguir.

--

Ketty: *segue correndo seguindo a presença e nisso encontra tuneis que levam a outros túneis* Droga, parece ate que entrei em uma armadilha! *continua a correr*

Assim que ela ia entra em um deles uma voz diz para ela "Está indo para o caminho errado".

--

Ketty: *olha em direção da voz* Esta presença não vem de você, quem e você?

Ketty via uma adolescente de cabelo da cor cinza quase do tamanho de sua cintura e seus olhos são avermelhados tipo fogo e sua cor era parda.

???: Está mesmo preocupada comigo agora? *aponta para um caminho* É melhor correr, depressa.

Ketty: *encara ela por uns segundos e logo volto a correr mais na direção que ??? indicou* (A presença está se aproximando...este é o caminho certo.)

--

Athena: *prendendo a respiração*(Eu não vou conseguir resistir…10…9…8…7…)

--

Ketty: *para na frente de um monte de rochas* Mas, esse caminho esta bloqueado....ou.... *bota a mão em uma pedra se concentrando* É aqui! *começa a tentar retirar as pedras de uma maneira que as outras não desmoronem de uma vez só*

No meio das pedras que estava sendo sacudida, uma pedra rolava e parava perto de Ketty.

Athena: (6…5…4)

--

Ketty: *continua a retirar e logo vendo algo* Quase lá. *tira uma pedra e vê uma mão* (Tem alguém mesmo!) *puxa uma pedra e sente as outras tremerem querendo desabar de uma vez* Não dá pra tirar mais... *segura naquela mão e no exato momento as pedras começam a cair* ! TELEPORT! *se teletransporta a tempo com ela caindo no meio dos tuneis onde ??? disse a direção certa*

Athena: ! *soltando a respiração e começando a tossir, respirando fundo o tempo todo, tentando olhar para quem me salvou, olhando embaçado*Q-Quem…?

Ketty: *se senta perto dela, vendo quem era* Ath--- ATHENA?!

Athena: *tossindo só mais um pouco por causa da fumaça, olhando para Ketty melhor*(Então…era ela?)

Ketty: Você ainda está viva....que bom... *dá um leve sorriso abaixando a cabeça* que bom...

Athena: Você…você salvou minha vida, sua energia, sua energia é tão…familiar…

Ketty: Talvez seja, depois de todos esses anos... (Depois de todos esses anos ainda guardo esse segredo...)

Athena: (Seria ela minha futura filha?) O-Obrigada. Muito obrigada, achei que fosse meu fim…*ficando sentada com dificuldade* mas, qual o seu nome?

Ketty: (Sério? Todos esses anos andando com a Lenda e ela não sabe quem sou eu?????) *respira fundo* Kettylin, mas pode me chamar de Ketty.

Athena: *abraçando Ketty*Eu sou muito grata à você, Kettylin! Se não fosse por você eu iria morrer.

Ketty: ... *a abraça* Como isso aconteceu? Te atacaram também?

Athena: Estava…a procura de, um cristal chamado, *afastando e olhando para ela* Cristal Quartzo, eu poderia jurar que ele estava por aqui, acho que eu devia estar procurando à toa e devia ter…seguido o mapa…ai *pondo a mão na cabeça* talvez os Youkais que estavam aqui, estavam me iludindo novamente com o cristal, só para atrair para sua armadilha… *tossindo*

Ketty: Armadilha?

???: *desencostava daquela parede* Vocês são muito idiotas... *apontava para o lado aonde ela está* Vocês perdem muito tempo.

Athena: *olhando para Atsui*

Ketty: Você de novo?

Athena: *olhando para Ketty* Você a conhece?

Atsui: Athena Asamiya, a representação da Deusa Athena? Ou reencarnação de seu espírito? *botava o dedo em seu queixo enquanto seus olhos brilhavam um pouco ao olhar para Athena e logo olhava para Kettylin* Kettylin Hyellow? Bogard? Ou Asamiya? Quem é você nesse momento?

Ketty: Eh?! Espera, antes de me fazer perguntas complicadas responda a minha primeiro! Quem é você? (Como ele sabe sobre mim?!)

Atsui: Meu nome é Atsui, sou a deusa do fogo! *batia seu pé no chão e uma rajada de fogo explodia atrás dela passando um pouco do seu tamanho* Contemple-me, sou a melhor Deusa que vocês vão ter! *bota o dedo entre seu nariz e sua boca e ria*

Athena: (Eu realmente a não conheço, parece ser alguma iniciante.) *levantando com dificuldade*Bem, estou lisonjeada...

Atsui: *para de rir* Porém não responderam minha pergunta... *tira o dedo do seu rosto* Bem, tanto faz. Eu nem estava pensando em me envolver diretamente, mas. Depois que eu vi hoje, não tenho escolha.

Ketty: Não tem escolha?

Athena: *terminando de levantar e limpando* Bom, se você apontou para o caminho que eu estou pensando, então eu vou para lá. *andando*

Atsui: *olhava a Athena andar para sua direção* Estamos perdendo muitos guerreiros fortes, se continuar assim iremos perder feio essa batalha, e também, Athena quase se mata hoje! Por mais que ela não goste de adorar nós, ela continua sendo bastante valiosa.

Athena: Eu estou ciente de Cthulhu, se você não sabe já passei por coisa pior. Já estou acostumada.*entrando pela aquela passagem*

Atsui: Não disse? Por mais que ela seja uma parte da Deusa Athena ela se recusa a acreditar...*olhava para Ketty parada* E você.. vai recusar suas origens também?

Ketty: Eu sei minha origem, sei exatamente quem sou *ajeita luva em suas mãos e pega o bone que havia caído no chão e o coloca na cabeça*

Athena: *continuava a andar por aquela entrada que não entrou ainda*(Não posso dar moleza, se eu der, posso ser surpreendida.) Pessoal! Desculpe a grosseria, mas infelizmente eu não posso parar.

Aquele caminho ficava cada vez mais escura.

Atsui: Entendo. *fazia fogo com a mão* Acho você deveria ir também. *encostava na parede de novo ainda com as chamas em suas mãos* Vou esperar aqui.

Ketty: Não sei porque me diz algo tão óbvio *sai andando* acha mesmo que eu ia deixar ela ir sozinha pra ficar de papo com você?! *dá uma risadinha apertando o passo*

Athena: *girando a mão e fazendo um cristal luminoso do pouco de energia que pôde fazer ao esperar o corpo se recompor*(Se bem que...se ela é uma Deusa, ela poderia ter protegido quem havia morrido...ou...)

No fim do corredor havia uma plataforma que flutuava 4 metros acima do solo  e a frente havia mais corredor.

Athena: *olhava para o teto onde a plataforma supostamente subiria*

A plataforma era imóvel apenas ficava flutuando

Ketty: *para no lado de Athena* e então, pra que serve mesmo esse cristal que você está atrás?

Athena: *olhando para Ketty* De acordo com Dr.Brown, esse cristal ele contém uma fonte de Taquions poderosa, capaz de voltar ao tempo ou ir para o futuro, ou seja, precisa de dois, para ter força o suficiente para a máquina do tempo, pois ele nos transportará para o Século XIV. O problema que ocorreu por aqui, é justamente nesse Século, que trouxe esses seres para cá, como Cthulhu. Ele fez essa bagunça aqui.

Ketty: Voltar...voltar no tempo?

Athena: Isso. E para isso, eu, Sakura e Reas nos dividimos em busca deles. E, desculpe a pergunta, mas, se não me falhe a memória, mas esse boné e essas luvas, são do Terry Bogard, não são?

Ketty: ...Sim. *abaixava a cabeça com uma expressão bem triste*

Athena: D-Desculpe, tá tudo bem? Aconteceu alguma coisa?

Ketty: ...Isso tudo que está acontecendo...muitos não sobreviveram. *aperta o punho com força*

Athena: (Ele, não sobreviveu.)*abraçando Ketty devagar* Eu sinto muito por ele, eu também perdi outros próximos de mim...força Kettylin...força...eu lhe entendo...mais que tudo...

Ketty: E a culpa é minha...se eu tivesse me intrometido antes, mas era a Hitaru... *não segurando as lágrimas* eu poderia ter defendido aquele ataque mais ele tinha que dar uma de herói! Aquele velhote mal se aguentava e tinha que se meter na luta dos outros!

Athena: Não, ele fez isso para proteger você, porque sabia que...essa menina poderia tirar alguém importante para ele, não pense...que ele quis fazer isso,*afastando um pouco e pondo as mãos em seus ombros limpando sua lágrima direita com o polegar e pondo a mão de volta em seu ombro* ele deu o Destino para você, para você poder prosseguir e vencer, há uma chance, e ele deu essa chance para você, não a desperdice Kettylin, *apontando para o seu coração* pois ele está aqui em você, em seus punhos e sua marca lendária em seu boné.

Ketty: *abraça Athena, chorando* Eu só queria que ele estivesse aqui, depois de tudo isso, tudo que eu abandonei, tudo que passamos e agora estou sozinha de novo.

Athena: *retribuindo abraço* Eu estou aqui, você não está sozinha, ajudarei e estarei com você, até o final. Não vou lhe deixar.

Ketty: Mas Athena-chan, eu quero tanto mudar o que aconteceu...eu quero tanto ele comigo que faria qualquer coisa para conseguir...mesmo que essa droga de tempo acabasse...

Athena: Então vamos mudar o Destino. Juntas, se você me ajudar, eu ajudo você.

Ketty: *para por um instante olhando para os olhos de Athena enquanto lagrimas escorria em seus olhos* Juntas...eu nunca imaginei que algo assim poderia vir de... *lágrimas escorria mais* ( Ai..mãe...obrigada por tudo! Como queria te contar quem eu sou de verdade.) Obrigada! Obrigada! Obrigada! Obrigada...

Athena: Hehe, de nada! 😊*se distancia e fica ereta para ela* Bom, podemos prosseguir então?

Ketty: Umm! *balança a cabeça que sim olhando para frente e seguindo aquele caminho*

Athena: *saltando a plataforma flutuante* É assim que se fala! 💜

Andando por 1 minuto, Kettylin e Athena via uma porta aberta com um certo brilho ali. 

Ketty: Algo brilhante! Acho que está ali! Consegue sentir Athena-chan?

Athena: Sim, eu sinto! Acho que dessa vez, é o Cristal Quartzo, vamos!*correndo*

Ketty: *correndo também*

Ao entrar naquele lugar, parecia uma sala grande e iluminado pelo Cristal Quartzo no final da parede, no meio daquela sala tinha, uma mesa com 4 maçãs e o teto era totalmente escuro e largo.

Athena: *olhando para os lados e depois vendo as 4 maçãs* Bem, o cristal está aqui, mas por que 4 maçãs?

Ketty: Um teste? *barriga ronca* Se a gente pega elas tudo desmorona... *lagrimeja* E logo agora que estou morrendo de fome...

Athena: Adoraria fazer belos churros para nós comermos, ou até pegar morangos, mas é uma hora péssima de cozinhar aqui, meu palpite seria, que uma delas desmorona tudo, outra é uma armadilha que pode abrir o chão, porém uma só que é normal.

Ketty: Churros? *ri* Faz tempo que não sei o que é isso...Terry e eu só comíamos cachorro quente e hambúrguer.

???: *descia do teto e pegando uma maçã* O que estão fazendo aqui? *olhava as duas*

Mimi

Athena: Hum? *olhando para cima*

Ketty: Você é a dona daquele cristal? É que precisamos dele.

???: *balança a cabeça que não ao morder aquela maçã* Esse Cristal me pertence, nem vocês ou os seguidores de Cthulhu vão tomá-la de mim!

Athena: (Por um momento pensei que fosse a Atsui.) Eu não estou vendo seu nome nele.

???: E nem o de vocês. *olhava para cima* Entendo, estão com aquela infeliz? *posição de luta* Minha espécie precisa desses crIstais para sobrevivermos.

Ketty: Precisam? Quem é você afinal!?

Mimi: Meu nome é Mimi, sou o demônio do prazer. Após o Makai ser completamente destruído por seres de outro tempo, nós tornamos guardiões verdadeiras desses cristais, são esses cristais que vão nos manter vivas.

Athena: Huuum, Ketty também está faminta e nem por isso vai devorar esse cristal, porque isso não está no cardápio hoje. *em posição de luta* Ikuyo, Kettylin!

Kettylin: Athena-chan! *fica envergonhada em posição de luta* cristais não são comestíveis!

Mimi: *fechava os olhos lentamente* O antigo dono desse cristal ousou me desafiar e por isso teve uma morte trágica. Vocês vão para o mesmo Destino que ele! *lançava a maçã mordida para cima e então corria para direção delas*

Mimi: Explosion Flames Infernal! *lançava duas rajadas de fogo na direção das duas para o chão e então o chão começava a explodir em chamas nelas*

Athena: *fazendo um escudo psíquico para se proteger da explosão* Ung! >~<

Ketty: Shild Break! *cria o escudo logo repelindo o ataque e logo revida* Shadow Blue!

Athena: *aproveita a energia do escudo psíquico que fez e faz 3 Psycho Balls e joga em Mimi* Psycho Baaaaall!

Mimi: *pulava bem alto desviando de todas as esferas rodopiando e então parava perto daquela mesa pegando mais uma maçã* Vão sentir o poder que a minha raça tem! *lançava a maçã na Ketty e então dava um impulso para frente com um soco no chão fazendo aquele local se rachar em chamas em Athena*

Athena: Kyaaah! *sendo acertada e caindo de lado* Kettylin!...Não pegue leve com ela! Ngh!

Ketty: ATHENA! *rapidamente vem uma imagem do Terry sendo cremado em sua mente* Grr sua....EU NÃO VOU DEIXAR QUE ISSO ACONTEÇA NOVAMENTE!! *corre pra cima de Mimi tacando a maçã de volta* Vai tacar maça na sua mãe, estranha! Hurricane Blue! *fazendo um tornado azul médio na direção de Mimi*

Athena: *nesse Hurricane Blue, aproveito a distração de Mimi com o golpe* (É minha chance.) *teleportando para trás de Mimi e nas palmas das mãos, fazendo uma pequena esfera no corpo de Mimi que paralisa seu corpo por um momento e então aponta para cima e ela vai para cima, pula e então* Watashi wo...mamotte! *fazendo o Shinning Crystal Bit*

Mimi: !!! *era acertada por ambas sendo jogada enquanto dava um gritinho* Gah.... *olhava para o cristal brilhando enquanto ajeitava suas roupas* Meu corpo! *tentava olhar seu copo ferido* Vocês me irritaram pela última vez! 

Uma aura ocupava seu corpo no cobrindo completamente em chamas e então rastros de chamas iam para todos os lados inclusive pegando na mesa o queimando junto das frutas restantes. Após aquela aura de fogo se apagar em volta dela Mimi, surge com o corpo mais maduro e mais velha, cria um par de asas de um lado negro e o outro branco seus chifres ficavam maior e sua roupa ficava mais chamativas.

Mimi: .... *olhava com um olhar vingativo para ambas enquanto descia levemente para o chão*

Athena: *ainda em cima, fazendo os cristais ficarem no dedo, concentrando, mirando em Mimi e lançando*IIIKE!! *lançando em Mimi*

A esfera vai seguindo Mimi.

Mimi: Magical Banash! *criava um escudo em forma de cubo prendendo a esfera e desintegrando-a* Teleport! *teleporta a rapidamente para trás de Athena e botava a mão nas costas dela é a explodindo em chamas*

Athena: *concentrava energia nas suas costas para evitar uma explosão corporal*Aaaah!! >< *sendo acertada e caindo de bruços contra o chão*

Ketty: Athena! Não vou perdoa-la! Hell Fatal! *pulava para cima dela e dando uma girada de perna como Crack Shoot de Terry, porém em chamas azuis e acertava a cabeça dela com a canelada repleta de camas a jogando violentamente para o chão*

Mimi: ? *virava para direção dela e se defendia porém pela força era mandada para o chão* Ghh!

Athena: Ngh…guh!… >< *levantando o torso com dificuldade, ficando sentada*(Estou começando a captar.)

Ketty: Agora você sentirá o meu poder total! *pulava em cima dela* Impact Dynamic! *apontava o soco para Mimi enquanto ficava coberta de chamas* 

Mimi: Eh? Explosion Flamere!

Uma esfera de chamas surgia em volta do seu corpo e Mimi contra atacava qualquer um que estava a 2 metros dela.

Ketty: Kyaaaaa!!! *era acertada sendo mandada para cima com muita força batendo no topo e caindo quase sem forças* ....

Mimi: *batia suas asas para voar se afastando de ambas* Hrr! Não se aproxime do meu cristal! Esse é o meu último aviso.

Athena: ! *olhando Ketty cair, se teleportando, para pegar Ketty no alto, a abraçando e teleportando para o chão e ficando abaixada* Kettylin! Kettylin, fala comigo. Vamos lá, por favor acorda! *abraçando o corpo dela, fechando os olhos fortemente*

Ketty: *abria os olhos* Argh...a-acho que os danos das lutas anteriores ainda não se cicatrizaram.

Athena: ! *levantando a cabeça* Ketty! Aguenta aí, Kettylin, tenha sorte que foi em lutas corpo a corpo, eu quem estou mais debilitada, estou aqui te dando tudo de mim, mas agora é o seguinte, preciso combinar uma coisa com você.

Ketty: Hm? *olhava para ela*

Mimi: Firehol Volcanic! *batia no chão e o chão da onde Ketty e Athena está começava a esquentar até que uma rajada de fogo explodia feito um vulcão em erupção*

Ketty: A-Athena! Atrás de você!

Athena: ... *estava concentrada, até até que começa a ficar brilhante rosa e flutuar lentamente, falando baixo enquanto a rajada se aproximava* F-Farei isto por você...Kettylin...nem que eu tenha que sacrificar tudo...Watashi wo...MAMOTTE!!! *enquanto abraçando Ketty, uma barreira amarelada brilhante cobre seu corpo, ao mesmo tempo que sua roupa muda e fica de biquini e sandalhas e o cabelo fica para cima, resumindo, uma réplica exata da Deusa Athena, os cristais rodeavam o corpo todo numa incrível velocidade, protegendo as duas da rajada de fogo*

Ketty: A-the-na? *ficando completamente impressionada com ela* (Essa é a minha mãe!? In-incrivel!)

Athena: HuuuuuuUUUUUUUUUM!!...*abrindo os olhos e olhando para Ketty* Ketty San...se segure em mim... 

Ketty: Q-Que?! AH SIM SIM ATHENA-CHAN!!! *se segurando com força nela* 

Athena: *abrindo os braços enquanto ela se segurava em mim* Super Cancel! 

A barreira junto com os cristais se desfaziam e formavam asas rosadas atrás de mim, prendendo Mimi num grande pilar de energia rosa psíquica luminoso.

Ketty: A-Asas!?😲

Athena: *indo para cima, a voz fazia um eco* SUPER PHOENIX INFINITY! *voando em alta velocidade na direção da barreira e dando um soco poderoso em Mimi, fazendo uma explosão brilhante rosada na sala*

Mimi: !!! *era acertada* Kyaaaaa!

Athena: *pousando e as roupas que estavam, voltam, respirando ofegante e suando, falando baixinho* Hihi...sim...Kettylin, vou segurar ela, preciso que você pegue o cristal e não questione comigo, saia daqui o mais rápido que puder, onegai... *colocando ela de pé e olhando para Mimi*

Mimi: Gah... *seu corpo saia fumaça*

Ketty: Mas...deixá-la sozinha...eu não posso fazer isso de novo! Eu preciso de ajudar! Eu preciso estar ao seu lado!

Athena: *piscando os olhos devagar e guiando os olhos um pouco para cima enquanto respira ofegante* Então se...quiser viver...preciso que faça isso, guarde...o...*tossindo* quando o pegar... *levantando o braço direito* Asamiya Athena Ikimasu!! *teleportando e mandando o Psycho Medley* Mina...watashi wa o hogo shimasu! (Eu vou...proteger a todos!) *parando lá em cima e apontando para baixo* IIIKEEEEEEEEEEE!!!

Athena Asamiya KOF XIII - Psycho Medley 13

Mimi: *os socos de Athena a acertava*

Depois daquela explosão abre uma enorme cratera o teto começava a tremer e muita fumaça surgia.

Ketty: Eu... *balança a cabeça que não que ficando séria e objetiva enquanto pegava o Cristal Quartzo* Por favor...não morre... *falava ao segura fortemente o cristal e então usava o teleporte saindo dali*

Athena: Kettylin…arigato, deixe comigo agora. Só…mais…um…Asamiya Athena Ikimasu! *girando e ficando na posição de luta com as mãos brilhando*

Athena Asamiya Climax Desperation KOF XIV Super Special Move

Athena Asamiya Climax Desperation KOF XIV Super Special Move

Mimi: Im... *era completamente detonada* AAAAAAAAH!!!!! *imediatamente voltava a sua forma normal*

A explosão é tão imensa que literalmente destrói o lugar todo, não sobrando praticamente nada em pé da estrutura, a pressão do golpe, podia ser sentida de tão poderosa que era.

--

Hitaru: ! *olhando para trás, o cabelo sacode com força, protegendo-se com os braços, sentindo um arrepio* (Esse Ki...é poderoso demais...eu posso sentir todo efeito devastador dele!) 

--

Sakura: ! (Essa energia...Athena...é você? Se for...amiga você evoluiu bastante...) *deitada, tombando rosto para o lado do travesseiro, sorrindo*

--

Athena: *teleportava para a rua, com o a mão no braço, com as pernas trêmulas, respirando bem cansada* Hur...hur...hur...

Aonde ela estava, literalmente estava deserto, não havia ninguém a não ser ela, prédios tombados, escombros quase que trancando a passagem de transitar, a poeira estava pelo ar pelo golpe ter praticamente varrido o que foi tocado por este. Veículos estavam capotados, carros, caminhões e entre outros. 

Athena: Y-Yatha…*olhando para os lados e mancando até o caminhão tombado ali* (Deu tudo certo…ai…ai…gastei tudo de mim. Meu corpo tá gritando para um repouso.) a boca escorria um sangue pelo lado

Ao chegar ali, com as suas últimas forças, Athena com seu dedo, faz uma pequena energia psíquica no dedo e atira para o cadeado que abre logo após. 

Athena: *abrindo a porta e de repente um monte pacotes de bolinhos desciam* ! (Hum?…) *pegando um e olhando* (Bolinhos, com recheio de morango por dentro. Será que isso aqui tá bom?) *abrindo e pegando, retirando um pedaço e vendo* (Hum parece que sim.) *tirando um pedaço e mastigando* (Hum, fresquinho, devia estar começando a levar antes de ocorrer tudo isso.) *teleportando para dentro do caminhão e ficando sentada no canto enquanto mastiga* (Aqui vou estar segura, do sol quente e fora da vista de um deles…) *terminando de comer e pegando outro e abrindo* (Que fome…) *comendo*

-- Ketty: Athena-chan...ATHENA CHAN!! olhando para ver se via um dos escombros se mexer Por favor, me diga que você está aqui! os olhos estavam ficando úmidos

Atsui: Aqui não.

Ketty: Como assim?

Atsui: A energia dela, está distante daqui, porém está fraca.

Ketty: Quer dizer que ela tá morrendo?

Atsui: Talvez.

Ketty: Não...não...eu quase a perdi. Não vou perdê-la de novo!*se virando e correndo*

Atsui: seguindo ela Por que se preocupa tanto com ela?

Ketty: Porque ela é como uma mãe para mim! continuando a correr

Atsui: Você sabe que ela não é sua mãe né?

Ketty: Sim, mas isso não te interessa, tá?

Atsui: Hum, okay.

--

Athena: *havia já comido alguns pacotes de bolinhos, de pernas juntas, com as mãos entrelaçadas, rogando*(Como não posso ajudar os inocentes, curando-os, eu vou me curarei eu mesma.) 

Um círculo brilhante em volta de Athena brilha, curando suas feridas.

Athena Healing

--

Ketty: Eu, sinto, está vindo da rua, pro Sul, se eu chegar mais perto, posso chegar lá. 

--

Athena: (Depois de comer, minhas forças estão voltando ao estado normal.)

Ketty: (Eu posso sentir, mais forte.) TELEPOOOOOOORTO! *teleportando, parando lá dentro, na frente dela* !! A-Athena Chan! *abraçando ela*

Athena: …! *recebendo abraço e abrindo os olhos*

Ketty: Aquilo, que fez, foi incrível! E loucura ao mesmo tempo, sabia? E que roupa é essa? Não me lembro de você ter estado com essa roupa tão…religiosa.

Athena: *rindo* Aprecio que tenha adorado, Kettylin ^^

Ketty: Puxa, depois de todos esses anos, você ficou tão forte, veja.*mostrando o cristal* Conseguimos! ^^

Athena: Ufa, ainda bem. Conseguimos.

Ketty: O que devemos fazer agora? 

Athena: Bom, vamos descansar um pouco, aproveitei e achei esse caminhão cheio de bolinhos. Aproveitei e comi.

Ketty: Estou vendo. *olhando as embalagens vazias abertas* Vejo que comeu bem.

Athena: Desculpe, *rindo sem graça* a fome também ficou apertando para meu lado, sabe? ^^

Ketty: Entendo, mas você viu se estava bom pelo menos?

Athena: Mas é claro, senão eu praticamente terminaria de me matar, adoecendo. Pode pegar, enquanto você se alimenta, eu vou continuando à rogar. Não se preocupe, eu não vou à lugar nenhum.

Ketty: O-Okay. *barriga roncando* Estou faminta mesmo. *pegando um pacote de bolinho, abrindo e comendo* Huuum, delicioso! 💜

Athena: Recheio de morango! ^^ Quando era de morango, eu não resisti! ><

Ketty: *ficando vermelha* É muito bom mã…digo, Athena Chan!

Athena: Hihi! >< *fechando os olhos e continuo á rogar* (Preciso transmitir a mensagem para a Sakura.)

Athena transmite a mensagem por mente, com seus poderes psíquicos, Sakura então estranha como ela fez isso, mas ela entendeu o recado. 

Sakura: (Passe por aqui, já temos 2 cristais, as pessoas precisam saber disto.)

*Athena: (Certo.)

A conexão de mentes cessa e Athena volta à rogar.

Ketty: *fica sentada com as pernas esticadas enquanto come*

O poder que ecoou pelo mundo. Editar

Hitaru: *olhando de longe o que estava acontecendo* Eu me lembro desse momento. *tinha Flashbacks* A história está sendo costurada.

Josuke: O que isso quer dizer?

Hitaru: A linha alternativa anterior, antes dela ser apagada teve um evento bem parecido com este...porém, eles não enfrentaram o Akuma. Era outra pessoa. Outras Pessoas... *tinha um Flashback dos Reploids atacando todos*

Josuke: O que devemos fazer nesse caso?

Hitaru: Temos que despertar a fúria do Sonoichi ou o pior pode acontecer.

Enquanto isso, no campo de batalha.

Akuma: *dando um soco com toda sua força na direção de Sonoichi*

Sonoichi: *desviando, então saca sua faca e começa a perfurar pontos vitais do braço de Akuma*

Kyoko: ! *percebe que Sonoichi foi lutar e então vira seu olhar para o combate*Droga! Não lute com ele Son! Ele vai te matar!

Evil Sakura: Não o atrapalhe, sua imprestável!

Kyoko: Do que é que você me chamou?

Evil Sakura: Eu treinei esse garoto de uma forma que sua mamãezinha jamais faria. Ele é o um assassino agora. Sonoichi está morto! Aquele que vocês estão vendo, é um assassino de verdade. O que precisamos para vencer essa guerra.

Kyoko: Não importa o que você diga! Sonoichi não é assim! Ele nem gosta de lutar!

Sonoichi: *se aproximando mais de Akuma e perfurando outros pontos vitais de seu corpo e então crava sua faca na testa dele*

Jeff: Ele...ele matou o Akuma.

Todos: *ficam impressionados, menos Evil Sakura*

Akuma: Suas técnicas de assassinato não podem matar um guerreiro! Só punhos podem me ferir! *pega Sonoichi pela cabeça e o afunda no chão* Vai pagar caro por me fazer perder o meu o tempo! *começa a dar vários socos violentos nele, enquanto estava afundado*

Kyoko: Son! Droga! Eu vou lá!

Evil Sakura: Você não vai a lugar nenhum. Se ele foi fraco, então deve pagar com a vida. Tsc...perdi o meu tempo para treinar um peso morto.

Kaishi: Isso é loucura, vamos salvar ele!

Evil Sakura: Vocês acham que eu estou brincando? Eu posso matar vocês três agora mesmo.

Jeff: Então tente.

Evil Sakura: Vocês marcaram seu Destino, em breve irão sofrer então.

Kaishi: !

Akuma: *erguendo Sonoichi, dando um soco em sua barriga, depois socos em seu rosto e então o joga para frente* Peso morto.

Sonoichi: *sente seus ossos estarem quebrados, mas não solta nem um suspiro de dor, ele se levanta e parte para enfrentar o Akuma mais vez, revelando seu braço deformado pela Satsui no Hadou*

Akuma: Hm...você também tem esse poder, mas está negando-o. Estava certo desde o início. Você não merece viver.

Hitaru: *tendo outro Flashback*Está acontecendo de novo. Precisamos fazer algo para despertar a fúria dele agora mesmo!

Josuke: Como isso aconteceu no seu tempo?

Hitaru: No meu tempo, Sonoichi não gostava de lutar então ele hesitava tentar matar qualquer um. Quando alguém importante morreu diante de seus olhos ele finalmente entendeu que tinha de lutar ou tudo que ele amava morreria. Mas esse Sonoichi é totalmente diferente dos outros...ele é...

Josuke: Ele é como eu...sofreu sozinho...o olhar dele diz tudo...não tinha ninguém para ajuda-lo. Sempre teve de ser forte para ajudar quem precisava. Nunca compartilhou sua dor com ninguém. Ele sacrificou os próprios sentimentos e as boas lembranças para que se tornasse um monstro capaz de nos salvar,mas isso o deixou fraco. Eu entendo isso! Eu sei como despertá-lo*corria na direção do campo de batalha*

Hitaru: ESPERE JOSUKE-SAN!

Sonoichi: *correndo na direção de Akuma e desferia um chute poderoso*

Akuma: *passava por ele, como se fosse nada e o pega pela cabeça*Aquele que nega a força não merece viver. *dando socos violentos na coluna do Sonoichi e depois o lança contra uma rocha que se parte*Depois de matar você, eu matarei aqueles outros.

Sonoichi: *se levanta com dificuldade, mas não conseguia mover suas pernas direito*

Akuma: Morra! *lança uma esfera de energia poderosa na direção dele*

Kyoko: SON!!!!!!!! *corria para o campo de batalha*

Evil Sakura: Eu não vou deixar.

Kaishi e Jeff: *seguram Evil Sakura*

Evil Sakura: Vocês estão pedindo para morrer! *usando os braços e batendo os dois um contra o outro e jogando no chão, fazendo uma cratera*

Kaishi & Jeff: ARGH!!!

Josuke: *de joga na frente e então é atingido em cheio*

Akuma: Hm?

Sonoichi: !!!

Josuke: *todo ferido no chão* Son...Sonoichi...

Sonoichi: !

Josuke: Esse é o seu nome, não é? Mesmo que nunca tenhamos nos vistos antes...eu te conheço melhor do que você mesmo...

Sonoichi: !

Josuke: Eu sei pelo o que você está passando...eu também já passei por isso...eu já confiei nas pessoas...já confiei nos meus sentimentos e fui traído por ambos...eu nunca me deixei corromper pelo mal...sempre suportei minha dor sozinho para ajudar quem precisava...as pessoas tendiam a me trair...mesmo quando tentamos fazer o que nos foi ensinado como certo...mesmo quando tentamos corrigir nossos erros, sempre seremos vistos como pessoas erradas...

Sonoichi: *sendo tocado pelas palavras*

Akuma: Suas palavras vazias não podem fazer nada no campo de batalha.*andando na direção de Josuke*

Josuke: Sonoichi...se você continuar renegando seus sentimentos...suas memórias...as pessoas que te amam...você será corrompido e se tornará fraco...você ficará sozinho...e atacará as pessoas que tentam te ajudar...não existe pessoa mais forte do que aquela que protege as pessoas que ama...lembre-se disso...Sonoichi...

Akuma: *pisa no crânio de Josuke e o esmaga*

Sonoichi: !!! *ficando sem reação*

Akuma: Sua interferência me irrita!

Thus Spoke Rohan Kishibe OVA Op and Ending Combined (Finding The Truth by Coda)

Thus Spoke Rohan Kishibe OVA Op and Ending Combined (Finding The Truth by Coda)

https://www.youtube.com/watch?v=aaUT3LXJm-k

O que estava adormecido em Sonoichi Kasugano começou a se despertar. As suas memórias. Sua mãe, seu pai, sua irmã...sua família que tanto amou...ele agora se lembra deles...ele se lembra dos momentos que sua mãe o colocava para dormir...das aventuras que tinha com sua irmã Kyoko e como toda sua família tentava protegê-lo do mundo cruel...ele se lembrou da última vez que viu Sakura, Kyoko e seu pai...ele se lembrou do último abraço que havia recebido...todas essas memórias felizes, foram consumidas por um ódio mortal que explodiu no coração de Sonoichi.

Akuma: *sentia um enorme poder* Hm?

Sonoichi: *olha mais uma vez para o cadaver de Josuke e então, pela primeira vez o mundo ouviu sua voz, quando ele gritou para cima*

Ao fazer isso, o mundo inteiro poderia ouvir seu grito de dor e fúria. E todos ficavam paralisados diante daquela cena.

--

Athena: ! *ouvindo o grito, desfazendo o entrelaçamento das mãos e as roupas voltam ao normal*

Ketty: Mamãe, olhe aquilo! (Espera, eu chamei ela de mamãe?)

Athena: *saindo do caminhão e Ketty faz o mesmo* Que poder é esse?

Ketty: Seja o que for, é uma coisa monstruosa que até me arrepiou! '-'

Athena: *dando dois passos para frente, olhando o pilar de energia vindo do lugar*Uma onda de energia demoníaca de puro ódio, essa pessoa é alguém que não é comum, de maneira alguma.

--

Sakura: !!!! *acordando assustada com o coração acelerado, ficando sentada* I-Isso é real?

Shingo: Esse grito...

Leona: *vendo na varanda*Está vindo de longe daqui, num campo aberto talvez!

Sakura: *lá de dentro, levantando, as feridas não estavam tão cicatrizadas assim, não estavam com agulhas na veia e então se levantava e andava descalça* Essa energia, essa energia é familiar.

Shingo & Leona: Sakura?!

Sakura: Não...é a...Satsui no Hadou!

Shingo: Sakura, você não se recuperou dos seus ferimentos.

Sakura: Eu sei...mas...eu preciso ver o que é.

Shingo: Não, você não vai. Sakura, sei que quer proteger a todos, mas se você for para lá, não pode desistir.

Leona: Afinal, você está contando com Hitaru para trazer seus filhos a salvo, não é?

Sakura: Mas, pensem, meus filhos podem estar com a minha contra-parte, eu não posso deixar que ela os tomem para si!

Leona: Eu sei, mas agora você não pode fazer nada, confie nela, por favor.

Sakura: ...Algo naquela menina, me diz que já aconteceu algo comigo entre mim e ela...e que me fez perder tudo do que eu lembro literalmente, primeiro o Bao e depois ela, é confuso para mim.

Shingo: Aí eu não sei Sakura, é algo que eu não sei afirmar porque você diz que você tem uma ligação com essa garota, mas acho estranho você não se lembrar do Bao.

Sakura: *olhando para Shingo*

Shingo: Sabe aquele garoto de boina amarela, arrogante, te xingava pesado.

Leona: Se bem que ele já a matou.

Sakura: Me...matou? Quando?

Leona & Shingo: *olha um para o outro*

Sakura: Respondam!

Leona: No Brasil.

Sakura: No Brasil? Ele...me matou?

Leona: Sim.

Sakura: Espera espera Leona, tá me dizendo que o garoto que eu tenho nas minhas lembranças, que usava roupa amarela, boina, tinha o rosto igual ao dele, é o mesmo desse garoto?

Leona: (Se eu disser "sim", isso pode levar á desastres horríves.) Não.

Sakura: *percebe que ela demora para responder, ficando séria* Retire esse garoto daqui agora.

Leona: Mas Sakura...

Sakura: RUA!!

Leona: O-Okay... *se virando e andando* (Eu não posso discutir, até porque esse garoto completou o ritual da entidade que Evil Sakura colocou na minha amiga...eu não tenho nada contra ele, mas seus feitos, são irremediáveis.)

Sakura: *pondo a mão nos olhos e pondo a outra mão na cintura*

Shingo: (Sakura, infelizmente não posso opinar para você, uma parte eu presenciei e sei do que você passou.)

Sakura: (Dentro de mim, não há nada corrompido, nada queimando no meu sangue, minha alma está pura, mas só de me lembrar disso que o mesmo garoto, é o Bao, é melhor deixar ele longe de mim, não quero lembrar se aquela menina é a mesma que me lembro...irregularmente...)

Sakura por mais ingênua que fosse, ela acreditava que Bao era alguém novo para ela, e que nas suas memórias de tempos de colégio e amadurecimento, era apenas outra pessoa, alguém que já lhe causou mal que fez com que uma vez se tornasse o monstro que nunca desejou ser, ela se lembrou das palavras de Terry naquele dia, agora tudo era mais claro depois de contado:

Terry: *chegando* Hey, Kyo.

Sakura: *ouvindo Terry chamar o Kyo*

Terry: Kyo, tá bem?

Kyo: Consegui sobreviver.

Terry: Achei que precisava da minha ajuda. Parece que não.

Sakura: *olhando para ele e piscando* T-Terry?

Kyo: Terry.

Terry: Sakura? Você tá bem?

Sakura: Estou...debilitada... *levantando devagar*

Kyo: Tô te devendo duas coisas.

Terry: Se for o boné fica.

Kyo: Uma luta e um cascudo.

Terry: Cascudo??? O.O É assim que você fala com um campeão?

Kyo: Você me chamou de Baka.

Terry: Xii você também hahaha. Você é mesmo u.u A Hitaru tá bem. Tá descansando lá em casa.

Sakura: Mantenha aquela garota....longe....de mim, melhor. *pondo a mão na cabeça* Eu quero Rock perto de mim e os outros, menos Bao e ela. Não mereço ser reconhecida por algo que quer ver uma carnificina.

Kyo: Sakura, você se lembra de algo quando estava no modo Hakai?

Sakura: Não...

Terry: Por quê?

Sakura: Porque, Terry...eles são as vítimas causadoras principais.

Terry: O que ela fez?

Sakura: Isso só desperta pela presença deles, meu sangue queima por dentro, e não é porque eu quero...juro a vocês.

Kyo: Ela xingava a Sakura pesado, mas não é aquela Hitaru. Aquela Hitaru não fez isso.

Sakura: O Hakai pode me fazer lembrar das coisas repulsivas perto dela agora...

Terry: Hakai, que poder é esse?

Sakura: É algo que Evil Sakura colocou dentro de mim, ela corrompeu minha alma e agora isso tá dentro de mim e não quer parar quieta dentro de mim. Meus poderes foram puxados para fora...

Kyo: Terry, ela vai precisar do seu apoio, ela deve estar confusa agora.

Terry: Hitaru né? Eu sei, preciso ajudar ela.

Kyo: Nossa luta pode ser hoje de noite?

Terry: Huuum não sei.

Sakura: Ela deve ter falado pelas minhas costas que eu não sou popular com garotos no futuro.

Kyo: Sakura, nós mudamos a historia, aquela Hitaru que te fez tudo de mal não existe mais.

Terry: Por favor acredita nele.

Kyo: Essa Hitaru é inocente, mas como veio parar aqui?

Sakura: *pondo a mão no braço esquerdo, olhando para baixo e fechando os olhos, relativamente se sentindo culpada pelo evento* ...

Terry: Não quero perder ela por favor, se você a atacar de novo terei que fazer uma coisa que não quero pra defender ela.

Ela sabia que Terry estava falando sério de verdade, de nenhuma maneira ele tiraria a sua razão, ao mesmo tempo ela levava a culpa, mas dentro dela não se importava com isso, mas Sakura devia se conter de um jeito ou de outro, ou mais vidas seriam tiradas ali.

Sakura: *olhando para Terry* Tudo bem Terry, eu vou procurar conter ao máximo essa coisa dentro de mim, até que eu ache ou achem uma solução para mim.

Terry: *abraçando Sakura* Valeu Sakura.

Sakura: ! *ficando vermelha*

Terry: Você é uma garota forte, eu sei que você consegue.

Sakura: Não tem de que. Não irei matar ela, porque sei que você nunca me perdoaria por isso.

Terry: Hehe, é bom ouvir isso. *se afastando*

Essas palavras foram ditas, essas lembranças faziam Sakura se emocionar, ao mesmo tempo que eram lágrimas de culpa, tristeza, decepção, alegria, tudo misturado.

Shingo: *olhando as lágrimas cair* Sakura! *se aproximando dela* Está tudo bem?

Sakura: Tá sim...é que eu me lembrei de uma coisa boa...

Shingo: O que?

Sakura: *afastando a mão e olhando para ele, sorrindo levemente com dentes e com os olhos escorrendo lágrimas* Nossos dias felizes.

Shingo fica surpreso e depois a abraça para confortá-la, ela recebe o abraço, deitando a cabeça no ombro dele.

--

Sonoichi: *seu poder crescia tanto que logo era tomado por uma aura roxa que ocultava seu corpo, só deixando visível dois olhos vermelhos, isso fez com que a terra tremesse e deixasse uma cratera maior*

Kyoko: Son...Sonoichi...

Akuma: Que poder assustador é esse?

Hitaru: (É exatamente como aconteceu no meu tempo...o sacrifício de Josuke despertou a fúria de Sonoichi...)

Evil Sakura: Que poder é esse? Esse garoto tinha tudo isso escondido dentro de si?

Jeff e Kaishi: *ficavam assustados com tamanho poder*

A aura se dissipava e então revelava Sonoichi, com seus ferimentos totalmente curados, músculos mais desenvolvidos, cabelos maiores e marcas vermelhas por seu corpo.

Sonoichi: *olhava para Akuma com uma fúria que jamais havia sentido na vida*

Evil Sonoichi

Após terem derrotado Akuma, e quase destruído a terra, os new generations foram acolhidos pela subsistência. Sonoichi estava desacordado em uma capsula de cura. Kyoko permanecia observando o.

Hitaru: Ainda bem que encontrei vocês, vocês são Kyoko e Sonoichi, certo?

Kyoko: Sim, algo em você não gosto muito.

Hitaru: Por um certo motivo, eu ouvi algo parecido com sua mãe.

Kyoko: Que? Minha mãe? Você a viu?

Hitaru: Ela está no prédio de Metro City, eles me ajudaram, é mais que o suficiente que eu retribua o favor, preciso que fiquem aqui, peço que vocês não saiam daqui até eu voltar, okay?

Kyoko: Hum, okay.

Hitaru: *se virando e andando*

Jeff: Espera aí, você é a minha filha de outra realidade alternativa que não é essa?

Hitaru: Sim.

Jeff: Isso está parecendo X-Men...como eu sou o seu pai, vou te chamar de Rachel Summer.

Kaishi: Rachel Summer? Não era melhor chamar ela de Hope?

Hitaru: Por favor, levem o que eu digo a sério.

Jeff: Eu já entendi tudo, filhinha. Esse Cthulhu vai pagar caro por ter controlado você. Não se preocupe, nós vamos mudar o seu futuro!

Hitaru: Arigato, otou-san.

Kaishi: É meio estranho imaginar que sua filha está aqui. (Eu nem posso pedir ela em namoro...ela é filha do meu melhor amigo, isso é errado)

Jeff: (Droga! Ela é uma gata,mas é a minha filha de outra linha temporal! Eu não posso dar em cima dela, isso é errado!)

Hitaru: Hum? Alguma coisa errada?

Kaishi e Jeff: Não! Nada! Hehehe!!

De repente, uma energia era sentida, que fazia os três tremerem. Naquele momento, surgiu Evil Sakura, mais furiosa do que nunca.

Evil Sakura: *seus cabelos balançavam como se estivessem em baixo d'água e seus olhos brilhavam forte* Fome! Estou com muita fome!

Kaishi, Hitaru e Jeff: !!

Evil Sakura: Maldito filho da Sakura! Me envergonhou! Dependeu de amiguinhos para derrotar meu pai! Vocês três e aquela vadia enfraqueceram ele!

Kaishi: Esse poder...é maior que o do Cody?

Jeff: Oh No! É mais de 9000!!

Evil Sakura: Continuem debochando de mim! Minha memória nunca falha, nem mesmo quando eu devorá-los! Hahaha! Vocês mataram o meu filho, então eu mato vocês!

Hitaru: Filho?

Kaishi: Eu já ouvi histórias. Ela tinha um filho chamado Satsui.

Evil Sakura: Eu não falo desse merda ingrato!

Jeff: Está dizendo que o Sonoichi é o seu filho?

Evil Sakura: *de repente, ela surgiu na frente de Jeff e Kaishi, então os enforcou e os ergue*Eu o criei como uma máquina de matar e vocês estragaram tudo!

Hitaru: Otou-san! Kaishi-san! *pula na direção de Evil Sakura, lançando várias esferas de energia com sua mão metálica, depois cria uma espada de energia com a outra mão e perfura Evil Sakura*

Judgement - Devilman Crybaby OST

Judgement - Devilman Crybaby OST

https://youtu.be/LiLJoBTZKX0

Evil Sakura: *rindo ao ser perfurada* Eu me lembro de você. 

Hitaru: Eu perfurei seu coração, como você não morreu!?

Evil Sakura: Siiiiim! *jogando Kaishi e Jeff para longe* Você é a garota que trouxe sequelas para Sakura. Hehe! Não sabe o quão feliz ela ficaria.*pegando o braço Mecânico de Hitaru*

Hitaru: *paralisada*(Eu não consigo...me mexer...essa energia...eu não consigo...)

Jeff: Não! *caindo no chão e se levantando* Não faça isso! *correndo na direção dela* Deixa ela em paz!

Kaishi: Hitaru! *correndo na direção de Evil Sakura*

Evil Sakura: Senhores, vocês não sabem o quanto eu fico feliz! *arrancando o braço mecânico*

Hitaru: NÃO, OTOU-SAAAAAANNN!!!!! *gritava no mesmo momento que seu braço mecânico era arrancado, assim jorrando muito sangue dela, pela forma violenta que foi arrancada*

Jeff: *fica paralisado e transtornado*

Evil Sakura: *jogando Hitaru no chão e destruindo o braço mecânico*Hehe.

Jeff: Como...se...atreve....eu não...eu não vou te perdoar por ISSO!! *é tomado por uma forte energia roxa*

Evil Sakura: Hm?

Kaishi: *observando* Esse é o...

Jeff: EU FIQUEI FURIOSO!!! *avança na direção de Evil Sakura*

Kaishi: Nightmare Jeff!

Jeff: *começa a golpear Evil Sakura em várias partes de seu corpo, sem parar*

Hitaru: Kai...shi...-san...

Kaishi: Hitaru-san!? *correndo até ela*Aguente firme, vou cauterizar seu ferimento, isso pode doer um pouco... *começa a queimar o ferimento para estancar o sangramento e cauterizar*

Hitaru: AAAAHHH!!! começa a gritar de dor, enquanto Kaishi cauterizava o ferimento*

Evil Sakura: Você acha que isso é o bast--

Jeff: Cala a boca! *dando uma cotovelada furiosa no rosto de Evil Sakura, depois finaliza dando um soco no meio de seus peitos, com toda força*

Kaishi: Quanto poder...nunca vi o Jeff assim...

Hitaru: Ele...não vai...vencer ela...

Kaishi: Como?

Jeff: *trocando golpes com Evil Sakura* Você vai pagar caro por ter feito aquilo com a minha filha!

Evil Sakura: Seu ódio é delicioso, mas não é maior que o meu! *segurando os dois braços de Jeff e dando um chute violento em sua barriga*

Jeff: Guargh! *voando para longe*

Hitaru: Vocês...devem se fundir...

Kaishi: Fundir?

Jeff: *voando na direção de Evil Sakura, criando uma espada e perfurando o corpo dela*Morra! Criatura infernal! *levanta sua espada e corta metade do corpo de Evil, de abaixo para cima*

Evil Sakura: Hehe...você acha que eu sou uma criatura infernal? *junta suas metades com a mão e se regenera*Está errado, eu sou o próprio demônio. *sorri malignamente*

Jeff: *paralisado* (Não tem como!? Não consigo nem arranhar que ela se regenera!? Droga, não posso desistir. Ela matou a minha filha!) Maldita!

Evil Sakura: *surgindo de repente na frente de Jeff e mordendo seu ombro esquerdo*

Jeff: AAAAH!!! *recebendo mordida e gritando de dor*

Evil Sakura: *suja de sangue no rosto, tirando seus dentes do ombro de Jeff*Seu ódio é tão delicioso que terei que saborear sua carne e devorá-lo devagar.*mordendo novamente e jorrando sangue do ombro de Jeff*

Jeff: AAAAH!!!

Evil Sakura: *sendo acertada por um projétil* Hum? *se virando e vendo Hitaru, de pé com sua espada energética*

Hitaru: Eu não vou...perder meu...Otou-san de novo! *respirando ofegante*

Evil Sakura: Vadinha maldita! *correndo na direção de Hitaru e largando Jeff*

Kaishi: *segurando Jeff*Jeff!

Jeff: He...então a Hitaru está viva...minha filha é muito forte...

Kaishi: Jeff! Não apague agora! Temos uma chance!

Hitaru: Chegou a hora! *concentrando toda sua energia na sua espada energética* Você já era! *avança na direção de Evil*

Evil Sakura: *lançando várias esferas de energia na direção de Hitaru*

Jeff: Como?

Kaishi: Fusão!

Hitaru: Não vou e jamais irei perder...*desviando das duas primeiras* Para alguém que acredita... *cortando os projéteis e perfurando Evil Sakura* que irá acabar acabar com a minha esperança!*desferindo vários cortes em Evil Sakura* A esperança que eu tenho em mudar o meu futuro! O meu dest--

Evil Sakura: Basta de lenga lenga! *pegando Hitaru pelo pescoço*

Hitaru: Heh! *sorriu*

Dragon Ball FighterZ OST - Goku's Theme -High Quality 1080p-

Dragon Ball FighterZ OST - Goku's Theme -High Quality 1080p-

https://www.youtube.com/watch?v=CkOtuS7Fr6s

Evil Sakura: Que sorriso é esse? *sente uma energia enorme* Hm? Que energia é essa? *joga Hitaru fora*

??: *segura Hitaru nos braços*Você aguentou bem até aqui. Good work, soldier.

Hitaru: Eu acredito em vocês...vençam ela... *fechando os olhos*

??: Eu vou. *pondo ela no chão com cuidado*Agora descanse.

Evil Sakura: *olhando para ??* Quem é você?

Jeishi: Eu podia dizer que não sou nem Kaishi e nem Jeff, mas vou dizer tudo apenas isso. Direto de South Town, um louco filho da puta chamado Jeishi. Da fusão entre Jeff e Kaishi. Quando sou chamado, eu trago a 'cano serrado'. Aperto o gatilho e transporto uns espíritos pro céu! Um par de asas surgiam em suas costas, uma asa era de fogo quase avermelhada enquanto a outra era roxa quase azulada.

Jeishi

Evil Sakura: *abrindo os braços* Só venha!

O último suspiro. Editar

Enquanto isso, aonde Kyoko estava, estava ouvindo os embates, então ela vai para o lado de fora e então encontra Hitaru caída, ela trás ela para dentro de uma residência onde estava tombada e deixa ela descansando ali, depois de um tempo, Hitaru desperta e vê que sua prótese não estava ali e ainda doía o lado pela maneira que foi arrancado violentamente.

Kyoko: Você está bem?

Hitaru: Não tanto, mas eu consigo me virar...escutem, eu preciso levar vocês daqui...para a Sakura...antes que vocês sejam vítima do que acontece lá...fora...

Kyoko: Mas o que é que há de tão ruim?

Hitaru: Longa história, e...a mãe de vocês está esperando por vocês, talvez ela se sinta melhor se vocês forem lá, por favor, pela mãe de vocês.

Kyoko: Certo...

E assim, Hitaru ajuda Kyoko a retirar Sonoichi de lá, e assim Kyoko leva seu irmão enquanto Hitaru os guia para o lugar. No caminho, eles encontram Athena Asamiya.

Kyoko: Titia Athena! 😃

Athena: Kyoko? Sonoichi? E...quem é você?

Hitaru: Olá, eu sou Hitaru Futaba.

Athena: Sou Athena Asamiya, prazer.

Kyoko: E quem é essa menina? *olhando para Ketty*

Ketty: Eu sou Kettylin, é um prazer. E o que houve com seu braço?

Hitaru: Estive vindo de uma luta bem complicada, estou levando os filhos da Sakura longe disso, é para ganhar tempo e...o tempo está acabando...tenho que pegar uns Cristais Quartzos para o Dr.Brown e...

Ketty: Um cristal como este? *mostrando o cristal*

Hitaru: Q-Quer dizer que vocês conseguiram?

Athena: Sim.

Hitaru: Sim, mas esse é um do outro que Sakura pegou...ainda falta mais.

Athena: Talvez, mas Dr.Brown disse que pelo menos 2 deles é o bastante para poder viajar no tempo, acredite, eles são bem poderosos.

Hitaru: Ah, então tudo bem. (Ufa...se fosse mais que isso, eu teria falhado com a Sakura...não, não pense nisso, você é forte!)

Kyoko: Cristal Quar o que? Essa história tá bem confusa, viu? Mas então, o que fazer agora?

Athena: Querem uma carona até Metro City? Eu posso levar vocês até lá.

Hitaru: Jura? Será de grande ajuda, senhorita Athena.

Ketty: Eu posso ajudar também.

Athena e Ketty: *segurando cada uma das meninas e então* Telepooooorto!!

E assim as duas teleportam com Hitaru e os pequenos.

Enquanto isso, Sakura estava sentada na cama, se recuperando seus ferimentos, enquanto isso, ela tinha uma esfera psíquica de cristal rosa transparente, que estava flutuando e dentro, tinha uma energia roxa emanando nele, uma energia chamada Satsui no Hadou, ela pegou dessa energia que podia ser sentida e emanada fortemente, não podia emanar outra além da de Evil Sakura, ela reconhecia e quando ela emana, é sentida de longe, capaz de rastrear ela.

Sakura: (Essa energia, vou guardar ela.)

--

Ketty & Athena: *aparecendo na sala com Hitaru, Kyoko e Sonoichi* Chegamos!

Kyoko: Obrigada, tia Athena! *coloca Sonoichi no sofá*

--

Sakura: ! *olhando para frente, e colocando por baixo do lençol*

--

Hitaru: Sakura, advinha quem trouxe para você. *olhando para Kyoko* Ela está lá no quarto, vai lá. 

--

Kyoko: Mamãe!! *correndo na direção do quarto dela* 

Sakura: *levantando devagar* Kyoko?

Kyoko: Mãe! *pulando e abraçando*

Sakura: AH!! Minha filha! *a segurava e abraçando ela também* Você está bem!

Kyoko: Mãe, estava tão preocupada! Eu sinto que, agora eu posso proteger você com todas as minhas forças!

Sakura: Onde estava esse tempo todo?

Kyoko: Estava treinando, mãe, para ficar forte, tinha um homem que estava dizendo que era meu pai.

Sakura: Seu...pai? (É quem eu estou pensando?)

Kyoko: Ele ficou me chamando de filha, mas eu não acreditava que fosse ele, se fosse para ser meu pai, não era com ele que eu ficaria, eu achava idiota demais para ser meu pai.

Sakura: Eu entendo, está tudo bem agora, onde está Sonoichi?

Kyoko: Está na sala, ele está desacordado.

Sakura: *pondo ela no chão* Ufa, ainda bem que vocês estão bem...

Athena: *chegando com Hitaru* Sakura?

Hitaru: *com a mão no lado sem braço* Sakura. A senhorita está bem?

Sakura: Athena...que bom que conseguiu.

Athena: Faço o possível, e consegui.

Sakura: Hehe. *olhando para Hitaru com a mão aonde está amputado* Hitaru...o que aconteceu com seu braço?

Hitaru: Ele foi, arrancado, por uma mulher que...se parecia com você...

Sakura: Comigo? Evil Sakura?

Hitaru: Você a conhece?

Sakura: *contando a história resumidamente*

Hitaru: Agora entendi tudo...ela é sua contra-parte...

Sakura: Sim, mas isso não quer dizer que eu sou ela.

Hitaru: É claro que não é, você é quem você é, e você é alguém de grande reputação.

Kyoko: A minha mãe é a melhor de todas daqui, não tem ninguém que se compare a ela.

Sakura: Hitaru...*andando até ela devagar, abaixando e a abraçando* obrigada.

Hitaru: !!! *sentindo dor* S-Senhorita...senhorita Sakura...i-isso dói...

Sakura: *começando a ficar com o corpo rosado para curar Hitaru, mas cessa* Tsc...maldição...deixe-me ajudar quem eu me preocupo. Que droga! DROGAAAAAAAA!!!  *começando a forçar todo o seu corpo, faz tanta força que seu corpo começa a ficar rosado de novo e seu peito dá um brilho roxo, o cabelo fica esvoaçando para cima, porém o nariz começa a sangrar* Eu não sou uma pessoa ruim, eu sou...a luz! A luz do Destino e a voz da razão que ajuda e ilumina as pessoas do bem! Eu...sou Sakura Kasugano!!

Kyoko: !

Athena: !

Hitaru: ! S-Sakura? (A ferida, está se fechando.)

Sakura: Ngh...ngh! *sangue pingando no ombro de Hitaru*

Hitaru: ! (S-Sangue?) Sakura, Sakura pare...Sakura!

Athena: Sakura! *indo até ela e pondo a mão no seu ombro tentando retirar ela*

Kyoko: Mãe, mãe pare, por favor! *fazendo o mesmo*

Sakura: ! *notando que estava fazendo pressão demais e afastando rapidamente e respirando ofegante*

Kyoko: Mamãe, mamãe! 

Sakura: *respirando ofegante*

Kyoko: *pondo a cabeça dela para cima* Fica de cabeça para cima mãe, por favor! Eu já volto. *correndo até o banheiro*

Hitaru: *dando espaço para Kyoko passar e olhando para Sakura* (Ela fez tanta pressão que...ela acabou se torturando para me ajudar. Sakura, sua vontade de ajudar as pessoas é admirável...) *olhando para o lado que estava sem braço, decapitado* (Ela ajudou a aliviar minha dor, Sakura, muito obrigada.)

Kyoko: *chegando* Saiam, afastem-se. *colocando o papel higiênico nas narinas dela*

Sakura: Obrigada...Kyoko chan... ^^

Kyoko: Mamãe...por que fez aquilo? 😞

Sakura: Porque...meu dever sempre foi ajudar a todos...como uma boa menina...até o fim...

Kyoko: *abraçando ela* E eu fui uma boa menina, não é? ^^

Sakura: Foi sim...minha garotinha.

Kyoko: Somos uma dupla, cuidamos uma da outra.

Sakura: *sorrindo*

Athena: Sakura sempre foi alguém que pratica o bem sempre, muitos a invejam por causa disto.

Sakura: Hey...Hitaru...

Hitaru: ?

Sakura: Eu gostaria de dizer, que me desculpe, por tudo o que eu fiz.

Hitaru: Pelo que?

Sakura: Por eu ter...sido alguém que não desejou ser...eu gostaria de lhe pedir mil desculpas...não foi minha intensão...

Hitaru: Bom, eu não sei o que se trata, mas...tudo bem, eu lhe perdoo.

Sakura: Isso me alivia...muito obrigada, de verdade.

Kyoko: Eu não vou muito com a cara dela.

Sakura: Kyoko...

Kyoko: Hunf...

Athena: Bem, o que fazer agora?

Sakura: Descansem. Por favor.

Hitaru: Mas, não temos muito tempo, só temos amanhã.

Sakura: !

Hitaru: Além disso, o Cristal Quartzo tem que estar na máquina do Dr.Brown.

Sakura: Sim. *abaixando a cabeça* Escutem, reúnem todos, eles precisam saber disto.

Athena: Certo, Hitaru, vamos reunir todos.

Hitaru: Hai.

Enquanto elas reúnem as pessoas, Kyoko ajuda sua mãe, ela diz que queria tomar um banho, então ela auxilia ela a fazer isso, lavar todo o sangue que saía de seus orifícios, ela se sentia incômoda, por que a Deusa Athena tem a audácia de fazer isso? O que levou ela a isso, dar o luxo de ver a população ser afundada na doença e na dor, isso são perguntas que ela faz para si que são irrespondíveis. Ela veste uma nova bermuda, uma camiseta, um casaco vermelho e se deita na cama, esperando todos se reunir, Kyoko cuida da sua mãe, fazendo companhia, até que Sonoichi acorda, ele fica confuso e se levanta, Kyoko nota que Sonoichi acordou e ela grita o nome dele, Sakura levanta a cabeça e vê seu filho chegando, ele a abraça, ela retribui e se emociona, vendo que ele está bem, para a alegria de sua mãe. Mas ela se perguntava por que ele usava aquela roupa meio rasgada. Ele deve ter levado algum treino também contra a vontade dele, mas Sonoichi prometeu, que se é para proteger ela, protegerá com todas as suas forças.

Na madrugada, 1 hora da manhã, todos estão reunidos, Sakura mostra o Cristal Quartzo para eles.

Sakura: Olhem bem para isso.

Shingo: Um cristal, e daí?

Hitaru: Não é um cristal qualquer.

Sakura: Isto, vai mudar nosso Destino, é a única coisa que irá nos livrar desse mal que nos atormenta.

Goenitsu: Ou seja, quer dizer que só temos amanhã? 

Hitaru: Sim, ao que eu posso entender, Cthulhu virá para trazer suas entidades para cá e devemos agir o quanto antes, só que temos amanhã, no máximo, até a luz do dia.

Leona: Até lá não iremos se sentir muito ativos.

Athena: Então teremos 4 horas de sono, no máximo e então iremos para a Time Wing.

Hitaru: Eu aproveito e vou com o Cristal Quartzo até o Dr.Brown, para adiantar.

Kyoko: E nós o que fazemos?

Sakura: Vocês vão ficar comigo, entenderam?

Kyoko e Sonoichi: Hai.

Sakura: Então combinado, 4 horas vamos sair daqui e Hitaru, *oferecendo o Cristal Quartzo* já sabe o que deve fazer.

Hitaru: *pega o cristal* Não a decepcionarei, senhorita Sakura.

Sakura: Sim, agora vá, por favor.

Hitaru: Hai. *se virando e correndo*

Leona: Sabem o que fazer.

E então as pessoas e os Lutadores do Destino restantes, vão para seus lugares e até 4 horas, eles iriam levantar, a esfera que Sakura guardava em seu casaco vermelho, era algo que ela guardaria, até achar uma solução para esse possível surto de Satsui no Hadou futuro. Mas por enquanto, Sakura dormia com seus filhos, lado a lado dela, como se fosse guardiões que protegiam sua rainha com todas as forças, como se ela fosse alguém precioso que não deve ser retirado deles desta forma.

Enquanto isso.

Atsui: Ei você. Você deve ser o caçador de demônios, Dante. O que espera aqui?

Dante: *encostado na parede de um prédio tombado*O senhor salvador dos mares, quem mais? Mas eu queria um pouco mais de festa. Afinal, você está perdida, doçura?

Atsui: Tenha mais respeito comigo, eu sou a Deusa do Fogo, Atsui.

Dante: Hum? Deusa? Oh desculpe, mas eu vejo você como uma novata.

Atsui: Tsc, já devia imaginar, vocês não tem fé em nós o suficiente.

Dante: Aí não é comigo, doçura.

Atsui: Enfim, sabe que Cthulhu está para vir para cá, não é?

Dante: É, tô ciente, e pelo visto os amiguinhos dele tá seguindo eles, eu lutei com um deles, a luta tava interessante até, porém a coitadinha não aguentava comigo e quase morreu, deixei ela vencer porque já tava toda acabada, e teve a audácia de blefar, ainda não acabou, eu vou chegar até ela, antes que chegue até mim. Vai ser uma boa grana, hehe.

Atsui: Você é alguém forte demais para encarar essas coisas de frente. Você será útil.

Dante: Para ser sincero, eu não sou chegado a lutar contra seres vivos, meu trabalho é ser pago para fazer o serviço pesado.

Atsui: Por favor, por favor senhor Dante, ajude-nos, tem pessoas ainda aqui que precisam de você e acho que o senhor não quer que esse tempo acabe, não é?

Dante: Eu gostaria de uma Pizza nesse momento, mas acho que vai ficar para depois.

Atsui: Tem água, se você quiser.

Dante: Hum? Não, deixa pra lá. *desencostando da parede e aquecendo* Quando vai começar?

Atsui: Primeiro preciso levar você para um lugar onde também os outros estão, para isso preciso que você venha comigo e tudo será explicado.

Dante: Não preciso que me explique, já sei tudo, meu bem.

Atsui: Ótimo. *abrindo um portal circulado de fogo* Entre.

Dante: Primeiro as damas.

Atsui: Agradeço a cortesia, mas dessa vez você deve entrar, se eu entrar o portal se fechará.

Dante: Hum, tá bem. *entrando*

Atsui: *entrando também*

O portal se fecha.

Japão 1780. Editar

2 Anos se passam após a morte de Amakusa Shirou e a paz parecia ter retornado...porém 6 de agosto de 1790 Um portal gigante negro no céu surgia na região de Ainu.

Na casa de Nakoruru.

Rimururu: *taca água na cabeça de Haohmaru* Acorde seu preguiçoso até quando pensa em dormi!?

Haohmaru: *acorda de uma vez* Tô de pé! *acorda e pega a espada* Ara...que foi?

Nakoruru: Rimururu, tenha mais modos.

/ Read The Mango http://unionmangas.net/manga/samurai-shodown

View the OVA

https://www.youtube.com/watch?v=k8RepTkIPls

Rimururu: Mas...ele só pensa em dormi irmã, isso não está certo!

Lá fora surgia nuvens negras deixando o céu completamente sombrio.

Yantamuu: *entra na casa de Nakoruru* Hey Nakoruru você tem que dar uma olhada lá fora!

Nakoruru: Hum? *olhando para Yantamuu* O que pode ser?

Rimururu: Não gosto dele invadir assim! Quantas vezes eu tenho que dar-lhe uma lição Yantamuu!! *ua mão começa a sair um martelo de gelo*

Yantamuu: Eh!?

Haohmaru: *já havia trocado de roupa* Então *ia pra fora segurando uma garrafa de Sake e tomando um gole*

Nakoruru: Não! *colocando o braço na frente de Rimururu* Não faça isso! Vamos ver o que está lá fora. *andando em direção à porta e saindo*

Yantamuu: *ao Nakoruru passar* Obrigado Nakoruru. *se curva para ela*

Rimururu: *desfaz seu martelo e então passa furiosa* Se safou apenas dessa vez!

O céu estava completamente preto e então uma luz branca atingia uma pequena parte daquele lugar  fazendo desaparecer aos poucos, pessoas começavam a corre assustados falando que era o fim do mundo #

Mamahaha: *que estava no telhado* Kyaaaaaah!

Nakoruru: !!!!

No céu surgia 3 demônios.

Kitchoro dos 3 brothers: Vamos devastar esse futuro morto!

Kikioh dos 3 brothers: Há! Soube que o futuro está cercado por fracos!

Ko'ou dos 3 brothers: Parem de falar e vamos devastar!

Os 3 começava a destruí as cidades e matando pessoas de Ainu enquanto outra parte da cidade era apagada por uma luz branca

Rimururu: O...que está acontecendo irmã? 😮

Nakoruru: !! *olhando para a luz branca*

Haohmaru: *correndo até Nakoruru* Nani...?

Nakoruru: Eu posso sentir um grau de maldades, lá. *pondo a mão no peito*

Haohmaru: Então a coisa vai ficar feia né? *bebendo um gole de Sake*

Rimururu: *observa com as duas mãos juntas em seu peito* (Também consigo sentir...algo horrível estar por vir...) 

Kitchoro Kikioh e Ko'ou aparece em uma distância considerável um pouco longe mais ainda podendo ser vistos. Eles matavam qualquer um que enfrentava eles.

Kitchoro: *observa os 3 de longe* Espadachins... *chama os outros é apontava para Haohmaru*

Os 3 iam na direção deles a passos largos.

Haohmaru: *cospe um pouco de Sake na espada e já fica em posição*

Mamahaha: Kyaaah!! *fazia seu som característico como sinal de aproximação*

Nakoruru: Mamahaha! *olhando para trás e para cima e apontando o braço fazendo gesto para ela vir*

Mamahaha: *abrindo asas e indo até ela, ficando acima dela*

Yantamuu: *se prepara*

Rimururu: *pega sua Hahakuro de sua cintura e então o Konru aparecia em suas costas* O que está esperando!? Vai ajudar todos a fugir!

Yantamuu: Não, ficarei e lutarei junto a vocês.

Rimururu: Grrr! Não me faça te força a ir.

Yantamuu: ...

Os 3 chegavam um pouco mais perto deles.

Haohmaru: *colocava os dois braços para o lado e fazia um movimento de baixo para cima, fazendo com que um pequeno tornado se formasse no chão e seguisse na direção dos 3. Ao levantar os braços ele voltava a sua base*

Nakoruru: *colocando um pé para trás, com a mão no punhal*

Ko'ou: *batia no gelo com sua corrente e uma explosão de chamas ocorria ali impedindo do furacão os acerta logo subia uma poeira. De gelo derretido* 

Yantamuu: O qu..!!? *ao por o braço no rosto ele é congelado e empurrado para longe escorrendo pelo gelo* !!! RI-Mu.... !! *sumia de vista*

Haohmaru: ?!

Nakoruru: !!!!!! *ficando estarrecida*

Após a poeira diminuir completamente mostrava os 3 bem próximo deles e então os 3 paravam a 1 metro de distância deles.

Kitchoro: Você é Haohmaru?

Haohmaru: Quem quer saber?

Kikioh: Uma amiga sua mandou abraços, ela disse que podemos ficar com cada parte do seu corpo. *olhando para Rimururu e Nakoruru* 

Nakoruru: *ficando séria*

Ko'ou: Kikioh. Claro que não vamos desperdiçar a carne dessas duas também não é mesmo?

Haohmaru: *dando um chute frontal com tudo em Kikioh*

Nakoruru: Quem são vocês? Por que estão causando um genocídio em pessoas que não tem nada a ver com isso?!

Kikioh: *ao levar o chute é arrastado para trás e quando pensa em atacar é parado por Kitchoro*

Kitchoro: Não somos daqui, estamos aqui porque Amakusa Shirou mandou cuidar de vocês muito bem.

Luz branca se expandia pela cidade fazendo mais da metade da cidade desaparecer.

Haohmaru: CUIDAR?! VOCÊS MATARAM UM MONTE DE GENTE! *coloca a espada no ombro, rangendo os dentes*

Nakoruru: Amakusa? *indo para o lado de Rimururu*

Mamahaha: *seguindo Nakoruru conforme ela se locomove*

Rimururu: Mais ela está morta. Isso não é possível!

Kitchoro: *ri* Esse é o modo de cuidar de vocês humanos. *estala os dedos* Eu matarei vocês antes que sejam apagado!

Os 3 dão grandes pulos para trás se afastando deles.

Nakoruru: !!!

Haohmaru: *suspira*

Kitchoro é um demônio com 1,80 de altura sua pele é azul e tem um chifre pequeno e pontudo, ele é forte bem paredão e não usa camisa apenas um short  até o joelho todo rasgado. Sua arma é a espada junto com seu poder psíquico.

Kikioh possui 1,60 sua pele também. Azul ele não é tão parrudo pra falar a verdade é o que tem aparência mais fraca dos 3 ele também possui um chifre pequeno pontudo. Suas vestes são um pano com apenas uma alça tampando sua parte superior que ia até um pouco das suas partes íntimas. Sua arma é um tronco que pode modificar para qualquer arma.

Ko'ou tem 2,02 de altura ele possuía uma pele azul e com um chifres de unicórnio ele é bem mais parrudo do que Kitchoro e possuía pelos marrons em seu corpo. Vestes ele usa apenas uma saia marrom até a altura do joelho arma uma grande corrente e poderes de fogo.

Ko'ou batia no chão com sua corrente criando outra explosão fazendo poeira de gelo no ar e então Kikioh fazia seu tronco mudar para uma lança e corria na direção de Haohmaru já o Kitchoro usava seu poder psíquico para paralisar a espada de Haohmaru.

Rimururu: Nee-sama!!

Haohmaru: *ao ter a espada paralisada, ficou sem reação*

Nakoruru: Mamahaha!! *apontando para frente*

Mamahaha: Kyaaah! *ficando em chamas e indo na direção da poeira de gelo*

Ko'ou: *com sua corrente batia no Mamahaha para a impedir de acertar Kikioh enquanto ele ia na direção de Haohmaru com uma lança apontada para seu peito*

Haohmaru: *não podia usar a espada, então abaixou e lhe deu uma rasteira* 

Mamahaha: *virava o corpo para o lado para desviar, fazendo uma ação evaziva* 

Kikioh: *pulava na rasteira de Haohmaru e então apontava para sua cabeça para acertá-lo*

Rimururu: *lançava blocos de gelo em Kikioh*

Kikioh: ! *tirava a lança da mira de Haohmaru e botava em sua frente para se defender dos blocos no ar*

Haohmaru: *colocava as mãos na lança de Kikioh e o chutava para trás*

Nakoruru: *aproveitava que Ko'ou usava sua corrente contra Mamahaha e então, pegava no punhal e dava um impulso pra frente e fazendo um corte pra frente com a lâmina do punhal de lado* Annu Mutsube!

Kikioh: *era acertado* Guah!

Ko'ou: !!! *era acertado também* argh!

Kitchoro: Idiotas. *ao soltar sua espada com seu poder psíquico, se movia lançando uma espada em Haohmaru*

Haohmaru: *já que estava segurando a lança de Kikioh, o puxou para perto e o usou de escudo humano. Ou seria escudo demônio...?*

Kitchoro: !!!!!

Kikioh: *a espada de Kitchoro me atingia, me perfurando* Guaaaah!!!

Rimururu: Nee- Sama! *corre na direção de Nakoruru* Lançando  grande bloco de gelo em ko'ou#

Ko'ou: *esquivava dali e batia o chicote no chão perto dela para cria uma explosão de chamas*

Haohmaru: Um já foi! *chutou Kikioh para o chão e puxou a espada, perfurando seu coração logo depois*

Nakoruru: !! *abraçando ela, virando com ela, sendo atingida pelas costas no lugar dela, acaba sendo jogada pelo impacto*

Kitchoro: *usava seu poder psíquico para trazer Haohmaru para si puxando sua espada*

Rimururu: !!

Ko'ou: Vocês são fracas demais! *batia no chão com a corrente para amedrontar elas*

Nakoruru: *no chão, ferida nas costas, aparentemente protegeu Rimururu*

Haohmaru: *puxando a espada ao ser puxado,preparando sua defesa*

Rimururu: Nee!!

Kitchoro: Ko'ou, não vamos brincar muito, Kikioh está morto, devemos eliminá-la de uma vez! *usava seu poder psíquico para força Haohmaru a se perfura com a espada*

Ko'ou: Que chato, queria brincar um pouco mais com elas...tudo bem hehe. *rodava as corrente até que enchia de chamas* É o fim de vocês, vadias! *pulava e batia no chão perto delas criando uma grande explosão para cima*

Nakoruru: Kyaaaaaaaaaah!! ><

Mamahaha: Kyaaaaah! *fazia uma ação evaziva quando ele batia sua corrente ao chão*

Nakoruru: *caindo rolando no chão inconsciente* ...

Rimururu: *era arrastada junto de Nakoruru e acaba desmaiando em segundos*

Haohmaru: *sabia que não podia lutar contra aquilo, mas podia mudar o rumo. Nisso deu aquele golpe em que gira no ar e bate no chão com a espada*

Kitchoro: Mas o que!!!

Ko'ou: *rápidamente usa sua corrente para pegar o corpo de Haohmaru e lançar ele para trás*

Haohmaru: *e foi lançado* Ung... *tentando se levantar*

Hanzo: *desce de uma pipa gigante para lutar também*

Hanzo chegando para lutar

Hanzo: Haohmaru, crie um redomoinho!

Hanzo: *pondo a mão em uma surperficie*

Hanzo invocando o Ninja Dragon Fire
Haohmaru: *pegava a espada do chão e lançava um redemoinho*
Haomaru lançando o Cyclone Slash

Ambos eram acertado.

Ko'ou: *usava sua corrente para se segura em uma pedra e logo ele se puxava para ficar em pé*

Kitchoro: *encravava sua espada no chão evitando de ser jogado para mais longe* Miseráveis!

Ko'ou: Rodava sua corrente para cima bem rápido criando fogo nela e então lança em forma de círculo sempre rotativo para cima deles.

Kitchoro: *se levantava e tentava controlar sua espada para atingir Hanzo*

Haohmaru: *puxava a espada e fazia o DM, que é aquele furacão enorme, para tanto bloquear as chamas, quanto repelir a espada* 

Hanzo: *pulando para trás e lançando 5 Shurikens na direção dos dois inimigos*

Ko'ou: *defendia 2 com a sua corrente*

Kitchoro: *defendia os 3 com o braço*

Hanzo: *rápidamente dá um pulo para frente e então ele dá um soco no chão, desse soco no chão vai saindo explosões de fogo que vão indo na direção de Ko'ou*

Ko'ou: *parava de rodar as correntes por ficar cansado e então nesse exato momento era acertado pelas explosões de fogo* Guaa!! *era mandado violentamente para trás*

Kitchoro: *corria na direção de Haohmaru para dar dois socos em seu peito*

Haohmaru: *pulava para frente e girava no ar, empunhando sua espada e batendo com ela na cabeça de Kitchoro, visando dar um corte* HYAA! 

Hanzo: *junta as mãos, então se multiplica e gira em várias direções, quase ficando transparente*

Kitchoro: *tentava resistir o attack e tenta dar um empurrão nele*

Ko'ou: *levantava já aparentando está cansado* GH...

Hanzo: *surgindo atrás de Ko ou, então dá um chute nele q joga pra cima, depois pula, agarra ele, gira e então bate com seu corpo no chão, causando explosão*

Ko'ou: !!!!!!! *era tão rápido que mal dava tempo de soltar um som, aonde ele ficou foi a derrota dele*

Kitchoro: GRRR! *dá um pulo em Haohmaru para cortar sua cabeça*

Haohmaru: Você é forte, mas... *gira com sua espada e então dá um corte anti aéreo giratório* Senpuretsuza!

A espada do Haohmaru atravessava o corpo de Kitchoro o cortando ao meio.

Kitchoro: ARGH! Nã.... *metade do corpo voava para longe e a outra metade caia diretamente no chão*

Haohmaru: ...Eu sou melhor! *jogando espada para cima, então pegando o guardador e logo a espada cai certeira nele*

Hanzo: Eu e meus homens levaremos esse aqui para interrogatório.

  • Hanzomon

Rimururu estava em um quarto, onde foi cuidado e tratada pelos homens de Hanzo ao lado de sua irmã enquanto elas estavam desacordadas.

Rimururu: *se mexia um pouco* Hum...hum... *abria os olhos devagar porém fechava de novo* !!!!!! *abria os olhos rapidamente* EEEEEEH!!!!!? *se sentava*

Nakoruru: *estava deitada com o rosto para o lado*

Rimururu: *olhava para a Nakoruru* Nee-Sama! Nee-Sama! *balançava ela*

Nakoruru: Hum....hum...*abrindo os olhos devagar* q-que...?

Rimururu: Nós fomos capturadas! Nós fomos capturadas! Nee-Sama!!!

Nakoruru: ! O que?*levantando o torso* Onde está Haohmaru, se perdemos então dos outros?

Rimururu: *se lembrando do último ataque*  Eu... *coça a cabeça* Não sei bem...foi tudo tão rápido, mais nee-sama não podemos ficar aqui, devemos ajudar os outros!

Nakoruru: Sim sim. (Onde está Mamahaha?)*levantando devagar* Vamos lá. *andando até a saída do quarto*

Porta se abre.

Ninja: *agachado com punho esquerdo no chão cabeça baixa e a mão esquerda na cintura* Mestra Nakoruru, o que deseja?

Nakoruru: !

Ninja: O chefe Hanzo esta interrogado o inimigo neste momento e pediu para nós cuidar de vocês duas.

Rimururu: Está dizendo que nos raptaram para o nosso bem!? Aaaah!!! Eu não acredito que eles nos tiraram da luta assim! Nee-Sama não podemos ser subestimadas!

Nakoruru: É claro que não! Eu queria ajudar. Droga, isso não pode se repetir, de jeito nenhum.

Ninja: Vocês não podem interferir. Essa luta diz respeito à assuntos do Shogun. É dever do Clã Iga resolver esse assunto sozinho, essas foram as ordens do chefe Hanzo.

Rimururu: *fica completamente irritada* NÃO VOU ACEITAR ORDENS DE VOCÊS!

Konru surgia ao lado de Rimururu com intuito de congelar eles;

Nakoruru: Desculpe, senhor, mas não podemos ficar aqui, temos que acertar as contas com aqueles que levou almas, almas que não fizeram nada para ninguém.

Ninja: Por favor, mestra Nakoruru. Aguarde o retorno do Chefe Hanzo. Não posso desobedecê-lo

Rimururu: *olhava para Nakoruru* ...

Nakoruru: O que está lá fora não pode aguardar, não entende?

Ninja: Mestra Nakoruru, o chefe Hanzo esta cuidando disso.

Lado de fora: Não se intrometa nisso Haohmaru!

Barulho de corpo batendo no chão com forca.

Nakororu: ! *olhando para a Rimururu* Escutou isso?

Ninja: Chefe Hanzo! *correndo em direção ao barulho*

Rimururu: Nee Sama! *fecha os punhos e olhando para ela com firmeza*

Nakoruru: Vamos ver! *correndo, seguindo o ninja para onde foi*

Rimururu: Um! *seguia ela*

Hanzo: *caído no chão* Isso é um assunto que somente interessa ao Shogun. É dever do Clã Iga tomar frente a essa ameaça;

Haohmaru: Eu não me importo se tem homens para derrotar eu vou de qualquer maneira.

Hanzo: Não seja teimoso Haohmaru.

Nakoruru: Haohmaru! Você está bem! 😃

Haohmaru: Claro que estou bem.

Hanzo: Não posso permitir que vocês se intrometam nos assuntos do Shogun

Rimururu: Assuntos Shogun. *falava debochando* Só sabem falar isso! Não estamos nem aí para o assunto Shogun apenas queremos ajudar.

Nakoruru: Quer dizer então que ele conseguiu derrotar aqueles seres, com a ajuda do Hanzo? Vocês procuraram saber o que aconteceu na vila?

Haohmaru: BAH! Fala pra ela o que aconteceu?

Hanzo: Meus homens do Clã Iga conseguiram neutralizar a ameaça e eu consegui capturar um deles com vida para um interrogatório mas tudo isso era bem maior do que eu pensava..

Nakoruru: As consequências para isso foram a qual nível?

Hanzo: Deixe me contar como foi o interrogatório.

  • Flashback

Ko'ou estava preso em uma mesa de madeira as correntes que o prendia, no lugar existia apenas uma pequena lamparina as paredes eram rochosas e existia apenas uma saída naquele lugar pouco iluminado.

Ko'ou: Vocês não tem esperança! Sua raça vai ser exterminada o seu mundo consumido em dor e miséria!

Hanzo: *prendeu um selo na testa de Ko ou* Este selo vai obrigá-lo a dizer a verdade e apenas isso, se você me irritar eu posso explodí-lo.

Ko'ou: Grrr!!!! Eu fui enviado pelos lideres do passado com apenas um propósito, moldar o tempo a nosso favor...vamos destruir o tempo original para criamos o nosso próprio tempo! O tempo aonde os seres místicos rei.....*se calava por um tempo* Grrrr!!

Hanzo: (Como isso pode ser possível? O selo está funcionando e nunca falhou, quer dizer que ele não tá mentindo) Não mandei se calar, termine. Você quer ser explodido? Me revele mais!

Ko'ou: Grrrre!!! Estamos destruindo 3 tempos e 2 mundos, mesmo que derrote todos os seres místicos vocês ainda vão perecer não a nada que vocês possam fazer. Nós mudamos tanto o passado que dentro de 7 dias esse mundo deixará de existir e assim uma nova história será feita! *dá uma risada*

Hanzo: Quem está por trás disso tudo? Quem está liderando vocês? Responda me!

Ko:'ou: São tantos! Cthulhu, Galamoth... *parava de falar se continha* Grr, você não vai tirar mais nenhuma informação de mim!

Hanzo: Não fique se achando. Me diga como posso detê-los.

Hanzo: Como posso restaurar tudo para a normalidade

Ko'ou: Impossível! A menos que você tenha poder o suficiente para viajar ao passado.

  • Fim do Flashback

Hanzo: Foi isso que aconteceu ele ainda esta aprisionado

Nakoruru: Então quer dizer que existe entidades principais? Mandou servos para aniquilar os lugares a mando dessas criaturas que supõe ser seu senhor?

Haohmaru: E pensar que você tá querendo guardar toda essa diversão para o Shogun eu não me importo, vou cortar a cabeça de todos esses caras.

Hanzo: É dever do Shogun proteger o Japão e é dever do clã Iga tornar isso realidade

Rimururu: *apertava sua blusa enquanto abaixava sua cabeça* Vamos morrer sem fazer nada a respeito Nee-Sama?

Nakoruru: Não fale como se não fossemos inferiores, dessa vez temos que lutar com todas as nossas forças! E dessa vez eu não vou fraquejar, foi uma surpresa e tanto para nós. Além do mais, onde está Mamahaha? Mamahaha? *pondo os dedos na boca e assoviando*

Mamahaha: *em cima do telhado*Kyaaaah!

Nakoruru: *olhando para cima* ! Lá está ela!

Mamahaha: *abrindo as asas e voando até ela, pousando em seu ombro*

Nakoruru: Você está bem?

Mamahaha: *coçando a cabeça*

Nakoruru: Vou ver isso como um sim.

Rimururu: Voe não ouviu o Hanzo? Nada podemos fazer...não temos poder o suficiente para voltar ao passado.

Nakoruru: Então só nos resta morrer, é isso? Jogar a vida fora para nada?

Haohmaru: Eu sou um homem que vive em função da espada se tem uma briga eu estarei lá para vencer e eu não duvido nada de q vencerei essa luta mesmo não entendendo nada dessa história só q vai ter luta

Rimururu: *pega o nariz de Haohmaru e aperta* Você só pensa em luta!? Quando você vai amadurecer e perceber a gravidade da situação? *puxava o nariz dele várias vezes* Hein? Hein? Hein? Hein? Hein?

Haohmaru: Hey hey hey para com isso isso dói!

Hanzo: Percebo q não consegui fazer vocês mudarem de ideia então o clã Iga será aliado de vcs e vcs serão aliados do Clã Iga

Nakoruru: 😪

Rimururu: *dava um puxão no nariz de Haohmaru ao soltar* Essas horas me pergunto sobre o Galford, Tamtam e cham Cham, Charlotte e os outros...

Nakoruru: Não se esqueça dos servos que uma vez foi de Yuga.

Rimururu: Sabe que não se deve confi....

O tempo começava a nevar ao mesmo tempo que um pouco longe dali um portal no céu se abria e dali surgia uma luz que estava destruindo aquele pedaço do lugar. Um feixe branco como a neve aparecia entre eles.

Nakoruru: ! *olhando para cima* Essa não, de novo não!

Rimururu: ... *apontava*

Aquele feixe ia para o lado de Nakoruru e dali um forte brilho branco ocorria naquele local.

Rimururu: *fechava os olhos pondo os braços nos olhos enquanto dava um grito*

Haohmaru: Heh mais cabeças para minha espada *sacando espada e ficando em posição* pode vir.

Hanzo: Homens fiquem a postos!

Nakoruru: *fechando os olhos fortemente, se afastando*(Que isso não seja nosso fim…)

O brilho cedia ficando bem mais fraco daquele brilho um feixe de uma garotinha aparentemente com uns 13 a 14 anos de idade dava para se visto.

?: Este tempo....também está chegando ao seu fim... *essa voz surgia daquele brilho*

Haohmaru: Hã? Essa é a ameaça q vai destruí nosso mundo? E tão pequena q parece mais fraca que a Rimururu.

Nakoruru: *abrindo os olhos devagar, olhando com os olhos apertados*

Rimururu: Eh!? *ficava super irritada ao abri seus olhos* Como é que é!? 

Aquela luz que causava um ar mais frio desaparecia dando para ver o ser misterioso por completo. Ela tem cabelo branco curto, mal dá para ver seus olhos por causa de sua franja, olhos azuis e a cor de seu corpo era tão branco como aparente ser a neve.

?: Ameaça? *balança a cabeça que não* Um. Um.

Hanzo: Quem é você? Apresentes agora!

Nakoruru: (Eu poderia jurar que seria Amaterasu, a Deusa…mas seria um equívoco meu.)

Sora: *levanta as mãos sorrindo para eles* Olá! Sou a deusa do Gelo So-ra, Sora! É um prazer finalmente falar com vocês! *abaixa suas mãos*

Sora - Deusa do gelo

Rimururu: Sora? Deusa? (Nunca ouvi falar de você.) *olha para ela desconfiada*

Nakoruru: *observa ela enquanto abaixava seus braços devagar*

Mamahaha: Kyaaaaaah!*abanava com as asas por seu instinto animal de estranhar seres diferentes*

Haohmaru: Deusa? Você não parece uma deusa.

Hanzo: Prove para mim que e uma deusa.

Sora: Pessoas sem fé... *bota os braços na sua cintura* fazer o que... *se virava de costas para eles e passa a mão deslizando no ar*

Então 4 Portais aparecia ali, todos eles mostravam um lugar detonado.

Sora: Esses são as Eras que Deku e Galamoth estão dominando nesse exato momento, sei que já sabem um pouco sobre o que está acontecendo, mas o que vocês sabem até agora não é 10 por cento dos fatos.

Nakoruru: *olhando para os lugares* Mas...são....ambientes completamente diferentes. Quais seriam esses lugares afinal?

Hanzo: Então você é realmente uma deusa por favor nos diga como vamos salvar tudo

Sora: *aponta para South Town* Esse é um tempo a frente de vocês, mais especificamente a 248 anos no futuro. *aponta para o Tóquio* Esse também é a frente de seu tempo mais especificamente a 229 anos em um universo paralelo ao de vocês. *aponta para Hyrule* Esse aqui é 800 anos antes de vocês em um universo chamado Nintendo. *e porém fim aponta Ásia* Por fim Ásia no ano de 1403 esse é o passado de voces, foi aqui aonde as mudanças do tempo e espaço começaram... *olha para eles de novo enquanto aqueles portais desapareciam* Vejam bem, o único jeito de restaurar o tempo de novo é derrotando Galamoth e seus fiéis aliados em uma batalha. Eu posso ajudar mais...

Rimururu: Ajudar? Pelo que sei deuses não podem intervir por nós. *olha para Nakoruru* Não é Nee-Sama?

Nakoruru: De acordo, porém parece que fomos os únicos a sair do círculo chacinoso, embora não a conhecemos, temos que ter certeza de que podemos contar com ela. Mas, uma coisa que eu não entendi, se Deku e Galamoth estão nesses lugares, então quem seria Cthulhu?

Sora: Cthulhu é um ser cósmico que veio para esse planeta a milhões de anos atrás, ele se fortalece com a energia dos seres vivos e do próprio planeta. No seu futuro ele é acordado pelos aliados do Galamoth e agora ele está trazendo o Ragnarok para aquela Era...minha irmã está tentando ganhar o máximo de tempo possível, mas para isso vocês precisam cooperar conosco.

Rimururu: Sua irmã? Por que está nos ajudando?

Sora: Rimururu, o que você acha de fazer mais perguntas depois? Logo essa região vai ser apagada e nós precisamos sair daqui o mais rápido possível.

Haohmaru: Quanto falatório não temos muito tempo precisamos agir agora.

Nakoruru: *suspirando, fechando os olhos* Pelo que eu entendi, se nós morrermos, o futuro desses anos de nossa era também irá esvair pelos ventos, como areia do deserto sendo empurrada para os ventos. *abrindo os olhos e olhando para Sora* Iremos aceitar.

Sora: Ham...foi isso que entendeu? *balança a cabeça* Tá legal! Vamos lá Nee-Sama? *se dirigia até Nakoruru e pegava sua mão* Eu criei um lugar aonde podemos conversa melhor e também devemos recruta mais aliados. *puxava ela*

Rimururu: Ei! Ei! *fica irritada*

Nakoruru: !!

Mamahaha: Kyaaaaah!*quase desiquilibrando, fazendo som ameaçador*

Haohmaru: ?

Sora: Hanzo tenho um pedido a lhe fazer.

Hanzo: Que pedido?

Sora: *cria um mapa gelo* Eu quero que você reúna todos os que estavam envolvido no selamento de Mizuki e os levem para esse local.  *larga a mão da Nakoruru e dava um pulo até Hanzo o entregando o mapa*

Hanzo: *pega o mapa* Eu farei.

Sora: Não se preocupe o meu mapa está coberto por magia astral então ele não vai derreter mesmo se você estiver no Makai, ele  só mostrará a localização á você. *ri* Mas vai ter que falar a palavrinha mágica para isso.

Hanzo: Entendo

Sora: A palavrinha mágica é: "Watashi wa bakada". Mas você tem que falar com empolgação. *tentando conter o riso*

Haohmaru: Hanzo e empolgação? Isso não existe baixinha

Mamahaha: *bicando a sua asa para coçar*

Sora: *lança uma rajada de gelo no rosto de Haohmaru* Entendeu?

Rimururu: (Konru, tem certeza que não a conhece?)

Haohmaru: *não consegue falar* Hum! Hum! Hum!

Hanzo: Entendi.

Nakoruru: !!!

Sora: Vamos aguardar vocês, agora por favor se apresse! *se afastava um pouco de Hanzo*

Hanzo: Watashi wa bakada! *gritando alto com as mãos para cima*

Nakoruru: '-'

Rimururu: *começa a ri com aquela cena*

O mapa se abria para ele e por uma magia a localidade de alguns  surgia. TamTam, Galford, Charlote, Yoshitora, Jubei e Shizumaru. É um desses pontos e a localidade do ponto de reencontro de Sora e os outros ali.

Haohmaru: (Shizumaru? Meu antigo pupilo.)

Nakoruru: (Um dos guerreiros sagrados de Ankokushin.)

Hanzo: Impressionante.

Sora: Nós precisamos de total apoio, quando mais guerreiros do nosso lado melhor. *fica séria ao fechar os punhos* Nossas vidas depende de você Hanzo! *olha para Haohmaru e Nakoruru* E de vocês também. 

Aquela luz do Céu ficava mais larga e mais poderosa ela engolia até uma pequena parte do céu.

Sora: ! *pega na mão de Nakoruru* Vamos!

Nakoruru: Sim, vamos. Estou confiando em você.

Hanzo: Um homem do Clã Iga jamais falha em sua missão

Nakoruru: Boa sorte, Hanzo.

Hanzo: Obrigado Nakoruru-san.

Sora: *balança a cabeça que sim e puxa a Nakoruru para a saída daquele lugar*

Rimururu: Ela por acaso sabe que eu estou aqui!? *fica vermelha de raiva*

Nakoruru: *e foi levada*

Hanzo: Temos pouco tempo, então iremos nos dividir.

Haohmaru: *de braços cruzados*

Hanzo: Haohmaru vai atrás de Shizumaru, Rimururu vai atrás da Cham Cham, eu vou atrás do Galford, meu filho e meus homens irão atrás dos restantes.

Rimururu: Mas, minha irmã vai ficar sozinha com aquela garota?Não sei se vocês notaram, mas ela tem uma afeição estranho pela minha irmã.

Haohmaru: Nakoruru sabe se cuidar, confie na sua nee-sama.

Hanzo: Não há tempo para discussões, irei avisar meus homens do Clã Iga *pulando e desaparecendo mais deixando o mapa ali*

Rimururu: Haohmaru ele deixou o mapa. *aponta*

Haohmaru: Vamos Rimururu, é hora de você deixar de ser um bebezão e lutar.

Rimururu: Eu não sou um bebê, seu idiota preguiçoso e bêbado! *cruza os braços enquanto andava* Eu o mataria mil vezes se minha irmã desse permissão! *puxava o Kimono dele* Vamos!

Haohmaru: Primeiro as crianças hahahaha

Rimururu: Cala a boca seu velho imbecil, seu mal hálito está vindo até aqui.

Konru seguia eles.

Nakoruru vs Komeji Satori Editar

  • Um pouco longe dali

Time Reaper: Seres desprezíveis achando que pode estragar com os nossos planos, não irei deixar ninguém interromper o que conquistamos agora! *entrava em um portal dando gargalhadas*

Algumas horas se passavam e Hanzo estava na França, Rimururu na Green Hell, Haohmaru estava numa Vila em Northern Country Summer. Ao chegar na Vila Green Hell, estavam todos sem água, o desespero tinha tomado conta daquele lugar.

Rimururu: Mas o que? *corria para adentra na vila* Tam Tam! Cham Cham?

--

Na França, nada ainda tinha acontecido Hanzo estava a frente do castelo.

--

Na Vila aonde supostamente Shizumaru estaria tem 1 espadachim que espancava um garoto.

Haohmaru: Hey grandão, deixe sua cabeça aqui a prêmio, minha espada anseia!

???: *virava para ele* Está falando comigo? *olhava para os lados*

Haohmaru: Com quem mais estaria falando? Há! *avança na direção dele*

???: *preparava sua guarda* Espero que você seja mais poderoso!

Majinmaru

Haohmaru: *Gira com a espada e então lança um furacão na direção dele*

Shizumaru: Guh! ><*caído no chão, ferido*

??: Raikoh! *um raio caiu no furacão o fazendo sumir por completo* Não vai ter alguma honra de se apresentar? Meu nome é Manjimaru. *enfiava a espada no chão e coçava o nariz*

Haohmaru: Desculpe, normalmente eu não preciso ouvir os nomes das pessoas que perdem pra mim  *pulando girando no ar e caindo com  espada com tudo na direção de Majinmaru* eu sou Haohmaru!

Shizumaru: *olhando um pouco para frente e vendo Haohmaru*Haoh....maru-Sensei?...

Manjimaru: *rapidamente pegava a espada no chão e botava na frente da espada dele dando um sorriso* Você é forte! Faz tempo que não lutava com alguém assim! *empurrava ele com a espada e então pulava* Air Matsumushi Kiri. *rodava no ar com a espada apontada para ele*

Haohmaru: *sendo empurrado para trás então defende a espada com o impacto criando uma Pequena cratera entre os dois* Você também é forte do jeito que eu esperava

Manjimaru: *pulava para trás após o impacto* Hehehe! Você não viu nada! *avançava para cima dele para dar um corte nele* Shiro!

Tengai Makyo 2 Majinmaru

Haohmaru: Ainda estou me aquecendo baixinho *girando com a espada e mandando o anti aéreo*

Manjimaru: ! *ia um pouco para trás levando um corte no ombro* Gh! *aproveitava aquele momento e pulava* Air Matsumushi Kiri!

Haohmaru: *sendo acertado* Argh nada mal! *pegando Majinmaru e jogando no chão*

Manjimaru: Uagh! *sendo jogado no chão rapidamente ele levanta rodando para trás* Vai se arrepender por este golpe! *pulava* Junrai!!!

Majinmaru Junrai

Um raio rapidamente vai até Haohmaru

Majinmaru guardando espada

Haohmaru: Aaaaaahhh!!! *sendo atingido em cheio*

Manjimaru: Acabou! *guardava a espada* Você foi um ótimo oponente.

Haohmaru: Heh! Não fique se achando. *espada de Haohmaru começa a canalisar o raio*

Manjimaru: Huh!?

Haohmaru: Você é o raio? Minha espada é o relâmpago! *girando o corpo então espada toma forma de um relâmpago brilhante, logo ele ataca Majinmaru com tudo*

Manjimaru: (Vou dar que tenho nesse golpe!) Tenrai! *lançava sua espada para tentar parar o Haohmaru*

Majinmaru Tenrai

Shizumaru: (Ele...é incrível!)

79cf33ec6c58a851ec6277f61cef0dfa96f317a4 hq

Shizumaru: Ung! ><*colocando os braços na frente*

Haohmaru: *sendo jogado para tras*

Manjimaru: *também era arremessado para trás* AAAAAAAAAAAAH!!!!!

Shizumaru: *com os olhos fechados fortemente e rangendo os dentes* (Que energia poderosa!!!!)

--

No portão do castelo havia dois soldados guardando o portão.

Hanzo: *camuflado nas sombras procurando por Galford*

?: *camuflado nos objetos tentando adentra no castelo enquanto um cachorro se dirigia aos soldados e começava a latir*

Hanzo: (Dois guardas, posso passar por eles facilmente.) *jogando uma pedra na parede do lado oposto para desviar a atenção dos guardas*

Cachorro: *latia e rosnava para aquela direção*

Guarda 1: Acho que o cachorro sentiu algo.

Guarda 2: Não brinca, esse cachorro só quer brincar com a gente.

Guarda 1: Mais eu ouvi um barulho aonde exatamente o cachorro está latindo.

Guarda 2: Então quer confiar no cachorro e dá uma olhada?

Guarda 1: Por que não? Está sendo um porre ficar aqui.

Guarda 2: Tudo bem, vamos ver o que está acontecendo.

Guarda 1: *olhava o cachorro* Nos mostre amiguinho.

Cachorro: *latia e então corria para a direção do barulho#

Guarda 1, 2: *seguia-o*

?: Muito bem! Essa foi fácil. *saía da moita e então encostava na parede observando o caminho e uma maneira de subir ali com mais facilidade*

Hanzo: *corria em silêncio e começava a escalar a parede concentrando sua energia nos pés o que faz ele andar pelas paredes*

?: *pulava naquela parede escalando com Kunais* 

Após o portão havia um castelo enorme avermelhado, cada andar tinha um telhado de madeira com folhas amarelas escuras.

Hanzo: *ao terminar de escalar o portão pula desaparece depois Reaper e é escala o telhado da msm forma q fez com o muro*

?: *ao escalar o muro ele corria para o lado oposto da onde os soldados foram e pulava em uma árvore dali* Hm... *olhava o mapa* Ela está...no 3 Andar. *guardava o mapa e então ia até perto do telhado cautelosamente para subir*

Hanzo: *para de escalar e nota outra presença*

?: *subia correndo para o segundo andar* (Estou quase lá!) *dava um grande pulo para o 3* há!

Uma Shuriken intercepta.

?: ! *parava ficando em posição de luta* (Um ninja na França?) *ficava completamente atento*

Corvos voam na direção de ? fazendo com que não lhe deixe ver mais nada, assim que os corvos vazam aparece Hanzo diante de seus olhos.

?: ! *olhava para ele* Mestre Hanzo?

Hanzo: Muito barulhento, Garufordo.

Galford: *coçava a cabeça* Acho que eu fui pego de surpresa. *dá uma risadinha* O que o senhor faz aqui na França?

Hanzo: É uma longa história e não há tempo para perder com explicações você precisa vir comigo imediatamente.

Galford: Mas... *pega a carta* Eu preciso secretamente entregar essa carta a Charlotte. *balança a cabeça para o andar dando para entender que ela está ali*

Hanzo: Isso não é importante, o destino do mundo está em jogo aqui.

Galford: O destino do mundo? *guardava a carta* Estou de acordo com o senhor mestre, não podemos perder tempo!

Uma garota de cabelos brancos, morena, com um tipo de "sutiã", usava um vestido branco longo com as combinações de branco e azul, o cabelo era preso, possuía um arco e flecha, andava.

Hanzo: *notava o som de passos* Há alguém vindo, você se deixou ser seguido.

Galford: Eu? Não tinha ninguém me seguindo, o Poppy teria sentido o cheiro.

Hanzo: Eu ouvi passos.

Mina: *se aproximando mais, colocando a flecha no arco, a energia amarela se concentrava, mirando em Galford*

Galford: Mestre, acho melhor nos concentra agora. *ficava em posição segurando sua espada*

Mina: *atirando a flecha na direção de seu ombro*

Galford: *deslizava e ficava de pé e lançava choque nela*

Hanzo: *de braços cruzados* preciso me meter nesta luta?

Mina: *dava um pulo alto para o outro lado, pousava e lançava uma flecha de energia na direção de sua perna*

Galford: *lança a carta para Hanzo* Precisa não, apenas entregue a Charlotte, fale que estou bastante ocupado. *defendia com sua espada e então corria até ela para dar um corte em sua barriga*

Hanzo: *pegando a carta* não vacile *fazendo símbolo de mãos e desaparecendo com corvos*

Mina: *coloca o corpo de lado, bate com o arco em seu rosto o atordoando, pega uma flecha e atira em sua barriga*

Galford: Ha! *vira um tronco de árvore e rapidamente aparece acima dela para dar uma coronhada*

Mina: ! *olhando para cima e então pegando três flechas e pondo no arco e atirando na direção dele* Sore!

Galford: *botava os braços na frente fazendo 1 flecha pegar na espada outra no braço e a última em su barriga* Guh! *caia perto dando um corte de meia lua para cima*

Mina: *levando o corte* Urg! *indo para trás, depois dando um pulo para trás, por conta da dor, mirava quase sem jeito e então pegando mais três flechas e atirando nele, depois pega uma só, atirando, depois uma abaixada, depois vira o arco para deitar ele, atirando cinco flechas*

Galford: *rapidamente ele rodava a espada e uma fumaça surgia fazendo ele desaparecer, então 3 vezes aquela mesma fumaça aparecia em diferentes lugares a fazendo ficar confusa, e ao fazer isso, finalmente ao engana-la por tempo o suficiente ele aparecia rapidamente a frente dela e dava um corte em seu corpo com uma sequência de segura seu peito a eletrocutando e dando dois chutes (balé) nela a jogando para cima. Aproveitava a brecha dela estar no ar, aparecia no ar girando sua espada na direção dela*

Mina: *levando os golpes ficando cheia de cortes no corpo* (Droga, estou vulnerável no ar.)

Galford: *girava rapidamente sua espada na direção de seu corpo mais especificamente no seu umbigo para baixo levando ela para o chão*

Mina: Uh! >< *saindo sangue na boca*

Galford: *chegando ao chão ele dava 2 cambalhotas para trás e então observava ela* Acabou para você, garota.

Mina: Uh...ung...eu...fa...lhei...*fechando os olhos*

  • Enquanto isso

Rimururu: *olhava para os lados e entrava em uma casa* Tam Tam está aqui?

O lugar estava quase vazio pois tinha uma garota dançando em volta de uma pedra.

Rimururu: Ham...oi?

Cham Cham: *parava e olhava para ela* Quem você é? O que fazer aqui?

Rimururu: Meu nome é Rimururu, eu procuro pelo Tamtam.

Cham Cham: *andava até ela* O que querer com meu grande irmão?

Rimururu: Precisamos da ajuda dele, o nosso mundo, ele vai ser destruído. Precisamos da força dele para combater os inimigos.

Cham Cham: Mundo ser destruído? Impossível, os deuses não vai deixar. *olhava para cima* Meu grande irmão, saiu da vila para trazer água de volta, Cham Cham fica e cuida da vila em sua ausência.

Rimururu: E se eu te disser que eu sei como restaurar sua água de volta?

Cham Cham: Sabe!? Diz para Cham Cham! Cham Cham conserta isso agora.

Rimururu: Você precisa vir comigo Cham Cham, e juntas recuperaremos a água da sua vila de novo.

Cham Cham: Eu vou. Grande irmão vai ficar orgulhoso de Cham Cham! *batia em seus peitos*

Rimururu: Não temos tempo venha rápido. *corria para fora*

Cham Cham: Vamos restaurar a água de volta! Cham Cham promete.*seguia ela*

Algo cai na frente delas q faz sair muita fumaça cegante, enquanto a fumaça se esvai, era possível ver a silhueta de um homem alto e musculoso.

Captain Falcon se apresentando para a luta
Capitain Falcon Joins the Fight!
Super Smash Flash 2 V0

Super Smash Flash 2 V0.9b - Sand Ocean

https://youtu.be/7evR4Vfdfik

 Captain Falcon: Show your moves! *em posição de luta*

Capitain Falcon em posição de luta

Rimururu: Eh!? *se assusta*

Cham Cham: Quem ser esse? Você roubou nossa água!? Cham Cham luta! *segura firme seu bumerangue* Ugaa!

Captain Falcon: *correndo na direção de Cham Cham, então dá um soco de fogo para cima, quase um Shoryuken, só que sem sair do chão*

Chamcham: *roda para trás e então lança seu bumerangue nele*

Rimururu: Nao vou fraquejar dessa vez, mostrarei ao senhor Haohmaru que sou forte! *apontava para ele e lançava cristais de gelo em Falcon*

Captain Falcon: *chuta o bumerangue, que vai para cima, então corre na direção do cristal de gelo. Falcon Kick! *dando um chute de fogo em forma de falcão*

Cham Cham: *corria para pegar seu bumerangue*

Rimururu: Eh!? Eh? *caia no chão e tentava fugir engatinhando*

Captain Falcon: C'mon! *chamando as duas para mão*

Cham Cham: Garota, levante e lute. *corria rapidamente até ele e então dava meia lua para cima com o bumerangue*

Rimururu: *se levantava e pegava sua espada então corria até ele para dar um corte de baixo para cima*

Captain Falcon: *da um salto para trás, desviando dos dois golpes* Falcon Kick! *dando chute de fogo, em forma de falcão na direção delas*

Ambas eram acertadas.

Rimururu: Arghyaa!! *era arrastada no chão para a esquerda*  

Cham Cham: Umm... *era acertada sendo arrastada no chão para a direita*

Captain Falcon: *sacando sua pistola a laser e atirando na direção das duas*

Rimururu: *levantava num pulo botando um bloco de gelo abaixo dela* Há! *rapidamente levanta a mão e um cubo gigante de gelo surgia e logo arremessa nele*

Cham Cham: *girava para o lado rapidamente*

Captain Falcon: *corpo em chamas* Falcon! *concentrando chamas no punho* PUNCH! *dando soco que se forma um falcão, este no cubo de gelo*

Nisso forma uma colisão dos golpes.

Explosão de golpes colidindo

Nesse exato momento de volta ao Japão, Nakoruru estava em campo de gramas cobertos por neve, a frente cerca de 400 metros existia duas cavernas baixas o céu estava em completo azul e tudo parecia tão tranquilo. Talvez pela primeira vez em muito tempo a Nakoruru podia sentir tanta tranquilidade e paz em seu coração.

Nakoruru: *olhando para cima, piscando os olhos, pondo a mão no peito*(Eu sinto, como se o espírito da natureza fosse estar nesse lugar nesse momento.) *fechando os olhos respirando profundamente*

Sora: Nakoruru, sei que está desconfiada de mim por agora, mas quero que saiba do motivo de estarmos ajudando vocês dessa vez. *chegava perto dela* Nós não somos imortais como muitos de vocês pensam, na verdade somos quase parecidos com vocês. *olhava para ela*

Nakoruru: *abrindo os olhos e olhando para Sora*

Sora: Nós sobrevivemos por causa de vocês, a fé da humanidade para ser mais exata. Sem a sua fé nós perdemos nossos poderes e até deixamos de existir, por causa da extinção da raça humana muito de nós estamos morrendo, Athena, Artemis e os e outros. Por isso que resolvemos enfim agir ao lado de vocês. Nós precisamos da ajuda de vocês. Kamui também deixará de existir Nakoruru! E eu não quero deixar de existir! *fica com cara de choro*  

Nakoruru: ! *ficando sem reação, os olhos tremiam e então virando o rosto e olhando para o chão*(Desde o último momento, eu dizia que não iria mais lutar, que era desnecessário, não valia mais a pena seguir o caminho dos ensinamentos do Kamui.) *pegando o Chichi Ushi atrás e olhando para a lâmina, que refletia seu rosto*(Mas, esse mal, essa, entidade chamada Cthullu não só uma entidade dessa era, mas universalmente ele é uma ameaça, ao passado, presente...e futuro…) 

???: Ahaha…você está mais hesitante do que confiante, não é mesmo? Nakoruru.

Nakoruru: !! *olhando para frente e vendo sua imagem alternativa*

Era uma garota com as mesmas vestes de Nakoruru, só que roxa, pele morena, cabelo curto, com uma personalidade no rosto um tanto ambiciosa, ela tinha um lobo ao lado dela chamado Shikuru.

Nakoruru: Você…

Nakoruru and rera samurai spirits drawn by suzuhira hiro sample-280839c1ef3ae4f07d86f6a71900709b

Rera.

Sora: *observava ??? e então olhava para Nakoruru* Eu entendi, você entra em conflito com suas emoções e razões. *botava as duas mãos em sua cintura* Por isso ela está aqui para lhe ajudar talvez? *olhava novamente para ??? tentando reconhecer suas intensões*

Rera: Saudações, Sora, eu sou Rera. Tem certeza que quer prosseguir? Você diz que quer proteger, mas hesita de um modo que nem precisa usar uma arma, você quer fugir?

Nakoruru: Não! *balançando a cabeça que não* Nada disso, eu não quero fugir, de jeito nenhum!

Rera: Então por que hesitou matar aquelas criaturas, pegando leve com elas? Foi porque sua natureza impede de manchar suas mãos com o sangue dos seus inimigos? Ou por que você simplesmente não quis lutar e lutou contra sua vontade porque diz que não é mais necessário?

Nakoruru: *fechando os olhos*Eu…eu lutei porque não tive escolha e…porque eu queria proteger os outros.

Rera: Admita que você quis dizer um não para isso tudo. Admita que você não está se sentindo confiante de si mesma que irá conseguir,*cruzando os braços* você acha que pode me provar o contrário? Nakoruru.

Nakoruru: …*o cabelo balançava para os lados, pensativa*

Rera: Se quer alcançar a paz, salvar esse mundo, tem que começar à revidar, só que revidar de modo que você penetre a carne dos seus inimigos, você só precisa pegar minha mão e trocar de lugar comigo que eu juro, Sora, eu dou minha palavra que farei o serviço melhor que a natureza atual conflituosa de Nakoruru. Então,*oferecendo a mão para Nakoruru* ser ou não ser, Nakoruru, eis a questão.

Nakoruru: *indo aproximar a mão, mas é pega pela mão de Sora* !

Sora: Espere Rera! *segurava a mão de Nakoruru* É fato que Nakoruru precisará de você nesses momentos mais não acho que deviam trocar de personalidades agora. Rera, Nakoruru vai estar melhor com você ao seu lado. *olha para o rosto dela* E ela sempre foi a minha favorita.

Rera: Hum? 

Sora: Mesmo que Nakoruru não queira seguir os mandamentos de Kamui, o desejo dela de salvar a humanidade é maior do que qualquer confiança ou hesitação que um ser humano pode ter, por essas razões que confio Nakoruru a minha vida e a desse universo. *olha para Nakoruru* Você é muito mais do que uma arma Nakoruru você é a esperança de todos os seus ancestrais e  descendentes...eu escolhi você porque é única. Não me faça me arrepender de ter entregado minha vida em suas mãos e por ter feito esse discurso estranho.

Nakoruru: Eu,*olhando para Rera e segurando o punhal com firmeza* sou Nakoruru de Kamui Kotan, não sou você, sua natureza é diferente da minha, enquanto a sua alma é manchada e negra, eu sou pura e não posso deixar o legado de Kamui morrer assim, ele depende de minhas crenças, enquanto outros deuses depende das crenças dos outros. *olhando para Sora* Então, Sora, por esse mundo, eu o farei, não deixarei você ir embora enquanto eu estiver aqui, então. Permita-me ajudar você, quero ser útil de todas as formas para você. Pode contar comigo para isso.

Rera: Hu! Belo discurso de morte, Nakoruru, você me surpreende com isso, mas eu te deixo uma coisa clara, se por acaso você fracassar, essas suas palavras podem ser as últimas, pois será seu pecado empalado na sua derrota eminente. Eu acabarei com seu sofrimento por sua falha e assim eu darei lugar ao seu corpo e assim, vamos ser uma para sempre. Pense bem nisso.*desaparecendo*

Sora: Belo discurso mesmo! *bota uma mão em sua boca e abaixa a cabeça ao olhar aquelas cavernas de gelo* Não sei como lhe agradecer, eu realmente fiz bem de ter escolhido você como minha favorita daqui para frente. *apontava para aquelas duas cavernas que estava a uns 200 a 300 metros* O nome dela é Sora no Shirayuki ela é chamada assim pelo povo conhecido por vocês como YamaSora que viviam nesse exato lugar a uns... *contando no dedo* 180 anos talvez, assim como vocês de Ainu que tem suas crenças na Kamui, eles mantinham suas crenças em mim. Todos os anos os anciãos rezavam nessas cavernas e as crianças faziam bonecas para mim, eles agradeciam pela proteção, pela diversão e pela união que eu os fornecia. Mas, nem eu pude prevê oque ocorreria no futuro. Tamaboran, o demônio do submundo, conseguiu passar pelas minhas defesas e atacou todos eles...não pude salvá-los e pelo meu erro aquelas crianças...

Nakoruru: Então quer dizer que...o selo foi rompido a força, então você ficava aqui? Na terra com os humanos?

Sora: *balançava a cabeça que não* Eu estaria fugindo dos meus deveres assim, mas mesmo com minhas obrigações, eu fugia apenas uma vez por ano para ninguém desconfiar. Querer brincar com as crianças uma vez não é ruim né, Nakoruru?

Nakoruru: Não, de forma alguma, eu acredito que Deuses devem ajudar a humanidade e serem dóceis para o que der e vier, eu os vejo assim.

Sora: Eu tentei me importar com a humanidade Nakoruru, mas a humanidade é tão cruel, só pensam em machucar uns aos outros matar uns aos outros, depois de minha falha com as crianças não me vejo uma deusa da humanidade... *ao chegar naquelas duas cavernas Sora entrava no começo dela e pegava um Urso de pelúcia um pouco velho construído a mão e apertava ele o abraçando enquanto virava para Nakoruru* Esse foi um erro que eu só pude aprender com a dor.

Nakoruru: Eu...sinto muito.😔Foi por isso que...que eu decidi não lutar mais.*guardando o Chi Chi Ushi* Se ao menos meu perdão pudesse valer tudo para vocês...mas...

Sora: Vale para mim, gosto de vo...

???: *aparecia a frente deles* Então era para cá que vocês estavam vindo!

Nakoruru: ! *olhando para onde a voz vinha*

???: Confesso que estava doida para atacar vocês, mas como dizem? Antes de atacar seu inimigo ver o que ela vai fazer antes. Heh.

Akari Ichijou Last Blade

Nakoruru: Quem é você?

???: *se vira para o lado* Vocês! Seres que atormentam nosso tempo, preparem, Akari Ichijou chegou para detonar yeah! *faz um sinal✌com as mãos*

Nakoruru: Muito prazer, v-você está enganada, não estamos fazendo isso.

Akari: Devo acreditar em vocês? Não! Fui trazida para esse tempo com urgência, meu futuro está sendo completamente apagado e tudo aponta para vocês ! Por que estão apagando o seu futuro!? *corria na direção delas lançando uma carta em Nakoruru*

Sora: ! *se apertava forte o kimono de Nakoruru*

Mamahaha: Kyeeeeh!*voando para frente e pegando a carta com o bico*

Akari: Adeus passarinho! *parava de corre então virava de costas com os dedos no ouvido e rapidamente aquela carta explodia*

Mamahaha: *soltando a carta quando ela dizia "Adeus passarinho", mas era afetado uma parte, gritando de dor e perdendo um pouco as penas*

Nakoruru: Mamahaha!!! Como você se atreve?!

Akari: Olha desculpe! Mas eu sou obrigada a isso! Deixe ele longe que eu não o machuco, eu odeio machucar um um bichinho de estimação, então não me culpe pelo seu erro! *falava enquanto se virava para ela irritada*

Sora: Ela está sendo enganada pelos seguidores de Cthulhu, Nakoruru ela acha que nós somos as causadoras desse sofrimento.

Mamahaha: *voltando e ficando no ombro dela*

Nakoruru: Mamahaha, obrigada, mas fique fora disso, tá bem? Escute, Akari, você deve ter sido intimidada por uma entidade, você não entende? Ele manipulou você para poder ferir quem não deve, você não deve!

Akari: *apontava o bastão para elas* Se eu fui enganada então o que me garante que eu não esteja sendo enganada de novo!? Não sou seguidora desse tal Churu talvez vocês que sejam.

Nakoruru: Se você não reparou, repare agora, eu estou do lado de uma Deusa, na qual está pedindo a minha ajuda e se não for por mim, seu futuro nunca será salvo.

Akari: *abaixava o bastão e andava devagar até elas* Deusa? Achei que todos foram mortos, a Deusa Athena me trouxe para o passado antes de ser morta, ela me disse que eu saberia o que fazer.

Sora: Não é possível! A Deusa Athena foi assassinada antes que pudesse fazer algo a respeito. Só restam poucos deuses agora acho que menos do que os dedos da minha mão. *esticava sua mão fazendo o sinal de 10*

Nakoruru: Então quer dizer que, ela te trouxe por um propósito, só que você foi influenciada por outra pessoa, você sabe quem foi além, da Deusa Athena?

Akari: Layhurt ele é um seguidor mais fiel da deusa Athena, nós nos separamos em busca dele eu acabei encontrando vocês planejando atacar.

Nakoruru: Que necessidade isso tem?

Akari: Olha só garota eu vim sem a autorização do meu pai para salvar o meu mundo, a Deusa Athena não me deu quase informação nenhuma e vocês agora vem falar que eu estou sendo enganada?

Sora: Akari só foi um mal entendido, quantos anos tem? E de que ano você veio?

Akari: Isso é mesmo importante? Nem sei se você é de fato uma deusa.*olha de cima a baixo* Tão pequena *dá uma risadinha com a mão em sua boca*

Nakoruru: Sora, eu acho que ela é…100 ou 10 anos a nossa linha do tempo.

Akari: Para sua informação, eu sou do ano de 1864 e tenho 14 anos.

Sora: Você disse que sua época está apagada mais isso não é possível! O Ano de 1403 ainda não foi destruído e muito menos o ano de 2038. Então como pode o seu tempo está apagado?

Akari: *coça cabeça botando a língua para fora* Acho que exagerei um pouco mesmo hehe

Nakoruru: *pondo a mão no peito e suspirando, olhando para Mamahaha*Vou cuidar de você, Mamahaha.

Mamahaha: Kyeeeh...

Sora: Isso vão me custar muito mais você vai para casa Akari!

Akari: Eeh!? Você não pode me mandar desse jeito!

Sora: Claro que posso sou Sora a Deusa do gelo! E você vai para casa agora!

Akari: Não me trate como uma criança! Você não é o meu pai pirralha.

Sora: Crianças de hoje em dia não sabe mais respeitar os seus deuses!

Akari: Não sou dessa época. Então seus sermões não funciona comigo!

Sora: *mexe no seu cabelo* Aaaah! Eu também não sou dessa época! Você, vai para casa agora!

Akari: Ninguém me tira daqui e fim! *bate o pé com as bochechas cheias*

Nakoruru: Calma aí vocês duas, o tempo que estão discutindo, a natureza está sendo aniquilada, temos que agir.

Sora: Nakoruru ela não pode ir com a gente, já basta sua irmã está envolvida nisso.

Akari: Não precisa se preocupar comigo, eu tenho grandes potenciais para mudar o tempo, vocês vão precisar de mim.

Sora: ... *ficava tonta e botava suas mãos na cabeça enquanto ficava de joelhos*

Nakoruru: Akari, você percebeu que se você fizer isso, você pode comprometer ESSE tempo?

Akari: Dá um tempo garota Ave! *olhava a Sora*

Sora: *murmurava baixinho enquanto ainda continuava com suas mãos na cabeça e de joelhos, consequentemente ela balançava a cabeça que sim algumas vezes*

Mamahaha: Kyeeeeeeeh!!

Nakoruru: !

O céu azul de repente ficava escuro e sombrio, nenhum som dos céus era ouvidos porém aquele ambiente ficava tão escuro mais tão escuro que só pudia ver a Neve do lado de fora daquela caverna.

Nakoruru: Mamahaha? O que foi?

Akari: Garota do pássaro, temos visitas.

Nakoruru: Eu...sinto, não é normal...

Mamahaha: Kyeeeeh!! 

Nakoruru: Eu sei, eu infelizmente não tenho escolha.*pegando no Chichi Ushi*

Um Shinigami aparecia atrás dela e ambos desaparecia dali. 

A Neve parava de cair mais mesmo assim o tempo esfriava ainda mais, Nakoruru com seu dom podia pressentir uma aura pesada vinda do lado de fora e uma aura leve do lado de dentro daquela caverna

Nakoruru: *olhando para os lados*Apareça!

???: Shi wa ketsueki o hakobu tame ni kenshi to sekinin no yoiga, watashi no tame ni itchishinai, jinsokudesu. /A morte é rápida, espadachins que carregam o sangue e a responsabilidade de bem não são páreos para mim./  

A voz falava lentamente e ecoava em todo o lugar.  

Akari: *surge acima da caverna procurando algo ou o dono da voz* ?

Nakoruru: *ia puxando o Chichi Ushi e a outra mão um pouco para trás*(O que ela quer dizer com isso?)

???: Orokana kodomo-tachi wa karera no kamigami no namae de shinu junbi ga dekite imasu ka? Mujitsu wa karera no machigaidesu. Nake, sakebe, soshite SHINEE HITORIII!! /Crianças tolas estão prontas para morrer em nome de seus deuses?A Inocência são seus erros.Chorem, gritem e MORREM SOZINHAS./ 

Duas espadas sombria caiam do céu a 50 metros de Nakoruru.

Nakoruru: *olhando para cima*Ikuyo, Mamahaha! 

Mamahaha: *saindo do ombro dela e voando no ar*

Nakoruru: *pulando e pegando em suas patas*

Mamahaha: *voando para se distanciar da mira das espadas*

???: *flutuava do céu para o chão em direção aonde suas espadas caíram* Esses vão ser seus últimos sentimentos.

Komeiji Satori

Nakoruru: *se soltando de Mamahaha e pousando e virando para ela ao mesmo tempo que pega o Chichi Ushi*Quem é você?! 

Mamahaha: Kyeeeeh!!!*voando acima de Nakoruru*

Satori: Me chamo Satori, Komeiji Satori. *pega as duas espadas e aponta Nakoruru* Nakoruru. Você é muito valiosa para os seguidores de Cthulhu, você vem comigo viva ou morta, qual prefere?

Nakoruru: Pelo visto você me conhece muito bem. Komeiji Satori. O que vocês ganham em tentar seguir uma entidade que vocês praticamente proclamam sua salvação, que sacrificou milhares de pessoas aqui, inclusive manipular pessoas de outro tempo, para vir tentar fazer um serviço em vão que resultará uma traição?

Ftg heroine series nakoruru by abulala-da3qrd4

Satori: Isso é muito mais do que você acredita Nakoruru, isso é o fim do mundo de ruínas e sofrimentos e o recomeço de um mundo de paz e salvação. *olhava diretamente em seus olhos* Eu posso ler seu coração, posso ler sua mente...você é como nós por dentro, você idólatra a paz e o amor mais que tudo odeia a violência e esse mundo caótico.. pensa que o mundo um dia pode chegar a paz mais se recusa quando um ser muito acima de todos nós dá essa oportunidade! Nakoruru! *ponta para a caverna* O que esses Deuses lhes ofereceu além de sofrimento e guerras? Eles só pensam em s, são fracos egoístas e ignorantes! Mas Cthulhu está acima de todos eles, Cthulhu pode dar um mundo que você e eu queremos! Um mundo de paz e de amor.

Nakoruru: *ficando perplexa até que olha para onde ela aponta enquanto a ouve*

Mamahaha: Kyeeeeeeeeeeh!!!

Nakoruru: *olhando para Satori*

Satori: Você foi escolhida para viver nesse novo mundo de paz, se entregue a Cthulhu e faça parte de um bem maior. *jogava seu braço para o lado* Abandone esses Deuses incompetentes e se una a nossa família, eu sei que é isso que procura então não hesite de aceitar esse meu pedido valioso!

Akari: (Por que aquela garota é tão especial? Tanto faz, se ela me chamasse eu não ia aceitar mesmo então.) *bolada*

Nakoruru: Minhas crenças, minhas...lutas...pelo bem, foram de forma que eu mostrasse piedade pelos meus inimigos...porém, se eu me juntar a vocês, estarei traindo tudo que aprendi na arte do Kamui.

Satori: Pense bem, se você se unir com a gente não vai ter mais lutas e nem inimigos e muito menos Deuses nos mandando se matar por eles.

Nakoruru: Eu a...ai!! *levando uma mordida no braço*

Mamahaha: Kyeeeeeeh kyeeeeeeeeeeh!! Kyeeeeeeh!!*balançando as asas*

Nakoruru: Mamahaha, você.

Mamahaha: *seus sons característicos de uma águia ficava agressivo, como se quisesse falar alguma coisa para ela contra*

Satori: *aponta para ela* Se você não vem por bem vira por mal! *lançava uma rajada roxa para cima de Nakoruru*

Nakoruru: *olhando para ela, ficando séria, girando o corpo e fazendo um lençol branco*Amube Yatoro!

Satori: *esse foi o tempo dela voar bastante rápido para cima de Nakoruru dando um soco no rosto dela a jogando na rocha*

Nakoruru: Aaargh! ><*batendo contra a rocha* Urg...que força...

Akari: *descia correndo até a Nakoruru* Você pensou mesmo em aceitar? É essa paz que você tanto preza? *olhava para Satori apontando sua arma para ela* Vai se arrepender por destruir o meu futuro e esse lugar lindo aqui!

Satori: ... *olhava sério para elas* Só pessoas idiotas que sentem fé nesses Deuses, só pessoas idiotas acreditam que eles vão realmente fazer esse mundo melhor. Isso me irrita Nakoruru!

Nakoruru: *levantando devagar* Eu...aceitaria morrer do que vender minha alma á sua crença...aqueles que seguem ele, estão corrompendo sua alma porque não podem contra Cthulhu.

Satori: *respira fundo* É uma pena. *avançava para cima delas apontando um soco*

Akari: Nakoruru! *ia para frente dela a empurrando para trás e logo lançando uma papel explosivo*

Satori: *lançava sua espada no papel cortando ele o fazendo explodir no ar*

Akari: *dava um pulinho para trás um pouco antes da espada a atingí-la*

Satori: *sua espada ficava preso na rocha logo ela apontada um soco batia na rocha bem perto de Akari criando um impacto ali*

Akari: Gh!! *botava seus braços no meio diante daquela fumaça*

Nakoruru: Ikuyo Mamahaha.*pulando e pegando em Mamahaha*

Mamahaha: *voando na direção de Satori*

Nakoruru: *com o punhal em mão e* Kamui Mutsube! *dando um golpe diagonal para baixo com a lâmina do punhal para o lado*

Satori: *defendia com outra espada olhando nos olhos de Nakoruru ela empurra seu punhal para cima com sequencia de segura seu Kimono e a joga no chão atrás dela*

Nakoruru: Argh! *soltando o punhal* Urg...Mamahaha! 

Mamahaha: Kyaaaaah!*ficando em chamas e dando um ataque rápido com seu corpo e se distanciando de Satori*

Nakoruru: *aproveita e pega o punhal e levanta* Por favor, eu não quero machucar seriamente você. Eu não nasci para servir Cthulhu, eu fiz meus votos a Ankokushin e a Kamui, se eu aceitasse isso, eu não seria dígna de receber a generosidade que Kamui me fornece!

Satori: *tirava sua mão na defesa após o ataque* Ankokushin? Heh, Kamui logo morrerá assim como os outros Deuses

Nakoruru: Ia ru sanai! (Eu não irei deixar!) *fazendo um corte para baixo, depois no alto, atacando com o lençol 3 vezes nela e depois* Annu Mutsube!

Satori: ! *esses dois cortes acertava seu corpo, os ataques de lençol, a empurrava para trás, e por fim o último ataque cortava sua cintura a jogando de cima da caverna*

Nakoruru: *ao ser empurrada, abaixava e colocava o punhal na frente para defender*(Eu não devo continuar essa luta, isso não vai levar a lugar algum, mas...não posso falhar com o que foi proposto a mim.) *dando um chute fraco, um corte de lado, pegando ela e deixando ao chão de costas e empalando o punhal no seu ombro e depois tirando, saindo de cima dela*

Satori: *caida no chão seu corpo sangrava porém ela ainda olhava Nakoruru sem dizer uma só palavra* Essa dor...por que sinto essa dor? Por que temos que sentir dor, Nakoruru? Por que mais uma vez temos que nos matar por causa de Deuses?

Nakoruru: *a mão que segura o punhal com a lâmina pingando no sangue dela, tremia*...Gomene...da tara ("...mas...")...isso dói mais em mim do que em você... (Ela deve estar sendo manipulada, talvez Cthulhu está enfeitiçando eles e está os mandando para os tempos para nos matar ou pegar algo que é valioso para eles, é por isso que Cthulhu me queria...para me tornar sua serva a força?!) *segurando firme o punhal*

Satori: *seu sangue subia até os céus então uma esfera negra surgia bem acima delas, essa esfera soltava sangue para os lados enquanto rodava rapidamente* Tudo vai ficar bem, minha irmã...os portões do inferno nos aguarda. *levantava devagar e então apontava para ela* Cthulhu nos aguarda! *o sangue virava longos espinhos e começava a atacar Nakoruru por baixo*

Nakoruru: NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!!!

Sora: *saia daquela caverna fraca mais conseguia congelar os espinhos de sangue um pouco antes deles tentar encostar na Nakoruru* Não se atreva...

Satori: Como ousa intervir na minha luta?

Akari: *lançava uma esfera de fogo para cima dela*

Satori: *defendia mais era arrastada um pouco*

Akari: *se teleportava para o lado de Nakoruru* Demorei?

Nakoruru: ! *olhando para o sangue congelado e olhando para Akari* (Sora...) Akari?

Sora: *caía sentada quase sem força*

Akari: *corria para cima dela e dava um pulo rodopiado*

Satori: *dava um impulso dando cambalhotas para trás e então enfiava sua espada no chão e vários espinhos de sangue surgia abaixo dela*

Um Yokai aparecia e teleportava ela para trás de Satori, então ele cospe Akari.  

Akari: Ia! *rodava rapidamente para direção de Satori* 

Satori: ! *virava para ela e então uma lua negra aparecia diante dela e ambos desaparecia antes mesmo da Akari a acertar*

Akari: *caía de costas no chão e coçava sua cabeça* Ite....  

Nakoruru: Akari! 

Akari: *abria os olhos* Aonde ela foi? *se levantava* 

Satori: *aparecia no ar acima de ambas com aquela mesma esférica sombria* Morram! *lançava essa grande esfera sombria pra cima de ambas*

Akari: EEH!!!!!! *botava a mão em cima da testa, fazendo uma expressão bem assustada*

Nakoruru: Mamahaha, ikou!*pulando e pegando em Mamahaha*

Mamahaha: Kyeeeeeeeeeh!!*dando meia volta e voando com Nakoruru*

Satori: *observava Nakoruru saindo do alvo* Não vai escapar dessa vez! *lançava várias rajadas vermelhas para cima da águia*

Akari: *se abaixava e fazia um círculo no chão e logo aquele círculo se torna um buraco e ela cai nele bem antes daquela lua esférica atingir o solo*

Nakoruru: *olhando para cima, com uma mão, pegando o lençol e* Amube Yatoro! *soltando-se de Mamahaha, com o punhal em mão* (Se eu puder achar uma brecha...) Akari! *pousando* Satori, está enfeitiçada!

Akari: *surgia como teleporte ao lado dela e logo pousa no chão* Sora também! *aponta* Ela está dormindo. 

Satori: Você é idiota, Nakoruru! Você evita me machucar mesmo depois de eu ter declarado morte a você! Você não vai viver nesse mundo assim, mesmo se eu não te matar outros vão, e não vai ter nenhum Deus que vai te proteger de sua morte!

Nakoruru: Está enganada, você diz que os Deuses não ajudam os humanos, mas Kamui me ajudou á restaurar a natureza inteira, só que vocês decidiram atacar o solo fértil novamente e incluindo os animais que habitam nele, como seria viver num novo mundo, onde só Youkais habitariam este lugar? Como você se sentiria num mundo assim onde nunca mais haveria luz? O que ganharia me matando? Tente explicar isso para mim, Satori, tente!

Satori: Eu...não viveria num lugar aonde não haveria luz...eu... *bota a mão em sua cabeça* Cthulhu me prometeu uma vida melhor, e eu quero prometer uma vida melhor a você também. Os Deuses nunca estavam quando eu precisei, eles viraram as costas para mim quando eu perdi todos que eu amava. Cthulhu disse que não tem como fazer eles retornarem mais pelo menos eu viveria em um mundo melhor que esse. *dá um grito e logo tira uma de suas mãos de sua cabeça* VOCÊ NÃO SABE O QUANTO ESTÁ ENGANADA! É POR ISSO QUE VOCÊ VAI GRITAR ATÉ MORRER!!! *aquela lua que estava acima dela modificava o céu para um vermelho sangue, logo aquela lua começava a sangra em cima de Satori* Se você não vai entender minha dor, pelo menos vai sentir ela!

A lua sangrenta começava a escorrer pelo corpo de Satori enquanto ela abaixava sua cabeça.

Akari: Que ótimo hein! Você fez ela enlouquecer! Agora ela está louca por sangue literalmente.

Nakoruru: Eu não esperava por isso. *pondo um pé atrás* Satori...onegai, não faça isso...você está corrompida, não se entregue a essa angustia transformada em espírito assassino, você não quer fazer isso.

Satori: *com seu corpo coberto de sangue logo endurece virando espinhos* Se é tarde demais para você, significa que é tarde demais para mim também! *avança na direção de ambas lançando espinhos de sangue nelas*

Akari: Novo ataque! *criava um escudo de círculos com eletricidade a frente delas e então mandava esse escudo na direção de Satori*

Satori: *lançava uma rajada de sangue naquele escudo, não para quebrá-lo mais sim para retardá-lo enquanto cobria o chão até aonde eles estão de sangue como se fosse rastros*

Nakoruru: Então você não me deixa escolha... *dando pulos para trás*

Akari: *usava seu "bastão" para força aquele escudo contra ela enquanto ia dando pulinhos para trás*

Satori: *não conseguia mais parar aquele escudo então voava para cima suas espadas que agora se tornaram "Parte dela" ficavam afiadas em suas costas* O tempo de paz começa agora! 

O chão aonde tinha aquele sangue começava a endurecer com isso deixava os pés de Nakoruru e Akari um pouco grudados ao chão.

Nakoruru: *antes que pudesse ter seus pés presos ao chão, fazia seu antiaéreo* Lela Mutsubi! Onegai…

Nakoruru Climax Move Mamahaha Call

Nakoruru: MAMAHAHA!!!

Mamahaha: *indo em alta velocidade em Satori, dando um ataque aéreo a sua frente aproveitando o escudo de Akari para sua brecha, fazendo uma explosão colorida circulada de rosa*

Satori: ! *levava aquele anti aéreo e rodava para trás no ar. Só deu para ver a Nakoruru antes daquela explosão* Watashi no...sekai... *caía diretamente no chão em alta velocidade*

Nakoruru: (Eu devia hesitar? N-Não...infelizmente...é tarde demais.) *fazendo o sinal da cruz e pondo a mão no peito e falando baixo* Gomene...Satori...

Nakoruru Climax Desperation KOF XIV Super Special Move

Nakoruru Climax Desperation KOF XIV Super Special Move

Satori: *fazia apenas sons de dor enquanto a espada de Nakoruru era encravada em sua barriga mais uma vez*

Com o corpo morto de Satori, aquele céu voltava a ficar azul, a lua de sangue se quebrava, o sangue do chão virava pó vermelho que subia para os céus  e a neve mais uma vez voltava a cair.

Akari: *conseguindo se movimentar melhor* Isso que é estranho... *olhava para Nakoruru* (Isso que é determinação?) *ia até a Nakoruru* Será que finalmente matamos, não ainda falta esse tulhu.

Nakoruru: ...

58665849 p0

Nakoruru: *cabelo escondendo os olhos* Aqui está a paz...que eu dei a sua alma, Satori...eu sei o que você queria me dizer...e que no fim queria me ver bem nessa "paz", mas não haveria natureza onde nos fornece o doce ar beneficente...eu sinto muito...eu juro...que eu trarei a paz em seu nome... *uma lágrima escorre e cai no corpo morto de Satori*

Akari: Nakoruru? *olhava para o corpo de Satori* Por que ela nos evitou? Ela disse que ia nos matar mais nos evitou por que?

Nakoruru: Porque…ela queria matar um dos deuses…queria me matar, pois minha crença em Kamui, enfraqueceria esta, não só a mim… *olhando para onde Sora está*

Akari: Não é uma guerra comum, é uma guerra de Deuses! Isso explica tantos assassinatos... *olhava para Sora* Você serve a Kamui, mas protege outra deusa e até bota sua fé nela para que a mesma consiga viver por que? Pensei que sacerdotisas fossem leais a apenas um Deus.. *olha suas vestimentas* Você é uma sacerdotisa, né?

Nakoruru: Sou, mas nem todo Sacerdote precisa crer em um só Deus, isso é complicado para você, seria muito a contar…*olhando para Satori* que Kamui e Ankokushin cuide de seu espírito e te zele. *levantando*

Rera: Você o fez, não foi tão difícil assim, foi? 

Nakoruru: *olhando para Rera*

Rera: Você não tinha outra escolha, mas se você não o fizesse, ela te mataria, e a Sora também, e a culpa seria toda sua, por ser fraca.

Nakoruru: Eu sei…

Rera: Acostume-se com isso, se você não se acostumar, não vai prosseguir a partir daqui.

Nakoruru: Sua natureza é super diferente da minha, isso nos difere muito.*dá uma só sacudida e o sangue da lâmina do punhal sai, colocando na bainha de trás* Tem que entender isso, no fim de tudo não era isso que eu queria. *se virando e andando, ao mesmo tempo que Rera desaparece*

Akari: *corria a seguindo* Ainda não entendo o porquê devemos estar aqui, somos alvos fáceis nesse local.

Nakoruru: Akari, um momento.

Akari: Huh!? *olhava Nakoruru sem entender*

Mamahaha: *voando e pousando no ombro de Nakoruru*

Nakoruru: *parando e olhando para ela*Você tinha dito, que Sora também estava corrompida?

Akari: *bota a mão na boca* Eu falei? *olha para cima* Hum...não lembro disso, ah! Eu pensei que vocês fossem os inimigos, se não por que estariam aqui em um lugar bonito no meio do nada se não é para destruir?

Nakoruru: Aah…*descendo um suor no rosto* é um alívio.*suspirando e voltando a andar até Sora* Sora, pode sair, está tudo bem.

Sora: *levantava a cabeça tentando olhar para ambas encostada naquela rocha* Que bom, me desculpe, eu quase matei vocês.

Akari: Que tipo de garota é você!? Deixando ela exposta desse jeito, qualquer inimigo pode nos achar facilmente! Até eu sei que aqui não é seguro!

Nakoruru: Sora, tem certeza que você nos colocou em um lugar seguro? Isso aqui é realmente um Plano Astral?

Sora: *tentava se levantar segurando nas parede* Aqui é o meu santuário, Nakoruru. Me desculpe por eu ter ficado fraca, o meu campo de proteção desapareceu por um breve momento, isso permitiu que o inimigo entrasse aqui. *apontava para os céus enquanto uma neve caia na mão dela* Esse erro aconteceu pela segunda vez, não vai mais acontecer...eu não posso permitir esse erro de novo...

Akari: Mas aconteceu! No momento que eu pude entrar aqui e ela também.

Sora: Mas você não é nossa inimiga ou é?

Akari: *bota a mão no queixo enquanto chegava um pouquinho seu rosto para trás* Claro que não sou.

Nakoruru: Chegamos a conclusão que eles querem matar Deus por Deus, quando isso terminar, eles irão então atingir uma superioridade além e não poderemos impedir algo assim, se a Deusa Athena está viva, significa que está viva graças as crenças remanescentes.*olhando para Akari*

Akari: Espera aí! Se a Deusa Athena está viva não é só graças a mim não...na verdade Layhurt é o maior seguidor dela e não eu.

Sora: De qualquer modo eu devo tudo a vocês, vocês me conhecem agora e já me salvaram tantas vezes. *se treme toda* Tô parecendo um Deus velho! Que essa maturidade sai de mim, ela combina mais com a Aki e a Atsui...*bota a mão no queixo* Quer saber, Atsui também não é nem um pouco responsável.

Akari: O que está falando?

Nakoruru: Não me diga que...

Sora: Que eu tenho um grupo de amigas? Claro! Mas elas são tão chatas na maioria das vezes, nem sabem brincar...Aki é responsável demais, ela segue muito a ordem e bla e só vive séria e reclamando comigo, Atsui  sempre está calma e parece estar nem aí para tudo, ela só quer ver tudo pegar fogo literalmente e sempre é a sabichona, a senhora do paraíso, ela é a líder, mas sempre fica por aqui para lutar e fazer seus "feitos" heróicos, pelo menos ela diz isso. Já nós sabemos que o que ela gosta mesmo, é de achar pessoas fortes para lutar, aquela In..Ai! *botava as mãos em sua cabeça* Parem de gritar vocês! Eu sei que está tudo um caos....parem de me pertubar, e não Aki, eu não estou brincando com ninguém...*logo começa a falar baixo*

Akari: ? *fica sem entender nada olhando para Nakoruru*

Nakoruru: 😟*confusa, olhando para Akari*

Mamahaha: *coçando rapidamente a cabeça*

Em alguns segundos, Sora tirava sua mão de sua cabeça.

Sora: Desculpe...é comunicado.

Ela estalava os dedos e a frente das 3 aparecia uma imagem de gelo.

Sora: Observem.

Naquela Imagem pudia se ver a floresta de Ásia 1403 e ali dava para ver Alpha e Nana derrotando Flea.

Sora: Graças a História, está começando a ter um desfecho a nosso favor. Um dos principais seguidores de Cthulhu acaba de ser derrotado.

Nakoruru: *olhando e vendo com atenção Alpha, Nana e Flea e suspirando* Espero que eles continuem assim.

Akari: Um dos? São quantos?

Sora: O que nós sabemos até agora...

Mostrava o rosto de Asura, Balos, Morte, Amakusa.

Sora: Os principais organizadores para o renascimento de Cthulhu são eles.

Em um outro lado amostra o rosto de Galamoth e Deku.

Sora: E parece que esses são os líderes dessa organização.

Nakoruru: Amakusa está envolvido nisso também? Eu pensei que ele foi derrotado definitivamente.

Akari: Amakusa? *observava* 

Os gelos derretia.

Sora: Por isso vamos levar você Nakoruru e o Haohmaru a esse ano, porque lá foi o começo de tudo e vai ser o final de tudo.

Akari: Haohmaru? E ela? E eu!? Pensa em me deixar de fora mesmo, pirralha?

Sora: *suspira* Levar Nakoruru e Haohmaru ao passado vai necessitar de muita energia minha, se eu levasse mais do que dois eu poderia acabar morrendo. *dá um sorrisinho de assustada* E eu sou nova demais para pensar em morrer aqui!

Nakoruru: Espera, se você irá levar Haohmaru e eu e vai levar os outros para cá, o que os outros farão aqui?

Sora: Vamos retardar o máximo possível esse mundo ser apagado, se derrotarmos todos os seguidores de Cthulhu que estão nesse tempo, talvez conseguiremos restaurar esse período de tempo.

Akari: Mas deve haver uns 30! Se não mais.

Sora: Por isso pedi ao Hanzo e os outros para recrutar o máximo de aliados possivel...

Nakoruru: E eu espero que eles estejam tomando cuidado.*olhando para o lado*

Shizumaru Hizame vs Manjinmaru - A revanche. Editar

Enquanto isso.

Haohmaru: *levantando* Nada mau garoto, hehe

Shizumaru: *estava já de pé com a espada na mão, mas ainda estava ferido* Haohmaru-Sensei! *correndo até ele*

Manjimaru: Argh....*caído sem conseguir se levantar* Confesso...eu perdi...

Haohmaru: Você lutou muito bem. Não preciso da sua cabeça, garoto.

Manjimaru: Heh! *com dificuldade ele se senta* Era isso que eu precisava para descansar. Obrigado Haoh? Hmm Haoh...senhor.

Haohmaru: Senhor? Hey garoto, eu não sou um velho para ser chamado de senhor. Só Haohmaru está bom.

Manjimaru: Como desejar, Haohmaru...*pegava um impulso para se levantar* Atchacha...

Shizumaru: *sorrindo*

Haohmaru: Você é um espadachim muito forte.

Shizumaru: Acha que ele pode ser alguém de grande utilidade?

Haohmaru: Heh, claro que será. Hey garoto, gostaria de lutar ao meu lado e ficar ainda mais forte?

Manjimaru: Não sei não...mas essa proposta é muito boa! Então sim Haohmaru, eu aceito.

Shizumaru: Ótima escolha, Manjinmaru!

Haohmaru: Heh, vou deixar vocês dois bem mais fortes do que já são.

Manjimaru: *após respira fundo ele se levantava* Não sabia que o sen...você procurava discípulos, o que o Haohmaru-san quer em troca?

Haohmaru: Que venha lutar minhas batalhas.

Shizumaru: Eu já sou discípulo dele, mas aceito um treino intensivo!

Manjimaru: Como alguém fraco como você pode ser discípulo de um guerreiro como Haohmaru-san? *balança a cabeça que não* Tanto faz...lutar em suas batalhas? *dá um sorrisinho* Não tem nada que eu goste mais do que ficar mais forte! Se isso for me fazer um Samurai melhor do que eu sou, então não tenho o que negar. *ia na direção de ambos*

Haohmaru: Vai deixar Shizumaru? Bem, meu discípulo anda viajando tanto que eu acho que tá namorando ao invés de treinando.

Manjimaru: *começa a rir* Bem que dizem que namorar é para os fracos.

Shizumaru: Se vieram aqui para tirar sarro de mim, fica com ele então. *se virando e andando*

Haohmaru: Ah não fique zangado, pequeno. *abraçando Shizumaru por trás* Você é muito forte, só tava num dia ruim.

Manjimaru: Bebê chorão... *botava suas mãos na cabeça enquanto observava aquele céu*

Shizumaru: Já chega. *se soltando de Haohmaru* Eu quero revanche!

Haohmaru: Isso eu quero ver limpe sua honra, Shizumaru-chan.

Shizumaru: *correndo na direção de Majinmaru*

Manjimaru: *suspirava enquanto tirava a cera do ouvido* Eu poderia falar que estou exausto, mas te venço até nas minhas piores condições. *sacava sua espada*

Shizumaru: (Eu não vou fracassar, ele se diz um guerreiro honrado com suas lutas, mas não tanto.) Hyah!!*girando o corpo, indo dar um golpe de espada, mas o engana dando um chute em sua perna*

Manjimaru: *tentava se esquivar pois sentia seu corpo meio paralisado por causa do último golpe e acaba sendo acertado* Guh... *quase desequilibra com seu chute mais rapidamente tentava levantar a outra perna par acerta no rosto de Shizumaru*

Shizumaru: Ikeeeeee!! *jogando o guarda-chuva aberto nele que acerta e volta como se fosse um bumerangue e então, bate com o guarda-chuva fechado nele e* Ikuyo!

Manjimaru: *repelia aquele guarda chuva imediatamente com uma explosão de eletricidade que fazia em seu corpo e logo lançava uma rajada de eletricidade com sua espada em Shizumaru*

Shizumaru: *pegava o guarda-chuva imediatamente e abrindo o guarda-chuva, a rajada de eletricidade batia e voltava para Majinmaru*

Manjimaru: ! *era acertado caindo no chão*

Shizumaru: Yu-sho! *pulando e descendo com o guarda-chuva fechado com tudo em sua barriga, não entra por não ter ponta, então pressiona, e depois e saindo de cima dele com o guarda-chuva*

Haohmaru: Boa, Shizumaru.

Shizumaru - Samurai Shodown 3 -bow

Shizumaru: G-Gomenasai…infelizmente, seu erro, foi subestimar demais seu oponente. Um verdadeiro guerreiro honrado não subestima seus oponentes, eles se sentem gratos pela experiência que teve, você me deu a derrota como presente, mostrando uma resposta que eu devo treinar mais duro e depois lhe retribuí, lhe ensinando uma lição também.

Manjimaru:  Quem poderia imaginar que guarda chuva pudesse machucar tanto... *levantava já bem ferido com os ataques anteriores e desse* Ma-Mas quem disse que me rendi? *segurava sua espada bem forte enquanto uma onda de eletricidade começava emanar pelo corpo* Manji Kiri! *pulava e então batia no chão com sua espada totalmente elétrica fazendo um pequeno tremo no chão e uma descarga elétrica acerta Shizumaru pelo solo o fazendo cair no chão* Finalizarei com você agora! TENRAI!

Naquele mesmo momento um raio caía pelo corpo de Manjimaru e então ele lançava sua espada em forma de raio bastante rápido em Shizumaru.

Shizumaru: *ao levar o raio, estava caído no chão, ao ouvir Tenrai e olhando para ele, rolando para o lado, pegando um pedaço da manga da minha roupa, levantando* (Ele está lutando com raiva e arrogância, ele só depende dos poderes.)

Haohmaru: (Esses dois são muito fortes eu estou orgulhoso, Shizumaru)

Manjimaru: *corria na direção dele*

Shizumaru: *levantando devagar com dificuldade, as feridas gritavam no corpo, segurando o guarda-chuva firmemente e então com toda força jogava para cima e segurava a espada atrás*

Majinmaru: Jun...

Shizumaru: *pegando o guarda-chuva* Agora!

Shiz-combo

Majinmaru: GWAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!! *caindo no chão sem forças*

Haohmaru: Ele...conseguiu!

Shizumaru: *ainda abaixado respirando ofegante* M-Me desculpe...mas você foi um ótimo oponente, mas um verdadeiro guerreiro samurai nunca subestima seu oponente.

Haohmaru: Estou impressionado com você, garoto.

Shizumaru: O senhor...me ensinou que não é para desistir de uma luta jamais. Por mais difícil que seja.

Haohmaru: Heh, certo, irei cuidar de vocês dois, venha.

Shizumaru: Haohmaru-san...joto matte yo...

Haohmaru: Hum?

Shizumaru: O que você viu aqui, parece ser um ataque como qualquer outro, mas o que eu vi foi mais que um ataque aqui, eles levaram a minha irmã, a Amane Chan e levaram a senhorita Tsuruhime também, eu não consegui protegê-los...eu sinto muito.😞

Haohmaru: Calma Shizumaru, eu compreendo, você e todos por aí.

Shizumaru: Mas...eles podem ter feito algo horrível a elas.

Haohmaru: Eu sei, relaxe...imagino que o Stress é grande para você, mas não posso deixar que fique assim, se você fica pertubado, está acabado, todos nós vamos um contra o outro, primeiro eu vou cuidar de você, depois você vai meditar, estamos entendidos?

Shizumaru: Hai...Haohmaru San...

Haohmaru: Ótimo. (Aquela garota Sora, está atrasada.)

Enquanto isso, no Plano Astral, Time Reaper estava treinando uma garotinha, seus movimentos estavam precisos e sua força avaçaladora era uma arma mortal.

Time Reaper: Meus parabéns, minha criança. Você está pronta, incrível como uma criança que pouco sabia lutar, se tornou magnífica, você é uma escolha perfeita para nos seguir, um dom que poucos nasceram com tal força. Você logo em breve conhecerá um mundo melhor que esse, minha pequena Amane.

Amane: Conhecerei? *com uma marca na testa e com umas linhas no lado dos olhos que interligam eles pelo corrompimento*

Time Reaper: *se aproximando de Amane e se abaixando perante ela*Sim, os deuses que conhece, acredite, não são o que pensam que são. Deixe-me contar uma coisa bonita e verdadeira. Você deve ter ouvido histórias de que eles são bonzinhos e ajudam os humanos que precisam de necessidades, curam as doenças e revivem seus admiradores. Tolice! Eles não salvam sua vida, eles a destrói, querem ver tudo acontecer a sua volta, eles dizem que não devem interferir na vida humana. Eles não pensam dessa forma, eles querem que vocês joguem neles suas crenças para que eles possam existir e se sentir poderosos, no contrário eles são tão MESQUINHOS, ARROGANTES E FICAM NA ZONA DE CONFORTO DELES, PARA PRATICAMENTE FAZER ABSOLUTAMENTE NADA A NÃO SER JULGAR OS MORTOS E APAGAR SUA EXISTÊNCIA!

Amane: *ouvindo Time Reaper atentamente e piscando os olhos*

Time Reaper: Você não quer um mundo onde os humanos são marionetes controlada pelos Deuses, não é pequena Amane?

Amane: Não, eu acredito no que você diz, eu não temo, você me mostrou que tudo não passava de uma mera mentira, eu quero viver num lugar melhor.

Time Reaper: E você irá, com sua imperatriz. *levantando e esticando o braço e fazendo como se fosse oferecer a mão*

Amane: *olhando para onde ele aponta o braço*

Shiori: *se aproximando de olhos fechados, até que os abrem e se mostram vazios e corrompidos*

Time Reaper: *se aproximando de Shiori*Shiori Kasugano, a mulher que virou uma lenda viva, com habilidades de espada impressionantes, sua beleza realça suas habilidades de forma extraordinária, nenhuma lâmina encostou no seu corpo até então, seu estilo rivaliza literalmente o estilo de Shiki, que maneja a arte das Espadas Gêmeas, vocês são a jóia rara para a legião de Cthulhu, as armas mais letais de varrer a todos ao seu caminho. Eu conheço sua descendente, mas ela não me servirá, você é mais valiosa.

Shiori: *não esboçando reação, fixando bem os olhos em Time Reaper*

Time Reaper: Sabe o seu irmãozinho? Sim, mate-o, você o fará sem dó, sem piedade, você me entendeu, imperatriz?!

Shiori: Sim. *falando na mesma hora sem esboçar reação*

Time Reaper: E você Amane, terá que eliminar uma presa para mim, na França, encontre Charlotte Christine de Colde, por você ser uma criança, ela não seria capaz de lhe ferir, será melhor assim.

Amane: Sim.

Mais tarde, Cthulhu chega e pousa no lado de Time Reaper.

Time Reaper: *se virando e olhando para Cthulhu* Oooh, você chegou meu salvador, *reverenciando* eu lhe saúdo.

Cthulhu: *o ouve atentamente*

Time Reaper: Queira me perdoar, milorde, mas ainda reside seres que precisa limpar.

Cthulhu: *falando telepaticamente* Entendo, e o que quer que eu faça?

Time Reaper: Limpe aquela dimensão 100568, não deixe sobrar ninguém de lá.

Cthulhu: *falando telepaticamente* Hum, mais alguma coisa?

Time Reaper: Leve Shiki e os Youkais com você, você terminará de acabar com os humanos de lá e deixe que eles se alimentem desses imprestáveis!

Cthulhu: *falando telepaticamente* Ótimo. *abrindo asas e voando na velocidade da luz*

Madou: *chegando e se aproximando de Time Reaper* Senhor.

Time Reaper: Sim?

Madou: O alfabeto dos Youkais está concretizado.

Time Reaper: Excelente.

Madou: Mais alguma coisa senhor?

Time Reaper: Chame os Youkais da Classe que você achar que é melhor para aquela dimensão.

Madou: Quer dizer que para cada lugar, os Youkais de cada Classe residirão?

Time Reaper: Exatamente.

Madou: Certo, farei isso.

Charlotte vs Amane. Editar

Enquanto isso, na França.

????: *lendo a carta* Huuuum, então quer dizer que Monsieur Galford não veio e mandou você no lugar dele porque tinha alguém no seu caminho, entendo.

Hanzo: Hum. *de braços cruzados e falando de forma afirmativa*

????: Parece que ele está encrencado novamente. *suspirando*

Hanzo: Sua resposta, será se juntar ou não, senhorita Charlotte?

Charlotte: Mas é claro que irei, o que seria do mundo, sem mim?

Charlotte1

Hanzo: Ótimo, peço que você espere aqui, uma garota que se diz ser uma Deusa, irá buscá-la, eu preciso ir. *começando a correr rapidamente*

Charlotte: Deusa? E-Espere! *suspirando* Ninjas...

De repente alguém do céu, cai imediatamente, fazendo uma rachadura no chão.

Charlotte: ! *olhando para trás*

Amane: *levantando, encarando Charlotte* Você é Charlotte?

Charlotte: Sim, eu sou, você é a Deusa que Hanzo di-- *sendo interrompida e socada no estômago* Guhaaaaaaaaaah!! *saindo sangue pela boca e capotando para trás*

Amane: Meu dever é destruí-la, a qualquer custo! *correndo na direção de Charlotte, pulando na direção dela pronta para dar outro soco*

Charlotte: ! *olhando para cima e rolando para o lado*

Amane: *socando o chão, fazendo uma cratera, logo pega Charlotte pelo pé e jogando na direção do prédio tombado*

Charlotte: ! (Que força e...rápida!) *batendo com as costas no prédio tombado, tossindo engasgada com a mão na barriga, olhando para ela* (Os deuses não usariam violência contra suas crenças, o que eu vejo, é uma criança tentando me matar.)

Amane: Hiiiiiiah!! *indo dar um soco na direção de Charlotte*

Charlotte: *se defendendo mas acaba sentindo uma certa dor* Aaaaarg! (Que força, para uma criança ela tem essa força toda?! Impossível!)

Amane: Iiiiiiaaaaah!! *dando socos na barriga dela*

Charlotte: Urg...urg! (Revide, Charlotte!) *dando um chute reto desengonçado em Amane*

Amane: Kyaaaaah! *caindo com o corpo arrastado ao chão*

Charlotte: *tossindo forte caindo de joelhos, respirando com dificuldade, limpando o sangue* (Eu não quero manchar minha dignidade tendo que tirar a vida de uma criança, que truque sujo! Usar uma criança contra mim para me matar? Seja quem for, não tem piedade logo com as criancinhas numa idade dessa...)

Amane: *se levantando e correndo na direção dela e dando vários socos*

Charlotte: *inclinando o corpo para os lados o tempo todo, pegando seus braços e erguendo ela* Ei ei pare! Eu não sou sua inimiga!

Amane: HAH!! *dando um chute na armadura de Charlotte*

Charlotte: ! *armadura faz uma rachadura* 

Amane: *tentando se soltar*

Charlotte: *olhando a marca na testa dela e seus olhos* (Essa menina, foi corrompida.)

Amane: *dando um chute no rosto de Charlotte*

Charlotte: Urg! *soltando Amane e indo para trás*

Amane: *pulando e dando um soco na direção da garganta de Charlotte*

Charlotte: *abaixando e então* Me desculpe, querida. *dando um golpe com a palma da mão na barriga dela*

Amane: *saindo sangue da boca e caindo no chão rolando e pela sua falta de resistência no corpo por ser muito nova, desmaiava*

Charlotte: *se aproximando dela devagar com a mão na barriga, se abaixando perante Amane*

Amane: *marca desaparecendo junto com a parte da linha dos olhos*

Charlotte: ! Sumiu...

Galford: *correndo na direção dela* Charlotte!

Poppy: *correndo junto com ele*

Charlotte: *olhando para Galford chegando* Galford...está atrasado.

Galford: Me desculpe, contra-tempos, vejo que recebeu minha carta.

Charlotte: Recebi sim.

Galford: Você está bem?

Charlotte: Não muito...ai...acabei de ter uma luta com uma criança.

Galford: *olhando para Amane* Tá me dizendo que essa criança lutou com você?

Charlotte: Acredite, ela parece comum aos seus olhos, mas ela me feriu pra valer, ela é muito forte, ela estava enfeitiçada, as marcas que estavam em sua testa e em seus olhos. Estão fazendo "armas" para nos matar, essa garota foi uma.

Galford: Que covardes, se bem que crianças costumam ser alvo fácil dessas coisas.

Charlotte: Pode ser, mas eles usaram de má fé mesmo, porque somos incapazes de ferir uma criança.

Galford: É isso é.

O tempo começava a nevar ao mesmo tempo que um pouco longe dali um portal no céu se abria e dali surgia uma luz que estava destruindo aquele pedaço do lugar. Um feixe branco como a neve aparecia entre eles.

Poppy: *latindo*

Charlotte: !

Galford: *ficando na frente de Charlotte, com a mão no cabo da espada* É o que eu estou pensando?

Charlotte: *levantando devagar* Talvez...

Aquele feixe ia para o lado deles e dali um forte brilho branco ocorria naquele local.

Galford: *colocando o braço na frente*

Charlotte: *fechando os olhos fortemente* Galford! ><

Galford: Para trás!

O brilho cedia ficando bem mais fraco daquele brilho um feixe de uma garotinha aparentemente com uns 13 a 14 anos de idade dava para se visto.

Charlotte & Galford: !!!

Sora: Saudações, eu sou Sora, Deusa do gelo, ainda bem que consegui encontrar vocês.

Galford & Charlotte: *olham um para os outros*

Sora: Queiram se aproximar, preciso que vocês venham comigo.

Charlotte: Espera um pouco, então você é a Deusa que Hanzo havia falado?

Sora: Sim, eu mesma.

Galford: Desculpe, mas na lista dos Deuses, você é a única que eu desconheço.

Sora: Infelizmente a falta de fé é difícil de se encontrar.*abrindo o portal* Venham, eu explico em mais detalhes.

Charlotte: Eu posso levá-la?

Sora: Hum? Ah claro. Pode.

Charlotte: *pegando Amane nos braços e indo em direção do portal*Não temos escolha, venha Galford.

Galford: Eu estou de olho em você, senhorita. *seguindo Charlotte*

Sora: *entra e o portal logo fecha*

Hyrule. Editar

Após o herói do tempo salvar o mundo da terrível ameaça de Skull Kid, ele volta para Hyrule para em fim viver em paz com seus amigos. Porém essa paz não durou muito, logo a Princesa Zelda manda uma carta para Link ir visitá-la com urgência.

Link: *lendo a carta com um olhar sério, guardando e chamando atenção de fada para acompanha-lo* ...! *pegando sua ocarina e tocando a música de Epona*

A Melodia ecoa pelo local. Sem perceber, sua companheira fiel já era avistada por Link.

Link: *dava um pequeno sorriso*

Epona: *relinchando e freando*

Link: *no mesmo momento pulava na sela e seguia em direção aonde Zelda estava, parecia preocupado mas mostrava sempre seu olhar sério e confiante*

Ao ele avistar a entrada do castelo de Hyrule Link pudia ver a Sheikah na porta esperando por ele.

Sheikah: *avistando Link*

Link: Ow ow! *pedindo para Epona parar*

Epona: *para sem o menor problema* 

Link: *saía dela e deslizava a mão sobre ela e dava um sorriso bem discreto, era o jeito dele de dizer obrigado por ter o trazido, indo até Sheikah*

Sheikah: É bom vê-lo de novo Link, a Princesa Zelda está lhe esperando nos jardins do castelo. Eu irei avisar a todos de Hyrule para ficar preparados para o que pode acontecer. *entrega o Brasão da família real para Link* Com esse brasão você poderá entrar no castelo sem ser barrado pelos soldados.

Sheikah

Link: *olhando para brasão e depois para Sheikah, acenava com a cabeça que sim* Obrigado. *sua voz tinha um tom de calma e seriedade, mesmo sendo muito jovem ainda, acenando rapidamente e adentrando o grande castelo*

Sheikah: Foi bom vê-lo novamente... *eu cavalo aparecia e ela subia nele e ia embora* 

Após o Link entra no castelo havia dois soldados e logo barra ele.

Soldado 1: Como ousa entrar no castelo?

Soldado 2: Ele é da vila Kokiri, mas o que faz aqui?

Link: *amostrando o brasão e levantando as sobrancelhas* Hihi! >:)

Soldado 1: O brasão da família real!

Soldado 2: Isso significa que ele é amigo da Princesa.

Ambos deixa ele passar.

Link: *passando e depois de uns três passos olhava para trás e fazia uma careta*

Soldado 2: Ele me deu.... 

Soldado 1: Não ligue...apenas criança. *respira fundo*

Link: *dando de ombros e correndo*

Os dois lançava as lanças mais erravam e acertava nos pote dando Rubis azuis e verde.

Link: *freava e pegava os dois rubis na mesma hora*

Após Link pegar as rubis, os soldados chamavam de ladrão e então Link ia para o encontro de Zelda, (no mesmo lugar do primeiro encontro deles) e lá via Zelda de costas pra ele olhando para o quadro dela.

Link: *piscando e se aproximando em silêncio*

Zelda: *sem olhar para trás botava suas mãos juntos em seu peito* Eu esperava você Link. Ainda bem que está aqui. *se virava um pouco feliz de Link estar lá*

Zelda

Link: *se aproximando e afirmando que sim com a cabeça, parecia contente de vê-la* ^^

Zelda: *um brilho rodava em torno de Zelda* Hihi, Link, lembra dela? Ela disse que é uma velha amiga sua.

Tatl: *fazia um barulho e ia até Link* Link!!!!

Link: ! *sorrindo* Eu lembro de você, Tatl. ^^

Zelda: Eu a encontrei perdida, ela dizia procura você e então eu a trouxe comigo.

Tatl: Skull Kid e Tael me enviaram para estar com você, eles sentiram que você poderia precisar das minhas incríveis habilidades.

Link: *riso discreto, no momento que ia falar, algo de cor azulada sai do gorro dele* 

???: Hey! Link, você se mexe muito, assim me deixa tonta...! *vendo TatI e recuando rapidamente* ???

Zelda: Conseguiu achá-la!!!

Tatl: Achar?...Ah! Então você é a fadinha desaparecida? Sou Tatl. Eu salvei Link de várias situações várias vezes.

Link: *riso e mostrava a língua* Consegui. Hih hih. 

Navi: Sim, sou eu! Navi! Nossa, parece mesmo, ele contou algumas histórias mesmo que bem baixinho e resumidas.

Tatl: Hehe.

Zelda: *seu sorriso sai e entra uma tristeza em seu rosto ao ver os 3 juntos* Link...te chamei aqui por uma razão, eu tive um sonho e esse sonho foi o pior que eu já tive.

Link: *olhando diretamente à ela e se aproximando* ...? *parecia preocupado e sério ao mesmo tempo*

Zelda: Em meu sonho existia um monstro surgindo nos céus com um exército e eles destruíam tudo aonde passava...eu vi você segurando a Master Sword e lutando contra esse exército, mas era sem sucesso. Link, nesse sonho todos nós morremos...

Tatl: Que sonho doido!!!

Navi: Que sonho mais macabro princesa... 

Link: *olhando para baixo, falava baixo* Eu morri...? Mas, Zelda? Quanto à você?

Zelda: *abaixa a cabeça* Você morreu para me proteger...e eu acordei assim que fui atacada... *balança a cabeça e olhando para Link* Mas! Segundos antes de me acertarem eu ouvi e vi uma mulher de luz e ela dizia para você ir ao topo da Cidade de Goron. Talvez isso possa ser nossa única esperança, Link.

Link: A cidade dos Goron?! Você diz o vulcão? 

Zelda: Hum *pensa* Sei que parece muito mais...temo que isso possa ser verdade...mas uma vez estou botando minhas esperanças em você, Link. Por favor ajude a todos com esse possível fim.

Tatl: Possível fim!? Você é alguma espécie de paranormal? Link, eu disse que iria te ajudar, mas isso é loucura.. é apenas um sonho.

Navi: Princesa Zelda raramente mentiria Tatl! Ele não faria Link de tolo. 

Zelda: Link, vai nos ajudar uma vez mais?

  • Choose you
  • Sim vou salvar Hyrule uma vez mais.
  • Não, você está maluca? Não vou ajudar Hyrule de novo não.

Link: Sim, vou salvar Hyrule uma vez mais. *sorria determinado* 

Zelda: *batia palmas com um grande sorriso no rosto* Link, você vai precisar da Master Sword antes de partir.

Tatl: Então de o que está dizendo é verdade? você vai morrer, mas quer que nós vamos ao encontro dessa mulher de luz?

Zelda: Eu não sei dizer o porquê, mas de toda aura ruim do meu sonho ela foi a única que me deu esperança de vitória...talvez ela me mostrou isso para poder mudarmos o futuro.

Link: A Master Sword. *piscando lentamente* 

Navi: Você terá de ir para o futuro então, Link. Princesa, você vai morrer mesmo?

Zelda: Só o tempo dirá...mas prometo tentar ficar segura até você aparecer.

Tatl: Futuro? Você pensa em tocar aquela flauta de novo Link?

Link: Sim...se eu não fazer isso, nossa Hyrule estará em perigo....

Tatl: Entendo...então o que estamos esperando?

Link: *se ajoelhando e botando o braço sobre o joelho, e outro no chão* Aceito essa missão...Princessa Zelda, irei mais uma vez, salvar Hyrule. *fechando os olhos*

Tatl: !!!

Zelda: Obrigada Link *pega a chave que estava com ela e então estendia para dar a ele* Logo você vai precisar usar essa chave, então guarde-a bem, Link.

Link: Certo minha princesa.

Tatl: Hey Navi qual é dessa espada?

Navi: É a Master Sword...é à unica espada que era capaz de ferir o antigo vilão, Ganondorf...com ela, Link foi obrigado à viajar no tempo, só numa certa idade podia ser usada, por isso a viagem dele.

Tatl: Bem confuso..

Zelda: Nos encontraremos no futuro eu espero...boa sorte em sua jornada.

Link: *acenando com à cabeça que sim, se levantando e ficando ereto, virando-se, chamando às duas com à cabeça* 

Navi: Okay...até mais Princesa, por favor, não desapareça.

Zelda: *apenas da um sorriso meio triste e balança a cabeça que sim*

Tatl: Aonde isso fica?

Navi: No salão do tempo...fica aqui perto da cidade.

Ao chega no salão do Tempo ele dava com uma sala vazia e na parede e no chão tinha o símbolo da família real. 

Tatl: Aqui? Não tem nada aqui...

Navi: Têm sim...porém só Link sabe o quê deve ser feito aqui.

Link: *puxando à Ocarina, que era de cor azul, se aproximando, ficando no centro do símbolo da tri force*

Tatl: E vamos lá de novo. *junta-se a Link*

Link: *respirando fundo, botando a Ocarina levemente sobre meu lábio, começando à tocar nela à música do tempo*

Os brilho dos cristais que estava na mesa começava a brilha e o símbolo da Triforce também e logo aquela porta de abria dando para uma sala com uma espada no fundo.

Tatl: !!!!!

Link: *guardando à Ocarina, respirando fundo e indo até lá* 

Navi: A Master Sword...

Tatl: *voa até lá* Então é com isso que vamos salvar Hyrule!

Link: *passando do bancada dos três amuletos, indo até o pedestal da espada*

Uma luz cobria a espada mais forte como se ela chamasse Link.

Link: *se aproximando do pedestal, subindo os degraus, olhando para a espada encravada ali*

Navi: Dormiremos por 7 anos se não me engano...

Talt: 7 Anos!!!

Link: *pegando no cabo da espada com as duas mãos* 

Navi: É um preço baixo, se for pela salvação de Hyrule!

A espada começa à emanar uma luz diante dela enquanto ele vai tirando-a.

Link: Heeeya! *seu tom de voz meio jovem ainda, se juntava junto ao som da espada sendo retirada do pedestal* 

Ocarina of Time Master Sword

Navi: ! 

Quando ele tira totalmente, um lenço de luz e várias bolinhas de luzes são liberados e vão rodeando aquele lugar, o lenço de luz cobre a espada inteira que depois percorre os braços de Link, fazendo um encontro cruzado de lenços duplos, girando em torno de seus braços até o corpo inteiro que no caso teriam que se expandir para se encontrar nessa sincronização, nisso fazendo um tremendo clarão de luz na sala que alcança o teto até os céus.

Link: (Por Hyrule...e por Zelda!) *observava o clarão de luz e fechava seus olhos*

Navi: !!! 

Tatl: Wooo- !!!

Pronto para mais uma falha no tempo. Editar

Logo em seguida, os três desaparecem em forma luminosa. 7 Anos se passam, Link, Navi e TatI, porém elas estavam como as mesmas, mas Link estava mais alto, mais esbelto, mais ou menos com uma idade de 17 anos, estava mais encorpado, sua roupa verde que antes era simples, agora com mangas e calças por dentro da sua roupa verde, possuindo em suas mãos, luvas, segurando a espada em suas mãos. O escudo que era sua marca registrada, estava em suas costas, em uma de suas orelhas que lembravam de um elfo, havia um brinco. Contemplando, tendo toda sua fisionomia madura esboçada em carne e osso entre as duas fadas.

Navi: Hihi! Contemple Tatl! O Link com a Master Sword!

Tatl: Dispenso...

Na sala aonde ele estava intacta e no fundo da sala perto da onde Link entrou havia um Baú.

Link: Hum? *virando-se, guardando à espada na bainha, que estava em minhas costas, andando até o baú*  

Navi: Que estranho...que baú é esse?

Tatl: *indo até o baú* Hum. *olha o cadeado* Link, talvez a Zelda deixou isso pra você.

Navi: Será?! Acho que deve ser mesmo! 

Link: ! *indo para o baú, abrindo com um certo entusiasmo*

Navi: Será?! Acho que deve ser mesmo! Link! A chave!

Link: ! *indo para o baú, pegando à chave que Zelda lhe deu antes, abrindo com um certo entusiasmo*

No baú haviam duas luvas com garras e uma carta.

Link: *pegando primeiro à carta, olhando dos dois lados* 

Navi: Uma carta...só pode ser dela. 

Link: *abrindo e à lendo*

"Link, essas são as garras de Rauru, elas lhe permite atravessar qualquer coisa e cavar qualquer coisa...isso vai te ajudar em sua jornada. Espero que possamos nos encontrar no destino marcado a você, mas senão...quero que saiba que sempre vou confiar em você."
Ass: Princesa Zelda.

Tatl: Um par de luva? Não sei não...

Link: *dando um mini peteleco em Tatl e dando um riso* 

Navi: Você é bem ingrata mesmo! Qualquer item é útil! Ainda mais da princesa.

Tatl: Ai!! *vai um pouco para trás e logo observa a sala* 7 anos se passou correto? E nada aconteceu...olha, esse lugar está intacto.

Link: *pegando as luvas, guardando depois, deixando o corpo ereto, olhando ao redor e andando*

Navi: Sim, parece que só esse lugar fica intacto...é muito interessante.

Tatl: O que vamos enfrentar mesmo?

Navi: Nem eu sei o que é pra falar à verdade...só vamos seguir e ver, Zelda disse algo sobre todos...mortos... 

Link: *andando e descendo os degraus dos amuletos*

Ao eles caminharem em direção a saída e ir para fora  do templo eles deparam com o céu escuro  mais até ali estava tudo em ordem.

Link: *olhando para o céu, depois para os lados, continua à caminhar, resolve apressar o passo, então corre*

Navi: Vamos Talt...

Tatl: *segue eles* Vamos para o castelo!?

Link: *afirmando com à cabeça que sim* 

Navi: Acho que é melhor irmos conferir logo.

Tatl: Mais ela não disse que era para a gente encontra a pessoa que brilha!? *seguindo eles* Estão me ouvindo?

Link: *parando e olhando para Tatl* ? 

Navi: Sim. Eu acho...as vezes Link nem olha pra mim. *riso*

Link: *botando à mão na cintura e coçava à cabeça com à outra, sem tirar seu gorro* Realmente ela disse...mas Tatl, onde fica essa pessoa?

Tatl: Ela disse algo sobre Gorons...se a Zelda tiver viva ela iria para lá não é? Por que ela ficaria nesse lugar morto? (Inacreditável que aquela garota estava certa....) 

A cidade estava totalmente destruída e tinha alguns corpos no chão totalmente sem vida.

Link: *meio arrepiado, fechando o punho com força* (Está pior que daquela vez...) *tendo Flashbacks de quando a cidade era dominada por Re Dead e o castelo era controlado*

Tatl: Não podemos voltar para o passado e fugir não? Seria muito melhor...*ficando com medo*

Navi: *tinha medo também* Link, isso tá muito pior que antes, não sinto vida por nenhum lugar, n-nada. 

Link: *olhando para os lados* Vamos conferir então...primeiro alguns lugares...depois à montanha dos Goron... *passando pela praça e correndo até o portão que fechava à cidade*

Ao sair da cidade ele dá de cara com um portal negro enorme no céu, as lagoas tinham secado o muro do Rancho, estava toda quebrada, árvores quebradas, chão destruído.

Link: !!! *ficando com surpreso e ao mesmo tempo engole em seco* 

Navi: O quê aconteceu aqui!?!?

Tatl: Realmente a visão da princesa de realizou! Link para onde iremos!?

Link: *tocando sobre a testa, suando frio* (Tudo se foi mesmo...?) *olhando para o rancho* (Ah! Epona!) *puxando minha ocarina, tocando Canção de Epona*

Nada acontecia, era como a Epona não respondesse a sua Ocarina.

Link: *segurando à ocarina com mais firmeza* (Por favor...) *tocando mais uma vez* 

Navi: Link...*tom de tristeza* acho que não...não dá...

Mais uma vez nada acontecia.

Tatl: Link?

Link: *levando os braços para baixo, olhando para baixo um momento* 

Navi: Link, não prec-

Link: *mexendo à cabeça para os lados* ...Vamos, acho que já entendi à gravidade da situação...*andando para esquerda, até a ponte que atravessava um rio*

Navi: ! *seguindo ele*

Tatl: *seguindo também* É melhor tomamos cuidado! Não sabemos quem ocasionou isso então nossos passos tem que ser cautelosos.

Link: *concentrado, mexendo a cabeça*

Navi: Não se preocupe Tatl, Link é bem mais atento quando mais velho, hihi.

Tatl: (Ele muda tanto sua personalidade assim!?)

Ao ele entra na Vila Kakariko, podia se ver fogo em todo o lugar e tudo completamente destruído, a fumaça era tanto que o ar ficava negro.

Link: *tossindo, botando à mão na boca* (Eles fizeram um massacre por todo lugar...eu...eu nunca vou perdoar as pessoas que fizeram tamanha brutalidade...) *seguia andando, sacando à espada e escudo, usava o escudo para afastar a fumaça* 

Navi: Está bem quente aqui...isso me lembra até o templo do fogo... *seguindo Link* (Eu vou evitar falar o óbvio à ele...ele já é bem grandinho e sabe a gravidade da situação.)

Pudia se ver uma silhueta perto da poço.

Tatl: Navi!?

Link: ! *mandando Navi localiza-la, ou como conhecemos, à mira do botão "Z"*

Navi: *rodeando a silhueta, não conseguia nenhuma informação*

Ele vai se dirigindo até Link e quanto mais ele se aproximava mais dava para ver a criatura.

Goblin: HUAHAHAHAHAHA.

Goblin

Link: Uah! *abrindo um pouco mais os olhos, se assustando um pouco, segurando a espada com mais força*

Navi: L-Link, esse monstro aqui, não reconheço ele, é bem mais feioso que o normal. *rodeando o Goblin*

Tatl: Link já enfrentou bichos mais feios que esses! Vamos lá Link vamos acabar com esse Anão!

Goblin: *parava a 3 metros de distancia* HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA!

Link: *correndo até Goblin, ficando um pouco afastado, respirando fundo e erguendo o escudo*

Navi: Não recue, Link! Ele só é um.

Goblin: *pegava duas bombas laranjas parecidas como abóboras e lançava nele*

Link: *dando dois pulos rápidos pro lado, desviando da explosão, pulando e dando um corte poderoso na vertical no Goblin* HEAAA!

Tatl: Muito bem, Link!!

Goblin: *botava sua Âncora na frente e rapidamente pegava sua arma em sua perna esquerda a levantando colocando uma das bombas que estava amarrado ao lado de sua armadura e atirava nele*

Link: *recuando pelo dano* Aaaah! *dando uma escudada no corpo do Goblin* Huh hu heya! *dando dois cortes para frente e um horizontal no corpo dele muito rapidamente*

Goblin: *levava o attack do escudo e tentava dar um pulinho para trás rapidamente sendo cortado de raspão* Huh! *rodava seu braço para a direção de Link com a Ancora*

Link: *defendendo com escudo, trocando a arma para o gancho e lançando contra o Goblin, puxando o Goblin para mim* Haaaaaaah! *dando dois golpes para cima na vertical e depois um último que fazia eu girar*

Goblin: *era acertado* Aaaaah! *caia no chão*

Navi: Estranho, ele não liberou rupees ou outra coisa que costamamos ver.

Link: *andando mais para frente*

Tatl: O que são esses seres? Será que era ele que a Zelda viu? Você salvou Hyrule de novo Link? *o seguia*

Link: *olhando para Tatl e fazendo expressão de sério*

Navi: Claro que não, Hyrule não seria dominada por um único ser feioso como esse. *seguindo ele também*

Tatl: Então...*olhava ao redor* Para onde vamos?

Link: *apontando a espada para a escada*

Navi: Subir para a Vila dos Goron ora! *riso, depois voando pelo lugar* Parece que a vila está deserta...

Ao subir as escadas dava para ver a porta que dava para a Cidade dos Gorons completamente atolada por areias.

Link: Huh?! *se aproximando, fazendo barulho de metal balançando por andar*

Navi: Areia? Como assim? O deserto de Hyrule é bem longe desse ponto.

Tatl: Está dizendo que as coisas mudaram de lugar!? Como vamos passar por isso!?

Link: *guardando a espada, olhando para as duas*

Navi: Não dá pra passar por cima não? Ou cavar?

Tatl: Cavar!? Está falando das garras que o Link ganhou lá no templo?

Link: ! *equipando as garras*

Navi: Será que dá?

Tatl: Agora que ele botou esses troços, só nos resta ver.

Link: *se aproximando da areia, enfiando a garras ali, depois a outra, começando a cavar, sentindo facilidade ao fazer isso* !

Conforme ele ia cavando a areia ia diminuindo rapidamente abrindo espaço por cima.

Link: *afastando as mãos, guardando as garras e equipando a espada e escudo, seguindo por cima onde acabou de abrir*

Navi: Hehe, você conseguiu mesmo. >< *seguindo ele*

Tatl: Quem diria que a Zelda seria útil...achei que ela só teria aquele sonho e se mandar por aí deixando o trabalho todo para Link.

Link: *virando o rosto para Tatl, parecendo um pouco raivoso* Grr...

Navi: Tatl amiga, melhor não falar assim da princesa do reino... *gulp*

Tatl: *se afastava* Etto...só disse o que penso, mas se não gostam eu não falo mais nada.

Link: *bufando, continuando à andar*

Navi: *se aproximando de Tatl, sussurrando* Só é evitar falar isso perto dele, sabe...Link considera bastante a princesa Zelda, você não ia gostar que ficassem falando mal do Link, né?

Tatl: Pra falar a verdade não ligo, só não pode falar mal de mim. Se eu soubesse que seria grande assim eu teria avisado a minha irmã que voltaria tarde pra casa...

Da areia a frente saia dois monstros de areia de 1 metro de altura.

Tatl: Mais problemas!

Navi: *rapidamente rodeando os dois*

Link: *usando o gancho no mais perto e puxando, dando um chute ao chegar perto*

Não era possível puxar, mas o congelava. O segundo se enfiava na areia.

Navi: Sandpipers, eles são imunes a dano físico, atacam e se escondem usando a areia.

Link: ! *correndo para frente, tentando passar por eles*

Sandpiper: *fazia um tremor na areia e depois 2 rajadas surgia abaixo de Link*

Link: *rolando duas vezes seguidas para desviar, voltando a correr para frente, evitando os Sandpipers, atirando o gancho em cada um para congelar*

Sandpiper: *não era acertado pois estava abaixo da areia e então ele surgia atrás de Link criando mais duas rajadas de areia*

Sandpiper 2: *permanecia congelado mais tentava se movimentar*

Link: *rolando mais uma vez para desviar, e atravessando o Sandpiper 2 com a espada* Hah!

Navi: Esse aí já era!

Sandpiper 2: *era destruído por completo*

Sandpiper: *entrava mais Uma vez para abaixo da areia*

Link: *se concentrando e fechando os olhos, puxando o gancho para perto do peitoral*

Sandpiper: *surgia a sua frente  lançando uma pequena onda de areia*

Link: *pulando para o lado, atirando o gancho e o congelando, chegando perto e desferindo três golpes horizontais muito rápidos*

Sandpiper: *era completamente destroçados*

Tatl: Esses monstros viu, são bem chatos!

Link: *virando e seguindo em frente*

Navi: Vamos, deve ter mais pela frente.

Tatl: O que será que deve ter no local marcado? Agora fiquei curiosa. *indo atrás de Link*

Link: *seguindo em frente, sempre atento e com o escudo e espada em mãos*

Não tinha nada no caminho além de mais areia para a subida da montanha de fogo.

Tatl: Dois caminhos?

Navi: Vamos ver os Goron primeiro, é melhor.

Link: *afirmando com a cabeça e seguindo para direita*

Tatl: *confusa apenas seguia ele* Link Tem algo errado, sinto que não vou gostar do que vou ver a frente...

Link: *olhando para Tatl meio preocupado, continuando em frente*

Navi: Tatl...será que é um inimigo poderoso?

Tatl: Só sei que é péssimo...

Chegando perto pudia-se ver um clarão vermelho na entrada da Cidade dos Gorons.

Link: *lembrando do que passou junto dos Goron, apressando o passo e vendo o clarão vermelho* !

Navi: Que luz f-forte...

Chegando mais perto dava para sentir o calor daquele local.

Tatl: Que quente!!! Como você consegue sobreviver a esse calor Link?

Link: *olhando para Navi, apontando para um canto*

Navi: Ah...Tatl, vamos ali rapidinho, Link quer se...trocar... ._.

Tatl: ... *voava até a entrada da direita*

Passa um pouco menos de dois minutos.

Link: *assobiando para voltarem, já com a túnica vermelha*

Tatl: Qual é o sentido de trocar de roupa agora? *voltando*

Navi: A túnica vermelha permite Link ficar em lugares extremamente quentes!

Link: *andando até a entrada da caverna*

Tatl: Link é cheio de truques...tudo bem, vamos ver os Gorons.

Link: *continuando, sentindo um pouco de calor, mas nada demais*

Navi: O povo Goron é engraçado, hehe.

Ao chegar lá dava pra ver que não existia mais aquele caminho do meio ele tinha dito totalmente destruído e olhando para baixo havia lava até o primeiro andar.

Tatl: Como eles vivem na lava?

Link: Iah! *olhando ao redor, parecendo um pouco preocupado*

Navi: Gorons podem ser resistente, mas nem eles aguentam lava. >~< *voando ao redor, procurando sinal de vida*

Tatl: Mais o que!? *fazendo o mesmo*

Navi encontra um Goron encolhido e amedrontado no segundo andar escondido em uma pedra gigante.

Navi: *voltando* Achei!

Link: *indo até onde Navi disse, sentindo um pouco de calor pela lava do primeiro andar*

Goron: *levantava* Link? É você? *começa a chorar*

Link: *se aproximando, afirmando que sim, botando a espada e escudo no lugar*

Navi: Pequeno Goron, qual é seu nome mesmo?

Link: Eu me chamo Link, papai Darunia me deu esse nome em homenagem ao grande herói Link.

Tatl: Tá, tá, e onde está esse Darunia e todos os outros?

Link: Monstros invadiram nosso lar explodindo com tudo, eles sequestraram todos os Gorons inclusive o papai...eu me escondi a tempo, mas os outros, não conseguiram, eles jogaram Lava para todos os lados, foi horrível...

Link: *olhando para o lado, socando o chão*

Navi: Como eles eram Link?

Link: Eram muitos e cada um diferentes do outro, eram quase uns 100, eles vão comer meu papai e todos que capturaram, eu ouvir isso deles, eu ouvi.

Link: *levantando, respirando fundo*

Navi: Iremos salvar seu papai, okay? (Diferentes...como assim?) Só nos diga onde estão...se possível e claro.

Link: *tenta recordar*...Assar peixes, eles foram buscar os habitantes da água!

Tatl: Fala do povo de Zoras?

Link: !!!

Navi: Eles também!? Oh não...tem mais coisa a dizer? *parecendo um pouco nervosa*

Link: Papai é esperto ele sabia que isso poderia acontecer e que você poderia vir, papai deixou uma coisa para você. *andava ate uma parede falsa e abria* Papai disse que isso ira ser muito útil, ele criou isso especialmente para você. *havia um baú enorme naquela porta*

Link: *se aproximando do baú, sorrindo por um breve momento para Link*

Navi: Hihi, Darunia é um Goron incrível.

Tatl: Espero que isso ajude a salvar os Zoras...

Link: *abrindo o baú lentamente*

Navi: !

Dentro do baú havia um Goron Throw Bomb.

Link: *fazendo pose clássica de quando ganha um item* Hehe!

Agora Link pode lançar bombas em até 6 metros de diâmetro.

Link: Tem mais uma coisa, *tenta recordar, ia até um jarro grande*

Tatl: Isso não vai ajudar muito...Link acho melhor desistir e ir para onde Zelda pediu.

Link: *balançando a mão, dizendo pra esperar um pouco mais, indo até onde o outro Link foi*

Link: *olha para o jarro* Aqui! Isso é pra você também.

Link: !

Navi: O que é isso?

Link: Flechas Goron.

Tatl: Flechas? (Tudo tem Goron?)

Link: *pegando elas e guardando onde botam as flechas "Aljavas", agradecendo*

Navi: Elas têm algum efeito legal?

Link pegou 55 flechas Goron.

Link: Elas dão flechas explosivas...

Tatl: Pra que flechas? Se Link nem tem um Arco!!!

Link: Arco. *tenta recordar* Eu conheço um amigo em Lost Wood, ele é um bom arqueiro, talvez possa lhe ajudar a ter um arco. *sorrindo, fazendo com as mãos que sabe onde fica a passagem para lá*

Navi: É mesmo! Tem um atalho por aqui.

Link: Mas tome cuidado, aquela floresta é traiçoeira, fique sempre atento aos barulhos de flechas só assim você chegará a ele.

Link: *afirmando que sim, indo até a saída dessa sala, virando e acenando para ele* Até...

Navi: *riso* Vamos lá, não é longe daqui. ><

Link: Boa sorte...espero que volte vivo com todos os Gorons.

Tatl: *voando para cima* Então vamos dar Tour pelo mundo enquanto estão assando os Zoras!? Isso não faz sentido.

Link: *pisando duas vezes no chão*

Navi: Vamos se equipar rapidamente, e ir direto pra lá! Rápido! *correndo junto de Link* Ah, tchau Link diz Goron!

Tatl: O sonho de Zelda vai ter que esperar! Vamos! *voando rapidamente para trás de Link*

Ao sair da Cidade dos Gorons ele entrava na Death cave.

Tatl: Aonde seria o caminho?

Navi: Não sei, só seguir e procurar, Tatl.

Link: *andando e olhando ao redor*

Enquanto ele descia, aparecia 3 Skull, aquelas aranhas com cara de caveira que ficam no meio do caminho.

Link: *se aproximando, ficando atento*

Navi: Só é ter calma...sinto que esqueci de algo...

Skull 1: *girava ficando de costas para Link*

Link: *virando para Skull 1 e dando um corte de baixo para cima mirando no torso* Heeeeeya!

Skull 1: *ao ser acertado rodava bem rápido ficando de frente pra Link*

Link: *usando o gancho nele rapidamente*

Skull 1: *paralizava*

Link: *dando dois cortes e depois um último em que ele pulava, destruindo o Skull* Ha, ha, Heeeeeya!!!

Skull 1: *caia pegando fogo*

Skull 2: *era um pouco diferente ele era branco*

Link: *se aproximando com o escudo na frente do mru corpo*?

Navi: Cor diferente, cuidado. Tatl, se souber de algo avise.

Tatl: *observava então se dirigia para cima da aranha o rodopiando* HUM...não é muito diferente dos Sk...espere ela...!!!

Skull 2: *ao rodar, uma ventania forte se dirigia para Link para empurrá-lo para baixo*

Link: Huh!? *protegendo com o escudo, ficando de joelhos pela pressão*

Tatl: *sendo arremessada para direção de Link* Link!!!!!!!

Skull 2: *tudo isso era apenas para ficar de costas para ele*

Link: *estendendo a mão e pegando ela*

Navi: Mas que diabos?! Cuidado Tatl!

Tatl: Hey! Era eu que estava perto daquele monstro! E não vocês...

Skull: *ainda de costas para Link subia e descia*

Link: *soltando ela e dando um corte rápido na Skull e depois botando o escudo na frente*

Skull 2: *ao ser atingida virava de novo com a mesma forca de antes causando uma grande ventania e então subia e descia rapidamente caindo em cima dele virado de costas para Link*

Link: *levando o golpe e recuando, ficando furioso e atirando com o gancho nele*

Skull 2: *como o primeiro ficava paralisado*

Link: *dando vários cortes, porém pareciam meio exagerados demais* WAAAAARG!!! 💢

Navi: '-'

Tatl: Espero que desconte nos outros também...

Skull 2: *como a primeira caia no chão se queimando*

Skull 3: *estava um pouco mais abaixo deles mais ela era vermelha e um pouco maior que as outras*

Link: *bufando e correndo até a terceira e logo usando o gancho*

Navi: Acho que ele só quer logo seguir em frente, está demorando demais...

Skull 3: *paralisava na mesma hora*

Link: Heh! *se aproximando e dando dois cortes que formavam um X, depois penetrando com a espada para frente com tudo* Haaaaaa!!!

Skull 3: *pegava fogo ali mesmo*

Link: *chamando para segui ele*

Navi: Próximo inimigo, haha.

Tatl: Está rindo porque não foi você a ser arremessada né... *seguia Link*

Após eles voltarem o caminho é sair da Vila Kakariko, eles partiam para a entrada do castelo de Zora, não porque eles queriam adentrar lá dentro e sim por ao lado dele, possuía uma passagem que levaria direto  para Lost Woody.

Link: !

Navi: Ali! Só é nadar e puf! Estaremos lá! *falando de um lago fundo de água cristalinas, dava até para ver o fundo*

Tatl: Não sei se gostei disso....espero que seja seguro. *observa o lugar* De existir um lugar seguro aqui...

Link: *se aproximando e pulando na água sem medo, equipando as botas de ferro e afundando pouco a pouco*

Tatl: Ótimo...pra que me ouvir... *seguia*

Link: *segurando a respiração e atravessando a passagem, chegando no fundo e andando até atravessar a passagem*

Ele dava em Lost Woody em uma encruzilhada da floresta.

Tatl: ...

Link: *tirando a bota, subindo e saindo da água* Aaar...*um pouco ofegante por prender a respiração*

Tatl: *observava os 4 cantos* Tá....e agora?

Navi: Nós se guiaremos pelo som!

Link: *afirmando com a cabeça, concentrando nos barulhos*

Tatl: ...

O caminho da frente pudia se ouvir barulhos de bichos, o baralho atrás dele se ouvia  barulhos de espada, o da esquerda parecia ser a canção que a Saria tocava sempre, e por fim da esquerda dava para ouvir um barulho de flechas.

Link: *indo para esquerda*

Navi: Escolheu as flechas...

Após tudo ficar escuro e ficar claro de novo pudia ver mais 3 caminho o de trás era o som da Música da Saria o da frente o barulho de flechas e o de cima não se ouvia nada.

Link: *seguindo em frente*

Mais uma vez tudo escurecia e acendia de novo então ele dava em um lugar com uma arvore grande e uma escada para descer e ali havia vários alvos no galho.

Link: *parecendo reconhecer o lugar*

Navi: Tinha uns pestinhas ali embaixo haha...

Tatl: Mas hein?

Link: *descendo as escadas, erguendo a espada e escudo*

Havia um Deku mirando em um dos alvos na árvore.

Tatl: Olha Link! Isso me trás lembranças tão engraçadas!

Link: Sim...eu...me lembro... *falando baixo, olhando para baixo, dando um pequeno sorriso*

Deku: *atirava em 3 dos alvos bem rápido e tudo um pouco afastado do meio de cada alvo*

Link: *voltando a seguir em frente*

Deku: *mirava em Link*

Link: ... *esperando Deku fazer algo*

Navi: Link?

Deku: Você eu conheço você!? É alto demais para ser um kokiri!

Link: ! *se aproximando*

Navi: É o Link amigo Deku, reconhece?

Deku: *parava de mira* Link...faz algum tempo que não ouço esse nome...*mirava de novo* Não! Eu não conheço mais ninguém...todos que eu conheci não estão mais aqui. *estica a flecha* Você não é um Kokiri! Todos eles também não estão mais aqui.

Link: *olhando pro lado* Tsc... *erguendo o escudo*

Navi: M-Mas...

Deku: Vieram me comer? Ou vieram me salvar? 

Tatl: Cala a boca! Viemos aqui porque um Goron idiota falou que é seu amigo e que você poderia nos ajudar a salvar Hyrule!!!

Link: *afirmando com a cabeça que era isso mesmo*

Deku: Goron? Deku ainda tem amigos!? Deku não está sozinho em Hyrule? *abaixava o arco* O que vocês querem de mim?

Navi: Darunia pediu para vir aqui, e sim, você não está sozinho! Por favor nos ajude com o que você sabe.

Deku: *olhava para os lados e então quando olhava para Link de novo, via as flechas Goron em sua cintura* Isso! Você é um arqueiro?

Link: !

Navi: Está faltando o....arco! Era isso então, como fomos bobos!

Deku: O destino quis que você me encontrasse. Já sei! Eu posso te dar um arco especial

Link: *se aproximando, guardando as coisas*

Navi: Jura?! Oh céus! Obrigado!

Deku: Porém o meu amigo aqui tem que me ver no tiro ao alvo. Se ele marcar mais pontos, eu dou o meu arco especial para ele.

Tatl: Aceita! Aceita! Aceitaaaa!

  • Vencer

Link: Certo, eu aceito.

Deku: *pegava um arco que estava no canto e dava para ele* Eu vou primeiro.

Haviam dez alvos.

Deku: *começava a atira nos alvos ele acertava 2, o 7, o 2, o 8 , 3, o 9 e por fim 3 o vermelho*

Link: *lembrando de já ter o utilizado o arco uma vez, respirando fundo, começava a atirar nos alvos, acertava 3 no 7, 4 no 8, 2 no 9 e por fim 5 no vermelho, no final balançava as mãos*

Navi: (Link fazendo graça? Essa é nova.)

Deku: *contava* Nossa! Eu treino por tanto tempo e mesmo assim alguém muito melhor apareceu. *pegava o arco especial e dava para mão nele*

Link: *apertando firme e pegando as flechas normais, dando tiros com elas, a precisão e a velocidade dos tiros eram incríveis, olhando para Deku*

Navi: Obrigado Deku! Isso vai nos ajudar e muito.

O arco era o dobro do tamanho de uma original ela tem 3 cordas que ajuda a prender as flechas antes de atira e por isso ela é capaz de poder atira até 5 flechas de uma vez.

Deku: Ele é melhor arqueiro do eu, então ele a merece muito mais do que eu. *ouvia a música* Só lhe peço uma coisa.

Link: *virando para ele* ?

Deku: Pede para o fantasma da Garota Kokiri parar de tocar aquela música...ela toca e toca o tempo todo, é quase como se ela tivesse chamando alguém o tempo todo...

Link: Huh?

Navi: Certo, vamos pedir para ela. (Será que é eu tô pensando?)

Deku: Obrigado, vou torcer para que seu futuro seja especial assim como o seu arco e assim como seu coração.

Tatl: Que brega...não acredito que ele está falando isso...

Link: *fazendo reverência*

Navi: Nós que agradecemos Deku, até logo!

Link: *correndo e guardando o arco, equipando espada e escudo*

Tatl: Ele é louco, garota Kokiri fantasma? E isso lá existe?

Link: *continuando a andar*

Navi: Não sei pra ser sincera, talvez sim, talvez não.

Tatl: Link vai perde tempo com isso não né? Devemos salvar os Zoras!

Navi: Nem vai demorar tanto assim, temos a passagem, lembra?

Tatl: Vocês quem sabe, então vamos dirigir para a garota fantasma. *voava até lá em cima*

Link: *indo o mais rápido que conseguia*

Dos caminhos dava para ouvir a música!

Link: *indo para a direção onde escutava a "música", sempre atento*

Uma versão feminina do Link? Editar

Depois de um tempinho ele chegava em um espécie de bosque que dava para um labirinto.

Link: !

Navi: Chegamos em um labirinto.

Tatl: Vamos perder o tempo todo aqui...Link...tem vidas em risco!

Link: Eu sei Tatl, confie em mim, se fizermos logo isso, iremos fazer tudo de uma vez, e eu já sei o caminho aliás.

Tatl: Então vamos nessa!!!!

Link: *erguendo a espada e correndo para o labirinto*

Navi: Hehe.

Tatl: Seria tão fácil se pudesse passar por cima... *seguia-o*

Link: Concordo plenamente. *virando e seguindo pelos caminhos, já sabia de cor para onde tinha que ir*

Inacreditavelmente no labirinto não havia nenhum ser esperando para ataca-lo isso até chegar nas escadas lá haviam 3 seres de 4 latas roxos de língua de fora com a altura da cintura do Link.

Link: (Estranho, normalmente tem inimigos enormes aqui...) *chegando perto dos seres*

Navi: *seguindo Link*

Tatl: Aposto que vocês querem que eu vou lá e checo quem são eles né!?

Link: Seria ótimo.

Tatl: Sempre eu...*ia até lá e então rodava um deles* Hmm...são Infanaruinu, eles tem uma velocidade duas vezes maior que dê uma pessoa e usa língua para esmagar. *saía de perto deles*

Link: Obrigado. *usando gancho no mais perto*

Infanaruinu: *via alguma coisa se mexendo na sua direção então ele o prendia com a língua e o puxava para comer*

Link: Urg! *puxando o gancho porém a força do inimigo era maior, forçando os pés no chão*

Tatl: Link!!!

Infanaruinu: *puxava mais ainda com a língua parecia que comia o gancho*

Infanaruinu 2: *corria e usava a língua para atacar Link*

Link: *soltando o gancho, mirava com a Navi o Infanaruimu 2, defendia com o escudo e depois dava um corte horizontal rápido*

Infanaruinu 2: *ao ser acertado batia com força no chão e ia para trás*

Infanaruinu: *ao comer o Ganho dele, olhava para Link é atirava rajada de fogo*

Link: Hunf! *mirando em Infanaruimu e depois dando um mortal para trás, desviando da rajada, equipando o arco com flechas normais e atirando nos dois por estarem mais perto*

Infanaruinu 2: *era destruído*

Infanaruinu 3: *dava um pequeno salto e lançava sua língua para Link*

Infanaruinu: *lançava a língua também*

Infanaruinu 4: *subia na parede e lançava uma rajada de fogo*

Link: Huh! *dando um pulo para o lado, desviando do golpe do 2, defendendo com o escudo o 3, era atingido pelo 1* Aaaawg!

Infanaruinu: *pegava uma perna de Link com a língua*

Infanaruinu 3: *pegava outra perna de Link com a língua e ambos puxava*

Infanaruinu 4: *lançava rajada de novo enquanto ele está sendo puxado*

Tatl: Navi, Link está mesmo em perigo!!!

Link: *enquanto estava sendo arrastado bota o escudo para proteger da rajada de fogo* Urg! (Tenho que dá um jeito de me soltar e rápido!)

Ambos continuava a puxar com suas línguas.

Link: *levantando o torso e cortando a língua de ambos* Haha! *ficando em pé e avançando*

Os Infanaruinus que foi cortado caia para trás e se remexia até morrer.

Infanaruinu 4: *lança sua língua nele*

Link: *defendendo com o escudo, recuando por um segundo, após isso volta a correr até ele, dando um pulo e desfere um corte vertical muito poderoso* HEEEYAAAA!!

Infanaruinu 4: *era cortado ao meio*

Link: *deixando o corpo ereto, depois girando a espada e guardando, seguindo em frente e pegando meu gancho de volta que foi pego pelos Infanaruinu, no meio da batalha* Vamos.

Tatl: Olha Link, você é um guerreiro tão forte! Sua aparência mudou e você também mudou! *se dirigia até Link*

Link: *respirando fundo* Eu resolvi deixar de ser um tanto quieto...entende, de agora em diante falarei até.

Navi: É verdade, você parece até outra pessoa, gostei da sua voz, haha!

A música soava bem mais alta, Link poderia até lembra de belos momentos com essa musica.

Link: (Saria...você tocava isso com sua ocarina...) *andando até onde via a música*

Navi: *seguindo*

A frente pudia se ver um campo bem aberto e uma garota sentada num tronco de árvore.

Link: *se aproximando, e fecha os olhos para ouvir a música* Você é...quem eu penso?

Saria: *parava de tocar e ao olhar para ele ela guardava sua Ocarina* Nos conhecemos em algum lugar? Sinto que já conversamos antes.

Saria

Link: *abrindo os olhos* Sim...pode não parecer mas sou eu...o Link. *pondo a mão no peito e batendo*

Navi: Saria! Sou eu, Navi!

Saria: *ficava surpresa* Como está grande! *dava um sorriso para eles* Fico feliz por vocês estarem vivos! *fechava os olhos* 3 meses atrás fomos atacados por muitas criaturas estranhas...nós corremos para a floresta perdida e acabamos nos separando, depois disso eu toco diariamente com a esperança de reencontrar com todos de novo...posso dizer que com você aqui, temos uma esperança de que tudo vai dar certo.

Link: *sorrindo discretamente* Entendi, e sim, ainda há esperança, Saria.

Tatl: Saria né? Se liga garota fantasma, viemos aqui para fazer você parar de tocar essa coisa chata, porque estamos muito ocupado agora como salvando Hryule, entendeu?

Saria: Garota fantasma? Não sou um espírito da floresta...mas se a minha música impede de Hyrule ser salva, então eu pararei de tocar.

Link: Para ser sincero, pode continuar a tocá-la...isso traz paz e tranquilidade a aqueles que ainda estão sob esta floresta.

Saria: O-Obrigada Link, eu realmente acredito que tudo vai voltar ao normal, eu acredito que você vai salvar Hyrule.

Link: Saria, eu estou vendo que não tenho muito o que fazer por aqui, e preciso me apressar...os Zoras estão em perigo...

Saria: Vai Sozinho Link!?  É muito perigoso...

Link: Eu sempre estive sozinho...se não formos contar minhas guias...*apontando para Navi e Tatl*...tem algo em mente?

Tatl: Claro! Vamos encarar essa! Chutar todos eles para longe como sempre fizemos!

???: Não dessa vez. *aparecia acima deles na entrada do templo da floresta*

Link: Hum? *olhando para cima onde ??? Estava*

???: *descia na árvore com uma corda e ficava ao lado de Saria* Tempo perdido, Saria. Só tem aranhas nesse local. *olhava para Saria e depois voltava sua atenção para Link* 

Tatl: !?

Link: Quem é você, senhorita?

Linkle: *guardava sua corda* Um Kokiri? *botava a mão na boca* Meu nome é Linkle. E vocês?

Linkle Hyrule-Warriors-Legends-

Link: Sério isso?! '-' *pondo a espada e escudo um pouco abaixado*

Saria: Ela é de outro tempo Link... 

Linkle: Espera! Você é o Link!? O Herói de Hyrule? *dá dois passos a frente e mostra uma bússola* Isso lhe é familiar?

Link: *negando com a cabeça* Desculpe, mas em toda minha jornada não encontrei nada igual...e sim, eu sou o Link...isso está mais estranho do que as dungeons de água...

Tatl: Mais estranho que voltar no tempo com uma ocarina também, Link? Eu esperava algo assim, afinal olha ao seu redor.

Linkle: *guardava a bússola* Eu pensava que... *seus olhos tremiam um pouco mais logo ela balança cabeça* Ainda não pode ter acontecido..

Saria: Linkle foi ao Templo da Floresta pois pensava que encontraria respostas para esses acontecimentos.

Linkle: O futuro corre grande perigo...eu não sei o que houve, mas...quando voltei para minha vila, ela não existia mais, Hyrule foi apagada completamente no meu tempo! Vovó me disse antes de partir que sentia um péssimo pressentimento, mais encontrei uma luz e eu segui ela e aí então eu caí em um lugar estranho e vim parar aqui, 100 anos no passado.

Link: Huuum...*franzindo o rosto, guardando a espada e escudo e coçando as bochechas* Zelda me disse o mesmo...*cruzando os braços e olhando para ela *...Você saiu desse templo sem dificuldades...então deve ser mesmo parecida comigo...

Linkle: Eu? Parecida com você? Eu sempre acreditei em uma loucura, mas nunca me achava boa o suficiente. *observava Link* Eu era apenas uma pastora de galinhas e agora eu sou a salvação do meu futuro. *bota os braços para trás* Mas, fico feliz que você compartilha o mesmo sentimento que eu.

Link: (Galinhas...) *olhando para o lado, imaginando um monte delas massacrando as pessoas* S-Sim, eu acho, eu só era uma criança na vila dos Kokiri...*virando para o lado* Bem, se for mesmo me ajudar, espero que consiga me acompanhar, heh.

Navi: Essas aves não são nada normais hein...

Tatl: Mas você é uma criança Link, só pegou o seu corpo adulto emprestado.

Saria: Com vocês dois eu fico mais calma, por favor Link, Linkle, salve Hyrule!

Linkle: Ouviu isso? Eu vou arrasar ao seu lado!

Link: Aliás, está errada Tatl, fiquei adormecido mas sou amadurecido...vamos ver Linkle, vamos indo. *correndo para o lado oposto da entrada do templo*

Linkle: *via o Link disparar* Tchau Saria, espero que possamos nos encontrar de novo! *corria tentando alcançar o Link*

Saria: *dava tchau para ambos e logo voltava a tocar sua ocarina*

Um desafio além da dificuldade que se enfrenta. Editar

Então, Link e Linkle pegaram o caminho da água e foram parar na passagem secreta dos domínios Zoras. 

Linkle: Está tudo tão diferente de Hyrule da onde venho.. Vovó me contava histórias mas nunca pensei que viveria em uma delas. *olhava para sua bússola* Estamos nos domínios dos Zartchras.

Link: Não seria dos Zoras? *balançando a cabeça para os lados, soprando o cabelo que estava molhado e cobrindo meu rosto, nadando até a borda*

Linkle: *ri* Os Zoras? Eles foram instintos a 400 a...ow...*seguindo ele*

Link: Pela lógica, você é do futuro, mas isso não explica o porquê diabos é uma versão feminina minha. *se aproximando perto de você e olhando para baixo por ser mais alto*

Navi: Eu acho você mais legal com Link, menino no caso. (Deve ser o costume...)

Linkle: Isso foi rude fadinha! Vovó acredita que eu sou... *rosto fica vermelho* Sou sua reencarnação... *mostra a bússola* E se tem algo que pode provar isso, é essa bússola que carrego em meu pescoço.

Link: *virando e andando* Reencarnação...interessante... (Então...não sou só um Link...não é?) Aliás temos um contra tempo, é muito frio e para podermos nadar bem, teríamos que ter a túnica azul, certo? Eles só tem do meu...tamanho...*tossindo*

Linkle: O grande Link precisa de uma túnica para nadar? *ri* Por favor. Essa nanica aqui sabe nadar muito bem! *bota sua mão em sua cintura*

Tatl: Se fosse eu não deixava.

Link: (Não quero nem falar sobre pular...) CONTINUANDO! *virando e andando*

Linkle: *segue ele* Suponho que minha ocarina não vai funcionar nesse local, então como vamos entrar?*via aquela passagem*

Link: Hum. *chegando perto da passagem*

Tatl: Link, seria mesmo uma decisão sensata pôr essa pastora de galinhas em tamanho perigo? Olha para ela! Ela é muito inocente.

Linkle: *observava todo local sorrindo e de braços para trás*

Link: Vamos. *andando com pressa*

Tatl: Ei, calma! *tentando acompanhar ele*

Link: Não temos muito tempo pra ficar enrolando.*dizia isso enquanto andava de modo como se estivesse em batalha* (Aqui está totalmente diferente de antigamente.)

Linkle: Puxa, como você é poderoso em toda a forma que fala, passos largos e pesados. *andando de forma pisando da forma que ele faz*

Link: Eu já andei de modo bobo quando era mais 'novo'. *ria baixinho* (É estranho conversar enquanto alguém te segue sem ser a Navi)

Navi: Ele conseguia dar mortais e estrelinhas quando era pequeno, parece mais um acrobata do que um guerreiro de Hyrule. :v

Tatl: Putz! Então ele fazia mais acrobacia que lutava ahahahahahahahaha! 

Linkle: Hahahahahah! Isso é verdade, Link? ^^

Link: Sim...*parando, onde dava num enorme lago semi congelado com grandes blocos de gelo sobre a água*...eu ainda sou. *bufando um pouco sem jeito*

Linkle: Ei, não fique assim, todos nós temos nossa infância, assim como você ^^ Além disso às vezes é bom recordar de algumas coisas, concorda? 🙂

Link: Sim. (E não também...)

Navi: *se aproximando de Linkle e sussurrando* Ele não é muito de puxar papo, ainda...ele só conversava comigo literalmente

Linkle: Entendo. 

Tatl: Sabe que você cair nessa água, você literalmente tá morto, né? 

Linkle: Puxa! Eu não sabia que o lugar era ainda assim tãããão bonito! *admirada com o lugar* Hihi! *se aproximando da água*

Link: *se aproximando lentamente* Cuidado, aí você viraria literalmente um boneco de neve.

Linkle: E se pulamos as crostas de gelo, não aconteceria o mesmo?

Link: Não, eu já pulei nelas, mas cuidado porque elas não são firmes como parecem.

Linkle: Urg… 

Tatl: Está com medo, Linkle? 

Linkle: Não exatamente, pelo fato serem, gelo, é fácil escorregar. '~'

Link: Veja. indo até a borda, e depois dando um salto até o bloco de gelo, que fazia movimentos pro lado e pro outro, porém conseguia me equilibrar sem dificuldades

Linkle: Cuidado! >~<

Tatl: voando até Link

Link: Não se preocupe. pulando para o próximo. Tente também, vamos lá.

Navi: Link falhou inúmeras vezes sabia? Mas aprendeu com esses erros.

Linkle: E-Espere! *se afastando, correndo pulando na crosta, tentando manter o equilíbrio e ficando desorientada* Ai ai ai ai! ><

Link: Tente equilibrar! Fique no meio!

Linkle: *tenta ir para o meio, no desespero, ficava difícil de manter a calma*

Link: Confiança Linkle!

Linkle: Não não não não.*via que a crosta ficava virando* Waaaah! *corria e pulava para a crosta que ele está, se segurando nele*

Link: ! *deixando as pernas um pouco mais separadas para aquilo não balançar demais*

Na frente havia mais daqueles blocos de gelo, alguns até tinham um tipo de rotação estranha.

Linkle: ! *soltando-o* Desculpa, desculpa, é que eu não estive preparada para algo assim.

Link: Não pode dar bobeira...agora teremos que fazer ao mesmo tempo se não o outro cai.

Linkle: E-Está bem. *estalando as costas, curvando um pouco para trás* Ufa, acho que agora vai. 

Tatl: Vocês tem que se ajudarem, não é um deixar que um se lasque por falta de sorte. Isso já é um pouco injusto.

Navi: Realmente.

Link: Certo, Linkle, agora você vai saltar junto comigo ok?

Linkle: Sim sim, e…é um, é dois e é três! *pulando para a próxima crosta de gelo*

Link: (EU DISSE JUNTO CARAMBA!) !! *pulando na pressa porém tinha reflexo rápidos, então conseguia acompanhar ela, se equilibrando* Rápido, faça como eu!

Linkle: *pelo tom dele de voz não parecia muito agradável, pegando na roupa dele puxando* Não grite comigo, seu mimadinho! 😠*soltando-o* Hunf!

Tatl: *olhando para Navi*

Navi: Mas ele só estava pedindo pra o copiar. e_e *girando ao redor dela*

Link: ... (Mimado, eu já recebi algum mimo uma vez?)

Linkle: É que ele acha que eu sou alguém que nasceu aprendendo, *fazendo "não" com o indicador* a mim ele não grita não senhor.

Link: Está certa, vamos fazer isso direito agora...eu irei pular e você observa. Mas se segure por favor, não é tão difícil como parece. *dizia isso enquanto saia um pouco de ar da boca pelo frio*

Linkle: Tudo bem, você pula, eu pulo depois, depois eu e vai você, assim sucessivamente, é melhor, cada um vai alertando o outro e assim nós ficamos menos...complicados digamos.

Link: Sim, então...*se preparando* minha vez, se segure.

Linkle: S-Sim. *se segurando nele*

Link: *afastando ela lentamente e depois correndo e pulando para o bloco de gelo a frente* Huh!

No entanto aquele bloco girava em sentido horário, era algo no mínimo estranho.

Linkle: *indo logo após*

Link: *começando a correr pro lado oposto no sentido que aquele bloco girava, para ficar no mesmo lugar* Hey, corre contra ele, se não ira falhar, só andar como eu estou.

Linkle: S-Sim! *seguindo-o* Não podemos ficar muito tempo aqui, podemos ficar tontos e cair, pense rápido! *ao chegar na próxima crosta, pula*

Link: *ficando parado e seguindo o ritmo daquilo*

Linkle ficava um pouco a frente na aterrissagem.

Linkle: Wooow! *logo após equilibra e corre*

Link: Já! Pare!

Linkle: Parar? Hu-Hum! *parando, ficando com um frio na barriga enquanto tenta manter o equilíbrio*

Link: Não tenha medo, pense que está num jogo divertido, tipo os que temos no Clã Kokiri! *sorria levemente, o que era raro

Tatl: O_O Que língua é essa que eu não conheço?

Linkle: *meio confusa, mas ficando parada*

Link: Isso, agora espere. Na contagem se prepare.

Aquilo ia girando e os levando lentamente até o outro.

Linkle: C-Certo. (Por favor, tô ficando enjoada. 😖)

Link: 1, 2, 3 e..

Linkle: J-Já! *se virando e pulando na próxima crosta*

Link: *pousando e se equilibrando* Fácil fácil!

Linkle: Sim! Hehehehe! >< Vamos lá?

Link: Ali, vamos subir e adentrar essa caverna, para pegar um fogo especial.

Linkle: Fogo? E pra que isso, você não pode simplesmente fazer isso com sua própria espada?

Link: Se fosse tão simples, esse ligar não estaria assim, é um fogo azul, o único que consegue descongelar o gelo daqui.

Linkle: *andando*Pelo que sei, esse tipo de fogo azul, pelo que eu li é o estágio do fogo mais avançado que tem.

Link: Olha, eu só faço pegar mesmo, nunca me perguntei por que diabos só o azul. 😶 *fazendo uma expressão boba e pondo a mão no queixo*

Linkle: Isso é uma pena, porque além de só pegar, poderia pelo menos saber algo, senão quem perguntar para você, não vai saber responder, até essa nanica aqui sabe uma boa parte das coisas. 😉

Link: Você fez a tarefa de casa...*virando* bacana, mas aqui é seguir em frente e não perder tempo, me acompanhe por favor. (É que ninguém me perguntava sobre as coisas que eu pegava.)

O lugar era meio estreito e só daria pra passar uma pessoa por vez pelo tamanho

Linkle: Hum.*seguindo ele*

Tatl: (Nossa, "que poderoso"! '-')

Navi: (Link deve estar aprendendo a ser "sociável '')

Link: *parando por um breve momento*

Linkle: *parando também*Vai você, o item é seu, certo?

Link: Inimigos. *sacando a espada*

Um círculo vermelho se fazia pelo chão e de baixo saía várias criaturas, umas vinha com uma bola estranha cheia de estacas e gemia enquanto começava a se aproximar. 

Linkle: ! *olhando para eles*

E outros vinha com um bastão, que nele continha três espinhos.

Hell Wrath
Hell Gluttony (Devil May Cry 3)
Link: Eles não são daqui...de maneira alguma. *pondo o escudo a frente do meu corpo com a mão esquerda*

Navi: (Não reconheço eles...eles tem um ar muito diferente de todos os inimigos que já vi...)

Linkle: O que são essas coisas? 

Hell Wrath: *se aproximando mais deles de forma vagarosa enquanto gemia*

Linkle: Não! *chegando para trás* Para trás!

Tatl: Tem idéia do que estes sejam?

Link: Não. *puxando o arco, deixando o escudo no lugar e encaixando as flechas* Evitemos combate de perto, reconhecimento primeiramente. *franzindo o rosto*

Linkle: *pegando as Bestas de suas botas, ficando de costas para Link*

Hell Gluttony 1 e 2: *começando a sugar o ar que tem ao seu redor*

Linkle: Link, eles são muitos!*atirando a flecha no Hell Wrath*

Hell Wrath: *bola ficando um pouco laranja*

Link: *atirando logo após* Vamos ver se a quantidade é igual a qualidade deles!

Hell Gluttony 1 e 2: *cospem areia neles*

Linkle: *caindo areia nos olhos*Argh! >< Eu não enxergo!

Link: !

Hell Wrath 1: *a bola ficava vermelha e jogando a bola no chão com toda a força no chão de gelo que explodia perto deles dois, afetando também os demais*

Linkle: *sendo jogada longe* Kyaaaaaaaah!!! ><

Link: Aaaaaaah!! *rangendo os dentes* (Essa força é equiparada a de um chefe! Não acredito!)

Tatl: Link! Linkle! 

Linkle: *ao atingir uma certa distância do impacto, cai na água*

Navi: ! Os caras com bastões são traiçoeiros! Os com as esferas são muito fortes mesmo, rápido se separem!

Linkle: *emergindo depressa e tossindo* Que péssima idéia! 😣

Link: *emergindo e tossindo* Linkle vamos atacar juntos eles, primeiro esses menores, os grandes tem essa força enorme.

Linkle: *nadando enquanto fala* Link, nós não temos idéia do que eles podem ser, se atacarmos de modo precipitados, vamos morrer mais rápido. (Frio frio frio! >~<) 

Aparecia mais Hell Gluttony e Hell Wrath.

Link: *seguindo ela* Navi disse que os com as grandes esferas causaram a explosão...*quando dava subia e puxava a espada e o escudo*

Linkle: *subindo trêmula*S-Sim, e…e… acre-cre-credite, foi uma p-p-p-péssima…idéia. 

Tatl: Eu aconselharia vocês ficarem longe dele, se não quiserem voltar para a água.

Hells Gluttony: *sugando o ar do lugar*

Linkle: Eu...tenho…q-q-que pensar! ><

Tatl: É bom pensar rápido, isso não vai ser bom! '-'

Linkle: J-Já sei! Link, atire para valer nas esferas, farei o mesmo! *apontando para os Hell Wrath*

Link: *mudando no mesmo instante para seu arco numa velocidade anormal, fazendo o que Linkle disse e atirando flecha após flecha* (Esse arco é incrível...é tão leve...)

As esferas iam ficando laranja. 

Linkle: *atirando neles*Essas…c-c-criaturas…não são nada…familiares…n-n-nunca na minha vida as vi, juro! >~<

Link: Nem eu...mas! *carregando a flecha com um elemento fogo e atirando sobre a esfera, uma flecha encoberta de um fogo forte e poderosof

Hells Gluttony: *jogando areia na direção deles*

Hells Wrath explodindo todos juntos. Com o impacto, as partículas de areia ia mais rápido na direção deles como uma ventania empurrando areia nos olhos.

Linkle: Uaaaaaaai!! ><

Link: pulando na frente da Linkle e pondo o escudo acima, evitando boa parte da areia Linkle! Não hesite em ficar atrás de mim, você é boa mas sem um escudo pode sofrer ferimentos graves.

Linkle: *ficava vermelha e ficava atrás dele e agachando, de olhos fechados* ><

Tatl: É forte demais! >< Segura aí Navi!

Link: *continuando a defender* Heh! *com uma mão sobrando tirava uma bomba e jogava com força nos Gluttony, sem abaixar a defesa* Atirando não podem se mexer, não é?

Linkle: Eu…eu não sei disso! >~<

Dos que sobraram dos Hell Gluttony, iam se levantar, até que um deles reparam a bomba e acabam sendo explodidos.

Navi: Hah hah! Conseguiu!

Link: *trocando para a espada* Não precisa saber, hehe. *ria baixinho* (Boba...)

Linkle: Nhaaah!*abraçando ele por trás pelo pescoço* É isso aí, conseguimos! >< Eu fui útil, não fui?

Link: Mas é claro.

Linkle: Vivaaaa! *se afastando dele e pigarreando e guardando as Bestas ainda vermelha* Tá vendo? Não sou tão nanica quanto pareço. fazendo bico

Link: Hehe, admito, realmente não é. *riso*

Linkle: Bem, se importa de virar para lá?

Link: Não...'virando lentamente* Mas, porquê?

Linkle: Só, fique virado. *ficando de costas para ele e retirando o capuz por cima e o colete depois, torcendo o casaco enquanto com o capuz na boca* (Espero que minha bússola não tenha estragado, Santa Sacarina saturada…)

Link: *agoniado, se mordendo de curiosidade* (Barulho de água...) *virando alguns momentos mas bem devagar, realmente não sabia o que fazer* Huuuuum...

Tatl: Ow. *chamando a atenção dele*

Linkle: *sacudindo o coletinho* (Oh puxa.) *pegando na bússola e vendo se funciona*

Link: *olhando para trás* e_e

Navi: *sussurrando* Acho que isso é bem errado, Link.

Tatl: (Esse garoto não me ouviu chamando a atenção dele?) Link, vira para lá. 

Linkle: (Espero que esteja tudo bem.) *colocando o coletinho, ajeitando, tirando o capuz da boca e torcendo ele*

Link: *virando para trás, olhando para minha roupa* Eu devo ser diferente mesmo...não me importo se a roupa estiver molhada...na verdade, nunca sequei essa coisa.

Navi: E-Eeeeer...

Linkle: ??? (Do que ele tá falando? '-')

Link: *olhando para os lados*

Linkle: *vestindo o capuz* (Acho que o senhor Link comeu areia no momento que estávamos dando conta daquelas criaturas.) *colocando o punho no lado da cabeça e pondo a língua para fora* Buu… *pondo as mãos perto da boca* hihi! ><

Link: Já?

Linkle: *andando na frente* Vamos! 😊

Link: Certo. *sorria levemente*

Tatl: Tô só de olho nessa sua inocência aí hein, Link, olha lá hein! 

Linkle: *indo até a parte do buraco na parede*

Link: Certo, certo. *seguindo ela*

Linkle: *ficando de lado e se escorando pelo buraco*

Tatl: Às vezes você consegue ser uma figura, Link. Mesmo que seja pelo impulso.

Link: Não sabia...bem... *ficando de lado e se escorando no buraco também*

Linkle: *olhando para trás* ?! (Eu acho que não devia julgá-lo, talvez se eu perguntar algumas coisas, eu posso compreendê-lo melhor.)

Tatl: *como era pequena passava fácil por aquela parte estreita*

Navi: *seguia todos cantarolando* 🎵

Linkle: (Okay lá vai.) *olhando para frente* Hey, Link.

Link: Hum, sim?

Linkle: Com tudo que eu vi daqui para cá, eu percebi que você tem uma aptidão a se dedicar só nas batalhas, lutas e mais lutas. Eu fico pensando, toda essa determinação, essa precisão, é realmente impressionante.

Link: Jura...? Eu...eu não penso e não consigo pensar em algo diferente...Hyrule precisa de alguém...e eu estava lá.

Linkle: Mas, *andando com as mãos atrás das costas* percebi que você é alguém que...parece ter uma expressão de alguém que age como um Sociopata, como se escondesse de todos, inclusive das fadas como está se sentindo, parece que em seus olhos esconde algo mais além da sua frieza, esconde a face de alguém que tinha sido feliz de alguma forma, me pergunto se você esconde alguma raiva, tristeza, angustia, essas maneiras que o fazem agir dessa forma. Havia percebido isso, quando você se fechou no começo que estávamos para pular nas crostas de gelo.

Tatl: Huuum?

Link: Eu nunca fiquei tanto tempo com alguém Linkle, as pessoas somem e reaparecem na minha frente a todo momento...sentimentos..? Talvez eu tenha mesmo...um pouco de aflição aqui. *pondo a mão no peito fechado e batendo*

Linkle: Eu entendo, e o jeito que fala, é como de alguém que vê o mundo como um todo novo ao seu redor, e isso fica evidente o jeito que fala, deve ser horrível viver sozinho, mas você se acostumou todo esse tempo como alguém que viveu assim a vida toda, você deve ser fechado por isso, você não precisa me contar sua versão, é por isso que você fala de uma maneira curta e ás vezes grossa. *virando para ele* Porque nunca na vida conseguiu dialogar com ninguém, exceto as fadas que carrega, mas muito pouco até.

Link: Mas, então, por quê? Porque está me perguntando isso afinal?

Linkle: Porque...bem, porque...

Link: *se aproximando mais dela, abaixando um pouco o torso e a cabeça e pondo a mão no queixo* ?

Linkle: *olhando para ele* Porque eu vi que você tinha uma certa tristeza, raiva e angústia esboçada em seus olhos, e...eu comecei a me preocupar e começar a saber o porquê agir assim, acredito que você já teve algum diálogo com aquelas crianças Kokiris. *os olhos começavam a arder, porque estava começando a se emocionar* Mas infelizmente como você disse, você as vê e infelizmente não pode ficar. *fechando os olhos, ficando de costas para ele, limpando os olhos* Desculpe.

Link: Hey. *ajeitando o torso, dando uns tapinhas em seu ombro*

Tatl: *olhando para Navi*

Linkle: ...?

Link: Sim, eu os deixei...eles eram tudo pra mim naqueles dias, mas...ao ver Zelda...meu pesadelo, vi que eu não fazia parte deles...

Navi: E...Link me recebeu por ser digno...nem todos podiam ter sua própria guia.

Linkle: Mas...

Link: Mas Linkle, eu pude me despedir deles e sabe uma coisa?

Linkle: O que?

Link: Eu posso visitar eles de vez em quando... *sorria discretamente* ...

Navi: Ter um olhar sério ou quase vazio...não significa exatamente sentimentos ruins...não é?

Tatl: Eu não faço idéia, sou uma fada, não um rosto expressivo.

Linkle: *fechando os olhos* Uma coisa que faz toda pessoa se sentir melhor é...

Tatl: ?

Link: É...?

Linkle: *abraçando Link*

Tatl: Wow!!

Link: *não sabe como reagir, ficando parado e dando um pequeno sorriso*

Linkle: Isto. Link, você é uma pessoa boa, você tem tudo para ser alguém que tenha carisma com próximos, mesmo que fique pouco com elas, não custa tentar...mas, basta tentar aproveitar cada detalhe, você deve saber disto, mas, você não está sozinho, nunca. *abraçando forte* Você é alguém que pode ser melhor, eu acredito nisso. 😞

Link: Hey hey, está tudo bem, ser mais carismático não tem problema. (Sozinho...nunca estive, Zelda e Navi estavam lá quando precisei...) Obrigado por se preocupar comigo, mas realmente precisamos continuar.

Linkle: S-Sim, mas, *olhando para ele, levantando a cabeça para cima* sente-se melhor?

Link: Uhum. *sorrindo*

Linkle: *se afastando dele* Uuuuh ótimo! 😊Então podemos prosseguir! *se virando e andando* 

Tatl: Tudo termina bem, quando acaba bem. *seguindo Linkle*

Link: *suspirando* (Ela é muito animada, até pra mim. :p )

Linkle: (Eu consegui, eu consegui! >< Pelo menos alguma missão cumprida! Vovó, mal espero falar isto para você!)

Link: Linkle o que você vê a frente de nós?

Linkle: Hum, um baú! 😁É seu, pode pegar.

Link: *indo até o bau e fazendo aquela cena clássica de sempre*

Linkle: *batendo palmas* 😃

Link: Hum? O que é isso?

Tatl: Hum? Isso o que?

Link: Uma passagem nova, vamos lá!

Linkle: *correndo* ><

Link: *entrando por ela* Eu nunca vi por aqui antes.

Linkle: Jura? '-' Mas pensei que você conhecia uma boa parte.

Link: Por isso...esse passagem é diferente e nova...

Linkle: Então vamos explorá-la! xD *entrando*

Tatl: (Ela tá mais animada que de costume, puxa.)

Link: *entrando logo atrás*

Linkle: (Puxa, esse lugar já é bonito, imagine quando for mais ainda futuramente! 😊)

Link: *ficando sério, pegando a espada com firmeza* Linkle, esse lugar é diferente do resto não estou gostando disso.

Linkle: *olhando para os lados* (Onde?)

Tatl: Cuidado!

Link: A frente de nós!

Uns círculos vermelhos aparecia pelo ar e nele se abria como um portal e saía deles dois grupo de demônios, um com uma roupa meio laranja com o cabelo arrepiado e branco e outro com roupa branca e olhos vendados.

HellLust
HellSloth

Link: *puxando o arco*

Hell Lust: *se aproximando deles*

Hell Sloth: *não se move do lugar, se prepara para atacar*

Linkle: São, mais delas. *pega as Bestas*

Tatl: Nossa, mas essas coisas são muito feias hein, isso faz com que as criaturas que o Link luta se parecerem mais bonitas.

Link: Ainda continuam feias. *atirando nos Hell Lust mais próximos*

Linkle: *colocando o capuz e atirando neles também*

Hell Lust 1 e 2: *se esquivando para o lado, e depois indo para os lados o tempo todo*

Hell Lust 3: *dando um pulo para trás e então rapidamente passando por Link, cortando ele pela cintura*

Hell Sloth 1: *gritando e então se teleportando para trás de Linkle e dando um corte nela*

Linkle: Aaaaah! ><

Link: Urg! *ao levar o golpe trocava para a espada e escudo, aproveitando para golpe-lo* Heya!

Hell Lust 3: *esquivando para o lado*

Linkle: (Isso dói, isso dói! ><) *respirando fundo e virando para Hell Sloth 1 apontando para ele e atirando flechas nele*

Hell Sloth 1: *recebendo e depois se teleporta e reaparece distante dela*

Hell Lust 2: *dando um pulo para trás e dando um corte rápido nela*

Linkle: ! *pulando dando um mortal para trás* Uai! ><(Essa foi por pouco.)

Hell Sloth 2 *gritando, (praticamente parece um bocejo que grito) se teleportando e aparecendo na na frente de Link e dando um corte nele*

Link: defendendo com meu escudo Velocidade não é problema para mim! *encravando a espada com força e para frente no Hell Sloth 3*

Hell Sloth 3: *sendo acertado e caindo no chão deitado*

Hell Sloth 1: *faz a mesma coisa, e então faz um corte na direção de Linkle*

Linkle: Ai! >< *atirando várias vezes com as Bestas em Hell Sloth 1*

Hell Lust 3: *ia pulando para os lados o tempo todo, focando em Linkle*

Tatl: Estamos cercados! Eles são fortes e ao mesmo tempo rápidos!

Link: Realmente, os de Hyrule seguem um padrão, mas esses parecem nem ser daqui... *correndo até o Hell Lust 3 e dando um corte com pulo muito poderoso* HAAAAAH!

Hell Lust 3: *dando um mortal para trás antes de acertar e então fazendo um corte de Counter em Link e Linkle ao ponto também derrubar eles também com o corpo*

Linkle: *estava concentrada em Hell Sloth 1 que tinha sido derrubado* Kyaaaaaaah!! *sendo jogada, caindo no chão* Urg! 😫

Link: *deslizando para trás, perdendo o equilíbrio e ficando de joelhos, usando a espada de apoio e rangendo os dentes* Urg! *trocando para a bomba e jogando no Hell Sloth 1 e depois trocando para o gancho e puxando o Hell Lust 3* Vocês estão passando dos limites!

Hell Lust 3: *sendo pego*

Linkle: *sentindo dor* (Okay, okay...hora de provar, minhas verdadeiras habilidades...) *colocando os braços como cross defence e então concentrando*

Link: *olhando para ela* Huh? (Ela tem habilidades também, por essa eu não esperava.)

Linkle: Hoooooo! *as Bestas ficam numa cor vermelha e verde*Hah! HAH! TOOH!! *atirando com uma rapidamente, depois com a outra e então dando um pulo alto mortal fazendo uma explosão*

Tatl: !! (Por essa eu não esperava!)

Link: *surpreso e de boca semi aberta* Wow.

Linkle: *dando vários tiros de vários ângulos* Hyaaaaah! *depois girando o corpo e atirando várias vezes neles*

Hells Lust e Sloth caem no chão, alguns viram areias e outros aparecem.

Linkle: *parando de girar, ficando um pouquinho tonta* Ufs...

Link: Incrivel.

Linkle: Ung!😳*coçando atrás* O-Obrigada. Isso pode ter parecido só uma brisa, mas...não é não.

A bomba explode em alguns dos que aparece ali.

Linkle: ! *olhando para trás* Oh! Link, vá, aproveite!

Link: *atacando um por um, os mais próximos dele,  com dois cortes verticais em cada, pulando para trás e jogando outra bomba perto deles* Ainda bem que tenho várias dessas belezinhas!

Hell Sloth 2 e 3: *sendo acertados*

Hell Sloth 2 e 3: *sendo explodidos e virando areia*

As criaturas que haviam aparecido, não se sobressaíam mas eram parecidas com estrelas do mar flutuantes e eram quase invisíveis. Não podia ser vista praticamente, por estar entre os Hell Lust restantes.

Link: *ficando em guarda* Ainda tem inimigos por perto Navi?

Navi: Sim mas não consigo encontrá-los normalmente Link.

Hell Lust 2: *dando passos para o lado e para o outro, se aproximando deles*

Tatl: Link, como você tem o que atacar e defender, é preferível que Linkle atire neles, deixando eles ocupados levando, procure a oportunidade certa, e ataque!

Hell Lust 3: *dando um mortal para trás e indo na direção de Linkle com a foice, indo dar um corte rápido*

Linkle: *pulando e abrindo as pernas para o lado e atirando em Hell Lust 3 por cima* Haaaaah! *pousando, virando para ele atirando com as Bestas nele*

Hell Lust 3: *sendo acertado*

Enquanto isso a silhueta começava se aproximar de Linkle, não se mostrava pois Link estava de frente e Linkle de costas para a criatura parcialmente invisível.

Link: Navi!

Navi: Estou procurando!

Linkle: Link, agora! 

Hell Lust 2: *dando um mortal e avançando em Link com a foice*

Link: HAH! *avançado com o escudo e defendendo a foice, saindo faíscas pela colisão poderosa*

Linkle: *atirando em Hell Lust 2 e então pulando e dando um giro para frente e então dando um chute com o calcanhar, derrubando Hell Lust 2* Link, ataque o outro, ataque!

Hell Lust 3: *começando a se levantar*

Link: Huh huh, HEYA! *indo até o Hell Lust 3 dando dois cortes verticais e por último um poderoso com pulo*

Hell Lust 3: *sendo acertado e caindo no chão, virando areia e se desfazendo*

Linkle: Hah! *colocando uma bomba nele e se afastando* Vai explodir! ><

Como os dois estavam de costas e a bomba explode, dando fim em Hell Lust 2, as criaturas parcialmente invisíveis, se revelam, 3 delas chamadas Soul Eater.
Soul Eater
Link: !

Tatl: Mas que droga! Navi! Link, Linkle, cuidado! Atrás de vocês! 

Linkle: ! *olhando trás, mas acaba sendo pega e sendo tirada do chão* Eeeei! Me solta! ><

Soul Eater 1: *enrola seus tentáculos em seu corpo*

Linkle: *tentando se soltar*

Soul Eater 2: *antes de Link se virar, segura ele por trás o tirando do chão*

As criaturas começam a sugar suas energias, inclusive suas almas.

Linkle: KYAAAAAAAAAAH!!! >< NÃO NÃO!!

Link: AAAAAARG!

Tatl: Link, Linkle, tentem se livrar disso! 

Linkle: E-Está sugando minha energia! Minha força!! AAAAAARGH!!! >< *tentava se soltar, fazendo força*

Link: *se esperneando e depois enfiando a minha espada ni tentáculo que me segurava com força* AAAH!

Soul Eater 2: *era cortado o tentáculo, soltando Link*

Linkle: *tentando insistentemente, apontando com dificuldade para atrás de  Soul Eater 1 e atirando flechas nele*

Soul Eater 1: *sendo acertado e soltando Linkle*

Linkle: *caindo no chão de bruços trêmula, respirando ofegante*

Link: *indo até ela* Hey hey! Linkle!

Linkle: *tentava levantar o torso com dificuldade, as feridas não colaboravam*

Soul Eater 1 e 2: *se aproximando dos dois por trás*

Soul Eater 3: *vinha logo atrás deles*

Tatl: Link cuidado! Eles estão cercando vocês, eles se aproveitam de suas distrações!

Link: *pegando arco e flecha, atirando em cada um* Se afastem!!!

Soul Eater 1 2 e 3: *sendo acertados mas não levando danos significativos, sendo levemente afastados e ficando invisíveis parcialmente por Link olhar para eles*

Tatl: Agora entendi, eles são covardes, eles se aproveitam das suas retaguardas, pois se você não os encara, eles ficam parados.

Linkle: (Isso não foi legal…droga.)

Link: *dando a mão para a Linkle*

Linkle: *olhando para a mão dele e pegando e sendo ajudada a levantar* Obrigada…

Soul Eaters: *ficando parados onde estão*

Link: São inimigos covardes...

Linkle: Isso quer dizer eles atacam por trás…ai…*guardando uma Besta na bota e ficando com uma só* então, sabe o que fazer.

Link: Espero que sim. Heh. *se aproximando dela e ficando de costas para ela*

Linkle: *ficando de costas, olhando para o lado oposto dos Soul Eaters* (Me sinto péssima, mas não posso falhar…não posso mostrar que sou alguém para Link salvar, nada disso!) *balançando a cabeça para os lados*

Soul Eaters se revelam e se aproximam deles.

Tatl: (Esperem o momento certo e ataquem.)

Linkle: Como a Tatl falou Link…eu ataco primeiro e depois você, você só fica com a parte bruta, enquanto eu sou…O SUPORTE! *pegando a outra Besta da bota, virando para os Soul Eaters e atirando para o Soul Eater 1 e 3*

Link: *esperando o momento certo* Mas eu posso também te dar cobertura!

Linkle: Não quero roubar também sua chance de dar um jeito neles! *atirando no Soul Eater 2 e se afastando deles pois estavam muito perto*

Link: *indo até o Soul Eater 1 e desferindo vários cortes poderosos e rápidos* HUH HUH HEEEEEYA!

Soul Eater 1: *sendo acertado pelos cortes*

Linkle: *virando de costas para Link e distante dele* Continue! *olhando para trás e atirando em Soul Eater 3*

Link: *dando mais dois cortes verticais depois um com pulo* Huh! Huh! HEYAAAAA!

Soul Eater 1: *sendo acertado e se desfazendo em forma de energia*

Tatl: (Onde está a Navi, não me diga que…) Olhem suas retaguardas!

Navi: *voando de modo aleatório* Aaah! Não sei o que fazer! Eu não consigo aproximar deles, não sei nada sobre eles!

Tatl: Navi! Calma! *tentando falar com ela e tentando seguir ela* Olha aqui, calma! 

Linkle: *atirando em Soul Eater 2* (Não posso usar uma bomba gigante nesse lugar, posso acabar demolindo esse lugar inteiro, não é certo. Mas posso usar meus chutes contra eles.) *dando um passo para frente e dando 10 chutes parecendo um Sen Retsu Kyaku da Chun Li* YAH! *dando um pulo para trás e atirando logo após* Vou fazer o que posso para te facilitar, Link! >< *parando*

Link: Está ótimo pra mim! *indo até o Soul Eater 2* Navi! Você não precisa sempre saber sobre eles, só faça o que estiver ao seu alcance!

Navi: ! (Realmente...Link só quer que eu apoie mesmo que só para melhorar o acerto de seus golpes...) Tudo bem! *indo até Soul Eater 2 e o rodeando*

Link: AAAAH! *cortando verticalmente* HEYAAAAA! *dando dois cortes horizontais* HAAAAAH! *levando a espada para trás, carregando energia e  soltando enquanto girava, de modo que formasse uma onda azul de poder*

Soul Eater 2: *sendo acertado e desaparecendo em forma de energia*

Tatl: Linkle, atrás de você!

Soul Eater 3: *indo pegar Linkle por trás*

Linkle: Hah! *se jogando para frente e rolando*

Link: *atirando uma flecha de longe e no Soul Eater 3* Calma aí monstro. *riso*

Linkle: Agora sim você é o verdadeiro bravo guerreiro de Hyrule, senhor Link! *se virando* YAAAAAAAH!! *atirando em Soul Eater 3*

Link: *atirando três vezes consecutivas, depois equipando uma flecha com fogo e atirando com força máxima* HAAAAH!

Soul Eater 3: *sendo acertado e desaparecendo em forma de energia*

Linkle: Uuufa…*abaixando, colocando as pernas para os lados, ajoelhados em forma de W, colocando o capuz para trás* isso foi dureza. u.u

Link: Nada demais pra uma dupla...de...'Links' *dando um joinha, provavelmente a primeira piada que fez na vida*

Linkle: *segurando o riso*

Tatl: Hehehehehe…hahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!! 

Linkle: Hahahahahahahahahahaha! ><

Link: Hey, essa piada nem foi tão boa. *cruzando os braços*

Linkle: Gostei gostei! ><

Tatl: Como eu dizia, você consegue ser uma figura sem querer, Link. Isso é muito raro de acontecer com você.

Link: *rindo baixinho com a cabeça abaixada* É...pode ser...

Navi: Você está mudando...isso é incrível mesmo!

Linkle: (Funcionou!) Realmente! 🙂 *levantando devagar* Ai ui. *abrindo o lado direito do colete e pegando um frasco, se aproximando de Link e dando na mão dele* Aqui.

Link: Huh? Mas eu não sofri tantos danos.

Linkle: u.u Você me ajudou quando precisei, agora eu te recompenso. É o mínimo que eu posso fazer. *se virando e andando até um cantinho e se sentando*

Link: *olhando para ela indo, olhando para o frasco e bebendo*

Era leite, as feridas de Link são curadas. 

Linkle: *colocando as Bestas de volta na bota, sentindo dor e colocando a mão atrás e depois olhando a mão, a luva que usava estava suja de sangue* (Tsc…mas é melhor ele melhor que eu.)

Link: Obrigado Linkle.

Linkle: *fechando os olhos* Não tem de que, ser uma pastora…até que tem suas vantagens…! -u-

Link: (Ela trabalha no rancho Lon Lon também?)

Linkle: Sente-se melhor?

Link: Sim.

Linkle: *afirmando com a cabeça* Melhor assim.

Link: No final paramos nesse lugar estranho.

Linkle: *abrindo os olhos e olhando ao redor*

Tatl: Onde será que isso dará?

Link: Vamos voltar e pegar o fogo, depois damos uma passada por aqui.

Linkle: Tudo bem. *levantando devagar*

Tatl: Tá se sentindo bem, Linkle?

Linkle: Sim, *andando* só fiquei um pouco cansada, dando tudo de mim depois daquela luta de vida ou morte, aquelas coisas…quase nos mata…meu coração por um momento não se acalmava.

A parede onde ela estava encostada, estava marcado do sangue dela.

Linkle: *já estava um pouco distante deles* Daqui para frente se essas coisas aparecerem, vamos ficar mais atentos e não deixar que eles nos ataquem. (Preciso economizar um frasco. Pelo menos até o momento certo.)

Link: *seguindo Linkle após isso*

Tatl: *seguindo-os*

Link: Isso me leva á perguntar, você trouxe algum pote?

Linkle: Sim, por que?

Link: Vamos pegar o maximo que der do fogo, pois iremos descongelar baaaastante coisa.

Linkle: Certo! 😃*pegando na bússola e olhando* Huuum, algo me diz que tem algo por ali na frente!

Link: Vá em frente então! Tô logo atrás.

Linkle: *correndo e então dando um pulo, deslizando no gelo* Wuiiii!!

Link: *fazendo o mesmo*

Linkle: Ahahahahahahahahahahahahahaha!

Navi: Acho que já estamos perto.

Linkle: Ótimo ótimo! 😃*apoiando na parede com as mãos para não se encontrar com ela* (Bem que eu deveria usar algo mais quente, urfs…)

Link: *ao terminar de deslizar continua a andar, em seguida a subir grandes blocos de gelos* Rapido, aqui em cima.

Linkle: *olhando para cima* Aqui vou eu! *correndo até onde ele foi, subindo nos blocos*

A frente havia um lugar com um fogo azul que parecia que nunca iria apagar.

Link: Pegue o máximo possível desse fogo. *tirando potes do bolso, pegando e armazenando o fogo azulado de alguma forma dentro do pote*

Linkle: Certo! >< *fazia o mesmo que ele* (Esse fogo, podia ser, aproveitado por uma coisa, mas não posso deixar ele ver, vou fazer isso longe dele, longe dos olhos, longe do coração.😌)

Tatl: Ei Navi, percebeu que tudo está dando certo?

Navi: Sim, mas...era pra ter no mínimo uns 30 inimigos aqui normalmente.

Tatl: Olha, melhor não pedir muito, vai que brota.

Linkle: *terminando depois de um tempo e guardando o último pote* PRONTO! X)

Link:😒

Navi: Que foi Link?

Link: Olhando bem, não entendo a lógica de como botamos fogo nesses potes...*sendo cômico e andando* Vamos.

Linkle: Eerr...sim! Sim, vamos, estou logo atrás.😁*fazendo um sorrisão, seguindo logo atrás dele*

Link: *descendo e depois andando lentamente* Vamos por esse outro caminho.

Linkle: Certo certo, estou indo! >< *descendo devagarzinho* (Dê um pouquinho de distância, certo Linkle, afinal você não quer deixar suspeitas.)

Tatl: *vai seguindo Link*

Linkle: *terminando de descer e correndo um pouquinho e andando, vendo que ele tava um pouco distante* (Okay, os vidros ficam aquecidos com o fogo, hora de pegar.) *pegando no coletinho e pegando um pote, olhando para ele* (Ele ainda não viu, ótimo...)

Link: *olhando para os lados* (Ótimo..) *suspirando de alívio* (Não gosto de por ninguém em perigo)

Linkle: *arrepiava, com receio de ele olhar para trás, colocando atrás com cuidado* (Certo, isso vai doer, mas tem que estancar.) *levantando a blusa branca, segurava pela tampa o pote* (Antes...) Err...Tatl! ><

Tatl: Hum?

Linkle: Tem um tempo para um...diálogo depois?

Tatl: Ah, tá, tudo bem.

Linkle: Obrigada. (Não posso deixar elas verem isso também, é um...é dois...é TRÊS!!) *colocando o frasco quente perto da ferida das costas, mordendo o lábio, se contendo para não gritar* Huuum...huuuum...! ><

Link: (Ela está me seguindo por acaso...?) *levantando a mão* Hey Linkle, você vem ou não? Não podemos esperar tanto... *bocejando* (Ficar tanto tempo sem lutar é meio sem graça...)

Linkle: Aaaah...é...uhum...*fechando os olhos, saindo lágrimas de dor, mordendo com mais força o lábio até sangrar no lado*

Link: Huum...vou ir na frente, venha logo. *seguindo o caminho mas de modo lento por estar esperando ela*

Navi: Hey Link, e agora? Vamos descongelar tudo?

Linkle: *afastando o pote, soltando ar e respirando ofegante, tremendo de dor, colocando o pote na bolsa, lacrimejando mais um pouco* ...T...Tô...in...do... *coçando atrás da cabeça, andando, acelerando um pouco o passo* (Quando...ele...se preocupou...não...me recordo.)

Link: Hey, *virando para ela* por que está gaguejando afinal? Está bem?

Linkle: *abrindo os olhos e olhando para ele com os olhos um pouco apertados e meio serenos, um pouco trêmulos* D-D-Devo...es-es-estar co-co-congelando...m-mas estou...bem...é bom que...não esteja sentindo o mesmo... *parando um pouco de falar e pensando* (É claro que não...meu sangue todo ficou quente só de encostar essa...coisa nas minhas costas, estou gritando de dor literalmente. Não que eu seja masoquista ou algo assim...mas é bom economizar.) Você deve...ter um sangue muito quente...atchin! >< *espirrando para o lado, distante ainda dele* Uuurg...estou...l-l-logo...atrás de você.

Link: H-Hum...vamos nos apressar então...*virando* prometo fazer algo para te aquecer depois. (Sangue quente? Me chamou de ''esquentadinho?'' )

Navi: Oh... (Link diz coisas muuuuito...aaaah...nem sei dizer!)

Linkle: O-Obrigada...genti-tileza...da sua parte. (Essa passou raspando...) Eerr...Tatl...

Tatl: Hum?

Linkle: P-Pode.

Tatl: Ah sim. *olhando para Link* Com sua licença. *indo até Linkle*

Linkle: *falando baixinho enquanto anda atrás de Link* Link...sempre foi assim? Ele...já teve...alguém?

Tatl: *falando baixinho* Em que sentido?

Linkle: *continua a falar baixinho* Bom, no sentido de que ele teve...proximidade.

Tatl: *continua falando baixinho também* Hum, a princesa Zelda.

Linkle: E...eles tem algo?

Tatl: Que eu saiba cada um, um pedaço da Triforça. No caso dele, é a Coragem.

Linkle: Entendo.

Link: *andando enquanto estava com a espada em mãos* Linkle, não baixe a guarda.

Linkle: Err...certo!

Tatl: Mais algo?

Linkle: *falando bem pertinho dela*Eles...são...um casal?

Tatl: Não, não que eu saiba.

Linkle: Hum. (Que coisa, Link! 😡Tem coragem para lutar, só isso?) *bufando*

Tatl: *falando baixinho* Abre o jogo, aonde você quer chegar?

Linkle: Ei, não me interprete mal! '-' *pondo as mãos na boca* (Fale baixo! ><)

Tatl: Você está olhando para ele, né?

Linkle: *ficando vermelha, tirando as mãos da boca* N-Não pense besteiras, n-não é como se...se eu gostasse dele...é só que...

Tatl: Hum, sei!

Linkle: Boba! >n<

Navi: Na verdade ele só não tem noção do que seja ter uma garota. *surge no meio da duas sussurrando também*

Linkle: AAAAAAAAAAAAAAAAH!! *dando um salto de susto* Aaaaiiii! >< Ui ui ui! *sentia a dor da queimadura* V-Você ouviu? 😳

Tatl: Menina, vai com calma! Tá tentando nos matar de susto?

Link: *virando o rosto para trás, fechando lentamente eles, enchendo as bochechas* Pessoal, Hyrule está em crise e vocês levando susto.

Navi: Não foi nada não Link! Linkle se assutou sem querer! Hihi.

Linkle: É...é sim! *coração acelerado e vermelha* (Oh Deus...ele está tão perto!) Tá tudo bem! 😅Olha, não fui ferida nem nada! Ehe...hehehehehehe! *rindo sem graça* 

Tatl: A Linkle estava querendo dizer que go..! *sendo pega por Linkle*

Linkle: Ai ai ela é tão boba que ás vezes tem que dar um jeito nela! 😁

Tatl: Ei, me solta! 💢

Linkle: *indo para o lado esquerdo e passando por Link completamente envergonhada* (Se ele descobre eu tô perdida! 😖)

Link: Aiai...*seguindo o caminho*

Linkle: *olhando para ele* Ai ai digo eu! Seu...Bobo! 😠(E realmente é.😒) *se virando e andando*

Link: ?

Navi: Vamos lá. Hehe.

Tatl: Linkle! Pode me soltar? 

Linkle: Preciso confiar em você que nada vai sair de você. 😑

Tatl: Urg...

Linkle: *chegando no buraco da parede novamente e começando a se escorar* Promete que não vai dizer, certo?

Navi: Quer que eu vá com elas?

Link: Não, preciso de você aqui. E...por que ela está tão estranha? e_e

--

Tatl: Tudo bem, eu não vou contar.

Linkle: Bom. *chegando na parte da parede congelada e então olhando para os lados, vendo a parede com sangue, soltando ela depois* Oh não...

Tatl: O que foi?

Linkle: *lembrando do sangue que estava encostada na parede no canto* (Esse sangue...é o meu!) *olhando para o lado*

Tatl: *olhando para a parede que estava com sangue* Sangue?

Linkle: Sim. Eu não faço idéia de quem é...

Tatl: Alguém parece que morreu e foi...devorada.

Linkle: É, realmente.

--

Link: *olhando ao redor*

--

Linkle: Vamos prosseguir.

Tatl: Mas e o Link?

Linkle: Eu...quero ficar um pouquinho sozinha...ele sabe se cuidar, ele é...muito valente, e...legal. 😃

Tatl: Entendo, você deve tá bem embaraçada.

Linkle: Sim. Mas não conte a ele o que eu contarei a você.

Tatl: O que?

Linkle: *falando pertinho dela*

Tatl: *afastando um pouquinho após ouvir* Linkle!

Linkle: Eu sei, é errado, mas resolvi fazer no método melhor para economizar. Enquanto isso, vou facilitar aqui para ele. *pegando o pote com fogo, se aproximando da parede e jogando na parede que começa a derreter*

Tatl: Isso! Queima!

Linkle: Hehe! Vamos! *correndo, ao chegar um certo ponto, freia e vê algo a frente*

Lozangos de gelo em crosta é formado, este quebra e forma umas criaturas de gelo.

Linkle: Ô...que dia maravilhoso para lutar...mas vamos lá, pronta Tatl?

Tatl: Sim, pronta.

Linkle: *colocando o capuz* Isso vai servir para retirar a tensão. *pegando as Bestas* VAMOS LÁ!

9ea333d6da13618db5b6d5298abeaedb

--

Enquanto isso, umas criaturas apareciam perante Link, elas seguravam um grande caixão preto com as duas mãos.

Hell Greed

Link: Criaturas do cemitério?

Navi: Não, ele é igual aqueles demônios.

Hell Greeds se aproximam de Link.

Link: Heh. *empunhando a espada e o escudo*

Hell Greed 1: *fica parado, encarando-o*

Hell Greed 2: *botando seu caixão em pé no chão*

Neste caixão, sai almas dele e forma outras criaturas.

Link: Não mesmo! *vendo que estavam se formando criaturas e atirando flechas de fogo ali, mais perto do Hell Greed 2*

As flechas passavam direto. Neles sendo formadas Hell Pride, Hell Lust.

Hell Greed 2: *parando de fazer as almas e o caixão fecha e se afasta*

Hell Greed 1: *fazia o mesmo*

Hell Greed 3: *dobra o corpo para trás com o caixão*

Link: *indo pra cima do Hell Pride e desferindo golpes verticais*

Hell Pride: *sendo acertado*

Hell Lust: *pulando para o lado e para o outro*

O outro caixão saía mais almas, dentre elas, Hell Sloth e Hell Gluttony.

Link: *dando um mortal pra trás depois partindo pra cima do Hell Lust e dando golpes para frente e muito rápido, como se fosse uma rapiera*

Hell Lust: *sendo acertado em vários lugares*

Hell Pride: *levantando a foice para ele e indo atacar ele*

Hell Gluttony: *sugando todo o ar do lugar*

Hell Sloth: *teleportando*

Link: *defendendo com o escudo o Hell Pride, de forma que empurrasse após isso, depois dando um corte vertical, um horizontal no final dando um dash para frente com a espada reta causando bastante estrago por penetrar*

Hell Pride: *sendo acertado e virando areia*

Hell Greed 3: *colocando o caixão no chão e fazendo a mesma coisa*

Hell Gluttony: *cospindo areia em Link*

Hell Sloth: *aparece e fazendo um corte em Link com a foice*

Link: *pulando para trás com um mortal, para desviar da areia, e depois defendendo com agilidade o golpe do Hell Sloth* Uma vez que já presenciei seus golpes...*carregando a espada* isso fica... *soltando a energia com um golpe giratório atingindo todos no local* muito previsível!!

Eram jogados, menos os Hell Greed, que defendiam com seu caixão.

Link: *indo pra cima do Hell Greed 1 e dando um corte no caixão com força* Ngh! Parem logo de ficar atrás desse pedaço velho de madeira!

Hell Greed 1: *ainda defendendo, o caixão era resistente e feito de pedra, então resistia espadas fortes como a de Link*

Hell Greed 2: *com toda a força, bate em Link com o caixão duas vezes, movimentando com força para a esquerda e direita*

Link: *defendendo uma vez mas a força fazia o escudo ir para o lado, o segundo golpe me arrastava um pouco para trás* Arg! *pegando uma bomba e jogando em baixo do Hell Greed 2, de modo que ficasse entre ele e seu caixão, logo após explodindo*

Hell Greed 2: *sendo acertado*

Hell Sloth: *gritava e então teleportava e dava um corte nas costas de Link*

Hell Lust: *dando um mortal para trás e dava um corte rápido em Link também*

Hell Gluttony: *fazia o mesmo, puxava o ar e cuspia areia*

Os outros ceifadores que eram novas almas do Hell Greed 3, era Hell Wrath e Hell Vanguard.

Hell Vanguard

Link: *defendendo o Hell Sloth com escudo* Não saia gritando antes de golpear o inimigo, idiota! *empurrando ele, depois dando uma cambalhota para frente desviando do Hell Lust* Areia?! DE NOVO! *defendendo com o escudo, ficando furioso e pulando alto, enfiando a espada no Hell Sloth por cima o atravessando, atirando flechas em cada monstro possível, após isso jogava uma bomba em cada Hell Greed* (Minhas bombas acabaram...)

Hell Greed 2 e 3: *botavam deus caixões no chão e formava mais demônios enquanto isso*

Hell Sloth: *sendo acertado e caindo no chão*

Todos eram acertados. 

Hell Vanguard: *descendo no chão*

Hell Wrath: *andando devagar até Link com a esfera*

Link: *atirando uma flecha de fogo na esfera do Hell Wrath*

Hell Vanguard: *aparece no chão, dando um corte para cima em Link* Uuuuh! 

As almas que aparecerem, era Abyss, Enigma, The Fallen, cada um vinha dois.

Enigma
Fallen

Link: *defendendo, e o empurrando* Já chega! *indo até Hell Greed 2, desviando dos outros com cambalhotas e mortais, desferindo inúmeros golpes nele, de um modo mais bruto, finalizando com um corte lateral com toda a força*

Hell Greed 2: *defendendo com o caixão e contra atacando com o caixão*

Hell Pride: *chegando perto dele e atacando com a foice*

Hell Lust: *fazendo o mesmo, só que mais rápido*

Hell Sloth: *teleportava e dava um golpe de foice nele também*

Hell Vanguard: *se aproximava*

Hell Wrath: *próximo o bastante, depois dos golpes, joga a esfera com bastante força no chão que explode*

Acerta a todos ali próximos, inclusive Link, menos Hell Vanguard, por ter uma resistência maior que os outros.

Link: *pulando e ficando em do caixão por Hell Greed ser meio lento, dando um mortal de costas do caixão e aproveita o momento em que Hell pride chega perto, e aponta a espada para baixo e o penetra* Droga! *defendendo os golpes e recebendo alguns Arg! *voava pelo golpe do Hell Wrath* Wuaaaaah!

--

Linkle: *olhando para trás, estava com alguns ferimentos e a testa sangrando* E-Este grito…foi do Link? 

Tatl: F-Foi sim! Cuidado Linkle!

Frost: *fazendo pilares de gelo gigantes pontudos na direção dela*

Linkle: *pulando para trás* (Eu não estou nas minhas boas condições…) *atirando com as Bestas nele* (Já é o quinto que aparece.)

--

Enigma 1: *girando seus três braços que brilham e atiram lanças roxas luminosas para cima que caem na direção de Link*

Enigma 2: *faz o mesmo*

Hell Greed 1 2 e 3: *levantando*

Hell Sloth, Pride, Gluttony e Lust viram areia.

Abyss 1 e 2: *andam até Link*

The Fallen 1 e 2: *flutuam na direção dele também*

As lanças roxas acertam Link por não desviar.

Link: Agh!

As lanças perfuram seu corpo, o prendendo ao chão, nas parte de seu corpo perfurado, começa a sangrar.

Hell Vanguard: *ria enquanto se aproximava com a foice para ceifá-lo*

Link: *cuspindo sangue* BUAAAWRG!

--

Tatl: Essa não...Link está em perigo, precisamos voltar! Linkle!

Linkle: Eu ouvi!... *limpando o sangue da boca e estava mais ferida ainda* (Essa criatura foi complicada...) *levantando trêmula* Eu estou literalmente gritando por dentro, mas...eu preciso ir! *correndo com dificuldade e se escorando pelas paredes* (Por favor, diga que eu não chegarei tarde!) *olhando e vendo vários monstros em volta* D-Droga! *correndo, atirando uma bomba pequena e jogando o mais forte possível, caindo no chão logo após*

Tatl: Linkle, levanta. Por favor.

--

Abyss: *com suas foices flamejantes, indo fincar suas foices em Link*

Hell Vanguard: *indo fazer o mesmo*

Linkle: *levantando e respirando ofegante e correndo na direção dele* NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!!!

Link: *fazendo força no braço que ainda estava segurando o escudo e conseguido tirar o braço do chão, pondo o escudo perto do meu peitoral*

A bomba explode em Hell Vanguard, afastando-a.

Abyss 1 e 2: *indo para trás com o impacto*

Linkle: *guardando as Bestas, pegando a Espada Mestra da mão de Link com as duas mãos e dando um golpe para esquerda e direita nos Abyss, e depois pulando e dando um golpe com o caucanhá*

Link: *aproveitando que Linkle estava o ajudando e tirando as lanças das pernas com dificuldade* Arg....arg...essas coisas conseguiram me causar um estrago...

Abyss 1 e 2: *sendo acertado e caindo no chão*

Linkle: *se virando e indo até ele e colocando a espada dele no chão, depois se abaixando* Fica parado, por favor...eu...não pensei que...estaria numa emboscada assim... *as mãos tremem e pegando com as duas mãos e retirando a lança da perna esquerda dele rápido* pensei...que você conseguiria sem mim assim... *retirando a outra da perna direita, tremendo* me desculpe...por favor me desculpe...

Link: *sangue escorria pela boca* Boba... *tossindo* ...eu já passei por coisa pior sozinho...não precisa se preocupar...

Hell Greed 1 2 e 3: *colocando seus caixões no chão e fazendo almas aparecer*

Linkle: *encarando ele com um olhar sério, retirando a lança do ombro dele de forma ignorante de propósito, fazendo sentir dor*

Tatl: Essa boba tá aqui te ajudando, sabia? Eu acho melhor você dá um crédito a mais a ela. Talvez até o dobro.

Enigma 1 e 2: *girando seus braços que tem um arco, com a lança que brilha azul, e atirando na direção deles*

Tatl: Linkle! Cuidado!

Linkle: ! *olhando para as lanças vindo por cima pegando a Espada Mestra de Link com a mão esquerda, levantando, pulando* HYAAAAAAAAAAAH!! *girando para o lado esquerdo, sem concentrar poder, até porque não sabia como o fazer, depois pousa de forma desengonçada e caindo de joelhos*

Link: *ficando sentado e olhando para ela* Okay okay... *levantando, e indo até ela lentamente* Hey... *oferecendo a mão*

Linkle: *ainda de joelhos, solhando para ele e olhando para sua mão, se levantando com dificuldade e lhe dando a espada* (Hunf.)

Link: Ainda disse que iria te aquecer, lembra? *pegando a espada da sua mão, mas sem ser rude* Você fica melhor com suas bestas. *sorria discretamente*

Linkle: *olhando pra o lado*

Link: *suspiro* Não precisa ligar pra minha opinião...só...não vamos baixar a guarda agora. *empunhando a espada, mesmo que sangrasse por vários lugares do corpo*

Linkle: Apenas…termine o que não terminou ._.

The Fallen 1: *voando na direção deles, girando a espada na direção deles de forma circular*

Enigma 1 e 2: *fazendo a mesma coisa e atirando na direção deles*

Linkle: *pegando as Bestas e colocando elas uma abaixo da outra, e então atirando uma bomba gigante em Enigma 1 e 2 e correndo com dificuldade e pulando* IIIIAAAAAAH! *dando um chute diagonal poderoso neles*

The Fallen 2: *voando diretamente em Link e fazendo 5 golpes para frente direto*

Link: *defendendo todos, no último, empurrando o escudo pro lado e enfiando a espada dentro do The Fallen 2 e puxando para cima com tudo* HAAAH!

A bomba explode, afastando a todos, afetando todos os inimigos, eliminando os Enigma, e os outros Hell que tinha sido invocado pelos Hell Greed, os Hell Greed ficam no chão e iam se levantando devagar.

Link: *indo até o Hell Greed 2, pulando o mais alto possível, girando no ar e apontando a espada lara baixo, penetrando a cabeça do Hell Greed 2 com tudo*

Hell Greed 2: *sendo acertado e virando areia*

Hell Greed 1 e 3: *terminando de se levantar*

Linkle: (Ch-Cheguei ao meu limite, não dá mais…) *sentando de lado, respirando ofegante* (Devo usar um frasco.) *pegando um frasco, abrindo e bebendo meio frasco de leite*

The Fallen 1 e 2: *se aproximando de Link*

Abyss 1 e 2: *se aproximando também*

Hell Vanguard: *fazendo o mesmo*

Link: *carregando a espada e olhando ao redor* Venham!

The Fallen 1: *abrindo as suas asas e espadas vão na direção dele*

The Fallen 2: *girando em 180º para cima com suas asas afiada em Link*

Abyss 1: *dando um golpe com sua foice flamejante*

Link: *liberando o poder na espada e rodopiando, fazendo uma onda azul de poder, fazendo os golpes se dissipar e afastar os inimigos mas causando grande dano* (Minha magia está se esvaindo...)

Abyss 1: *sendo cortado ao meio*

Hell Vanguard: Uuuuh! *sendo acertada e indo para trás*

Abyss 2: *levantando com dificuldade*

The Fallen 1 e 2: *recompondo o vôo, fechando suas asas*

Link: *indo até o Hell Greed 1 e pulando e dando um corte aéreo, ao pousar pulava novamente e cortava, tudo isso enquanto girava ao redor dele, sem parar*

Hell Greed 1: *sendo acertado e dobrando o corpo para trás enquanto leva dano, bate com o caixão duas vezes nele*

Link: *dando um mortal e contra atacando rapidamente, depois pulando pro lado no segundo golpe, dando um corte vertical*

Hell Greed 1: *sendo acertado*

Hell Vanguard: *mergulhando no chão e então aparecendo no chão, dando um golpe de foice em Linkle*

Linkle: Aaaaaaaaaaaah!! *caindo no chão de lado* (Droga...) *levantando devagar*

Hell Vanguard: *rindo girando a foice*

Abyss 2: *se aproximando de Link e dando um golpe de foice flamejante nele*

Hell Greed 3: *colocando seu caixão no chão e fazendo a mesma coisa*

Link: *finalizando o Hell Greed 1 com um golpe da cabeça* Huh! *olhando para Linkle* Cuidado!!! Linkle!

Hell Greed 1: *sendo acertado e virando areia*

Linkle: Isso é jeito de me atacar? Não está vendo que eu quero ficar descansando um pouco coisa feia! Grrr...você vai me pagaaaaaaaaar!! 💢💢💢💢💢💢💢 *pegando as Bestas, atirando um pouco em Hell Vanguard*

Hell Vanguard: *defendendo com a foice*

Linkle: *dando um chute para o alto e pulando e atirando com as duas Bestas rápido* Tome isso e isso isso isso!! 💢💢💢💢💢💢 *dando chutes rápidos de cada pé como se estivesse marchando com força e rápido, só que em cima de Hell Vanguard e finalizando com um golpe do caucanhá*

O corte de fogo acertava a cintura de Link, causando uma queimadura nele, e como era fogo infernal, machucava de forma profunda ao ponto de dar uma dor insuportável. Almas formavam, aparecendo outro Hell Vanguard e Enigma.

The Fallen 1: *jogando várias espadas na direção de Link*

Link: HIAAAAAAAAAA! Arg! *olhando para o lado e defedendo imediatamente as espadas de The Fallen com seu escudo*

Tatl: Link, bata mais forte, esses inimigos são fortes demais, são de um nível que você deve se acostumar a partir daqui! 

Linkle: *olhando para Link* Link!!! Grrr…agora já me cansaram…JÁ ME CANSARAM!!! *girando os braços, cada um fazendo um movimento circular, como se fosse fazer um círculo de cada braço, uma curva para cima e para baixo, colocando os braços um abaixo do outro próximo ao peito e então abre os braços e libera uma energia alaranjada com 2 grandes anéis que fica em volta do corpo rodeando* Eu estou chegandoooooooo! *correndo em alta velocidade em Abyss 2, The Fallen 1 e 2 e atirando no lado, depois virando e atirando de costas para os lados tanto em Abyss 2, quanto nos The Fallen, atirando em todos em alta velocidade que os joga para cima, recarregando e uma Besta fica vermelha e outra verde* HEYAAAAAAAAAAAAAAH!!! *correndo e atirando em cada um*

As Bestas atiravam flechas luminosas e concentrava os inimigos no ar e outros que estavam saindo mais almas do Hell Greed 3 que estava invocando mais monstros.

Tatl: (Incrível!)

Linkle: Sooooreeee!! *pulando de forma giratória criando uma onda fogo entre eles*

O Hell Greed 3 virava areia, o Abyss virava fogo e os The Fallen se desfaziam em forma de penas e Enigma quebrava em pedaços. Os únicos que sobrava, era as Hell Vanguard que estavam caídas.

Linkle: *levantando e olhando para trás* (Ele está num estado bem ruim…agora não é eu que estava na pior, agora é ele…mas ele continua relutante, é realmente admirável.)

Link: *indo até os Hell Vanguard* Linkle! *dando um mortal e girando com a espada e finalizando o Hell Vanguard 1* Você é uma pessoa muito mais forte do que pensei...*depois correndo até o outro e dando um corte forte para cima que o jogava, e pulando dando vários cortes e finalizando com um para frente que fazia uma aura azul* HAAAAH! *caindo no chão ofegante* Conseguiu acabar com quase todos eles...e...aaaarg...*ficando de joelhos mas se apoiando com a espada, e deixando o escudo cair*...admito que estava te subestimando...desculpe...

Linkle, Navi e Tatl: LINK!! *todas vão até ele*

As Hell Vanguard sangram com uma substância preta e viram fumaça preta e desaparecem.

Link: Phew...por pouco hein...*soltando a espada e lentamente deitando*

Tatl: Ai caramba...

Linkle: *pegando ele a tempo*Link, Link! Não não não não, por favor, não morra!

Link: Eu só tô deitado caramba. *rindo de forma irônica* mas obrigado por se preocupar...

Linkle: *sorrindo* Devo admitir, você é durão, diferente de mim, eu nunca chegaria ao seus pés. *colocando ele deitado de costas*

Tatl: Como ele mesmo disse, ele já passou por muita coisa pior, mas dessa, você se superou hein.

Link: Eu estava tentando parecer legal...*suspiro*...por isso não gosto de falar, não sei ser um cara bacana...

Linkle: *abaixando um pouco os olhos* Agora entendi tudo…mas, você tem se saído bem, ser uma pessoa legal, nem sempre deve ser levado ao pé da letra, contanto que você tenha pureza, gentileza, carisma, humildade, coragem, bravura, aqui,  *pondo a mão no meio de seu peitoral onde é seu coração, depois afastando porque seu corpo estava sensível* você já é alguém admirável o suficiente, mas tudo tem que ser regulado, você é o que você é, e quem você é, é a pessoa mais batalhadora e valente que eu já vi! ^^💚

Link: *olhando para ela por alguns segundos* ... *olhando para cima*...mais fácil do que pensei...obrigado...

Linkle: *pegando a espada dele e vendo e levantando* Não tem de que, posso não ser digna desta espada, a inquebrável, resplandescente, poderosa, e lendária Espada Mestra, é algo que nunca irei segurar novamente em minhas mãos, mas os bons segundos de estreá-la, *colocando com a lâmina apoiada ao chão* foi divertido.

Sample a13af751d7611c63137a591e9cf95ca4

Link: O engraçado é que mesmo não estando no poder total você conseguiu causar bons estragos nos inimigos...isso mostra que tem força...bastante por sinal.

Linkle: Pode ser, *abaixando e colocando a espada no outro lado dele* mas não estou a sua grandeza, você é mais forte que esta nanica que anda sempre com o pé esquerdo...mas acho que atrapalho você e impeço de você lutar a sério ._.

Link: Não não, não atrapalha, como disse, te subestimei mas agora vejo que é forte mesmo...

Navi: Tá bom tá bom, os dois são incríveis e ponto final! ><

Linkle: *olhando para Navi*

Navi: Vocês ficam se elogiando, mas temos várias coisas a fazer ainda, desculpe.

Linkle: É que...não sei, eu...eu me sinto culpada, porque eu queria adiantar as coisas para o Link, porque eu queria me mostrar útil em algo, e porque...eu acho que me estressei a toa em relação ao Link, dando a impressão de que queria evitá-lo, mas não era isso, é que...

Link: Que...?

Linkle: *pegando um pote que tinha meio leite que tinha tomado e colocando perto dele*Deixa para lá...  *levantando e abaixando o capuz e ajeitando as luvas meio envergonhada*

Link: *levantando o torso lentamente, olhando para o pote e pegando* Se quiser me contar...seja lá o que for, vou escutar ok? *tomando o leite